O dia a dia na Itália é um choque na rotina de muita gente. Quando o assunto é comida, os italianos têm os seus costumes peculiares, incluindo receitas e ingredientes locais. Será que isso dificulta fazer supermercado na Itália?

Neste artigo, você vai descobrir quais os melhores supermercados, qual a média de gastos, as diferenças com os supermercados brasileiros e como fazer as compras do mês de maneira eficiente.

Quais as melhores redes de supermercados na Itália?

Se está pensando em morar na Itália, saiba que existem várias opções de supermercado no país. Além dos mercados menores, que atendem cidades pequenas, os italianos também fazem compras em lojas internacionais, que vendem produtos indianos, japoneses, africanos e até brasileiros.

Os supermercados favoritos dos italianos, no entanto, estão presentes em várias regiões, oferecendo até mesmo um sistema de compras online. Confira a lista das mais famosas redes de supermercados da Itália:

Esselunga

Fundado em Milão, em 1957, a rede Esselunga conta com 150 lojas, mas concentra a maior parte na região da Lombardia. Oferece produtos refinados e uma grande variedade de vegetais e peixes frescos, além de um clube de pontos com descontos e prêmios.

Lidl

De origem alemã, a rede de supermercado Lidl chegou à Itália em 1992. Hoje, a rede possui mais de 600 lojas em todo o país, com preços relativamente baixos. A marca oferece, a cada semana, produtos típicos de países como Grécia, Espanha, Alemanha e México.

Eurospin

A rede Eurospin possui 1.100 supermercados, em várias cidades da Itália e Eslovênia. São conhecidos por oferecerem bons descontos, além de produtos típicos do leste europeu.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Conad

Famosa por oferecer preços baixos, os supermercados Conad abastecem várias cidades na Itália. As lojas, geralmente, oferecem produtos típicos de cada região italiana. Recentemente, a Conad comprou vários pontos da rede Auchan, consolidando a sua presença na Itália.

Carrefour

A rede de supermercados francesa, que também opera no Brasil, tem mais de 1.000 lojas na Itália, nas versões Carrefour, Carrefour Market e Carrefour Express.

Coop

Além das marcas tradicionais, que podem ser encontradas em vários supermercados, a rede Coop possui uma linha de produtos próprios, de alta qualidade, que é a principal aposta na fidelização dos seus clientes.

Pam

Criado em Pádua, em 1958, o supermercado Pam abastece principalmente a região norte da Itália, tendo como carro-forte os produtos frescos.

Bennet

Uma empresa 100% italiana, a rede de supermercados Bennet possui 64 lojas nas regiões da Lombardia, Piemonte, Friuli Veneza Giulia, Liguria, Emilia Romagna e Veneto.

Famila

A rede Famila está presente em todo o território italiano, e conta também com as versões Famila Superstore e IperFamila.

Aldi

Criada em 1913, na Alemanha, a rede Aldi tem lojas em vários países, incluindo a China, Austrália e Estados Unidos. A sua proposta é oferecer preços baixos, mas com boa qualidade.

Iper

Com 27 lojas na Itália, a rede Iper aposta em lojas modernas, além de oferecer uma grande variedade de produtos.

MD

A rede MD foi criada em 1994, mas já conta com mais de 750 pontos de venda na Itália. A sua proposta é produtos com bom custo-benefício, focando na sustentabilidade e meio ambiente.

Quais os supermercados mais baratos da Itália?

Os supermercados da Itália, assim como os do Brasil, focam em diferentes públicos. Enquanto uns são especializados em produtos finos, outros são imbatíveis nas ofertas para despesas do mês.

Confira a lista das lojas mais baratas para fazer supermercado na Itália:

  • Aldi;
  • Eurospin;
  • MD;
  • Penny Market;
  • D-Più Discount;
  • Lidl.

O critério usado para montar a lista foi uma compra mensal básica, focada nos produtos mais econômicos. No entanto, existem alguns truques para conseguir produtos melhores a preços mais baixos.

Como economizar nos supermercados da Itália?

Quem quer economizar no supermercado na Itália, sem abrir mão da qualidade dos produtos, pode adotar algumas práticas de boas compras.

Uma delas é comprar as marcas próprias dos supermercados: a rede Esselunga, por exemplo, vende uma linha de cereais sob o seu nome, mas fabricados pela Kellogg’s. A qualidade é a mesma, mas o preço da marca Esselunga é menor.

Grande parte dos supermercados na Itália conta, também, com cartões-fidelidade. O valor de cada compra é revertido em pontos, que podem ser trocados por descontos ou, como é o caso das redes Eurospin e Esselunga, por prêmios especiais, que vão de acessórios para celular a churrasqueiras semiprofissionais.

Além disso, os supermercados disponibilizam folhetos de ofertas semanais. Conhecidos pelos italianos como volantini, esses folhetos são distribuídos por correio ou nas lojas, gratuitamente, e informam os produtos com descontos.

Outra opção, para os mais experientes, é ficar de olho nos produtos mais baratos de cada rede. Conhecidos como prodotti civetta, eles têm preços muito baixos. Mas, cuidado: o desconto costuma ser compensado em outros produtos, inviabilizando a economia na despesa total.

Quanto custa fazer supermercado na Itália?

Nesta tabela, fizemos uma estimativa de quanto os italianos gastam com supermercado por mês, baseada em uma família de três ou quatro pessoas, segundo o último estudo do Istat – Instituto Nacional de Estatística:

Cidade Milão Veneza Roma Nápoles
Compras do mês 452,61€ 457,86€ 481,82€ 478€

Essa média de preço inclui produtos alimentícios e bebidas não-alcoólicas. Os valores variam de acordo com os costumes de cada família, mas representam a realidade de boa parte da população.

Vale considerar, também, que a média nacional de gasto dos italianos com supermercado é de 467,56€ mensais.

Para economizar com supermercado na Itália, calcular as despesas semanalmente é a maneira mais eficiente de planejar o seu orçamento. Dessa forma:

  • Uma pessoa: calcule, no mínimo, 30€ por semana;
  • Um casal: separe, pelo menos, 60€ por semana;
  • Uma família de 3 ou 4 pessoas: reserve, em média, 120€ por semana;

Confira também o custo de vida na Itália para calcular todos os outros gastos mensais de quem mora no país.

Diferença do supermercado na Itália em relação ao Brasil

Nos supermercados da Itália, podemos encontrar vários produtos que também estão disponíveis no Brasil, principalmente na seção de higiene pessoal. Marcas como Nivea e Neutrogena estão disponíveis em várias redes, assim como produtos Elseve e Seda. Essas duas últimas marcas, no entanto, se chamam Elvive e Sunsilk, respectivamente.

Peixe fresco na Itália

A seção de peixes e frutos-do-mar, no entanto, possui uma variedade maior de produtos. Em boa parte dos supermercados, podemos comprar ostras, vôngoles e mexilhões frescos, além de peixes de água salgada e doce.

Além disso, a maioria dos supermercados possui uma seção de gastronomia, que oferece embutidos frescos como prosciutto crudo (presunto de Parma no Brasil), mortadelas especiais e queijos especiais. Dessa forma, é possível incluir esses produtos nas compras do mês, sem pesar tanto no bolso como no Brasil.

Os produtos de limpeza da casa são um caso à parte: existe um produto específico para tudo, desde limpeza de fogão, superfícies como mesas e prateleiras, até vaso sanitário e banheiras. Por isso, é importante prestar atenção nos rótulos, para evitar confusão.

Produtos de supermercado que são caros no Brasil e baratos na Itália

A maior diferença de preço está, principalmente, nos produtos alimentícios. Devido à grande variedade de receitas típicas e ingredientes produzidos na Itália, os supermercados oferecem produtos que, no Brasil, não fariam parte das compras do mês.

Confira alguns produtos que são mais baratos nos supermercados da Itália:

  • Anchovas em conserva;
  • Azeitonas em conserva;
  • Vinhos;
  • Queijos finos;
  • Prosciutto crudo e embutidos similares;
  • Frutos-do-mar bivalves como mexilhões, ostras e vôngoles;
  • Frutos-do-mar frescos como polvo, lula e peixes;
  • Frutas típicas da região, como morangos, framboesa e mirtilo (durante a época de colheita);
  • Vegetais como tomates, abobrinhas e abóboras;
  • Castanhas como pistache, amêndoas, pinoli e avelãs.

Produtos baratos no Brasil e caros na Itália

Quem quiser reproduzir as receitas do Brasil na Itália deve prestar atenção: muitos produtos típicos brasileiros são encontrados apenas em mercados internacionais, por um preço mais alto.

Além disso, frutas como pinha, jabuticaba e acerola não são encontradas na Itália. Caso estejam disponíveis, a qualidade é muito inferior em relação ao Brasil, e os preços são altíssimos.

Confira alguns produtos que são mais caros nos supermercados da Itália:

  • Frutas tropicais, como abacaxi, manga e bananas;
  • Vegetais típicos, como a mandioca;
  • Arroz tipo 1;
  • Feijão-carioca;
  • Farinha de mandioca.

Dicas para ir ao supermercado na Itália

Para economizar nas despesas mensais de supermercado na Itália, é importante se ater à lista de compras: a grande variedade de produtos pode desorientar o comprador de primeira viagem, que acaba levando mais itens do que o planejado.

É recomendado levar sempre moedas de 0,50€, 1€ ou 2€ às compras. Ao contrário do Brasil, os supermercados na Itália só fornecem carrinhos grandes num sistema de empréstimo, onde o comprador deposita uma moeda e a recupera assim que o carrinho for devolvido.

Nem todos os supermercados oferecem frutas e vegetais de qualidade. Muitas vezes, vale mais a pena frequentar uma Frutta e Verdura (os hortifrutis italianos) ou um Mercato, as feiras semanais com barraquinhas de produtores independentes. Os preços, nesses casos, podem ser mais baratos ou mais caros que os supermercados.

Existem muitas outras dicas relacionadas à vida na Europa, e a fonte mais confiável é quem vive no continente. Confira o ebook O Sonho de Viver na Europa, de autoria do Euro Dicas, que reúne depoimentos de diversos brasileiros. Eles compartilharam os seus principais desafios, bem como as principais conquistas e vantagens de morar na Europa. A leitura traz reflexões bem legais!