A qualidade de vida na Inglaterra é o motivo que leva muitos brasileiros a morarem na terra da rainha. Acompanhe o nosso artigo e descubra se vale a pena morar no país e as oportunidades que a Inglaterra oferece aos estrangeiros. Vamos lá?

Como é a qualidade de vida na Inglaterra?

A qualidade de vida na Inglaterra é muito boa, sobretudo se comparada a outras nações. A prova disso é que o país ocupa a 13ª posição no ranking de 2022 dos melhores países para se viver do site World Population Review, ficando atrás da Noruega, Irlanda e Suíça, que ocupam as primeiras posições europeias.

Além disso, a Inglaterra está entre os 14 países com melhor qualidade de vida no mundo segundo o site US news., que avaliou diversos aspectos que influem no bem-estar da população para elaborar o ranking, tais como: sistema de saúde bem desenvolvido, educação pública, mercado de trabalho, estabilidade econômica, segurança, entre outros.

A qualidade de vida na Inglaterra é boa?

Com certeza! A qualidade de vida na Inglaterra é uma das melhores do mundo. Segundo o relatório de 2020 (mais recente) da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, o país apresenta boas condições para viver e trabalhar.

Para obter uma indicação aproximada do bem-estar em cada país, o relatório foi elaborado com base em 25 fatores diferentes, entre eles moradia, emprego, educação, renda, meio ambiente e saúde. Nele, apenas 6% da população do Reino Unido relatou baixa satisfação de vida.

Diante disso, para você conhecer melhor a qualidade de vida no país, falaremos sobre a saúde, segurança, educação e custo de vida na Inglaterra logo abaixo.

Saúde na Inglaterra

O National Health System (NHS) é o sistema de saúde da Inglaterra que, financiado pelo governo, fornece assistência médica e hospitalar gratuita e de qualidade à população.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Assim como em outros países, também há um setor de saúde privado, mas certamente tem pouca aderência. Isso porque, os serviços oferecidos gratuitamente pelo NHS costumam suprir muito bem todas as necessidades dos residentes.

O sistema de saúde da Inglaterra é responsável pela contratação dos serviços de atenção primária, como médicos, dentistas, enfermeiros e farmacêuticos. Já os Grupos de Comissionamento Clínico (CCG) comissionam os serviços de atenção secundária por regiões, como:

  • Cuidados de reabilitação;
  • Assistência hospitalar planejada;
  • Serviços de saúde comunitários;
  • Atendimento de urgência e emergência;
  • Serviços de saúde mental e deficiência de aprendizagem.

O NHS passou por muitas mudanças estruturais nos últimos anos. Com isso, diversas empresas privadas e instituições de caridade foram incorporadas ao sistema de saúde da Inglaterra e se envolveram na execução dos serviços.

Embora exista essa parceria público-privada quanto a entrega dos serviços, o governo da Inglaterra continua sendo responsável pelo financiamento e oferta da assistência à saúde pública e de qualidade.

Minha experiência com o sistema de saúde inglês

Particularmente, eu acredito que a saúde pública da Inglaterra supri bem as minhas necessidades e não posso reclamar dos serviços oferecidos. O sistema é perfeito? Obviamente não, afinal é totalmente gratuito e, dessa forma, tem as suas fraquezas.

Você não pode consultar um especialista imediatamente, já que precisa passar pelo médico general antes, que então te encaminha para o especialista, caso julgue necessário. Exames de rotina também não são tão disponíveis quanto a gente gostaria. Mas, de forma geral, nós somos muito bem atendidos e temos todos os serviços que precisamos.

Segurança na Inglaterra

A Inglaterra é geralmente um lugar seguro para se viver. O país apresenta baixas taxas de criminalidade e forças policiais confiáveis que contribuem para que os habitantes sintam segurança ao caminhar pelas ruas.

Mas é claro, isso não significa que não exista violência no país. Segundo dados do site Numbeo, cidades metropolitanas como Bradford, Birmingham, Manchester e Londres apresentam os maiores índices de criminalidade.

Por outro lado, cidades menores, como Cambridge, Bristol e Leeds são mais seguras e oferecem melhor qualidade de vida na Inglaterra.

Educação de qualidade

A educação da Inglaterra é mundialmente conhecida pela sua alta qualidade, tanto que seus diplomas de ensino superior são valorizados no ambiente acadêmico e profissional em diversos países.

O país possui um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) elevado: de 0,932. Também está em 13º lugar no ranking de desenvolvimento humano da Organização das Nações Unidas (ONU).

O sistema de ensino básico é gratuito na Inglaterra
A Inglaterra tem um sistema de ensino de excelência

Para garantir os elevados padrões, o governo investe continuamente em educação e exige que todas as pessoas maiores de 5 anos e menores de 16 ingressem no sistema de ensino público ou privado. Os estudantes ingleses e estrangeiros podem ingressar em qualquer um dos seguintes estágios de educação:

  • Ensino introdutório;
  • Ensino primário;
  • Ensino secundário;
  • Educação continuada;
  • Ensino superior.

Meu filho tem sete anos e, atualmente, curta o Year 2 do ensino primário. A escola é totalmente gratuita, incluindo material de ensino e o almoço, e ele também pode participar, sem custos, de inúmeras atividades extracurriculares.

Custo de vida na Inglaterra

A Inglaterra oferece boa qualidade de vida e serviços de saúde, educação e segurança eficientes aos habitantes. No entanto, também é classificado como o 4º país mais caro da Europa Ocidental e possui um custo de vida elevado.

O custo mensal estimado para uma pessoa viver na Inglaterra é de £1.554 e o salário médio dos trabalhadores é de £2,253. Embora pareça atraente, essa renda seria suficiente apenas para o pagamento das despesas básicas em uma grande cidade como a capital inglesa.

Tendo em vista que o custo de vida na Inglaterra varia conforme o estilo de vida, cidade e imóvel, fizemos um levantamento das principais despesas que uma pessoa teria para viver modestamente em três cidades da Inglaterra: Londres, Birmingham e Leeds.

Durante a pesquisa no site Numbeo, consideramos os gastos com o aluguel de um apartamento com apenas um quarto em zonas centrais das cidades. Confira abaixo o resultado:

Despesa Londres Birmingham Leeds
Aluguel £1.789,83 £772,67 £750
Eletricidade, gás, água e lixo £241,47 £185,41 £192,75
Transporte público mensal £160 £57,50 £75
Internet £30,22 £26,31 £31,22
Mercado £250 £250 £250
Total £2.471,52 £1.291,89 £1.298,97

Diante disso, uma pessoa gasta cerca de £2.471 em Londres, £1.291 em Birmingham e £1.298 em Leeds. Lembrando que essas despesas não incluem os custos com atividades de lazer, refeições em restaurantes entre outros aspectos relacionados ao seu estilo de vida.

Cidades com melhor qualidade de vida na Inglaterra

Encontrar uma cidade ideal para viver, trabalhar e constituir família é essencial para quem deseja sair do país por um longo período. Diante disso, consultamos o site Numbeo para saber quais são as cidades com melhor qualidade de vida na Inglaterra:

Cidade Índice de qualidade de vida
Bristol 165,71
Leeds 157,96
Birmingham 148,68
Manchester 146,69
Londres 125,89

Como é a qualidade de vida na Inglaterra comparada a outros países?

Embora não ocupe a primeira posição nos rankings de melhores países para viver na Europa, a Inglaterra oferece boa qualidade de vida para a população. Os sistemas de saúde, educação e transporte são eficientes e atendem às necessidades dos usuários.

Diferente de países como o Brasil, a média salarial da Inglaterra é suficiente para que os trabalhadores vivam tranquilamente no país e cubram as suas despesas básicas, sobretudo nas cidades do interior onde o custo de vida geralmente é mais barato.

A Inglaterra é, sem dúvidas, uma boa opção para quem deseja morar na Europa. Apesar do custo de vida elevado, se comparado a outros países, ao desembarcar em território inglês os estrangeiros se deparam com um mercado de trabalho aquecido, bom poder de compra e segurança.

Se você estiver planejando se mudar para o país, confira nosso Ebook Como Morar na Inglaterra. Um guia completo com quase 300 páginas com todos os passos que você precisa seguir para realizar uma imigração segura, tranquila e dentro da lei!