Como morar na Irlanda, tipos de visto, custo de vida e trabalho.

Como morar na Irlanda

Irlanda  / 

Estudar uma nova língua ou fazer uma especialização, trabalhar fora do país, viver uma aventura, conhecer uma nova cultura e viajar. Estas são algumas das motivações que levam alguém a optar por uma vida no exterior.

Com a atual situação econômica do Brasil, cada vez mais os brasileiros estão buscando informações sobre a vida aqui fora. Questões como visto, custo de vida, oferta de emprego e cultura, bem como o idioma, são alguns dos pontos a se considerar antes de optar pelo destino final.

Quero morar na Irlanda

Muito procurada pelos brasileiros nos últimos três anos, a Irlanda é uma das opções que, apesar das inúmeras mudanças nas regras de imigração, ainda se encaixa bem em alguns dos pré-requisitos mais importantes.

Conhecido pelas deslumbrantes paisagens verdes, a Ilha Esmeralda é uma ótima opção para quem quer estudar e ainda ter a possibilidade de trabalhar para se manter no país.

Porém, por ser um dos países União Europeia com o controle de imigração mais rígido, é preciso estar com tudo em dia e seguir a lei para não ser pego de surpresa e ter a entrada barrada na ilha.

Vistos para morar na Irlanda

Existem algumas opções de visto para quem quer morar na Irlanda. Para os brasileiros, é possível permanecer no país legalmente como estudante de inglês, com curso superior ou pós graduação e mestrado ou com visto de trabalho.

O mais conhecido e comum é o visto de estudante de inglês. Para isso é preciso adquirir um curso em uma das escolas credenciadas pelo governo.

Normalmente as escolas vendem cursos de curta duração, mas o mais procurado é o pacote de seis meses de aula mais dois meses de férias, totalizando oito meses de permanência no país. Com este visto é possível morar na Irlanda por 2 anos, renovando o visto a cada oito meses, por duas vezes.

Visto para estudar na Irlanda

Uma segunda opção para quem quer morar na Irlanda é cursar faculdade, pós graduação ou mestrado. Infelizmente, os cursos na ilha não são os mais baratos, mas o país conta com universidades renomadas localizadas em Dublin, Galway, Limerick e Cork, as principais cidades do país.

Um curso de administração pode custar a partir de €3 mil, mas outros cursos podem chegar até €15 mil anuais.

Saiba como é fazer intercâmbio na Irlanda.

Visto para trabalhar na Irlanda

O visto de trabalho é o mais almejado entre os cidadãos não-europeus que querem morar na Irlanda. É também o processo mais burocrático.

Para conseguir este visto é preciso entrar com um processo na imigração através da empresa. A companhia precisa anunciar a vaga publicamente e comprovar que nenhum cidadão europeu está apto para a vaga, além de taxas a serem pagas e diversos outros pontos avaliados pelo governo irlandês para que o visto seja aprovado.

As vagas mais comuns são na área de Tecnologia da Informação. Dublin é conhecida também como o Vale do Silício Europeu.

Dupla cidadania

Outra opção é a dupla cidadania, que tem atraído muitos brasileiros a pesquisarem sobre a história dos seus antepassados e ainda garante o direito de permanecer na Europa.

Países como Itália, Portugal, Espanha, Alemanha foram os principais colonizadores do Brasil e por isso em muitos casos é possível encontrar alguma relação dos brasileiros com estas nacionalidades.

Com a dupla cidadania de algum destes países é possível circular livremente dentro da União Europeia e inclusive morar na Irlanda sem a necessidade de visto específico.

Veja como solicitar as cidadanias mais requeridas pelos brasileiros:

Posso trabalhar na Irlanda com visto de estudo?

Ok, mas se eu for morar na Irlanda, posso também trabalhar? Quantas horas?”. Esta é a pergunta mais comum feita entre os brasileiros que querem largar tudo no Brasil para tentar algo novo no exterior.

Uma das vantagens da Irlanda é poder estudar e trabalhar, garantido a permanência no país. Mas não pense que você vai vender tudo aí no Brasil, vir para cá e ficar rico do dia pra noite só porque vai receber em Euros. Não é bem assim que as coisas funcionam.

Estudar e trabalhar na Irlanda

Trabalhar na Irlanda em PUB's enquanto estuda
Com o visto de estudante é possível trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40 horas semanais nos meses especificados pelo governo que são de 15 a dezembro a 15 de janeiro e de junho a setembro. Mas para isso, você precisa estar de férias da escola. O salário mínimo pago atualmente na Irlanda é € 9,15 a hora.

A maioria das empresas tem seguido estas regras rigidamente, já que a multa para quem descumpre as leis é alta, e ainda pode acarretar na deportação do estudante que descumpre com a lei.

Custo de vida na Irlanda

Trabalhando com este salário é possível se manter na ilha, mas sem muito luxo. Você vai conseguir pagar o aluguel, provavelmente dividindo casa e quarto (os valores de aluguel em Dublin, por exemplo, são altos), pagar suas contas como mercado, luz, água, celular, transporte e ainda pode ser que sobre um pouco no final.

Mas tudo isso na base da economia. Por isso é importante avaliar qual o seu propósito antes de largar tudo e começar algo do zero. A experiência é sempre válida, mas é preciso pesar na balança antes para não se arrepender depois, já que o custo com passagens, curso de inglês e visto são altos.

Fazer contato ajuda na integração

Vale pesquisar em grupos do facebook, pedir ajuda para aquele amigo que conhece um amigo que mora na Irlanda ou em qualquer outro país, e se informar sobre tudo que diz respeito a esta mudança, para que você consiga aproveitar ao máximo a sua experiência em um novo país e legalmente.

Para mais informações sobre tipos de visto para morar na Irlanda, acesse o site do Serviço de Imigração e Naturalização Irlandês (INIS).

COMPARTILHE

Júlia é brasileira, formada em jornalismo e aos 22 anos foi para a Irlanda estudar inglês. Os 6 meses de intercâmbio transformaram-se em 3 anos. Viajou para 22 países na Europa desde que saiu do Brasil e é incentivadora do estilo de vida “pegue sua mochila e vá ver o mundo”.