Seguro Viagem Europa: guia essencial e como conseguir o melhor preço

Seguro Viagem  / 
COMPARADOR SEGURO VIAGEM EUROPA

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Vai viajar para um país que exige seguro viagem Europa? Então, você precisa providenciar o seu, é muito importante incluir esse item nos preparativos da viagem. Acidentes e problemas de saúde são realmente fatos imprevisíveis, que podem acontecer com qualquer um e a qualquer momento. Quando estamos viajando para outro país, esses problemas podem acontecer mais facilmente e se tornar mais complicados.

É aqui que entra o seguro de viagem. Veja abaixo tudo o que você precisa saber sobre seguro de viagem Europa. Você pode também simular, sem compromissos, no nosso  comparador  de seguro de viagem para perceber todas as opções disponíveis e preços para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Tudo sobre o Seguro Viagem Europa

Tem dúvidas sobre o seguro viagem? O Erick Gutierrez, fundador do Euro Dicas, gravou um vídeo rápido e prático tirando as principais dúvidas dos nossos leitores a respeito do Seguro Viagem Europa. Assista e saiba como contratar o seu com a maior tranquilidade.

Seguro viagem Europa é obrigatório

O seguro viagem Europa é obrigatório para os 26 países que são signatários do Tratado de Schengen. Sem mencionar que você também pode ter que provar a contratação do seguro para entrar na imigração.

Mas o que é o Tratado de Schengen?

O Tratado de Schengen é um acordo entre alguns países europeus firmado em 1985 para facilitar a livre circulação de pessoas entre eles.

No entanto, com esse tratado tornou-se obrigatória a contratação do Seguro Viagem Europa, com algumas exigências mínimas.

Seguro ajuda a solucionar problemas

É uma forma de se precaver contra imprevistos e problemas que podem aparecer durante a sua viagem. No caso de emergências médicas, ele funciona praticamente como um plano de saúde para que você não precise pagar as altas despesas dos sistemas de saúde estrangeiros.

Imagine você passar mal ou sofrer algum acidente fora do seu país e não ter algo que lhe garanta cobertura e o atendimento adequado.

Situação extremamente incômoda, não é mesmo? Então nada de passar sufoco em viagens, férias e passeios. Viaje tranquilo contando com um seguro de viagem.

O mercado oferece diversas modalidades de seguro de viagem Europa. A seguir, você esclarece as principais dúvidas em relação a esse produto, antes de optar por algum. Logo, se você não quer passar por transtornos durante a sua tão sonhada viagem, eu te aconselho a ler esse artigo até o final e descobrir como você se prevenir melhor.

O que é um Seguro Viagem

O seguro viagem é um serviço que tem por finalidade assegurar e proteger o viajante de possíveis imprevistos que possam acontecer durante uma viagem. Por isso, ao contratar um seguro viagem, a pessoa pode utilizar os benefícios do serviço contratado para solucionar potenciais problemas sem dificuldades e dores de cabeça.

Geralmente, a apólice de um seguro viagem inclui diversos benefícios como assistência média e odontológica, perda de mala e extravio de documentos, por exemplo.

Muitos países exigem a apresentação da apólice do seguro viagem já na imigração e podem até impedir a entrada daqueles que não apresentem o documento obrigatório. Por isso, ao planejar uma viagem, é importante verificar se o local de destino exige a contratação de um seguro viagem e qual a cobertura mínima necessária para a estadia no país.

Como funciona o seguro de viagem Europa?

O seguro de viagem Europa se parece com um plano de saúde, porém tem a validade condicionada ao tempo em que o segurado ficará fora do país. Ele oferece garantias de atendimento e indenização no caso de acidentes ou doenças. É feito, como já dito, principalmente por pessoas que viajam para fora do país – já que os seguros nacionais não têm validade no exterior.

O seguro de viagem Europa serve apenas para a saúde?

Na verdade, não.

Muitos planos cobrem também outros serviços muito úteis para quem viaja, como extravio de bagagem, assistência jurídica, remarcação de passagens e até repatriação de corpos, no caso de falecimentos no exterior.

Quais são as exigências?

Sim, é obrigatório para brasileiros que viajam para a Europa, Estados Unidos, Cuba e outros destinos. Na Europa é preciso que o seguro cubra pelo menos 30 mil € em despesas médicas para os países pertencentes ao Espaço Schengen e, caso seja solicitado pelo agente de imigração e você não tenha seguro, pode acabar por ter sua entrada negada.

Além de que acidentes e doenças não tem hora para chegar. E se você passar por um problema mais grave no exterior, gastaria muito mais dinheiro para ter um bom atendimento – além de passar transtornos até encontrar um local que pudesse lhe atender.

Você pode utilizar o comparador Seguros Promo, onde terá que indicar o seu destino, e eles irão listar apenas as opções de seguro que cumprem as exigências de cada país ou continente. Assim poderá facilmente ver qual é o seguro com melhor custo-benefício para a sua viagem.

Quais as coberturas de um seguro viagem completo?

Os seguros básicos costumam cobrir apenas atendimento de urgência e emergência. Porém, se você quer contar com todos os benefícios de um seguro de viagem Europa completo, terá coberturas em casos de:

  • Atendimento médico e odontológico 24h;
  • Visita ao segurado hospitalizado;
  • Seguro no caso de interrupção ou cancelamento da viagem, em caso de emergência médica;
  • Despesas farmacêuticas;
  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Remarcação de passagem para regresso;
  • Assistência funeral;
  • Repatriação médica e funerária, que garante o retorno do viajante ao Brasil tanto em caso de doença e acidente quanto em caso de falecimento;
  • Indenização no caso de morte;
  • Localização de bagagem extraviada;
  • Indenização no caso de invalidez permanente ou total;
  • Despesas jurídicas;
  • Indenização no caso de extravio de bagagem;
  • Pagamento antecipado de fiança.

E o que o seguro viagem Europa não cobre?

Existem algumas situações que os planos de seguro viagem não costumam cobrir, como:

  • Acidentes resultantes de fenômenos da natureza como terremotos, maremotos, inundações, erupções vulcânicas, queda de meteoritos, etc;
  • Ferimentos e acidentes resultantes de situação de guerra – os planos inclusive não cobrem países que estão em situação ou risco de guerra;
  • Tratamento de enfermidades epidêmicas, pandêmicas ou endêmicas;
  • Despesas com remédios ou tratamentos que não tenham sido prescitos pelo médico no atendimento;
  • Continuação do tratamento médico, odontológico ou fisioterapêutico depois do fim da vigência do contrato;
  • Tratamento psiquiátrico e psicólogo (salvo exceções, existem planos para estudantes em intercâmbio que garantem essa cobertura);

Quanto custa o seguro de viagem Europa?

Um seguro de viagem Europa costuma custar menos que o valor de uma consulta médica! Por isso, não há motivos para abrir mão desse serviço, mesmo que o país para onde você irá viajar não exija seguro.

Os preços são bem acessíveis e costumam ter um valor a partir de aproximadamente R$10 por dia de viagem – sendo que tudo dependerá das coberturas que você vai incluir no pacote do seguro.

Fizemos uma simulação no site Seguros Promo e vimos algumas boas opções para uma viagem pela Europa de 15 dias em outubro de 2019. Veja os planos com melhor custo benefício:

Plano TA 40 Especial Internacional Plano Affinity 60 Plano AC 35 Europa + Telemedicina Plano Ita 60 Smart Inter
Seguradora Travel Ace Assistance Affinity Assist Card Ita Travel
Despesas médicas e hospitalares USD 40 mil USD 60 mil 35 mil € USD 60 mil
Seguro bagagem USD 1.200 complementar USD 1.200 complementar USD 1.200 complementar USD 1 mil complementar
Preço R$148,35 (para maiores de 70 anos o custo é de R$222,75) R$173,85(disponível para passageiros de 0 a 60 anos). R$185,70 (para maiores de 69 anos o custo é de R$309) R$190,05 (de 0 a 60 anos)

E se eu precisar estender a minha viagem?

Caso a sua viagem se prolongue, o ideal é ligar para a seguradora e solicitar uma extensão da cobertura apenas para os dias excedentes. Esse procedimento costuma ser mais barato do que fazer um novo seguro. Mas lembre-se de conferir na apólice se a seguradora contratada permite a extensão do seguro.

mapa de seguro viagem europa

Quais países exigem o seguro de viagem?

Lembre-se de que a maior parte dos países da Europa exigem o seguro viagem, devido ao Tratado de Schengen. A cobertura mínima do seguro que o turista deve ter para transitar nesses países da Europa é de 30 mil euros.

Os países que exigem o seguro saúde Europa são:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Tcheca;
  • Suécia;
  • Suíça.

Três novos integrantes permanecem em fase de integração na Zona Schengen: Bulgária, Romênia e Chipre, mas existe na mesma a obrigatoriedade de ter um seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

mapa europa

Caso o país para o qual você deseja viajar não esteja nos que foram listados acima, vale a pena pesquisar quais são as regras para a entrada de turistas.

O que pode acontecer se eu não contratar o Seguro Viagem Europa?

É longa a lista de problemas que você pode ter caso decida viajar para a Europa sem contratar um seguro viagem. Abaixo vamos citar os principais:

Ser barrado na imigração

Como já mencionamos, o seguro viagem Europa é um documento obrigatório para entrar nos 26 países citados. Logo que você desembarca em um desses países, terá, obrigatoriamente, que encarar um fiscal da imigração.

Na rápida passagem pela imigração, ele irá exigir o seu passaporte, te perguntar qual é o motivo da sua estadia na Europa e pode pedir para checar alguns documentos como:

  •  Comprovante de capacidade financeira (como dinheiro em espécie ou limite do cartão de crédito, por exemplo);
  • Passagem de volta para o Brasil;
  • Comprovante de hospedagem ou carta convite;
  • Seguro viagem.

Caso você não possua um dos documentos citados acima, poderá ter problemas para entrar no país.

É verdade que nem sempre os fiscais da imigração exigem que o turista apresente os documentos acima, mas caso ele peça e você não tenha, você pode até ser mandado de volta para o Brasil, afinal, não cumpriu com os documentos obrigatórios para entrar no Espaço Schengen. Não vale a pena arriscar.

Ter uma conta muito alta de atendimento médico hospitalar a pagar

Caso você não contrate um seguro viagem e precise de atendimento médico ou odontológico durante a sua estadia, saiba que a conta pode sair muito cara. Uma consulta de emergência na Europa pode custar cerca de R$500, isso sem contar com medicamentos ou internações.

Se você precisar fazer uma cirurgia de emergência, como cirurgia de apêndice, deverá desembolsar pelo menos 2 mil euros, mais 400 euros por dia de internação.  Se tiver algum problema mais grave, a conta será astronômica e você voltará ao Brasil com uma grande dívida a pagar.

Deixar a sua família com uma dívida alta, caso o pior aconteça

Ninguém viaja pensando que algo vai dar errado, entretanto, os incidentes não têm hora nem lugar para acontecer.

E já aconteceu. Conhecemos aqui no Euro Dicas histórias de brasileiros que vieram para a Europa para turismo e intercâmbio e infelizmente vieram a falecer durante sua estadia. A família deve arcar com os custos do traslado de corpo – que é quando o corpo precisa ser enviado ao país de origem para funeral – e nem precisamos lembrar que os custos são altíssimos.

Ficar sem a sua bagagem

O continente europeu é campeão em extravio de bagagem, é onde esse problema mais acontece no mundo todo. Imagine chegar na Europa e a sua mala não? Caso isso aconteça, o seguro viagem irá ajudar você. Além de te oferecer uma indenização para que você possa comprar roupas e itens de primeira necessidade, o seguro ajuda você a conseguir a indenização da companhia aérea, amenizando o incidente para não arruinar a sua viagem.

E muitos outros problemas. Por isso, viajar sem Seguro viagem Europa é algo altamente não recomendado.

Lembramos: a saúde pública na Europa não é gratuita

Importante lembrar que a maioria dos países europeus prioriza o atendimento “gratuito” de saúde para os seus cidadãos, mas cobra cada centavo de turistas ou cidadãos estrangeiros no caso de necessidade. Então, sempre que for viajar, faça um seguro de viagem e não se preocupe caso seja necessário utilizar.

Veja, por exemplo, como funciona a saúde pública em Portugal.

E fora da Europa, é necessário seguro de saúde?

Vale ressaltar que Cuba, Equador e Venezuela também exigem que o turista possua seguro de viagem. A diferença é que o plano pode ser comprado no próprio aeroporto ou previamente. Já a Austrália exige seguro saúde para estudantes de intercâmbio – sendo que é exigido um seguro específico: o Overseas Students Health Cover (OSHC). Na Austrália, turistas que desembarcam apenas para passeios, não precisam contar com seguro viagem (mas é recomendado, inclusive pelo Itamaraty).

Nova Zelândia, Japão, Reino Unido, Irlanda, Rússia e Canadá estão entre os destinos onde o seguro viagem não é obrigatório, porém, é muito recomendado. Por quê? Imagine-se em uma situação onde você precisa de assistência médica/hospitalar?

O custo pode ultrapassar a casa das centenas de dólares ou euros para uma consulta, procedimentos e internação. Na Inglaterra o sistema particular de saúde é um dos mais caros do mundo. O Canadá apesar de não exigir o serviço para quem entra no país a turismo, exige caso o objetivo da viagem seja para prática de esportes de aventura.

Um conselho? Tire todas as suas dúvidas nos respetivos consulados (físicos ou online) dos países para que você vai viajar, antes de contratar um seguro saúde.

Por que contratar um seguro viagem de Europa?

Diferente do que muitos viajantes acreditam, a importância do seguro viagem Europa não se limita a sua obrigatoriedade. Pelo contrário, ele te protege de imprevistos que possam ocorrer durante a sua estadia no velho continente.

Com o seguro viagem em mãos, por exemplo, é possível ter acesso a um atendimento médico hospitalar de qualidade, caso ocorra algum acidente, sem se preocupar com a conta final, que será coberta pelo seguro.

Mas isso não é tudo. Um bom seguro viagem também oferece cobertura para extravios de bagagem, atrasos de voos e perda de documentos. Situações inesperadas, que se não forem tratadas com eficácia pode estragar toda a sua viagem.

Seguro de viagem gratuito, existe?

Um erro muito comum cometido pelos brasileiros que viagem para Portugal e para a Itália é confundir o acordo (PB4 para Portugal e IB2 para a Itália) com um seguro. Esse acordo existe para garantir que nós seremos atendidos nos hospitais públicos como um residente, mas isso não nos isenta de pagar as taxas moderadoras, que em Portugal, por exemplo, começam a partir de 18€ para ser atendido em uma emergência.

Outro detalhe importante, esse acordo foi feito com foco nas pessoas que vão morar, em Portugal, por exemplo, antes de usufruir deste direito é necessário solicitar um “número de utente“, o que um turista não vai conseguir, por exemplo. Por isso, o PB4 não é indicado para quem vai a Portugal a turismo.

Além disso, como citado acima, o seguro de viagem te garante inúmeras seguranças, enquanto este acordo garante apenas para brasileiros residentes no país, o atendimento no sistema público.

Veja as principais diferenças entre o PB4 e o seguro de viagem.

seguro viagem passaporte europeu

É verdade que existem cartões de crédito que oferecem seguro de viagem?

Sim, alguns cartões de crédito – principalmente as bandeiras de status mais altos – oferecem seguro de viagem. Alguns disponibilizam o serviço gratuitamente ou a preços bem atrativos.

Porém, existem regras para ter acesso ao seguro de viagem por meio de seu cartão de crédito. Veja abaixo algumas vantagens e desvantagens do seguro viagem do cartão de crédito:

Vantagens do seguro viagem do cartão de crédito

  • Não ter que pagar a mais por ele: normalmente o valor do seguro está embutido na anuidade do cartão de crédito;
  • Alguns deles oferecem o serviço de concierge e seguro para o carro alugado;
  • Só precisa emitir o comprovante do seguro uma vez por ano e utilizar em todas as viagens internacionais;
  • É extensível a cônjuge e filhos menores de 24 anos.

Desvantagens do seguro viagem do cartão de crédito

  • Para usufruir do Seguro, você precisa ter comprado as passagens com o cartão de crédito da bandeira;
  • Você não pode escolher o plano que deseja ou personalizá-lo de acordo com a sua necessidade, você precisa utilizar o plano que a sua bandeira oferece;
  • Não oferece cobertura para grávidas, para quem vai praticar esportes e alguns oferecem limite de idade, não cobrindo viajantes idosos;
  • Algumas bandeiras oferecem coberturas limitadas que não são suficientes para os destinos com despesas de saúde elevadas, como é caso do seguro oferecido pelo Mastercard Platinum;
  • A avaliação do Seguro viagem Visa e do Seguro viagem Mastercard por parte dos utilizadores no Reclame Aqui é negativa, há muitas críticas de clientes que tentaram usar e não foram atendidos como esperavam. Apenas o Seguro da American Express é bem avaliado pelos clientes.

Se você optar por utilizar o seguro oferecido pelo seu cartão de crédito, verifique se o país para onde vai viajar aceita as coberturas inclusas e se vale realmente a pena. Caso contrário, prefira adquirir o seguro em uma seguradora ou banco.

Qual é a melhor seguradora para fazer um seguro de viagem Europa?

Não existe uma seguradora melhor para você contratar o seu seguro de viagem. Faça uma pesquisa e veja qual delas atende mais e melhor às suas necessidades. Mas, atenção! Cuidado com empresas poucos conhecidas ou com alvo de muitas reclamações – o que pode causar transtornos a você se tiver que acionar o seguro durante a viagem.

Busque sempre empresas idôneas, conhecidas e com boa reputação no mercado. Pedir indicações para amigos também pode ser uma boa para contratar um seguro de viagem Europa com mais tranquilidade e segurança.

Seguros Promo

Nós conhecemos e indicamos a Seguros Promo, além de ser muito prático (você faz absolutamente tudo online), os preços são justos e os seguros são confiáveis. Este site é um comparador de seguro viagem, o que é muito bom para nós como consumidor, porque com poucos clicks podemos comparar as opções de seguros e as coberturas sem precisar da ajuda de um especialista (que muitas vezes quer vender um produto mais caro, mas não o melhor).

No Seguros Promo você também pode ganhar 10% de desconto na contratação do seu seguro. Basta escolher o pagamento por boleto bancário (5% de desconto) e utilizar o nosso cupom EURODICAS5 (mais 5% de desconto). Se você preferir, o site permite parcelar a compra em até 6x, dependendo do valor do seu seguro.

Por quanto tempo devo contratar o seguro de viagem Europa?

O turista deve fazer o seguro de viagem pelo tempo de sua estadia no exterior. Obviamente, podem acontecer imprevistos com a ida e a volta da viagem, então, a dica é antecipar e prorrogar por um dia a validade do seguro.

Quando devo contratar?

Muitas pessoas perguntam quando devem fazer a contratação do seguro de viagem Europa, mas não existe prazo. A contratação do seguro de viagem pode ser feita até mesmo no dia anterior ao embarque.

Mas é preciso ficar atento a um detalhe. Quanto tempo a seguradora leva para ativar o seu seguro depois da compra.

Isso porque existem empresas que pedem até 72h de prazo para fazer esse processo e é fundamental que você já viaje com ele ativo desde o momento de embarcar no avião. Para evitar possíveis problemas, recomenda-se contratar o serviço com pelo menos uma semana de antecedência do embarque.

Leve o seguro junto com você

Para comprovar que fez o seguro, tenha sempre em mãos o contrato. Ao desembarcar no país destino pode ser que o departamento de imigração lhe peça esse documento e se você não apresentar terá transtornos e sua entrada pode até ser barrada.

Mantenha os documentos do seguro sempre com os outros documentos durante a sua estadia, para comprovar a contratação e até mesmo para acionar os serviços no caso de acidentes ou problemas de saúde.

Como serei atendido através do seguro de viagem?

Geralmente, possuindo um seguro viagem, você terá uma relação dos locais que poderá buscar assistência médica. Se você precisar de um procedimento de emergência, entre em contato com a seguradora, para que a empresa faça a liberação do atendimento necessário e te oriente de como proceder.

Vale ressaltar que muitos seguros viagem funcionam com o sistema de reembolso. Você faz o pagamento do atendimento e depois o seguro lhe ressarce os valores gastos. Por isso, guarde todos os comprovantes de pagamento das despesas que teve.

Reembolso e atendimento

Mas há planos também que não trabalham com reembolso e você não precisa fazer nenhum pagamento. Nesse caso, a seguradora trata direto com hospitais. Algo que também deixa as pessoas um pouco receosas é sobre em qual idioma será atendido ao adquirir o seguro de viagem. E se precisar entrar em contato com a seguradora, será provável que o atendimento a você seja dado no idioma português.

Tive problemas com o seguro de viagem e agora?

No caso de problemas com o seguro de viagem que você contratou, você deve reclamar com a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) – que é o órgão que regulamenta os serviços de seguros privados do Brasil.

Porém, o passo inicial para resolver o problema é sempre, primeiramente, com a própria seguradora – ainda mais se você estiver precisando do serviço com urgência. Entre em contato via telefone com todos os seus documentos pessoais e referentes ao seguro em mãos para resolver a situação.

Em caso de urgência fale primeiro com a seguradora

Esses seguros não costumam dar problemas no exterior, mas mesmo assim, não hesite falar com a seguradora. Se tiver ainda mais reclamações sobre o atendimento que recebeu no exterior, aí sim, você pode recorrer a SUSEP prosseguindo com uma reclamação.

Isso porque no momento da emergência, o que resolve mesmo é se entender diretamente com a seguradora para que seu problema seja resolvido na hora e você tenha o atendimento ao qual tem direito!

Como contratar um seguro de viagem Europa?

Esses tipos de seguro podem ser adquiridos em sites comparadores, em empresas especializadas em seguros, em instituições bancárias ou diretamente com a companhia aérea pela qual você viajará. Na maioria das vezes a contratação é bem simples e pode ser feita pela internet.

Vale ressaltar que você ainda pode fazer um seguro viagem para destinos nacionais. Porém, o produto é mais conhecido para viagens internacionais, pois muitos países exigem que o turista entre no país coberto por esse serviço.

Qual seguro de viagem devo contratar?

As regras do seguro de viagem obedecem às normas do país para qual o turista vai viajar – pois alguns têm exigências de coberturas específicas. No entanto, você também pode escolher coberturas adicionais para o seguro, para tornar sua viagem ainda mais tranquila. As empresas que comercializam esse tipo de produto têm conhecimento sobre as exigências dos países e, assim, podem te orientar.

Como escolher coberturas de um seguro de viagem?

Quanto mais coberturas, melhor para você. Caso tenha condições de contratar um seguro de viagem completo, não hesite em optar por ele.

Vale saber que existem coberturas diversas. Alguns seguros oferecem até mesmo proteção a objetos eletrônicos, como câmeras fotográficas e aparelhos de telefone celular. Tais coberturas podem ser requeridas à parte.

Usando o nosso comparador de seguro de viagem você poderá facilmente comparar as várias opções disponíveis para o seu destino. Os produtos apresentados cumprem todos os requisitos para a sua viagem. Além disso, garantimos aos nossos leitores o preço mais baixo.

Casos especiais: idosos, gestantes e turistas aventureiros

Antes de contratar o Seguro Viagem Europa, os aventureiros precisam conferir se as atividades que eles pretendem realizar na viagem estão cobertas na apólice.

E isso vai além de esportes radicais. Surf, trilhas leves e até acampar são considerados turismo de aventura. Por isso, você pode ter que solicitar uma extensão do seu seguro para incluir eventuais acidentes nessas situações.

seguro esportes radicais

Idosos

Já os turistas idosos precisam checar até que idade cada seguradora cobre. Caso a sua faixa etária não esteja prevista, talvez seja uma boa ideia considerar contratar um seguro específico para a terceira idade.

Eles costumam ser mais caros, mas têm uma gama maior de medicamentos e atendimentos hospitalares incluídos.

Gestantes

O caso de gestantes é parecido. É preciso se informar se a seguradora cobre viagens de mulheres grávidas e, em caso positivo, até que semana da gravidez. Veja também se o seguro cobre eventuais complicações, como um possível parto e até que idade pode ter a gestante viajante.

Independentemente se o país de destino exige a contratação do seguro viagem, esse é um serviço que acrescenta pouco a mais na despesa das suas férias. Além disso, vai garantir a tranquilidade de curtir a viagem sabendo que você está precavido para qualquer situação.

Existem seguros para práticas esportivas radicais?

Tem sim. Nem todas as empresas seguradoras trabalham com seguro viagem para esportes radicais, mas é uma excelente opção que você deve fazer, caso sua viagem envolva a realização deste tipo de atividade. Isso porque você estará mais sujeito a sofrer acidentes.

Os seguros de viagens para esportes radicais costumam cobrir acidentes, remoções, exames, cirurgias e outros procedimentos médicos para problemas obtidos com a prática de esportes radicais.

Se você vai fazer uma viagem “fora do comum” não deixe de falar com uma dessas empresas, pois existem diversas coberturas de seguros de viagem especiais que podem te proteger.

Existe diferença entre o seguro de viagem e assistência de viagem?

De acordo com especialistas do Portal Seguros Promo:

A diferença entre seguro viagem e assistência de viagem é que o seguro o cliente paga e depois é reembolsado, já no caso da assistência, o cliente não paga nada. Ambos estão inclusos em qualquer plano de seguro viagem e o que faz com que o cliente pague ou não pelo serviço dependerá do hospital ou clínica para onde vá.
Se ele for em um hospital conveniado, indicado pela seguradora, o cliente estará coberto pela assistência. Mas, caso queria ir para um hospital de sua preferência ou não haja rede credenciada no local, ele deverá pagar pelos serviços prestados e depois será reembolsado pela seguradora. Essa opção de assistência viagem e seguro viagem somente é válida em casos de escolha de hospital ou clínica. Em caso de assistência farmacêutica, por exemplo, o cliente deverá pagar para depois ser reembolsado.

Comparação dos melhores planos de seguro viagem Europa

Antes de escolher e contratar um seguro viagem, é importante conhecer as opções disponíveis no mercado. Desta forma, você garante a contratação do seguro mais adequado para a sua viagem. Veja as condições e preços para 15 dias na Europa cotados em outubro de 2019:

AC 35 Europa April 30
Europa Basic
Intermac 60 Prata GTA 60 Euromax AC 250
Seguradora Assist Card April Intermac Euromax Assist Card
Despesa médica hospitalar 35 mil € 30 mil € USD 60 mil 60 mil € USD 250 mil
Cobertura médica para esportes Dentro DMH 30 mil € Dentro DMH 6 mil € Dentro DMH
Cobertura médica para gestantes Dentro DMH 30 mil € Dentro DMH Dentro DMH* Dentro DMH
Cobertura odontológica 500€ 30 mil € USD 1.200 800€ USD 700
Cancelamento de viagem Não Não Não SIM USD 500
Seguro de bagagem extraviada USD 1.200 (complementar) 1.000€ USD 1.000 (suplementar) USD 1.200 (complementar)  USD 1.200 (complementar)
Valor R$185,70 R$250,80 R$263,10 R$286,20 R$434,30

*DMH significa Despesas Médico-Hospitalares

A nossa recomendação de seguro viagem Europa

Contratar um seguro viagem de Europa com cobertura médica e de viagem abrangente é sempre a melhor opção. No entanto, é comum ficar confuso no momento de escolher o seguro ideal para o seu perfil de viagem.

Pensando nisso, analisamos os planos e recomendamos os seguintes seguros viagens para os nossos leitores:

Plano Econômico: TA 40 Especial Internacional

Para quem quer economizar, uma excelente opção é o plano da Travel Ace Assistance com cobertura de USD40 mil. Ele é suficiente para uma cobertura básica para a Europa. Apesar de ter uma cobertura mais enxuta, ele é capaz de cobrir gastos da maior parte dos possíveis imprevistos que podem acontecer a você durante uma viagem ao Velho Continente e conta a confiança da marca Travel Ace.

Bom custo-benefício: Intermac 60 Prata

No entanto, se você busca uma opção com melhor custo-benefício, o plano Intermac 60 Prata é uma excelente alternativa. Isso porque ele dispõe de uma cobertura de USD 60 mil que é capaz de cobrir as despesas médicas por um tempo razoável na Europa.

Assim como o outro plano, suas coberturas adicionais também possuem um valor limite atrativo. Além disso, o segurado tem acesso a assistência de viagem de excelência prestada pela Intermac. Por um preço justo, você tem uma cobertura maior e viaja para a Europa com a maior tranquilidade.

Plano completo: AC 250 – Assist Card

O seguro viagem AC 250 da Assist Card destaca-se por oferecer uma cobertura médica ampla de USD 250 mil. Esse valor, além de ser muito superior ao mínimo exigido, consegue custear com tranquilidade as despesas com consultas e exames na Europa.

Além disso, ao contratá-lo você terá acesso a coberturas específicas para gestantes e atletas. Ainda, ele também reembolsa as despesas dos principais imprevistos de viagem. Apesar de ter um valor mais caro, vale a pena contratá-lo para ter acesso a todos esses benefícios.

Prepare-se e escolha um seguro de viagem antecipadamente

Como vimos, é essencial preparar-se antes da viagem para que sua estadia seja mais segura no país de destino. Por isso, antes de contratar qualquer plano, pesquise, analise e compare para fazer a melhor escolha.

Para solucionar todas as suas dúvidas, como a idoneidade de uma seguradora ou corretora você pode tirar informações junto a SUSEP, cujo telefone de atendimento ao consumidor é 0800 021 8484.

Descubra através do nosso comparador de seguro de viagem todas as opções disponíveis no mercado para a sua viagem. Garantimos o melhor preço para você.

Te desejo uma viagem incrível e completamente segura!

Índice
Seguro Viagem Europa: guia essencial e como conseguir o melhor preço
Título
Seguro Viagem Europa: guia essencial e como conseguir o melhor preço
Descrição
Seguro viagem europa, guia completo! É obrigatório? Como funciona, quanto custa, qual o melhor seguro viagem e como comprar com desconto.
Autor
Nome do site
Euro Dicas
Logo do site
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.