Como comprar casa em Londres: dicas de onde morar e se vale a pena

Inglaterra  / 

Muitos cultivam o sonho da casa própria, um lugar para chamar de seu. Muitas vezes esse lugar pode não ser em nosso país de origem, mas sim no lugar onde nosso coração bateu mais forte. Esse é o caso de quem foi morar na Inglaterra, casou-se ou se apaixonou pelo estilo de vida. Mas e agora, como comprar casa em Londres?

Se esse é o seu caso, então esse artigo vai te ajudar a esclarecer as principais dúvidas e te dar dicas valiosas. Boa leitura!

Como comprar casa em Londres?

Assim como em outros países, comprar um imóvel em Londres é um processo um tanto complexo, demanda tempo, planejamento, dedicação e persistência. Agora, se você tiver dinheiro para comprar seu imóvel à vista, sem dúvidas essa tarefa será muito mais simples e rápida.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Porém, como comprar casa em Londres nesse formato não é a realidade da maioria, o jeito é driblar as dificuldades e partir do zero. Para começar, é importante se organizar para cumprir todas as exigências londrinas.

Acompanhe as nossas dicas para economizar na hora de comprar passagem para a Inglaterra.

Os dois tipos de aquisição de um imóvel em Londres são o Freehold, que é o mais procurado, e o Leasehold. Veja as principais diferenças entre eles:

Freehold

Você compra uma propriedade e se torna dono integral e responsável por tudo referente ao imóvel e também do terreno. Este modelo é bastante semelhante ao que temos no Brasil.

Geralmente as casas encontram-se mais nesse modelo, mas você também encontra apartamentos, embora a maioria seja leasehold.

Planeja mudar para a terra da Rainha? Então saiba quanto é o custo de vida na Inglaterra.

Leasehold

Nessa modalidade, você está concordando em ser proprietário de um imóvel por um período, ou seja, há prazo de validade determinado pelo tipo de contrato que assinar. Esse período pode ser durante 10 anos, 50 anos, 100 anos e assim por diante.

Embora nesse modelo os valores sejam mais baratos, há prós e contras. Por exemplo, o terreno, que diferente da casa, continua responsabilidade do landlord (dono do terreno).

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Neste tipo de compra, qualquer problema que ocorra dentro da propriedade é de sua responsabilidade. Já em quaisquer mudanças significativas você não têm autonomia para executá-la. Para isso, é necessário o consentimento do landlord.

Quer morar ou apenas visitar o Reino Unido? Se estiver em dúvida, saiba tudo sobre viajar para a Inglaterra.

Depósito de entrada

Mas o primeiro passo para ter sua casa, independente da modalidade, é economizar entre 5% a 20% em cima do valor do imóvel (10 mil £ a 40 mil £).

Esse valor será seu depósito de depósito de entrada, pois não é possível comprar um imóvel na Inglaterra sem dar pelos menos um sinal.

Como Brasileiros podem comprar casa em Londres?

Antes de tudo, é imprescindível que os brasileiros vivam legalmente no país, sem nenhuma irregularidade e cumprindo todas as exigências da imigração. Dessa forma, brasileiros podem, sim, comprar casa em Londres, mas é preciso ter consciência que o processo é mais difícil em comparação a um britânico.

Veja os vistos para morar na Inglaterra disponíveis e qual deles é melhor para você.

londres

Uma das principais dificuldades do processo é em relação a construção do histórico de crédito. Afinal, diferente dos cidadãos ingleses, o estrangeiro chega ao país sem nenhuma referência como bom pagador, uma vez que as referências brasileiras não são consideradas.

No Reino Unido você encontra três grandes empresas que prestam o serviço de checagem do histórico de crédito: Experian, Call Credit e Equifax. E, é a partir da análise dessas instituições que os bancos se sentem mais seguros para aprovar seu financiamento (mortgage).

Caso você não tenha dinheiro para investir em um imóvel, então saiba como alugar apartamento na Inglaterra.

Quais são os documentos exigidos?

Em geral, os documentos que você deverá apresentar para a compra da sua casa são:

  • Passaporte;
  • Comprovante de identidade;
  • Visto;
  • Certidão de casamento traduzida (apenas para quem é casado);
  • Comprovantes de renda: 3 meses de payslips (holerite do local onde trabalha), último P60 do ano (extrato anual de ganhos e impostos pagos);
  • Comprovantes de endereço: extratos bancários, extratos dos cartões de crédito, contas de água, energia e luz, council Tax;
  • Cópia do seu score e histórico dos últimos 5 anos (que avalia sua conduta como pagador);
  • Comprovantes da origem do seu dinheiro: extrato ou caderneta de poupança;
  • Detalhes de outros gastos, demais financiamentos ou empréstimos.

Tenha em mãos uma lista completa com todos os documentos para morar na Inglaterra.

Onde procuro por casas para comprar?

Como comprar casa em Londres ideal para suas necessidades, sem saber por onde começar? A busca pelo imóvel perfeito é feita através de muitas visitas a apartamentos e casas disponíveis no mercado, mas precisa saber procurar.

Afinal, pegar o carro e sair rodando por todas as zonas de porta em porta, olhando anúncio por anúncio, no mínimo seria exaustivo e muito demorado. Felizmente, graças à tecnologia, é muito mais prático procurar pelo imóvel ideal.

É o caso dos sites especializado em compra de imóveis em Londres, onde você encontra uma relação das propriedades disponível. As páginas contam com ferramentas que permitem que você filtre sua busca por região, preço mínimo e máximo, tamanho, quantidade de cômodos, estilo, entre outros.

Confira alguns sites bastante utilizados:

Quais são os melhores bairros para viver em Londres e quanto custa?

Londres é uma cidade cosmopolita e cada um dos seus bairros oferece uma realidade, pois possuem atmosferas distintas e seu próprio senso de comunidade. Mas, em relação a preço, se tratando de Londres é melhor você trocar “barato” por “mais em conta”.

Segundo uma publicação, em 2017, pela revista Veja, os 10 imóveis mais caros do Brasil se encontravam no Rio de Janeiro. Então para fazer uma comparação mais precisa, vamos igualar Londres ao Rio de Janeiro, já que os valores mais caros do Reino Unido são londrinos.

Conheça as melhores cidades perto de Londres para morar.

Os bairros mais caros

Kensington & Chelsea

Londres possui 33 bouroghs (bairros) e o mais caro de todos é o Kensington & Chelsea. Para você ter uma noção do perfil dos moradores, temos Duquesa de Cambridge, Sir Elton John, Kate Middleton, J.K. Rowling e José Mourinho, entre outros integrantes da camada mais rica, poderosa e sofisticada da sociedade.

O luxo é tão gritante na região que os carros predominantes nas ruas são Ferraris, Porsches, BMWs, ou qualquer outra marca cobiçada que você possa imaginar.

casas de luxo em londres

Em 2015, a G1 publicou um artigo onde revela que esse era o bourogh com o metro quadrado mais caro de toda a Europa, estimado em 11 mil libras pelo Banco de Londres. Imagina quanto não deve estar agora? Uma casa de 3 quartos em Kensington custa em média 2.485 milhões de libras.

City of Westminster

Fica no centro de Londres e é o mais poderoso entre todos os boroughs, já que concentra o poder político da Inglaterra. Aqui encontram-se as sedes de todos os poderes do Reino Unido: Parlamento Britânico, Abadia de Westminster e o Palácio de Buckingham.

Também é aqui que estão alguns dos cartões postais mais visitados do mundo, o Big Ben, atrações turísticas como St. James Park e o Buckingham Palace. Aliás, na região se tem a melhor visão para a famosa roda gigante London Eye.

Você também encontra muitos museus, teatros, cafés, pubs, lojas e empresas que promovem tours. Ou seja, essa é uma região muito agitada e turística. Os valores de um imóvel chegam a quase 2 milhões £.

Confira a nossa lista com 45 curiosidades da Inglaterra.

Camden Town

Localizado ao norte de Londres, Camden Town virou um distrito residencial em 1791 e se tornou importante devido à presença de linhas férreas. E, com o passar do tempo, uma área industrial e comercial de prestígio.

Atualmente, o bairro é muito procurado por abrigar várias feiras de rua, mercados e eventos musicais de alto nível. Uma das moradoras mais ilustres e que marcou a história desse bairro foi a cantora Amy Winehouse.

E falando em estilo, por exalar esse ambiente descontraído, informal e despojado, o bairro ganhou fama internacional de ser alternativo. Os valores em média chegam a pouco mais de 1 milhão £.

Saiba como funciona o sistema de saúde da Inglaterra.

Hammersmith e Fulham

Situada ao oeste de Kensington e Chelsea, Hammersmith e Fulham se encontra na parte Oeste de Londres. É um bairro muito bom e ao mesmo tempo mais acessível do que os outros, contando com excelentes ligações de transporte e cenários muito artísticos.

Tem muitas opções de boas escolas e traz aquela atmosfera familiar. Os valores em média em podem chegar a 948 mil £.

Richmond Upon Thames

Esse bairro fica um pouco afastado do centro, cerca de 30 minutos de trem, e traz um mix de calmaria, sem abrir mão das mesmas facilidades que encontramos em um bairro central.

Com uma infinidade de parques e belas áreas, com jardins impecáveis para caminhar, a região está às margens do Rio Thames. Por isso, é comum vermos barcos enfileirados, com pessoas praticando regata e pesca.

Richmond também conta com uma zona comercial bem completa, que é composta por muitas lojas encantadoras, bares e restaurantes. Os valores de um imóvel aqui podem custar pelo menos 864 mil £.

Os bairros não indicados

Os bairros mais baratos em Londres são os que as pessoas não indicam por serem reconhecidos como perigosos. Têm melhorado nos últimos anos, mas ainda não são muito agradáveis.

São eles: Barking and Dagenham (valores em média de 298.255£), Bexley (em média 370.291£), Havering (391.186£) e Croydon (423.347£).

O que levar em consideração

De forma geral, dois itens são essenciais para saber como comprar casa em Londres acertando na escolha da moradia: o aluguel e o tipo de vida que você deseja levar.

Ao levar em consideração as necessidades da sua família, você conseguirá analisar criteriosamente o perfil de cada bairro e colocar na balança o que vale a pena. Afinal, o melhor bairro em Londres ou em qualquer lugar é o que deixa você satisfeito e que cabe no seu bolso.

Por exemplo, muita gente mora longe do centro. Casas com mais espaço, lugares menos movimentados e principalmente com preços mais em conta. E, por isso, não se importam de gastar 1h ou mais no metrô. Outras pessoas preferem morar na área central, mesmo que isso signifique viver em um flat pequeno e ter que desembolsar bem mais com moradia.

Saiba quanto custa o aluguel de carro em Londres.

Custos extras

Se você não quer ser pego de surpresa, é importante deixar reservado um dinheiro extra, pois outros gastos envolvidos com a compra do seu imóvel vão aparecer. Como por exemplo:

Taxas

Impostos como o Land Stamp Duty que você deve pagar para a prefeitura.

Solicitor

Na Inglaterra, para fazer transações de compra e venda de imóvel você precisa contratar este profissional, uma espécie de advogado que será responsável por administrar e realizar todos os trâmites ligados ao processo da propriedade.

Custos com a avaliação do imóvel

É necessário contratar um engenheiro para fazer a avaliação da casa que você tiver interesse em comprar. Ele fará uma análise em relação a estrutura da casa para se certificar que não há nenhum problema e se o valor cobrado pelo imóvel está de acordo com as condições que apresenta.

Custos com taxas bancárias para transações internacionais

Caso você tenha fundos no Brasil e vá utilizá-los na compra do seu imóvel, há burocracia para trazer legalmente o dinheiro para Inglaterra. Além disso, são cobradas diferentes alíquotas de IOF, Imposto de Renda e ITCMD.

Precisa enviar dinheiro para o exterior? Descubra aqui as melhores formas.

Como são as casas em Londres?

Na maioria das casas britânicas você encontra alguns itens que são muito comuns, como:

morar em londres

  • Alarme de incêndio, que fica normalmente próximo ao fogão;
  • Aquecedores a gás, devido ao frio;
  • Lareiras, embora não sejam todas as casas;
  • Às vezes no primeiro andar são pisos de madeira, mas a maioria das casas tem carpete nas escadas, nos quartos, em todo o segundo andar;
  • Escadas para um segundo andar, e às vezes para um terceiro também (é o caso das casas com sótão);
  • As casas sempre têm banheiras e é comum que estejam debaixo do chuveiro;
  • Interruptor na tomada. Você pode desligar as tomadas e dessa forma nenhum aparelho fica ligado ou no stand by sem necessidade.

Além de Londres, saiba quais são as melhores cidades da Inglaterra para viver.

Dicas úteis

Antes de começar a visitar as casas, vá ao banco conversar com seu gerente sobre o financiamento para saber a quantia que o banco pode lhe emprestar. Após essa conversa, você receberá uma carta oficial com o valor do empréstimo.

Além disso, fique atento porque o governo tem alguns programas de incentivo para as pessoas que vão comprar seu primeiro imóvel e possuem o visto de residente. Um deles é criando a famosa conta poupança chamada Help to buy.

Para abrir uma conta nesse formato você precisa ir até o seu banco e depositar uma quantia entre 50£ a 200£. Em cima desse valor, o governo vai adicionar 25% como bônus todo mês em que você fizer o depósito, até alcançar 3 mil £ de bônus, válido somente para compra de um imóvel.

Confira nossas dicas de aplicativos para quem quer morar na Europa.

Mortgage

Se for viável no seu orçamento, contrate um Mortgage Broker/Advisor, que é um profissional especializado em taxas de empréstimos e tem conhecimento financeiro na área imobiliária.

Pois ele irá preencher todos os formulários que forem solicitados, te passará todas as orientações burocráticas e indicará os melhores produtos que o mercado oferece de acordo com seu perfil.

Saiba como é morar na Inglaterra.

Vale a pena comprar casa em Londres?

O mercado é bastante competitivo, então além de pagar um valor bem mais alto do que em outros lugares, você precisar estar preparado para as disputas quando encontrar a casa perfeita. Mas, se é um sonho saiba que é um ótimo investimento, afinal Londres é extremamente valorizada.

Então agora que você já sabe como comprar casa em Londres, aproveite as nossas dicas e boa sorte! E não deixe de ler o nosso artigo completo sobre visitar ou morar em Liverpool.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.