Morar na Inglaterra: tudo o que deve saber para morar no país

Morar na Inglaterra é o sonho de muitos brasileiros que buscam melhor qualidade de vida, segurança e educação gratuita. O país possui um ótimo sistema de saúde e educacional, bons salários e cidades seguras de morar. Mas é preciso muito planejamento para transformar esse sonho em realidade.

Confira neste artigo os principais meios para morar legalmente no país, custo de vida e como trabalhar na Inglaterra. Saiba mais.

Como morar na Inglaterra? Principais possibilidades

Certamente, morar na Inglaterra é uma experiência enriquecedora, pois oferece uma excelente qualidade de vida, com hospitais e faculdades de alto nível e boas oportunidades de emprego. Mas para aproveitar esses benefícios, é importante que você seja um residente legal no país.

Descubra em seguida quais são os principais meios.

Ter cidadania europeia

Quem tem cidadania europeia pode morar na Inglaterra e em outros países do Reino Unido. Contudo, após o Brexit, é necessário solicitar uma autorização de permanência ao governo britânico. Com ela, é possível viver no país e ter acesso aos mesmos direitos de um residente como ao sistema de saúde e ensino da Inglaterra.

Por que escolhemos a Goldenergy em Portugal?

Ter um emprego na Inglaterra

Trabalhar na Inglaterra é outra maneira para viver no país. Existem várias oportunidades de emprego para brasileiros, desde cargos simples até os mais bem remunerados. Além disso, o governo concede diferentes tipos de vistos para trabalhos de curta e longa duração, voluntários e especializados.

Com o visto você pode morar e trabalhar no país durante um período estipulado, mas eles podem ser renovados. Além disso, alguns deles permitem que a sua família more na Inglaterra com você.

Estudar ou fazer intercâmbio na Inglaterra

Os estudantes estrangeiros também podem viver e estudar na Inglaterra. As oportunidades são variadas e vão desde os cursos de inglês até os programas de pós-graduação em universidades renomadas. Para tanto, basta ter um visto de estudo britânico específico para os seus objetivos.

A maioria dos vistos permite que o estrangeiro não só estude, como também trabalhe no país legalmente. Contudo, eles têm um prazo de duração fixo que podem ou não ser renovado.

Investir no país

Os investidores estrangeiros podem morar na Inglaterra com o visto Tier 1. Contudo, é preciso investir £2 milhões ou mais no Reino Unido, seja na compra de um imóvel ou abertura de negócio. Assim, com esse visto, você pode permanecer no país por três anos e quatro meses, e esse prazo pode ser prorrogado por mais dois anos.

Como conseguir um visto para morar na Inglaterra?

É preciso ter um visto para morar na Inglaterra. A única exceção é se você tiver cidadania europeia ou britânica. O governo oferece autorizações para diferentes objetivos, tais como:

  • Visto de trabalho: existem três tipos de vistos de trabalho. O Tier 2 é o mais popular, pois abrange várias profissões de longa duração. Já o Tier 5 é destinado para trabalhos temporários e o Tier 1 para investidores;
  • Visto de estudo: o Tier 4 é indicado para estudantes que pretendem fazer cursos de longa duração. Para cursos de curta duração, até seis meses, é possível optar pelo Short Term Visa. O principal requisito para tirar o visto é estar matriculado em uma instituição de ensino inglesa;
  • Visto de casamento: quem pretende casar na Inglaterra com um cidadão britânico e morar no país, pode solicitar o visto específico para isso.

Documentos necessários

De forma geral, os documentos necessários e comuns a todos os casos são:

  • Passaporte atual e válido (com pelo menos um folha em branco);
  • Fotografia;
  • Extrato bancário;
  • Comprovar fluência no Inglês;
  • Atestado Médico (teste de tuberculose);
  • Seguro de viagem.

Todos os documentos devem ter tradução juramentada e autenticados pelas autoridades competentes para o inglês ou galês. Em caso de dúvidas, consulte aqui as informações para realização deste processo. Para solicitar o pedido de visto você precisa acessar o site oficial do governo.

Em geral, o visto de permanência deve ser solicitado no site do governo britânico. Após preencher um formulário, o requerente deve participar de uma entrevista pessoal no Consulado do Reino Unido no Brasil, levando todos os seus documentos.

Quanto custa?

As taxas variam de acordo com o visto que você pretende solicitar. Confira a seguir, uma tabela com os preços cobrados em 2020.

Tipo de visto Tarifas
General Study (Tier 4) £348
Short-term study visa £97 para 6 meses
General work visa (Tier 2) Entre £464 a £1,220
Temporary Worker (Tier 5) £244
Fiánce Visa Entre £1,033 a £1,643

Como morar e trabalhar legalmente na Inglaterra?

Ter um contrato assinado por uma empresa inglesa é essencial para você conseguir um visto de trabalho no Reino Unido. Dessa forma, você pode trabalhar e morar na Inglaterra legalmente e até com a sua família.

A boa notícia é que você não precisa ir até a Inglaterra para conseguir um emprego. Hoje em dia, existem vários meios de ser contratado por uma empresa britânica. Quer saber mais? Então confira algumas dicas que podem ajudar você a conquistar um emprego na Inglaterra.

Busque emprego ainda no Brasil

Existem vários sites de emprego na Inglaterra e você pode acessá-los ainda no Brasil. Confira alguns deles, logo abaixo:

  • Gov.Uk: no site do Gov.Uk são divulgadas vagas para trabalhos de tempo integral, meio período, freelancer e temporário para a Inglaterra e outros países do Reino Unido;
  • Monster Jobs: no Monster Jobs você recebe ofertas diárias de emprego para os mais diversos segmentos. Além disso, o usuário também pode fazer o upload do currículo e enviar para os empregadores na própria plataforma;
  • Lista Brasil: o Lista Brasil é um site de ofertas de emprego específico para estrangeiros. Geralmente, os cargos anunciados não exigem uma alta qualificação profissional, ideal para quem procura um trabalho simples na Inglaterra;
  • Agências de emprego: em agências britânicas como a Zartis, Pulse Jobs e Officeangels, é possível encontrar vagas de emprego para diversos setores desde tecnologia até na área de saúde;
  • Grupos do Facebook: existem grupos no Facebook que divulgam vagas de emprego na Inglaterra, tais como: Trabalhos na Inglaterra e o Emprego em Londres;

Mas é claro, antes de procurar emprego na Inglaterra, tenha em mente quais são suas habilidades profissionais, nível de inglês e área que pretende atuar. Assim, a busca pelo emprego ideal e suas chances de ser aprovado são maiores.

Prepare o currículo

Ter um bom currículo é essencial na hora de procurar um emprego na Inglaterra, ou em qualquer lugar do mundo. Em geral, as empresas britânicas gostam de receber currículos simples e objetivos com no máximo duas páginas. Além disso, é preciso especificar suas experiências profissionais, acadêmica e principais habilidades.

Um currículo sem erros de inglês também é fundamental para conseguir uma boa vaga. Por isso, faça uma correção gramatical minuciosa ou peça que alguém o revise para você antes de enviar para um site ou empregador na Inglaterra.

arrumar trabalho para morar na Inglaterra

Além disso, esteja preparado para participar de entrevistas de emprego. Essa é uma prática comum nos processos seletivos, mas além das suas habilidades e desenvoltura, o seu nível de inglês será avaliado. Portanto, treine o idioma com antecedência e prepare-se para esse momento.

Só compre a passagem quando tiver visto

Diferente do que se imagina, o próximo passo após ser contratado por uma empresa britânica não é comprar as passagens, mas sim providenciar o visto. Sem essa autorização, você não poderá exercer o cargo e morar na Inglaterra legalmente.

Portanto, após a contratação, acesse o site do governo britânico e confira a documentação necessária para o visto. Assim, quando ele for autorizado, você pode comprar as passagens aéreas e organizar toda a sua mudança para o país.

É preciso saber ler e escrever inglês?

Bem, a resposta depende muito do tipo de trabalho que você procura. Inglês é sempre importante, mas para alguns empregos não é requisito essencial. Vagas como diarista, babá, serviços gerais, garçom/garçonete são alguns dos exemplos de trabalhos que não exigem fluência na língua.

Mas quanto melhor for o seu nível de inglês, com certeza melhores serão as suas chances de conseguir um emprego com um ótimo salário, e na sua área de qualificação. Então, por que não aproveitar a chance para aprender inglês?

Quais áreas existem profissionais em falta?

Segundo especialistas, alguns setores Inglaterra terão mais dificuldade em achar profissionais qualificados depois do início do processo do Brexit, como na agricultura, setor de hotéis e restaurantes, construção, indústria e saúde.

Quanto custa para morar na Inglaterra?

Morar na Inglaterra é caro, mas como os salários são altos é possível pagar as despesas tranquilamente, dependendo do seu estilo de vida. Outra vantagem é que o sistema de saúde e de ensino no país são gratuitos, o que diminui bastante o orçamento.

É preciso ficar atento porque o custo de vida na Inglaterra varia de acordo com a cidade onde você vive. Londres é certamente o destino mais caro do país e morar lá exige um orçamento maior, pois os imóveis são valorizados e os aluguéis são bem altos.

Por outro lado, nas cidades do interior, você pode viver bem com um orçamento menor. Embora não tenha todos os atrativos da capital, os moradores aproveitam uma ótima qualidade de vida e bons serviços com preços acessíveis.

Para você ter uma ideia do custo de vida no país, acompanhe a seguir uma tabela com os preços médios cobrados em Londres e em outras cidades inglesas. Os dados foram obtidos no site Numbeo e são referentes ao ano de 2020.

Despesa Londres Leeds Nottingham
Aluguel – Apartamento 1 quarto centro da cidade £1,743.92 £702.38 £592.62
Despesas (água, luz, aquecimento, lixo) £169.62 £121.28 £162
Internet £31.68 £29.06 £32.38
Mercado £200 £160 £180
Transporte (passe mensal) £150 £60 £56
Academia £41.95 £28.36 £27.88

Você também pode consultar o site do governo para tirar dúvidas em relação a impostos, benefícios e outras informações.

Quem tem cidadania italiana pode morar na Inglaterra?

A cidadania italiana abre portas para quem deseja vir para a Inglaterra. Mas é preciso ficar atento quanto as novas regras para morar no Reino Unido pós-Brexit. Quem tem passaporte europeu têm permissão para viver e visitar os países do Reino Unido até o dia 30 de junho de 2021, quando termina o período de transição.

Contudo, o governo britânico tem concedido o “pre-settled status”, uma autorização que garante a residência legal dos europeus no Reino Unido. Como eu tenho cidadania italiana, a mudança para Inglaterra foi mais fácil. Além de morar legalmente, tenho acesso ao sistema de saúde público, rede de ensino entre outras vantagens de um residente local.

Melhores cidades da Inglaterra para morar

As cidades da Inglaterra oferecem uma ótima qualidade de vida para os moradores, além de atrações históricas e culturais incríveis. Contudo, em 2019, a empresa PWC elaborou um ranking com as melhores cidades inglesas para viver. Veja a seguir quais foram as selecionadas:

  • Oxford;
  • Reading;
  • Southampton;
  • Milton Keynes;
  • Bristol;
  • Cambridge;
  • Leicester;
  • Leeds;
  • Londres.

Morar na Inglaterra em market towns

Agora que você já conhece as melhores cidades inglesas para morar e trabalhar, eu pergunto: mas você já ouviu falar das chamadas “market towns”? São pequenas cidades localizadas em áreas rurais da Inglaterra e que atuam como uma espécie de centro de negócios para as vilas vizinhas e fazendas ao redor. Elas também receberam o histórico direito legal de manter um mercado semanal. Eu moro em uma e amo!

Segundo um estudo encomendado pelo Royal Mail, essas cidades oferecem um bom equilíbrio entre vida pessoal e profissional, boas escolas e um número baixo de pessoas que trabalham longas horas. O resultado da pesquisa foi baseado em ganhos médios da população, valor das casas, acesso a serviços, números de crimes, escolaridade da população local e número de desemprego.

Além de serem super charmosas, na minha opinião, elas oferecem uma excelente qualidade de vida, com dezenas de parques, atividades ao ar livre típicas do interior da Inglaterra, e uma porção de pubs bem ingleses e cafés super charmosos. O relógio anda mais devagar por aqui, mas para quem gosta de tranquilidade, é o lugar para morar. Se você quer morar na Inglaterra, segue a lista das melhores “market towns” para se viver e trabalhar:

  • Egremont;
  • Wotton-under-Edge;
  • Ulverston;
  • Wigton;
  • Todmorden;
  • Clitheroe;
  • Elland;
  • Broughton in Furness;
  • Sowerby Bridge;
  • Bingley.

Morar na Inglaterra depois de se aposentar

A maioria das cidades na Inglaterra é excelente para viver depois que você estiver aposentado. O sistema público de saúde funciona muito bem em boa parte delas, assim como praticamente todas oferecem tudo o que você precisa em termos de supermercado, farmácia, serviços, atividades culturais e muito mais.

Claro que o lugar onde você irá ter seu endereço fixo depende muito do seu estilo de vida, mas se você quer morar na Inglaterra depois de se aposentar, eu recomendo procurar algumas dessas cidades do interior onde o ritmo é muito mais calmo e a qualidade de vida, sem dúvida, muito maior do que em cidades grandes.

Onde eu moro, por exemplo, é possível fazer tudo a pé. A facilidade de se viver em uma “market town” é tão grande que você fica até mal-acostumado.

Como é o clima na Inglaterra?

Falar do clima por aqui é praticamente inevitável. Todo mundo comenta sobre isso o tempo todo. Para começar a explicar, as estações do ano são opostas às brasileiras. De dezembro até meados de março é o inverno, de março até junho é a primavera, junho a setembro temos o verão e de meados de setembro até dezembro é o outono.

Mas se você pretende morar na Inglaterra, eu preciso dizer que o clima aqui é bastante imprevisível. Ou seja, no meio do verão você pode ter um dia bem frio e, de repente, temperaturas altas no dia seguinte.

O clima na Inglaterra

Mas claro que cada região tem suas características particulares. No geral, no entanto, as variações de temperatura são menores durante o verão, entre 16° C a 21° C. Já no inverno, os termômetros podem variar em torno de 5° C a 10° C. As chuvas são bem regulares durante todo o ano, mas são mais frequentes no verão, chovendo mais na costa oeste do que na costa leste.

No entanto, ao contrário do que muitos pensam, a média de chuvas em Londres é menor que em muitas outras capitais. A diferença é que aqui você vai ter muito mais dias nublados e com garoa do que na maioria das outras cidades.

Como funciona o Sistema de Saúde?

O Sistema de Saúde Público (National Health System – NHS) é muito eficiente e organizado. É gratuito para residentes legais, incluindo cidadãos europeus e seus dependentes. Você deve se inscrever no posto local, determinado pelo seu endereço, portando passaporte e comprovante de endereço.

Após preencher um formulário básico, em poucos dias você receberá uma carta com seu número de registro e o nome do seu médico de família, mais conhecido como GP (General Practitioner). Caso você não se encaixe em um desses casos, você vai precisar pagar uma taxa para acessar o sistema de saúde, mas os valores geralmente são bem acessíveis.

Em casos simples, o Sistema de Saúde será o primeiro contato em caso de necessidade médica e poderá te passar uma receita para adquirir os remédios a custos muito baixos, muitas vezes até de graça. Para agendar o atendimento você precisa ligar no início da semana. Já em situações mais graves, o GP fará uma primeira triagem e vai informar o hospital e a especialidade em questão.

Uma carta será enviada para a sua casa com a data marcada para a consulta com o especialista. Você será atendido pelo médico que estiver de plantão no dia. Em alguns casos, se você não tiver tempo de ir ao GP, pode ir diretamente ao hospital e será atendido por um plantonista. Aqui a comunicação é toda feita via carta. Saiba mais sobre a saúde na Inglaterra.

Remédios

A maioria dos remédios é gratuita e dada diretamente ao paciente. Em alguns casos você pode retirar na farmácia, também sem custo ou pagar um valor muito baixo por ele. Pílulas anticoncepcionais são gratuitas. Menores de 18 anos e aposentados também não pagam.

É importante ter um plano de saúde privado?

A diferença para o sistema público é que no plano de saúde particular você tem a possibilidade de escolher o seu médico, mas é claro que você paga por isso. O Bupa é o maior e mais conhecido da Inglaterra.

Como é viver na Inglaterra na minha opinião

Várias pessoas me perguntam com curiosidade como é viver na Inglaterra e eu sempre digo que é muito bom, apesar de viver longe da família e de o clima ser, na minha opinião, muito ruim. Mas isso, claro, porque eu não gosto de frio.

De toda forma, para quem tem filho, como é o meu caso, a vida na Inglaterra é muito tranquila e segura. Moramos em uma cidade do interior, uma hora de trem de Londres. Com pouco mais de 20 mil habitantes, o ritmo é outro. A escola fica, literalmente, a menos de cinco minutos andando. Temos tudo o que precisamos e nos sentimos muito seguros. Não acredito que teríamos esse estilo de vida no Brasil. Acho quem lembra um pouco da época em que eu era criança, em Curitiba. As crianças brincam nos parques e na rua sem problemas e a preocupação com a segurança é mínima.

Casal aproveitando as vantagens de morar na Inglaterra

Eu tenho cidadania italiana, assim como meu filho também conta com o passaporte britânico, portanto temos direito a todos os benefícios do governo britânico. E isso certamente torna a nossa vida muito mais fácil.

E particularmente eu gosto bastante da facilidade em viajar para outras cidades da Inglaterra e outros países da Europa. O que, para mim, é muito interessante. Em menos de cinco horas estou na Holanda, Bélgica e, em três horas, posso ir para Paris. Acho que não é ruim, não?

Vantagens e desvantagens de morar na Inglaterra

Bem, levando em consideração a minha experiência como brasileira, acho que posso destacar alguns pontos positivos e negativos de morar na Inglaterra.

Vantagens

Impostos

Os impostos não são baratos, mas você vê para onde seu dinheiro está indo. Buraco na rua não dura mais que um dia; serviço social, sistema público de saúde eficiente, ensino público de qualidade são apenas alguns dos exemplos de dinheiro bem empregado.

Segurança

É claro que existem problemas, especialmente nas grandes cidades, mas no geral você se sente muito tranquilo na maioria das cidades na Inglaterra. E sabe uma coisa bem engraçada? Onde eu moro já cansei de perder meu casaco na rua e encontra-lo exatamente onde estava dias depois. Raramente as pessoas pegam as coisas que não são delas.

Transporte público

Eu não tenho carro e, sinceramente, não é necessário. Você tem a opção de trem e ônibus nas cidades menores e Londres, por exemplo, tem o famoso metro. É muito fácil andar por aqui.

Organização

Tipicamente inglês, todos os serviços aqui funcionam muito bem.

Desvantagens

Clima

Para quem gosta de sol e calor, como eu, pode ser um pouco complicado a adaptação inicial. O verão é uma delícia, mas no resto do ano você vai viver com longos dias de frio, garoa e céu nublado.

Custo de moradia

Em geral o custo para alugar um apartamento ou casa, especialmente nas grandes cidades, é bem alto. Londres então, nem se fala.

Costumes e hábitos

Durante o tempo que estou aqui pude perceber que há uma boa diferença entre brasileiros e britânicos. O que é engraçado para nós, muitas vezes não é para eles, o que é aceitável no Brasil é totalmente inadmissível na Inglaterra. A gente aprende a entender e aceitar, mas muitas vezes não é fácil.

Sistema de saúde

A saúde no sistema inglês não é preventiva, diferente do Brasil. Eles evitam a qualquer custo realizar tratamentos até que seja realmente necessário e é muito raro você realizar exames de rotina.

Dicas Finais

Sem dúvida, morar na Inglaterra é uma oportunidade única para quem busca melhor qualidade de vida e oportunidades profissionais. Embora a mudança exija muito planejamento e até um pouco de burocracia, certamente é algo que vale a pena tentar.

A melhor dica para morar na Inglaterra é fazer um bom planejamento. Pesquisa nessa hora é primordial. Você precisa pensar em qual cidade quer viver, dependendo de onde é o seu trabalho ou faculdade, por exemplo, ou considerar o equilíbrio entre custo e qualidade de vida.

Faça uma lista e pesquise as melhores cidades para morar na Inglaterra, conheça as características de cada região, o que elas oferecem em termos de oportunidades de trabalho, infraestrutura, facilidade de transporte, custo de vida – valor de aluguel, alimentação e outros gastos devem ser considerados.

Com o visto em mãos e a cidade escolhida, o resto do processo é praticamente o mesmo para ir morar em qualquer outro lugar: escolher casa e etc.

Então se você quer morar na Inglaterra, não deixe de ler tudo sobre o país. E lembre-se de contratar um seguro viagem para entrar no país, não é obrigatório mas é extremamente recomendável já que os turistas não podem utilizar o serviço de saúde pública.

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Artigos relacionados

Profissões mais bem pagas na Inglaterra: conheça o top 10

Descubra aqui quais são as profissões mais bem pagas na Inglaterra, como encontrar vagas de trabalhar e estabelecer a carreira no país.

Emprego na Inglaterra: tudo o que precisa para encontrar a sua vaga

Saiba como encontrar um emprego na Inglaterra, as áreas, os salários, o custo de vida no país, dicas e sites para encontrar a sua vaga.

Visto para Inglaterra: principais tipos e como solicitar

Entre os vistos na Inglaterra encontramos o que chamamos de Tier 1, Tier 2 e o Tier 5. Cada um deles possui algumas subdivisões.

Documentos para morar na Inglaterra: saiba o que vai precisar

Você planeja sair do Brasil e viver no Reino Unido? Leia nosso artigo completo e saiba quais são todos os documentos para morar na Inglaterra.

Cidades da Inglaterra: as 10 melhores e maiores do país

Você quer morar na Inglaterra mas não conhece o país e não sabe onde morar? Preparamos um guia detalhado sobre as melhores e maiores cidades da Inglaterra.

Custo de vida na Inglaterra: saiba os principais gastos no país

Tudo sobre o custo de vida na Inglaterra. Saiba quanto custa e quais despesas terá com moradia, transporte, lazer, alimentação e bebida.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube