Quanto custa morar em Londres: descubra o custo de vida na cidade

Inglaterra  / 

Londres é um dos maiores centros urbanos do mundo, o que desperta o sonho de muitas pessoas que pensam em se mudar para outro país. Porém, você sabe quanto custa morar em Londres? Para responder a essa pergunta é muito importante considerar todos os gastos e também as oportunidades de trabalho na capital inglesa.

Do aluguel às melhores zonas para se morar em Londres, separamos as melhores informações sobre a cidade. Assim, será possível avaliar o custo de vida em Londres e planejar esse sonho de forma muito mais organizada.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

Quanto custa morar em Londres?

Para calcular quanto custa morar em uma cidade é preciso considerar, principalmente, as despesas básicas. Isso significa, então, que você deve pensar no aluguel, conta de água e de luz, supermercado, entre outras despesas.

Obviamente, não tem como dar um valor exato sobre quanto custa morar em Londres. Contudo, de acordo com o estilo de vida de cada pessoa, tem-se uma noção de como é a realidade em Londres para quem deseja morar na cidade.

Saiba também qual é o custo de vida na Inglaterra.

Aluguel em Londres

Já tem seu visto para morar na Inglaterra? Então agora é preciso definir como você pretende morar na cidade. Para quem procura um lugar para alugar, há desde quartos até moradias completas. Isso, é claro, faz diferença no valor final dessa conta.

Para que você entenda melhor, saiba que Londres é dividida em zonas de 1 a 6. Quanto mais próximo à zona 6, mais barato o valor do aluguel. Entretanto, quanto mais próximo da zona 6, mais longe estará do centro da cidade. Ou seja, você gastará mais com transporte.

Para o aluguel de um apartamento de apenas um quarto, afastado do centro da cidade, você pagará cerca de £1.000. Já mais próximo ao centro esse valor pode subir para até £2.000.

Contudo, se você optar por alugar apenas um quarto em um apartamento, como é a escolha de muitas pessoas, o valor varia de £300 a £800, dependendo da zona escolhida.

Tem vontade de fazer intercâmbio em Londres? Saiba como aqui.

Alimentação

Entre os cálculos dos seus gastos em Londres, você não pode se esquecer da alimentação. Para quem pretende realizar as refeições fora de casa, por exemplo, o valor pode ser alto. Mesmo em restaurantes econômicos você pagará de £10 a £15 por prato.

Já quem preferir restaurantes com pratos mais sofisticados, certamente pagará mais de £20 por isso. Contudo, se for optar por alimentar-se em casa, no supermercado é possível encontrar opções de refeições congeladas para uma pessoa por até £5.

Os demais gastos com produtos alimentícios em Londres podem variar. No geral, os valores não são considerados altos, estimando-se um gasto mensal que pode variar de 100 a 220 libras com as compras.

Veja quais são as melhores cidades da Inglaterra para morar.

Transporte

Ao se questionar quanto custa morar em Londres, você precisa lembrar que se trata de uma metrópole. Por isso, dependendo de onde você morar e trabalhar, dificilmente você conseguirá se locomover em Londres a pé, o que significa que precisará gastar com transporte.

transporte publico em londres

Se você quer morar em Londres, o mais indicado é utilizar o Oyster Card, espécie de passe único londrino. Ele é a melhor forma de economizar e poder andar pelas suas zonas de metrô, ônibus ou trem recarregando por semana ou mês. Normalmente, estudantes possuem descontos de até 30%.

A má notícia é que o transporte público em Londres pode ter realmente um custo alto. Para fazer o seu cálculo, confira os valores do Oyster Card mensal e não deixe de conferir todos os valores no site dos Transportes de Londres:

  • Zonas 1-2: £123,30;
  • Zonas 1-3: £144,80;
  • Zonas 1-4: £177,10;
  • Zonas 1-5: £210,10;
  • Zonas 1-6: £225,10;

Portanto, se você morar próximo à zona 6 e precisar se deslocar muito, o seu custo será elevado. Isso é um fator importante a ser considerado na sua escolha para morar em Londres. Se quiser, também é possível .

Comprar casa em Londres

Se a sua opção for comprar casa em Londres, esteja atento aos valores. Em primeiro lugar, você precisará decidir entre contrato freehold ou leasehold.

No freehold, a casa e o terreno serão seus, muito semelhante ao que acontece nos contratos brasileiros. Já no tipo leasehold, você se torna proprietário por um determinado tempo, seja 10, 15, 50 ou 100 anos.

Para pesquisar imóveis e valores, você pode acessar sites como o Rightmove e o Zoopla. Embora a lei não impeça estrangeiros de comprar casa em Londres, você precisa analisar com cautela toda a burocracia necessária.

Segundo o Zoopla, a média de preços de imóveis no centro de Londres é de quase 2 milhões de libras. Ao norte de Londres, o valor médio diminui para cerca de 860 mil libras. A região mais barata é ao leste da cidade, com valores por volta de 520 mil libras.

Leia nosso artigo sobre as oportunidades de emprego na Inglaterra.

Melhores zonas para morar em Londres

Ao se falar em Londres é preciso ter noção da dimensão da capital inglesa. Como é dividida em seis zonas, cada uma delas parece como uma cidade à parte.

Entre as opções das melhores zonas para morar em Londres está Woolwich, na região sudeste. Ela é ideal para estudantes, já que está perto das universidades e tem fácil acesso ao centro da cidade. Os valores das acomodações costumam ser mais acessíveis, mas em sua grande maioria são apenas quartos para alugar.

Ainda no sudeste de Londres, encontra-se Deptford. Essa região é semelhante à anterior, porém com mais moradores e valores ainda mais baratos. Apesar disso, os índices de crimes na região são maiores.

No subúrbio, há ainda Leytonstone, com muitas casas a valores mais altos do que no nordeste e leste da cidade. Também existe Stratford, que em sua zona abriga quase 100 mil habitantes. Essa é uma região de Londres com alto crescimento, principalmente porque foi utilizado como residência nos Jogos Olímpicos de Verão em 2012.

Fique de olho nas nossas dicas para morar fora do Brasil.

Outros lugares para morar em Londres

Já entre as zonas famosas está Greenwich. O aluguel nessa zona é considerado razoável, especialmente porque está mais próximo ao centro e é uma região segura. Greenwich ainda é bem servida por transportes públicos e outros serviços.

Brixton é outra região muito indicada para se morar em Londres, mas sofre ultimamente com a alta dos aluguéis por ter sido renovada. Mesmo assim, possui valores abaixo de outros pontos na cidade. A zona é bem atendida por estações de metrô e ônibus, além de inúmeros outros serviços importantes no dia a dia.

Saiba mais sobre a saúde na Inglaterra.

Mercado de trabalho

Como uma das principais cidades do mundo, é claro que Londres conta com oportunidades de trabalho em vários segmentos. Entretanto, nem todos os empregos pagarão bem.

Quanto mais qualificado você for, melhor será o seu salário na Inglaterra. Experiências no exterior e fluência em inglês, por exemplo, são determinantes na hora de encontrar uma vaga. Em geral, há milhares de brasileiros trabalhando na cidade, o que mostra que ela está aberta a estrangeiros.

Para quem não possui um nível de escolaridade ou de inglês muito alto, restam as vagas com menores remunerações. Entre elas, estão funções de garçom, babá, serviços gerais, diarista etc.

O salário em todo Reino Unido é calculado conforme as horas trabalhadas. Para se ter ideia, um aprendiz, por exemplo, ganha cerca £3.70 por hora, segundo dados de 2018. Outras vagas podem pagar cerca de £9 por hora.

Vale a pena morar em Londres?

Além de avaliar quanto custa morar em Londres, é importante se questionar se vale a pena. Para isso, você deve considerar as vantagens e desvantagens de escolher a capital inglesa como a sua casa.

Tem vontade de morar na Inglaterra? Saiba como aqui.

Vantagens

Desvantagens

  • Alto custo de aluguéis;
  • Transporte público caro;
  • Burocracia para estrangeiros.

descubra quanto custa para morar em londres

Avalie as suas opções

Antes de fazer as malas, pesquise bastante as suas opções. Descubra tudo sobre a moeda da Inglaterra, quanto custa morar em Londres e outras informações essenciais.

É claro que há outras cidades na Europa com o custo de vida menos elevado, mas considere as suas reais condições antes de se decidir. Boa sorte!

Se você precisa enviar dinheiro para a Inglaterra ou da Inglaterra para o Brasil, sugerimos utilizar a plataforma Remessa Online, que oferece as melhores taxas do mercado. Faça a sua cotação e comprove!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.