Como trabalhar na Espanha, um guia para brasileiros.

Como trabalhar na Espanha

Espanha  / 

Apesar de ser o sonho (e destino preferível) de muitos brasileiros, morar e trabalhar na Espanha não é assim tão simples. Primeiro porque a taxa de desemprego no país é muito alta, beirando os 23%, e segundo porque a crise econômica que se instalou sobre a Europa, a partir de 2009, pegou o país de jeito. Mesmo após tanto tempo do iníecio da crise mundial, a Espanha ainda não conseguiu se reerguer por completo e baixar a quantidade de desempregados.

Visto de trabalho na Espanha

Você pode entrar na Espanha como turista e permanecer por 90 dias. Depois que acabarem os 90 dias, se for sua intenção, é possível solicitar para ficar por mais 90 dias. Quando os 180 dias chegarem ao fim, você precisa deixar o país ou se tornará um ilegal. Caso a polícia ou alguma autoridade do país espanhol lhe apreenda, você será multado (mais de 500 euros) e será extraditado.

Porém, existem maneiras de ficar em território espanhol legalizado. A primeira maneira é estudar e a outra é trabalhando. Para conseguir o visto de trabalho é preciso ser contratado ainda no Brasil por alguma empresa espanhola, dessa forma a sua solicitação de visto já é feita atrelada ao emprego. Chegando na Espanha você solicitará o NIE (Número de Identificación de Extranjeros) que terá a primeira validade de 1 ano, as outras variam conforme o tempo que você está no país. Importante: existem quase 10 tipos de visto e autorização de estrangeiros na Espanha.

Caso você seja descendente de espanhóis, leia: Cidadania Espanhola, quem tem direito?. Com a cidadania, não precisa de visto para trabalhar na Espanha.

Documentos para trabalhar na Espanha

Algumas dicas interessantes devem ser levadas em consideração para quem quer permanecer na Espanha. A primeira é abrir uma conta bancária no país, outra coisa interessante é solicitar em uma Junta Municipal o empadronamento, que nada mais é que um documento que comprova que você reside no município que está residindo. Outra dica valiosa é SEMPRE que comprar, pedir fatura com seu nome e com o número do seu passaporte. Isso tudo ajuda na hora de solicitar o visto de residência e faz o governo te olhar com bons olhos.

Trabalhar na Espanha

Voltando ao assunto emprego e como trabalhar na Espanha, é importante estar sempre atento as possíveis vagas abertas no país. Um site interessante é o www.empleate.gob.es, que é um site do governo espanhol que ajuda as pessoas a encontrarem colocação no mercado de trabalho. Outro site de emprego interessante é o www.infoempleo.com e o www.trabajojusto.com. Uma informação relevante é o valor do salário mínimo: €756,70 por mês. Apesar de ser bem maior que o salário mínimo brasileiro (convertendo euro para real) não se engane, com um salário mínimo você não terá luxos, mas também não passará fome. Para saber quanto é preciso ganhar para viver bem, veja o Custo de vida na Espanha. É importante ressaltar que dificilmente você será contratado se tiver ilegal no país.

Preconceito com brasileiros na Espanha

Sobre a questão “ser de fora” ou “preconceito” por ser brasileiro, fique tranquilo. A maioria dos países europeus vêem os brasileiros com bons olhos e se suas capacidades acadêmicas e técnicas falarão mais alto. Você pode ser de qualquer canto do mundo, desde que seja capaz de cumprir o que o empregador pede. Então fique tranquilo e encare a sua nova vida na Espanha de peito aberto. Ficar atento para os documentos necessários é importante, mas a motivação para encontrar o trabalho na Espanha só depende de você. Trabalhar na Espanha não é impossível e é um sonho que você realizar sim! Prepare seu currículo e boa sorte.

COMPARTILHE

Amanda é jornalista brasileira e faz Mestrado em Ciências da Comunicação em Braga, Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.