Segurança em Portugal, como é e como se compara com o Brasil?

Segurança em Portugal

Portugal  / 

Portugal é considerado o terceiro país mais pacífico do mundo de acordo com o Global Peace Index (GPI) e no quesito segurança em nada se parece com o Brasil.

Para se ter uma ideia, no mesmo índice o Brasil ocupa a 108º posição, mas você deve estar se perguntado: existe criminalidade em Portugal? — a resposta é sim, mas a incidência é muito baixa e de crimes considerados não violentos.

Você pode conferir a nossa lista com as cinco melhores cidades de Portugal para morar.



Segurança em Portugal, existe criminalidade?

Sim, existe. Porém os crimes violentos são mínimos e o investimento em prevenção é uma das razões para que Portugal seja tão seguro.

As forças policias do país europeu trabalham de maneira exaustiva para que os crimes sejam prevenidos e não remediados.

Ou seja, é comum você ver na televisão que redes criminosas estão sendo desarticuladas em mega operações especialmente nas cidades maiores como Porto e Lisboa.

De que tipo?

Os crimes que registraram sensível aumento em Portugal em 2016 foram o de violência doméstica contra cônjuge e o furto de oportunidade, aquele que acontece em objetos que não foram guardados.

E os crimes a turistas?

Este segundo pode ter tido um aumento em 2016 por conta da grande procura de turistas por Portugal, já que Lisboa e Porto estão na moda e foram recentemente escolhidas os melhores destinos europeus e, com mais turistas, mais furtos são registrados, especialmente os furtos a objetos que não recebem atenção por parte dos proprietários como celulares e câmeras.

Veja também quais os golpes mais comuns em turistas na Europa e como se previnir.

Estatísticas recentes e oficiais

Anualmente Portugal publica o RASI (Relatório Anual de Segurança Interna) e você pode acessar dos dados de 2016. No documento estão relacionados todos os crimes que ocorreram no país europeu e, para se ter uma ideia, em 2016 foram registrados 76 homicídios, uma queda de mais de 25% em relação 2015 (102 homicídios).

Outros crimes em Portugal reportados e que constam no RASI foram roubo a banco (39), roubo a farmácias (35), roubo a joalheria (23), roubo a posto de gasolina (137) e roubo de carros (139). Estes crimes são enquadrados como violentos e graves, o que demonstra que a segurança em Portugal é uma realidade.

Também já falamos sobre as vantagens e desvantagens de morar em Portugal

Sensação de segurança em Portugal no dia a dia

Sensação de segurança em Portugal no dia a dia
Se você tiver a oportunidade de conhecer ou de viver em Portugal, perceberá que a sensação de segurança no dia a dia é grande.

Raramente você sentirá medo ou presenciará algum ato de violência, pois apesar de não haver uma presença ostensiva das forças policiais, existe a certeza no funcionamento do sistema judiciário português e um respeito impressionante pela polícia.

O medo não faz parte da cultura de Portugal

Durante a noite é comum as pessoas irem para o centro da cidade tomar um café ou assistirem a um concerto em alguma praça e levarem seus filhos.

Os caixas eletrônicos são no meio da rua, os taxistas não usam cabines blindadas em seus carros, os bancos não possuem porta giratória e nem seguranças armados. Há uma sensação generalizada de segurança e o medo não faz parte da cultura de Portugal.

Saiba quais são as 20 coisas que brasileiros pensam quando chegam a Portugal.

Segurança em Portugal e no Brasil

Comparar a segurança em Portugal com a segurança no Brasil pode ser perigoso, especialmente porque o país europeu tem 10,3 milhões de habitantes e o enorme Brasil tem mais de 207,7 milhões de pessoas, ou seja, é 20 vezes maior em população, isso sem falar no tamanho do seu território.

Porém, se você quiser compreender como Portugal é seguro, em 2015 o país registrou 102 homicídios e o Brasil, no mesmo período, teve 59.080 assassinatos de acordo com o Atlas da Violência 2017, uma publicação do IPEA em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Você tem mais chance de ser assassinado no Brasil

Se você fizer uma regra de três simples e bobinha, verá que, se no Brasil com seus 207,7 milhões de habitantes são 59.080 homicídios, em Portugal com seus 10,3 milhões de habitantes, caso fosse um país tão perigoso e violento como o irmão da América Latina, teria registrado 2.929 homicídios, porém registrou 102.

Ou seja, no Brasil você tem quase 30 vezes mais chance de ser assassinado do que em Portugal.

COMPARTILHE

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.