Saiba o que é e como ser um nômade digital pela Europa, prós e contras.

Nômade digital, saiba o que é e como ser um

Europa  / 

Quem costuma ficar hospedado em hostel já conheceu aquele carinha que passa o dia todo no lobby do hostel com o seu laptop e fone no ouvido. Enquanto você sai para passear, ele fica enfurnado no hostel e mesmo assim vive postando fotos de lugares incríveis pelo mundo.

Então você se pergunta: esse cara ganhou na loteria ou é de família milionária? Provavelmente não seja nenhuma das duas opções. Trata-se de um nômade digital que faz do hostel o seu lar e escritório e tem uma vida bem diferente da sua.

Afinal, o que é um nômade digital?

Nomadismo digital é um estilo de vida em que pessoas viajam pelo mundo sem abrir mão do seu trabalho, já que suas atividades podem ser feitas de forma remota, devido a evolução da tecnologia nos dias atuais.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Por que ser um nômade digital?

Por que ser nômade digital

Esse estilo de vida é recomendado para aquelas pessoas que buscam uma forma alternativa de relacionamento com o trabalho e com o mundo. São profissionais que procuram desenvolver um modelo de trabalho diferente que visa uma certa liberdade fora dos padrões corporativos e ao mesmo tempo busca um estilo de vida de viajante.

Como eu virei um nômade digital

Eu sempre tive problemas com rotinas cotidianas e após um período sabático, eu não consegui me adaptar a vida “normal” de um trabalhador e comecei a trabalhar em uma Startup de Londres que me permitiu continuar viajando mundo afora e me tornar um nômade digital.

Vale lembrar que é normal confundir a prática do período sabático, em que pessoas dão um tempo de suas carreiras para viajar e trabalhar em outra área e em outros países, com o Nomadismo Digital.
Não se trata de um trabalho temporário e, sim, uma escolha de vida que concilia a possibilidade de estar em vários lugares ao mesmo tempo em que se trabalha.

Prós e contras

A lista de vantagens é extensa, geralmente os nômades digitais são inquieto e curiosos. E a grande vantagem é de experimentar continuamente novas culturas e realidades sem abdicar da carreira, além de ter a liberdade, flexibilidade, mobilidade, realização pessoal e profissional. São valores que não tem preço.

O lado ruim

Em média, um nômade digital viaja 6 meses consecutivos. Por tanto tempo fora é normal existir pontos negativos como: saudades da família, lidar com a insegurança de acontecer algo e estar longe de tudo e de todos. Fora a preocupação de manter-se saudável, pois não há nada mais complicado que ficar doente viajando.

O lado ótimo

Porém, se você conversar com um nômade sobre essas questões de vantagens e desvantagens, logo vai perceber que a paixão por viajar está além das explicações lógicas, é algo imensurável e tem uma palavra em alemão que define esse sentimento: Wanderlust – vontade de viajar pelo mundo mais do que qualquer outra coisa, é um interesse genuíno por conhecer novas culturas e explorar ambientes ainda não conhecidos. Veja como é voar com companhia aérea low cost, para economizar.

Quero ser um Nômade Digital – o que preciso?

Áreas de emprego para nômades digitais

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

O planejamento é a palavra-chave para começar o processo de transição.

Primeiramente você precisa de um trabalho que permite ter liberdade. Mas fique tranquilo, não é somente as profissões ligadas ao mundo da T.I. que podem aderir à esse estilo de vida. Há funções ligadas às mídias sociais que criam conteúdo para web, fotógrafos / video makers, tradutores, escritores, jornalistas, etc.

Há alguns sites que disponibilizam vagas de trabalho e agilizam o processo seletivo. São eles:

Planeje-se

Dentro do planejamento é indispensável mapear os países para a definição de um roteiro. Nessa parte você precisa se atentar ao tipo de visto de cada país, o período que cada país te permite ficar legalmente, de requisitos relacionados a vacina, taxas alfândegárias, etc.

No meu caso o passaporte europeu (italiano) me ajuda muito e facilita neste processo. Um site bem interessante é o Nomadlist que lista as melhores cidades para se viver como Nômade e o melhor – dá uma estimativa de custo mensal.

Antes de colocar o pé na estrada, é preciso ter uma gordurinha financeira para suprir qualquer tipo de imprevisto – poupar uma grana é necessário. 5 mil dólares de poupança é um bom dinheiro para reservas de emergência. Uma solução que eu encontrei para fazer minha reserva foi vender meu carro.

Acredite: conseguir manter-se mundo afora trabalhando não é fácil

Ser nômade digital não é fácil

Todos os detalhes são importantes e fazem a diferença. Os detalhes surgem desde o momento de decidir o que levar na mochila, descobrir quais países são mais favoráveis, fazer um bom e real planejamento financeiro, e muitos outros.

E por mais planejada que seja sua jornada, imprevistos dos mais adversos acontecerão. Perrengues os quais você se lembrará para sempre e futuramente virará uma boa história para ser contada, uma experiência incrível.

Quem tem boca vai à qualquer lugar

Bom, nem precisamos citar que falar idiomas é essencial, principalmente o Inglês. Se isso for um problema, sugiro parar com o planejamento e fazer um intercâmbio para praticar o inglês e ganhar experiências mundo afora.

Você também pode investir em cursos online. Veja as melhores maneiras para aprender inglês e até fazer curso de inglês grátis.

Converse com o seu banco no Brasil

Esta é outra dica interessante. Há taxas excessivas que os bancos cobram para quem está viajando no exterior. Explique seu estilo nômade ao gerente, tenho certeza que ele apresentará soluções inteligentes que se adaptem à você e ao seu novo estilo de vida.

Caso isso não aconteça, há outras soluções financeiras disponíveis gratuitamente. Sugiro os artigos sobre como funciona a conta Borderless da TransferWise e como usar conta digital no exterior.

E o contrato de trabalho? É diferente?

Bom, no meu caso a empresa fica em Londres e lá as leis trabalhistas são mais flexíveis e colaboram para este tipo de relação de trabalho. Eu preciso cumprir 36 horas semanais de trabalho independente de onde eu esteja e pronto.

Mas já conheci nômades que tem vínculo com empresas do Brasil. Em todos os casos o nômade deve abrir uma empresa no Brasil (pessoa jurídica) e fazer um contrato de prestação de serviço já visando o Home Office, já que as leis CLT não estão atualizadas para este novo estilo de trabalho.

A vida pode ser diferente

Conheço muitas pessoas que reclamam do trabalho, do chefe e da rotina que a vida proporciona. Mas nunca faz nada para mudar, sempre acomodados e reclamando. Há certos momentos que a vida pede por mudanças.

Você pode (e deve) ler milhares de textos como esse, tentar aprender com algumas dicas na web. Isso é válido e faz parte do processo de aprendizado e planejamento. Mas estamos falando de uma mudança radical.

Decidir ser um nômade digital é mais complexo do que um simples post de Facebook. Você precisa vencer seus medos e limites. Portanto comece devagar e com viagens mais curtas e simples. Saia da sua zona de conforto, pense diferente!

Essas frases podem parecer clichê, mas fazem sentido caso queira mudar sua vida. Muitas vezes é necessário dar um passo no desconhecido e lá na frente tudo fará sentido.

Só depende de você

Ser nômade digital depende de você.

Para você que quer mudar sua vida, tem espírito livre, ama viajar, gosta de explorar lugares e culturas, viver experiências incríveis e aproveitar para praticar inglês: arrume a mochila e coloque o pé na estrada. Afinal, a vida pode ser mais do que trabalhar tradicionalmente numa rotina entediante para pagar as contas no fim do mês.

Saiba ainda como nômades digitais ganham dinheiro.

Fernando Rocha, Ítalo-brasileiro que desde 2005 vive viajando mundo
afora. Já morou na Italia e Inglaterra e atualmente leva uma vida
nômade. Colaborador do blog Live, Love & Travel e compartilha suas fotos no Instagram.