Fim da fila para a cidadania italiana? Veja como apressar o processo

Fim da fila para a cidadania Italiana?

Itália  / 

Você sabia que dentro da lei italiana, o prazo máximo para os consulados italianos tem para avaliar um pedido de cidadania é de dois anos? Pois é, eles não te dizem isso, mas está na lei.

E o que isso tem a ver com o seu sonho de obter o passaporte italiano?



Fim da fila para a cidadania Italiana

Advogados italianos já estão obtendo, com sucesso, decisões de tribunais italianos para que a cidadania seja entregue imediatamente, caso o brasileiro já esteja na fila para a cidadania italiana há 2 anos ou mais. É uma excelente notícia para quem não quer esperar os 10 anos que tem durado a fila.

Veja o relato do caso de três mineiros que conseguiram obter a cidadania expressa via judicial.

Outros casos de sucesso

Um outra exceção à regra de cidadania italiana que está tendo sucesso via representação direta na Itália são os casos de via materna e dos Trentinos.
 
Advogados italianos têm tido sucesso no pedido de reconhecimento de direito à cidadania, visto que a “linha paterna” vem de um conceito jurídico ultrapassado e machista para os tempos de hoje, e de que os Trentinos hoje fazem parte da Itália.

Conheça as vantagens de ter cidadania italiana.

E quanto custa esse processo?

As custas judiciais para um aplicante individual, seja para que seja concedida a cidadania dentro do espaço de 2 anos, ou para pedir a exceção para linha materna/trentino, gira em torno de 1000EUR.

Já os honorários dos advogados são de 2000EUR. E como se tratam de advogados italianos registrados e licenciados, o brasileiro pode ter mais tranquilidade na contratação dos mesmos.  

Com essa ajuda é possível apressar o processo e pular a fila para a cidadania italiana e talvez o seu sonho de obter seu passaporte italiano esteja mais próximo de se tornar uma realidade para você.

Confira mais dicas sobre a cidadania italiana.

COMPARTILHE

Brasileiro, foi um dos primeiros empresários a obter o visto D2 para pequenos empreendedores em Portugal. Hoje se dedica a ensinar empreendedorismo e auxiliar brasileiros a obter residência e/ou cidadania portuguesa e italiana. Fundador da consultoria Strobel e Santos. Apaixonado por motociclismo e viagens.