Atomium, o símbolo de Bruxelas Atomium, o símbolo de Bruxelas

Atomium, o símbolo de Bruxelas

Turismo na Europa  / 

Quem viaja para Europa e escolhe conhecer a Bélgica, logo descobre as atrações do país. Além das deliciosas batatas fritas (onde o prato foi criado), o país europeu oferece muitos pontos turísticos para visitação, como o Atomium, na sua capital Bruxelas.

O que é Atomium?

O Atomium é uma atração turística de Bruxelas. Com 103 metros de altura, a estrutura metálica foi construída em 1958, para comemoração da Expo 58.

A estrutura de ferro, representa uma molécula de ferro ampliado 165 milhões de vezes.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

A Torre Eiffel de Bruxelas

Para muitas pessoas, o escultura é considerada a Torre Eiffel de Bruxelas. O Atomium foi criado pelos arquitetos André Waterkeyn e Jean Polak e foi planejada para ficar apenas seis meses na cidade. Mas a atração foi tão elogiada que sobreviveu a Expo 58 e tornou-se um dos pontos turísticos mais importantes da nação belga.

A atração turística é um dos símbolos da Bélgica, por isso, durante a sua viagem para Bruxelas, não esqueça de colocar o Atomium no seu roteiro.

A vista panorâmica de dentro de uma das 9 esferas promove uma visão incrível da capital da Bélgica.

Atrações

O Atomium apresenta uma exposição permanente em comemoração ao Expo 58, quando a obra foi criada, e ao longo do ano oferece diversas exposições temporárias e também eventos.

Onde fica o Atomium?

A atração turística da Bélgica está localizada na Place de l’Atomium, B-1020, na cidade de Bruxelas.

Confira dicas de como comprar passagem aérea barata e programe sua viagem.

Como chegar até o Atomium?

O Atomium fica na parte norte da cidade de Bruxelas, e você pode chegar lá de carro, táxi, Uber, ônibus ou então de metrô. A escultura fica a apenas 5 minutos a pé da estação de metrô Heysel / Heizel (linha 6), localizado em frente à Mini-Europa.

Para quem vai da estação mais importante, a Gare du Midi (que é a estação ferroviária de Bruxelas Sul), o tempo de viagem é de 15 minutos e a linha é a 6, em direção a Roi Baudouin / Koning Boudewijn. A descida deve ser feita em Heysel / Heizel.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Se tiver alugado um carro em Bruxelas, fique tranquilo, porque existem diversas opções de estacionamento bem próximos.

De táxi ou Uber, o valor da viagem pode ser bem alto, devido a distância do centro. Portanto, se quer economizar, prefira usar o transporte público.

Saiba também quando vale a pena viajar de ônibus pela Europa.

Horário de funcionamento

O Atomium funciona todos os dias do ano das 10h às 18h. A bilheteria fecha 30 minutos antes, às 17h30.

Já nos dias 24 e 31 de dezembro, o horário de funcionamento do Atomium é das 10h às 16h. E nos dias 25 de dezembro e 01 de janeiro das 12h às 18h. Com a bilheteria encerrando antes.

Quanto custa para visitar?

Os ingressos do Atomium têm os seguintes valores:

  • € 15 adultos;
  • € 13 sênior (pessoas com 65 anos ou mais);
  • € 8 adolescentes até 17 anos;
  • € 8 estudantes (com comprovação);
  • Gratuito para crianças até 6 anos (ou abaixo de 1,15m);

Além dos ingressos individuais é possível comprar bilhetes combinados para outras atrações da capital belga.

Confira nossas 7 dicas para economizar na Europa.

Onde comprar ingresso?

É possível comprar bilhetes online no site da GetYourGuide ou então no local.

Vale a pena visitar o Atomium?

Depende de quanto tempo você ficará hospedado em Bruxelas. A atração fica a 7,5 quilômetros do centro da cidade, saindo da praça principal, a Grand-Place.

Se estiver de carro levará cerca de 30 minutos. Já de transporte público, o tempo de viagem será de cerca de 45 minutos e você deve pegar um ônibus e um metrô, ou então dois ônibus.

Eu recomendo a visitação ao Atomium se você ficar mais de dois dias na cidade. Porque com pouco tempo, você poderá conhecer melhor o centro de Bruxelas, alguns parques e museus mais bem localizados da cidade.

Descubra também os 10 monumentos da Europa e escolha qual visitar.

Dicas para quem viaja para Bruxelas

Muito se engana, quem pensa que visitar a capital da União Europeia e a cidade sede da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) irá encontrar muita limpeza, flores por todo lado e organização.

A cidade é bem suja, muito mal cuidada e até mesmo perigosa. Quando estive na cidade, encontrei muitos moradores de rua, pessoas “vagando” pelas ruas, muitos refugiados, muçulmanos e muitos policiais armados.

Parece que apenas o centro de Bruxelas é cuidado (Praça da Grand Place), mas seus arredores foram esquecidos. Sinceramente, eu achei que a capital belga deixa muito a desejar no quesito sensação de segurança, principalmente por estar localizada na Europa.

Cuidado com as suas malas

Quando estamos viajando pela Europa parece que ficamos mais desatentos. Mas cuidado, fique sempre atento as suas malas, mochila, bolsa, câmera e celular.

Conheço pessoas que já foram furtadas na capital belga. Não caia no conto do bilhete de trem/ metrô e não entregue o seu ticket para os pedintes da estação, mesmo depois de já ter utilizado o ticket, pois você ainda poderá precisar para trocar de trem ou metrô.

Saiba como proceder se perder passaporte no exterior.

O valor dos tickets de trem em Bruxelas também não são baratos. Para quem viaja dentro da Europa e chega na cidade pelo Aeroporto de Zaventen leva cerca de 30 minutos até o centro da cidade (Gare du Midi). O valor do bilhete é de € 8,90 e a estação está localizada no piso inferior (-1) do terminal.

Descubra também quanto custa viajar para Europa e como escolher e comprar mala de viagem.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.