Tipos de visto para Portugal

Portugal  / 

Se você está planejando uma viagem a turismo e está preocupado com o visto para Portugal, fique tranquilo. Não é necessário visto de turismo no país português. Diferentemente de países como os Estados Unidos e o Canadá, em Portugal não é preciso fazer o visto para viagens de turismo de até 90 dias.

Para viajar como turista é necessário apenas de um de seguro saúde, que pode ser particular ou público (PB-4, como funciona e como solicitar gratuitamente) e um passaporte dentro da validade. Agora se você se apaixonar pela terrinha, confira os tipos de visto para quem está pensando em morar em Portugal.



Veja alguns tipos de visto para Portugal

Visto de Estudo ou Estágio
O primeiro passo é o estudante ter o comprovante de matrícula ou o “termo de aceite” da universidade. Se você não quiser fazer todo o curso fora, é possível fazer um intercâmbio durante a faculdade, o programa se chama Erasmus e diversas universidades brasileiras têm parceria com as instituições portuguesas, normalmente o programa tem duração de um semestre.

Como o idioma é o mesmo, é super fácil a adaptação. Também é possível fazer um MBA, Mestrado e Doutorado com esse tipo de visto. É preciso comprovativos de renda, e mostrar que você tem como se manter em Portugal durante seus estudos. Também é necessário um passaporte com validade superior ao período de sua estada no país.

Se você pretende estudar em Portugal, esses links serão úteis.

Visto de Trabalho
Para um profissional brasileiro trabalhar em Portugal (ainda morando no Brasil) é necessário uma carta convite da empresa em que foi selecionado no processo seletivo. A empresa precisa fazer a divulgação pública da vaga e se após 30 dias nenhum residente português for selecionado é feito o convite/contrato de trabalho para o profissional estrangeiro. Com essa carta em mãos, consegue solicitar o visto para Portugal no consulado português mais próximo da sua casa.

Veja nosso guia de como trabalhar em Portugal

Visto Empreendedor
Abrindo um negócio/empresa em Portugal é possível conseguir o visto de empreendedor – D2. Ele pode ser solicitado ainda no Brasil ou já estando no país europeu. É necessário meios de subsistência no país (como declaração do imposto de renda e extratos bancários), passaporte válido, certidão de antecedentes criminais, projeto de abertura da empresa e comprovativos de investimentos no país.

Veja como solicitar o visto de Empreendedor Portugal
Empreender em Portugal, principais erros cometidos e como evitar

Visto de rendas próprias (Visto D7), vulgo Visto para Aposentados
Quem procura Portugal depois de se aposentar, busca qualidade de vida. O país concede vistos para aposentados de todo o mundo que tenham rendimentos suficientes e que consigam se manter no país com sua própria aposentadoria, aplicações financeiras ou rendimentos de bens e imóveis. O valor mínimo da aposentadoria deve ser o salário mínimo vigente no país €505.

Como viver em Portugal depois de aposentar
Algarve é eleito o melhor lugar do mundo para viver a aposentadoria

Os familiares que vierem junto para Portugal entram como Agrupamento Familiar em todos os tipos de vistos. Para isso é preciso comprovar que tem condições financeiras de ter dependentes, e dar entrada no processo no SEF.

COMPARTILHE

Amanda é jornalista brasileira e faz Mestrado em Ciências da Comunicação em Braga, Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.

Posts Relacionados

Hoje vamos te contar um pouco mais sobre como funciona o ensino em Portugal. O sistema de educação...

Para a maioria, o Natal celebra o nascimento de Jesus. No entanto, é sabido que esta celebração...

Se você vai morar em Portugal e ainda não tem carteira de motorista, é provável que tenha interesse...