Estações do ano na Europa, veja como é e compare com o Brasil

Estações do ano na Europa

Europa  / 

A Europa está no Hemisfério Norte e, por isso, tem as estações do ano invertidas em relação ao Brasil e outros países do Hemisfério Sul.

Quando nos países europeus o frio está no auge, no países da América do Sul é o calor que se faz presente, bem como quando a primavera traz abundância da natureza no Brasil por exemplo, em Portugal é o outono que, com muito vento e chuva derruba as folhas das árvores.

Isso tudo para dizer que as estações do ano na Europa são diferentes das do Brasil.



Como é a divisão das estações do ano na Europa?

As estações do ano na Europa se dividem conforme abaixo:
Hemisfério Norte (Europa)

  • Primavera: 21 Março até 20 Junho
  • Verão: 21 Junho até 20 Setembro
  • Outono: 21 Setembro até 20 Dezembro
  • Inverno: 21 Dezembro até 20 Março

Hemisfério Sul (Brasil)

  • Primavera: 21 Setembro até 20 Dezembro
  • Verão: 21 Dezembro até 20 Março
  • Outono: 21 Março até 20 Junho
  • Inverno: 21 Junho até 20 Setembro

Conheça um pouco de cada estação da Europa

A maioria dos países da Europa possuem estações do ano muito bem definidas. Mesmo que você, por desatenção, não se atenha as estações do ano na Europa, ao desembarcar em um país europeu você terá certeza em qual estação do você estará.

A primavera

Na primavera as árvores florescem, os dias são mais longos e quentes e, na maioria das vezes, ventosos. O vento é presença garantida na primavera da Europa, apesar de ser um vento agradável que em nada se compara aos fortes e gelados ventos do inverno.

O verão

Assim que acabar a primavera, o verão dará as caras e você também vai perceber com facilidade. Há um intenso aumento nas temperaturas e em Portugal os termômetros chegam facilmente aos 40ºC. Os dias são extremamente longos e, não raramente, o sol se põe pelas 22 horas.

O outono

Após meses de muito calor, o outono vem trazendo muita chuva, a derrubada das folhas das árvores e os dias passam a ser mais curtos. O sol do outono na Europa se põe às 17h e os dias são mais escuros e frios, em uma clara preparação para o inverno.

O inverno

No inverno os mais desavisados sofrem. Geralmente muito chuvoso e frio, você pode investir tranquilamente em uma jaqueta impermeável, em uma boa bota de couro e um guarda-chuva reforçado, pois vai usar por mais de seis meses por ano (outono e inverno).

Dificuldades do inverno nos países de frio rigoroso

Inverno na Europa
O inverno, em alguns países europeus mais ao norte, se apresenta de forma violenta. É comum que nevascas intensas sejam capazes de fechar estradas e causar alguns transtornos, porém os europeus não ligam muito para isso e são, de maneira geral, bem preparados para o frio.

Em Portugal você encontra neve na Serra da Estrela (centro do país) e pode até esquiar. Veja como é o clima em Portugal.

A Suécia é também um dos países da Europa mais afetado pelo frio, veja como pode estudar no país nórdico de graça.

E a neve na Europa?

Importante ressaltar que a neve, apesar de linda, é uma chuva e sendo uma chuva deixa tudo molhado e embarrado.

Para quem nunca teve a oportunidade de morar em um lugar onde neva, é comum que aconteça uma certa decepção, pois no dia a dia o excesso de neve e o frio prolongado são obstáculos para quem precisa sair para trabalhar e etc.

Dificuldades no verão

Porém, no verão os problemas também são grandes. Recentemente um grande incêndio florestal causou a morte de dezenas de pessoas em Portugal e isso é muito recorrente. Ano após ano, por conta do verão muito quente e seco, o fogo se apresenta e queima tudo o que encontra pela frente.

Uma dica para quem vai viajar

Uma dica importante é evitar viajar por países da Europa no extremo inverno e no extremo verão. Se puder, opte pela primavera ou pelo outono, pois além das passagens serem muito mais baratas (fora do período de férias escolares – Julho e Dezembro) o clima é mais ameno e você não vai passar calor e nem frio.

Veja também a nossa sugestão de cidades da Europa mais baratas para viajar.

COMPARTILHE

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.