Fazer intercâmbio na Inglaterra está nos planos de estudantes que desejam melhorar sua fluência no inglês, desenvolver novas habilidades e conhecer uma nova cultura. Acompanhe o nosso artigo e descubra qual o programa ideal para você, assim como os custos e tipos de vistos.

Como fazer um intercâmbio na Inglaterra?

Fazer intercâmbio na Inglaterra é uma excelente oportunidade para conhecer uma nova cultura, ao mesmo tempo em que aprende inglês. No entanto, antes de viajar para o país é importante ter em mente quais são os seus objetivos e expectativas com essa experiência.

É possível fazer um intercâmbio por conta própria ou contratar uma agência. Essa última opção é a mais viável para estudantes de primeira viagem. Existem diversos programas com cursos de idioma exclusivos para o país, com duração de algumas semanas até seis meses, período máximo permitido para estudar sem visto em território britânico.

Por ser um curso livre, os requisitos para fazer a matrícula não são muito exigentes. Por norma, os estudantes precisam apresentar somente um passaporte válido e escolher o curso com base no seu nível de conhecimento no idioma.

Também existe a possibilidade de fazer intercâmbio nas universidades inglesas. Esses programas costumam ser de longa duração e têm um custo alto. Mas, sem dúvida, é uma experiência que vale a pena para desenvolver novas habilidades acadêmicas.

Qual o tempo ideal de um intercâmbio na Inglaterra?

O tempo ideal do intercâmbio varia de acordo com os objetivos de cada estudante. Existem opções de 2 semanas até mais de 1 ano que oferecem experiências diferentes para o intercambista.

  • 2 semanas a 1 mês: intercâmbio indicado para estudantes ou profissionais que já falam inglês, mas desejam conhecer uma nova cultura e melhorar sua fluência;
  • 2 a 6 meses: ideal para quem deseja aprender inglês ao mesmo tempo que experimenta uma nova cultura;
  • Mais de 1 ano: é o programa recomendado para quem deseja aprender inglês e atingir fluência e fazer cursos de longa duração na Inglaterra, seja no high school ou curso profissionalizante.

Portanto, para descobrir o tempo ideal do seu intercâmbio considere quais são os seus objetivos e tempo disponível para morar na Inglaterra.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Também avalie o seu orçamento, pois intercâmbios de longa duração costumam ter um preço mais alto e o custo de vida na Inglaterra é caro.

Melhores cidades para fazer intercâmbio na Inglaterra

A Inglaterra é um dos principais destinos escolhidos por quem planeja fazer intercâmbio, sobretudo devido à excelência das suas instituições de ensino e às diversas atrações turísticas que o país oferece.

Assim, para facilitar a sua escolha, selecionamos algumas das melhores cidades para fazer intercâmbio na Inglaterra, confira:

Londres

Londres é a opção ideal para quem deseja mergulhar na cultura inglesa, mas não abre mão das comodidades de um grande centro urbano. Para os estudantes de intercâmbio, a capital da Inglaterra e do Reino Unido oferece boas escolas, excelentes universidades e uma grande diversidade de cursos de idioma.

Apesar do alto custo de vida na cidade, ela foi classificada como a melhor do mundo para estudantes pelo ranking QS Best Students Cities em 2018, 2019 e 2022. Além disso, abriga algumas das melhores universidades do mundo, segundo o QS World University Ranking.

Oxford

Oxford também é uma alternativa interessante para os estudantes que planejam fazer intercâmbio na Inglaterra. Formada por um pouco mais de 130 mil habitantes, a cidade é o lar de uma das universidades mais famosas do mundo e a melhor do país: a Universidade de Oxford.

A apenas 1 hora e meia de carro de Londres, Oxford oferece uma grande diversidade de atrações turísticas para os estudantes estrangeiros. Além dos 40 prédios da universidade espalhados pela cidade, outros pontos turísticos são:

  • Oxford Castel;
  • Christ Church College;
  • Magdalen College;
  • Biblioteca Bodleiana;
  • Câmara Radcliffe;
  • Jardim Botânico.

Cambridge

Localizada a 80 quilômetros ao norte de Londres, a cidade de Cambridge é um dos maiores centros de ensino do mundo e lar da segunda melhor universidade do Reino Unido. Além disso, oferece aos estudantes estrangeiros a junção da qualidade de vida britânica com centros de estudo de excelência.

Por ser um grande centro de ensino, Cambridge oferece diversas modalidades de cursos de inglês, disponíveis em qualquer época do ano. Isso torna ainda mais fácil a possibilidade de fazer intercâmbio na Inglaterra em uma instituição de qualidade.

Quanto custa um intercâmbio na Inglaterra?

O custo do intercâmbio na Inglaterra varia conforme o tipo de viagem que o estudante planeja fazer. Os cursos de idiomas geralmente envolvem o pagamento de taxas e acomodação, por exemplo, a menos que o aluno consiga uma bolsa de estudo.

É possível encontrar pacotes de algumas semanas de estudo no Reino Unido a partir de R$12 mil, dependendo da cotação da libra no dia. Portanto, é uma boa opção para os estudantes que desejam passar poucos dias no país ou que possuem um orçamento limitado.

No entanto, se o objetivo é estudar em uma universidade da Inglaterra, o estudante provavelmente terá que pagar para realizar as provas de ingresso e pelo exame de proficiência no idioma. Nesses casos, é importante pesquisar sobre bolsas disponíveis para reduzir os custos durante a estadia no país.

Melhores agências de intercâmbio de inglês para a Inglaterra

A contratação de uma agência de intercâmbio na Inglaterra é uma etapa fundamental para quem planeja estudar inglês em território britânico. Nesse sentido, o ideal é contratar uma empresa brasileira especializada nesse tipo de serviço, como a Fluencypass.

Fundada em 2015, a Fluencypass se destaca como uma das melhores agências de intercâmbio de inglês para a Inglaterra do Brasil. Proporcionando aos estudantes uma experiência completa de aprendizagem da língua inglesa, que envolve aulas, conversão e intercâmbio.

A empresa também oferece alguns diferenciais, que a tornam a melhor opção para quem deseja fazer intercâmbio, como:

  • Não há o acréscimo da taxa de agência no valor do curso, assim os alunos podem pagar direto para a escola ou parcelado no Brasil;
  • Os alunos têm acesso à assessoria especializada e suporte de qualidade, sem custo adicional;
  • Os estudantes podem comparar as centenas de escolas ao redor do mundo e escolher em qual desejam fazer o intercâmbio. A reserva do curso é feita online de qualquer lugar;
  • A Fluencypass cuida de todo o processo burocrático e garante a isenção da taxa de transferência internacional e IOF.

Atualmente, a Fluencypass oferece cursos de inglês online com intercâmbio de 2 semanas no final do período de estudos aos seus alunos. E, para aqueles interessados no intercâmbio na Inglaterra, a empresa possui o serviço de experiência no exterior.

tipos de visto de intercambio na inglaterra

Precisa de visto para fazer intercâmbio na Inglaterra?

O visto para estudar e fazer intercâmbio na Inglaterra é necessário apenas para os cursos com mais de 6 meses de duração. Assim, o estudante estrangeiro pode morar e estudar no país até concluir os estudos.

No entanto, se a duração do curso for inferior a esse período, não é preciso solicitar o visto de estudante para permanecer no país. Exceto para crianças de 4 a 17 anos, que devem ter uma autorização especial para estudar em escolas inglesas.

Tipos de visto de estudante na Inglaterra

Para saber se é necessário pedir uma autorização para estudar na Inglaterra, é importante conhecer os três tipos de vistos de estudos que existem no país. Cada um é indicado para um curso e perfil de estudante específico, saiba mais:

  • General Student Visa (Tier 4): é indicado para os estudantes maiores de 16 anos que planejam fazer cursos de longa duração na Inglaterra, ou seja, com mais de 11 meses. Com ele, o aluno pode estudar, trabalhar e morar com familiares no país;
  • Short-Term Study Visa: como o próprio nome indica, é uma autorização exclusiva para cursos de curta duração, entre 6 e 11 meses. No entanto, não permite que o estrangeiro trabalhe ou viaje acompanhado de dependentes para o território britânico;
  • Child Student Visa (Tier 4): deve ser solicitado para crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos, que pretendem estudar em uma instituição de ensino na Inglaterra.

Como trabalhar no intercâmbio na Inglaterra?

Um dos grandes diferenciais do intercâmbio na Inglaterra é a possibilidade de trabalhar enquanto estuda. Isso, sem dúvida, ajuda no orçamento dos intercambistas durante sua estadia no país.

No entanto, a carga horária e tipo de trabalho permitido varia de acordo com o tipo de visto. Portanto, é preciso prestar atenção a isso antes de buscar emprego.

Em geral, quem possui o Study Visa e o Child Student Visa tem autorização para trabalhar no país. Por outro lado, o Short-Term Study Visa não permite que os estudantes trabalhem durante a sua estadia na Inglaterra. A restrição inclui tantos os empregos remunerados quanto os voluntários.

Vale a pena fazer intercâmbio na Inglaterra?

Sim, vale a pena fazer intercâmbio na Inglaterra.

A experiência de estudar em território britânico é transformadora para qualquer estudante, que além da imersão na língua inglesa, tem a possibilidade de conhecer outra cultura.
Enquanto tem acesso a uma das melhores instituições de ensino do mundo, o estudante também pode viajar no país e conhecer cidades encantadoras.

Portanto, apesar de os custos serem um pouco elevados, o intercâmbio na terra da rainha sem dúvida, é um verdadeiro divisor de águas na vida profissional, acadêmica e pessoal.