O processo para vistos na Inglaterra mudou! E agora?

Inglaterra  / 

Para arrumar um emprego na Inglaterra, hoje existem 26 tipos de visto de trabalho. Entre os vistos na Inglaterra encontramos o que chamamos de Tier 1, Tier 2 e o Tier 5. Cada um deles possui algumas subdivisões.

Também existem outros vistos para estudos, união/reunião familiar, entre outros. Porém hoje falaremos apenas sobre os 3 vistos de trabalho que continuam existindo, sobre o visto de trabalho que deixou de existir e sobre o visto de estudante.

Antes de mais nada, vale a pena lembrar que antes de aplicar para um visto para a Inglaterra, é necessário verificar o site da imigração para ter acesso às últimas novidades para saber se houve alguma mudança desde a data de publicação deste texto.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Vistos na Inglaterra para estudar

Visto para estudante de curta duração

Os estudantes com mais de 16 anos que fazem intercâmbio de curta duração (menos de 6 meses), geralmente vêm para cá com o visto de turista, que é apenas um carimbo que se recebe na hora da entrada no país. O bom disso é que o estudante não tem nenhum gasto extra com vistos na Inglaterra, porém ele não pode trabalhar durante o seu período aqui. Não poder trabalhar significa não poder trabalhar mesmo, nem meio período ou durante os finais de semana.

Na imigração, o estudante deve ter como provar que pode se manter no país durante o período que veio para ficar, sendo necessário ter em mãos também a passagem de volta ou saída do país já compradas, no caso daqueles que fazem um intercâmbio de curto prazo.

A comprovação de fluência na língua inglesa não é obrigatória para brasileiros que vão fazer intercâmbio de curta duração, visto que o objetivo deste tipo de intercâmbio é justamente adquirir a fluência estando aqui.

Visto para estudante de longa duração: Tier 4

O visto para estudante de longa duração (mais de 6 meses) é o Tier 4. Ele possui várias subcategorias como visto para intercâmbio, para estudos de graduação, visto para fazer os estudos de pós-graduação e pesquisa, high school, entre outros.

No caso do visto para o ensino superior é necessário a comprovação de que a pessoa fale inglês fluente. Essa comprovação será, ou o certificado de que este concluiu um curso superior que foi ensinado em língua inglesa, ou a pessoa atingindo a pontuação mínima em um dos testes de aptidão inglesa oficiais reconhecidos pelo governo britânico. Estes testes oficiais não te aprovam ou reprovam, eles te dão pontos baseado nas suas habilidades escritas, orais, de compreensão falada e análise de texto em inglês.

O estudante que possui o visto tier 4 pode arranjar emprego durante o seu período de estudar, aplicar para estender seu visto e, caso se forme aqui, aplicar diretamente para ter um visto de trabalho tier 2.

Saiba tudo sobre estudar na Inglaterra.

inglaterra

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Vistos na Inglaterra para trabalhar

Visto de trabalho Tier 1: encerrado em 2018

O Visto Tier 1 se divide em 4 tipos. Entre eles você encontra o visto para empreendedores, investidores e talento excepcional. Desde abril de 2018 não é mais possível aplicar para o Tier 1 (General), então caso alguém queira aplicar para esse tipo de visto, essa pessoa deve aplicar para alguma das outras opções que o site da imigração oferece.

Visto de trabalho Tier 5

Este tipo de vistos na Inglaterra é o visto temporário. A maioria deles é de um ano e pode ser estendido até 2 anos. Esse visto é emitido para quem trabalha com instituições de caridade, esportes, alguns tipos de intercâmbio, ministros religiosos e jovens de 18 a 30 anos que querem trabalhar por até dois anos na Inglaterra.

A desvantagem deste tipo de visto é que ele não pode ser estendido por mais de dois anos e não pode ser alterado para o Tier 2, caso a pessoa decida ficar, então caso você tenha esse tipo de visto, terá que voltar ao seu país de origem para aplicar para um novo visto.

Visto de trabalho Tier 2: o visto de trabalho mais comum

O Tier 2 é conhecido por ser o visto de trabalho para profissionais altamente qualificados. Ele se divide em 5 tipos, o de esportistas, ministros religiosos, serviço prioritário, transferência interna e o geral.

O Tier 2 General (geral) é o visto de trabalho mais comum para quem quer vir trabalhar na Inglaterra, pois ele engloba muitas funções.

Para conseguir esse visto você precisa ter uma proposta de emprego na Inglaterra, ter um certificado de patrocínio, receber o salário mínimo adequado para a sua função ou 30,000 libras por ano (o valor mais alto), provar que o seu nível de inglês é bom o suficiente para viver aqui, provar que pode viajar e mostrar seu histórico de viagem nos últimos 5 anos, além de ter fundos suficientes para se manter ao chegar no país (em 2018 o valor apresentado deve ser de 945 libras em sua conta bancária por 90 dias antes de aplicar para o visto).

Se você for trabalhar com pessoas em situação vulnerável, também deve apresentar um registro criminal de todos os países por onde viveu por mais de um ano nos últimos 10 anos.

Quanto custa e em quanto tempo eu consigo meu visto tier 2?

Esse tipo de visto pode ser concedido por até 5 anos e 14 dias. Depois disso a pessoa pode aplicar para o visto de moradia na Inglaterra, não precisando mais estender o visto que possui no momento.

A pessoa deve aplicar para esse visto no máximo 3 meses antes da data que está inserida em seu certificado de patrocínio. Ou seja, se você quer começar a trabalhar no dia 11 de setembro, não deve aplicar antes do dia 13 de junho.

Se você aplicar para um visto de até 3 anos, o custo para aplicar morando fora da Inglaterra é de 610 libras, cerca de 3 mil reais. Se você aplicar para um visto de mais de 3 anos, ele custa 1220 libras, o que dá mais de 6100 reais.

No Brasil, 90% dos vistos são emitidos em até 15 dias – caso toda a documentação esteja correta -, e 100% dos vistos são emitidos em 30 dias.

Vistos na Inglaterra: preciso pagar por algo mais?

Além de pagar pela prova de inglês, o visto em si e o custo do passaporte, quem deseja morar na Inglaterra precisa pagar uma sobretaxa pela saúde. Ou seja, precisa pagar para utilizar o sistema de saúde público do país chamado de NHS, o que seria o SUS daqui.

Além de pagar uma taxa que já vem descontada em seu salário, quem quer vir trabalhar na Inglaterra e não é um cidadão da União Europeia precisa pagar 200 libras por cada ano que deseja passar aqui. Ou seja, se você está aplicando para um visto de 5 anos, precisa desembolsar 1000 libras para pagar o imposto do sistema de saúde, o que custa mais de 5000 reais.

cabines inglaterra

Existe algum tipo de visto para trabalhar de balconista, ou garçom/garçonete?

Infelizmente não. Quando o Reino Unido adotou o sistema de “Tier Visas”, a ideia é que existiria um tier específico para empregos que não requerem algum curso específico de graduação, a ideia é que esse seria o Tier 3. Porém o governo sentiu que eles não precisariam criar esse tipo de visto, pois poderiam suprir a demanda para esse tipo de serviço dentro da União Europeia, e em 2013 o ex-Primeiro Ministro David Cameron descontinuou este tipo de visto.

Posso ir pra Inglaterra sem emprego e conseguir emprego aí?

Caso você venha para a Inglaterra como turista, você tem 180 dias para viajar pelo Reino Unido, porém não pode exercer legalmente nenhum tipo de trabalho remunerado. Você pode aplicar para empregos e fazer entrevistas, porém não pode ser contratado sem o visto. Para aplicar para um visto de trabalho, você deve fazê-lo estando no seu país de residência, que nesse caso não seria a Inglaterra, afinal aqui você estaria apenas como turista.

Quais são os riscos de trabalhar ilegalmente e sem vistos na Inglaterra?

Se o seu empregador te contratar ilegalmente, além de correr o risco de ser mandado pra cadeia por 5 anos, ele também pode chegar a pagar uma multa de £20.000,00 por cada empregador ilegal trabalhando para ele.

Para o contratado que for pego trabalhando ilegalmente na Inglaterra, ele pode ser deportado. Nesse caso, ele pode optar por voltar ao Brasil pagando pela sua própria passagem, o que é a melhor opção. Assim depois de um ano ele pode retornar ao Reino Unido outra vez como trabalhador ou turista. Caso a sua passagem seja paga pelo governo, ele pode ficar mais de 5 anos restringido de voltar ao país.

Saiba mais sobre o custo de vida na Inglaterra.

Onde consigo mais informações sobre onde e como aplicar para o meu visto?

Todas as informações que você precisa sobre vistos na Inglaterra estão no site oficial da imigração do Reino Unido. Caso tenha alguma dúvida, fale com eles por email, ou por telefone. Porém, falar com um dos assistentes legais custa caro, mas é melhor do que acabar arriscando pagar por um visto e tê-lo negado.

Na minha opinião, não vale à pena se arriscar e vir para cá ilegalmente, com tantos tipos de vistos na Inglaterra. Se você tem um passaporte europeu, ou tem como tirar um, é mais fácil tirá-lo e vir para cá buscar emprego com ele, já que a Inglaterra ainda faz parte da União Europeia, então cidadãos dos países membros da UE podem buscar emprego estando aqui e começar a trabalhar sem precisar de um visto específico para isso. Se você não tem um passaporte europeu, busque como conseguir um emprego na Inglaterra antes de vir para cá e boa sorte!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Mari é campo-grandense e já morou em 6 países contando com o Reino Unido, onde vive agora. É bacharel em Relações Internacionais, porém trabalha com Marketing há mais de 4 anos. Ama viajar, aprender novos idiomas, comida, cinema, culturas, bons livros e boa música. Como uma boa sul-mato-grossense, o que mais sente falta é de churrasco com mandioca.