Quanto custa um seguro viagem? Veja preços médios e importância

Seguro Viagem  / 

Você que está planejando cada detalhe para a sua viagem à Europa não pode deixar de pensar neste item importantíssimo: o seguro de viagem. Se isso era algo que nem tinha passado pela sua cabeça, então já está mais do que na hora de começar a pensar nesse assunto. Mas, afinal, quanto custa um seguro viagem? Onde comprar e por que ele é tão importante? Encontre todas as respostas neste artigo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

O que é e quanto custa um seguro viagem

O seguro viagem é um serviço que presta suporte ao viajante para que ele possa resolver os mais diversos problemas e imprevistos durante a sua viagem. Talvez você não tenha imaginado quantos tipos de problemas podem acontecer em uma viagem, ainda mais em um país que não é o nosso e não fala a nossa língua. E é exatamente por isso que o seguro viagem existe.

Para alguns destinos, inclusive, o seguro viagem é obrigatório. Mas, muito além das obrigatoriedades, o seguro viagem pode evitar diversas dores de cabeça. Ninguém espera enfrentar problemas quando vai viajar, ainda mais quando é um sonho tão esperado, não é mesmo?

No entanto, é melhor prevenir do que remediar. Antes pagar um seguro do que se deparar com o problema e não saber o que fazer. Até porque esse item também é a segurança de que você não vai gastar rios de dinheiro caso algum imprevisto aconteça.

Quanto custa um seguro viagem: não custa caro

Muito mais barato do que você imagina. Existem sites como o Seguros Promo que comparam preços de seguros viagem conforme o seu destino. E já fique sabendo que o seguro viagem é obrigatório para diversos países do continente europeu. Isso porque existe o Tratado de Schengen, que falaremos mais adiante. Então, fique bastante atento para não ter problemas com a sua viagem.

Quando você contrata um seguro viagem, o preço pode variar muito. Isso acontece principalmente pelo fato de que o seguro se baseia no tempo de viagem (quantos dias a sua viagem durará), nos tipos de cobertura selecionados e também na seguradora que foi escolhida. Quanto à sua idade, isso só vai interferir se você tiver mais de 70 anos, idade em que as pessoas pode apresentar problemas de saúde com maior frequência.

O preço médio de um seguro viagem básico para a Europa fica em torno de R$ 130 por pessoa, para uma viagem de 10 dias. Para se ter uma ideia, para pessoas acima de 70 anos o valor sobe para R$200. Já para uma viagem de um mês, em alta temporada, como em dezembro, por exemplo, o preço médio é de R$ 460 para 30 dias de cobertura.

Quanto custa um seguro viagem: simule e compare antes de contratar

Pra saber quanto custa um seguro viagem é importante é fazer simulações e cotações nos sites que oferecem seguros viagem antes de contratar definitivamente algum, para evitar gastos não previstos e saber corretamente tudo o que a sua cobertura oferece. Por isso, faça a contratação sem pressa, em um horário que possa verificar tudo com calma, certo?

Além do site Seguros Promo, que já foi citado anteriormente, no qual você pode comparar e escolher o melhor seguro viagem para o seu caso, indicamos também o nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas. Com ele, nós vamos ajudar você a encontrar o plano ideal para o seu destino e garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Quando você for pesquisar, vai encontrar muitas opções. Por exemplo: em uma situação de viagem a lazer e turismo para a Europa durante 12 dias, para uma pessoa, os valores podem variar de R$ 129,63 a R$ 1.216,80. Isso porque as coberturas com despesas médicas e hospitalares podem variar de 30 mil euros até 500 mil euros, assim como o extravio de bagagem pode variar de 500€ a 1.500€.

Também são inclusos outros serviços e isso vai modificando os valores. Para ficar ainda mais claro, segue uma simulação de algumas seguradoras de um Seguro Viagem Europa de sete dias, partindo do Brasil, em dólares:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »
SEGURADORA SEGURO BAGAGEM DESPESA MÉDICA TOTAL POR SEGURADO
TA Assistance USD 1.200 USD 40.000 R$ 72,50
ITA USD 1.000 USD 60.000 R$ 91,40
AFFINITY USD 1.200 USD 60.000 R$ 130,63
ASSIST CARD USD 1.200 USD 60.000 R$ 130,95
GTA USD 1.200 USD 60.000 R$ 144,63
Assist Trip USD 1.500 USD 40.000 R$ 189,39

Por isso, use os buscadores de comparação, acesse diversos sites e só depois de verificar tudo que cada seguro oferece, se a cobertura selecionada se encaixa com os requisitos do seu país de destino e para as suas necessidades, realize a contratação.

E o Tratado de Schengen?

Além de saber quanto custa um seguro viagem, é importante saber tudo sobre o Tratado de Schengen. O Tratado de Schengen torna obrigatória a contratação de um seguro viagem com uma cobertura mínima para despesas médicas de 30 mil euros para todos os turistas. Por esse motivo, existem muitos planos com a opção dessa cobertura mínima, mas ressaltamos que ela pode não ser suficiente em emergências mais complicadas. A recomendação é que ao viajar para a Europa você faça um seguro viagem com cobertura média de 60 mil euros.

A diferença de preço entre as coberturas de 30 mil euros e 60 mil euros é muito pequena, então escolha o seguro viagem que oferece a maior cobertura. Também leia a apólice e as coberturas que o seguro viagem oferece antes de contratar. Se a sua viagem incluir esportes radicais, por exemplo, você precisa checar se as aventuras que vai realizar serão cobertas pelo plano que pretende contratar.

Porque o Tratado faz essa exigência

E os países europeus têm toda razão em exigir essa obrigatoriedade dos turistas. Tenha sempre em mente que caso você se machuque, coma algo estragado que faça mal, perca um dente e tantas outras coisas que podem acontecer de repente, afinal ninguém está livre de incidentes, é preciso estar apto a pagar possíveis gastos, e o seguro faz isso por você.

O trabalho da seguradora escolhida é justamente indicar exatamente o que fazer. Nunca se esqueça de carregar sempre o comprovante (também chamado de certificado de Schengen) de que possui um seguro viagem enquanto estiver pelo país europeu, que pode ser solicitado a qualquer momento, especialmente no aeroporto, e também para ter acesso rápido a um contato caso precise ativar o seguro.

Países que fazem parte do Tratado

Não são todos os países europeus que fazem parte do tratado, mas a maioria: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslovênia, Eslováquia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Islândia, Letônia, Lituânia, Liechtenstein, Malta, Noruega, Luxemburgo, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça, totalizando 26.

A área formada por esses países é conhecida como a Espaço Schengen. Vale ressaltar que o seu seguro viagem vai ser válido para todos os países do tratado, o que significa que não é necessário fazer um seguro viagem para cada país em que for visitar na sua eurotrip.

Os países da União Europeia que não participam do tratado são Irlanda e Reino Unido. No caso da Irlanda, o seguro também é obrigatório, mas com regras próprias para os estudantes. Quanto ao Reino Unido, o país não exige seguro viagem. Entretanto, cobre sim alguns problemas como:

  • Emergência e urgência (se você passar mal será atendido em um hospital sem precisar pagar, mas todo o tratamento que for necessário após isso será cobrado, inclusive se precisar ser internado);
  • Doenças infecciosas e doenças sexualmente transmissíveis (para evitar mais contágio na população);
  • Tratamento psiquiátrico obrigatório ou determinado por juiz;
  • Planejamento familiar, um apoio que não envolve pré-natal, parto ou aborto.

De qualquer forma, é mais do que recomendado que você faça um seguro viagem para ir pra lá também, porque além dessas citadas é possível que aconteçam várias outras coisas que custem caro, sendo assim nunca é demais se prevenir.

Outra coisa interessante ser abordada é que não é exigido visto aos turistas para permanência de até três meses nos países do tratado.

Nem só de saúde vive o seguro viagem

É isso mesmo. Quando você realiza um seguro viagem, também pode optar por se prevenir caso a sua mala seja extraviada ou caso exista um cancelamento prévio da viagem por motivo de doença.

O seguro também pode prever assessoria jurídica, farmacêutica, em caso de perda de documentos, acompanhamento de familiares em situações de acidentes, e outros benefícios que devem ser selecionados quando você for aderir ao seguro.

Outra grande vantagem de contratar um seguro de viagem é poder contar com todo o apoio no seu próprio idioma em situações de emergência. Mesmo que você fale fluentemente a língua do país estrangeiro, nessas horas é sempre melhor não ter que se preocupar se algo não foi compreendido. Por isso, contrate um seguro em seu país de origem.

Você também pode passar o contato da seguradora para algum parente ou familiar que não esteja na viagem, para que ele possa ajudar a resolver algum problema seu, o que é mais complicado se o contrato for com um prestador de serviços fora do Brasil.

Aliás, mesmo em viagens nacionais, o seguro pode ser uma mão na roda, principalmente se o seu plano de saúde não possui abrangência nacional.

Quanto custa um seguro viagem malas

9 Passos para contratar o seu seguro viagem

Para te auxiliar na tarefa de definir cada etapa da sua contratação do seguro viagem, criamos este passo a passo:

1. Pesquise os preços: ganhe tempo e dinheiro usando um comparador como o Seguros Promo ou o nosso comparador, onde você pode encontrar os preços cobrados nos diferentes planos de cada seguradora, ao lado de suas coberturas. Assim será possível ter uma visão ampla para escolher melhor;

2. Use um cupom de desconto de seguro viagem: aqui no Euro Dicas oferecemos o cupom EURODICAS5, que te dá 5% de desconto nos seguros comprados tanto no Seguros Promo quando no nosso comparador. Outros sites também oferecem descontos;

3. Escolha pagar via boleto bancário: assim você consegue baixar o valor do seguro viagem. Sem as taxas que envolvem a operação com cartão de crédito, comprar com boleto bancário costuma gerar 5% de desconto. Mas, é claro que o cartão de crédito tem vantagens, como conversão da compra do seguro em milhas. Portanto, escolha o que for melhor para o seu caso;

4. Conheça todos os requisitos mínimos exigidos pelo país que você vai visitar: não adianta contratar o seguro viagem mais barato se a cobertura escolhida não atender às exigências do país ou dos países do seu destino. Saiba quais são esses requisitos antes de fazer a escolha;

5. Compare os detalhes da cobertura de cada plano: isso porque os planos têm diferentes valores de coberturas para seguro bagagem e despesas médicas hospitalares. Normalmente, o seguro mais barato entre os apresentados na comparação não é exatamente o que você precisa ou busca. Por isso, não tenha preguiça de comparar os detalhes das coberturas de cada plano para contratar o seguro viagem ideal;

6. O seguro que você quer contratar corresponde ao perfil de sua viagem? Todos os seguros viagem oferecem as coberturas básicas, obrigatórias pela lei. Mas, caso precise de assistências extras, como para doenças crônicas, ou uma cobertura para a prática de esportes, por exemplo, o seguro viagem mais barato não deve ser a melhor escolha. Portanto, preste atenção aos detalhes;

7. O seguro viagem anual pode ser mais barato para quem viaja com frequência: sim, é possível fazer um seguro viagem anual! Se você faz mais de uma viagem internacional por ano, essa modalidade pode ser mais barata do que comprar individualmente cada vez que for sair do país. Leve isso em consideração e faça as contas;

8. Utilize o atendimento da seguradora: encontrar o seguro viagem mais barato não é tão fácil quando o seguro com menor valor não corresponde às necessidades da sua viagem. E aí também falta paciência para ficar verificando tantos detalhes, não é mesmo? Sendo assim, entre em contato da seguradora. As pessoas que ficam no SAC das seguradoras podem te ajudar poupando tempo, sanando dúvidas e evitando que escolha a cobertura errada;

9. Confira se o seu cartão de crédito possui o serviço de seguro viagem: talvez nunca tenha pensado nisso, certo? Nesse caso, você até pode conseguir um seguro viagem gratuito. Isso porque muitas operadoras de cartão de crédito oferecem esse tipo de benefício aos seus clientes premium. Algumas até disponibilizam o certificado Schengen junto a um seguro viagem para Europa gratuitamente. Verifique.

Então, quanto custa um seguro viagem? Se parar para pensar nos benefícios que irá usufruir caso precise e na perspectiva da tranquilidade que vai ter em não se preocupar com nada, o custo é praticamente nulo.

Quer saber mais sobre o assunto? Entenda como funciona o Multi seguro viagem e saiba o que esperar do Nubank seguro viagem.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Daiane é publicitária especializada em redação. Desenvolve texto para artigos focados em diversos assuntos, mas tem um apreço por viagens e turismo. Escreve para redes sociais de empresas de vários segmentos e participa da criação de campanhas publicitárias.