Intercâmbio na Irlanda: um dos melhores destinos para estudantes

Irlanda  / 

Quem busca por um destino para estudar inglês ou até mesmo um curso superior no exterior, em algum momento acaba se deparando com a Ilha Esmeralda nas suas pesquisas. Os brasileiros, que antes escolhiam cursos nos Estados Unidos, Austrália e Inglaterra, encontraram entre as novas opções, o intercâmbio na Irlanda.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

O país da cerveja preta Guinness, dos vikings e da cultura celta, hoje está no topo da lista dos brazucas como destino de intercâmbio. Apesar de ter passado por uma série de mudanças e adaptações nas regras para estrangeiros nos últimos anos, a Irlanda ainda é um dos países com melhor custo-benefício na hora de decidir onde fazer seu intercâmbio.

Tudo sobre o Intercâmbio na Irlanda

Motivos não faltam para fazer um intercâmbio na Irlanda. O principal é, certamente, a questão financeira. Os preços dos cursos na Irlanda são mais em conta do que em relação a outros países, principalmente nos cursos de longa duração com permissão para trabalhar.

São poucos os países que permitem aos estudantes a possibilidade de trabalhar. Há 2 anos atrás, além da Irlanda, apenas a Nova Zelândia e Austrália autorizavam. Entretanto, os processos envolvendo visto/documentação são mais burocráticos nesses 2 países do que na Irlanda.

Outra boa razão que conta bastante é o fato de a Irlanda ter um dos ordenados mais altos da Europa. Mesmo trabalhando poucas horas por semana, ainda assim é rentável. Isto quer dizer que dá para fazer viagens curtas de fim de semana para alguns países nos arredores, aproveitando as ofertas das cias aéreas low cost ou mesmo mochilar pela Europa.

Pub na Irlanda

A população irlandesa é muito gentil e hospitaleira e não vai demorar muito para estar frequentando um dos muitos pubs que existem em cidades como Dublin. Já deu para notar que motivos não faltam, nos mais diferentes aspectos. Morar na Irlanda é uma ótima opção pra quem quer fugir das cidades tradicionais de intercâmbio.

Confira 15 curiosidades sobre a Irlanda.

Custos e Bolsas de um intercâmbio na Irlanda

Em relação aos custos de um intercâmbio na Irlanda, exceto as escolas que já possuem um valor fixo, as outras despesas dependem do estilo de vida de cada estudante (comer fora ou cozinhar em casa, lazer, compras etc). Em média, os estudantes estrangeiros na Irlanda tem um gasto de cerca de 200€ por semana. Dentre os destinos mais famosos de intercâmbio mundo afora, a Irlanda é considerado ainda o mais barato para estudar durante 1 ano.

Baseado em estatísticas sobre os custos de um intercâmbio na Irlanda, mas precisamente em Dublin, estima-se que o custo anual seja na faixa de 8 e 12 mil euros, e em torno de 700€ mensais. Neste valor, estão incluídos: aluguel, conta de luz, água e gás, alimentação, remédios, vida social, cinema e compras em geral.

Contudo, se a cidade escolhida para estudar não for Dublin, o custo geral será menor. Tenha em mente que alguns gastos serão essenciais logo nos primeiros dias no país, tais como chip para telefone, plano de internet e até roupa de cama.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Conheça as comidas típicas da Irlanda.

Bolsas de estudo

Para quem deseja cursar uma faculdade na Irlanda, a boa notícia é que o Departamento de Educação e Aprendizado e o HEA (Highter Education Authority) ampliou o seu programa de bolsas de estudos para estudantes estrangeiros, com o objetivo de internacionalizar o ensino superior nas universidades irlandesas através de 60 bolsas de estudo por 1 ano, no valor de 10 mil euros, além da gratuidade do curso.

Para concorrer a uma bolsa é preciso preencher alguns requisitos básicos, dentre eles, inglês fluente. O prazo de inscrição em 2019 já terminou entretanto, os interessados já podem começar a se planejar para o ano que vem.

O primeiro passo é escolher uma universidade na Irlanda e fazer contato com a mesma. Em seguida, acessar o site da HEA para ter acesso a todas as informações, regras etc.

Os custos básicos para um estudante que pretende fazer intercâmbio na Irlanda são:

  • Acomodação – entre 50€ e 150€ por semana;
  • Transporte – entre 10€ e 50€ por semana;
  • Comida – entre 50€ e 100€ por semana;
  • Lazer – entre 20€ e 100€ por semana;
  • Despesas extras – entre 10€ e 100€ por semana;
  • Total entre 150€ e 500€ por semana.

Aprender inglês na Irlanda

Fazer um intercâmbio na Irlanda pode ser a melhor relação custo – benefício se compararmos com países como Inglaterra, Canadá, Malta, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia, onde os cursos de idiomas são mais caros.

Somente o curso de idioma por um período de 1 mês (ideal para quem já possui conhecimento de inglês e deseja apenas aperfeiçoar), varia entre 417€ a 461€, dependendo da escola. Se o estudante optar por um pacote para o mesmo período (1 mês), que inclui: curso, visto, seguro saúde, acomodação e taxas, o valor pode oscilar entre 946€ a 1.021€.

Universidade na Irlanda

Se 1 mês for um período muito curto, a sugestão será 3 meses. Neste caso, fazer um intercâmbio na Irlanda pode vir a custar entre 1.153€ a 1.340€ (somente o curso). Se for o pacote conforme mencionamos acima, o valor pode chegar até 1.877€ (uma série de fatores influenciam nesta questão).

Cabe ressaltar que estes valores acima são apenas uma média estimada e o aéreo não está incluído.

Dicas essenciais:

  • Na Irlanda, utiliza-se mais o cartão de débito ao invés de crédito;
  • Raramente parcelam compras;
  • Nos ônibus, apenas moedas são aceitas. Tenha sempre moedas a mão;
  • Existem muitos caixas eletrônicos (chamados de “cashpoints” ou “ATM”) em todo o país;
  • A maioria aceita cartões internacionais com as bandeiras Visa, Mastercard, Cirrus e Maestro.

Entidades e Agências de intercâmbio na Irlanda

Aqueles que desejam fazer um intercâmbio na Irlanda devem buscar uma agência especializada nisso, dentre inúmeras que existem no mercado. É essencial buscar esse suporte, pois elas garantem todo o bem-estar do intercambista fora do país.

As agências de intercâmbio mantém vínculo com diversas escolas de idiomas ou entidades de ensino no exterior, além de assuntos relacionados às residências estudantis ou famílias que acomodarão o estudante ao longo do curso. Cabe destacar as despesas que englobam esse “combo” da viagem (curso, hospedagem, traslado, material didático, passagem aérea, alimentação, lazer no país de destino e sem esquecer a comissão da agência).

Melhores agências no Brasil para fazer um intercâmbio na Irlanda

Fizemos uma lista das melhores agências de intercâmbio no Brasil baseado nos seguintes critérios:

  • Maior representatividade e atuação no país (número de filiais);
  • A avaliação das empresas no site Reclame Aqui;
  • A variedade de destinos para estudar.

Assim, definimos as 5 melhores agências de intercâmbio do país:

Descubra o Mundo

A primeira agência de intercâmbio online do Brasil, onde é possível fazer simulações no site, atua com mais de 200 entidades de ensino no exterior e obteve taxa de aprovação de 9.2 no site TrustPilot.

EF (Education First)

A EF está presente em 114 países no mundo afora, tendo décadas de existência. Possui boa reputação no site Reclame Aqui, têm 22 escritórios no Brasil e oferece idiomas além dos mais tradicionais, como japonês e chinês.

Egali

A Egali possui desde cursos de idiomas, cursos especiais e High School para adolescentes em mais de 10 países. No site Reclame Aqui, está com pontuação 8, o que é considerado muito positivo diante de 168 avaliações realizadas.

STB (Student Travel Bureau)

A STB é uma das agências mais premiadas do país, tendo êxito em algumas premiações da revista Viagem e Turismo, inclusive como a melhor agência do Brasil.

BEX

A BEX não possui nenhuma reclamação no site do ReclameAqui, além disso, ela é associada à Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association), associação renomada no mundo todo, onde reúne as mais importantes instituições brasileiras que atuam com estudantes fora do país.

Saiba tudo sobre o seguro viagem para a Irlanda.

Intercâmbio na Irlanda: vantagens e desvantagens

Como em qualquer país do mundo, haverá sempre vantagens e desvantagens, pois nenhum lugar é perfeito e isso também se aplica em um intercâmbio na Irlanda

Desvantagens:

  • Há muitos brasileiros estudando ou mesmo vivendo na Irlanda, e isso pode ser algo negativo se o intuito for aprender inglês e essencialmente prática-lo;
  • O preço de aluguel costuma ser caro;
  • O país é conservador em alguns aspectos (principalmente em relação à orientação sexual);
  • Dependendo da época, as 16h já será praticamente noite.

Vantagens

  • Além dos irlandeses serem hospitaleiros, eles são também bastante festeiros,
    principalmente durante as festas típicas. Estas festas reúnem pessoas do mundo inteiro, sendo uma boa forma de fazer novas amizades. As mais conhecidas são St Patrick’s day e o Festival of World Cultures, mas existem vários outros principalmente no verão;
  • Curtir as belezas da Irlanda é outra vantagem, já que o país tem paisagens incríveis como o Cliffs of Moher e Giants Causeway;
  • Amantes da vida noturna também irão apreciar as festas, pubs e baladas mas atenção, por lei estes locais fecham às 2:30 da manhã, o lado bom é que não se paga para entrar na maioria deles;
  • A Irlanda possui um dos melhores sistemas de educação do mundo, além de contar com boas escolas de idiomas, centros de educação que oferecem formação de qualidade.

Cuidados a ter no seu intercâmbio na Irlanda

  • Deixe uma procuração para alguém responsável, para resolver questões que possam aparecer;
  • Compareça ao banco para atualizar senhas para uso de atendimentos pela internet, aplicativos e telefone, além de habilitar o uso dos cartões no exterior para qualquer emergência (este último pode ser feito por telefone);
  • De dezembro a fevereiro, a Irlanda tem 7 horas e meia de céu claro (em média). Isto quer dizer que em torno das 16 horas o dia já escureceu. A ausência de luz natural pode colaborar para a conhecida “depressão sazonal”, por isso, aproveite ao máximo a luz do dia;
  • Se o intercâmbio acontecer no outono ou inverno, providencie sapatos que sejam impermeáveis e com solado antiderrapante para evitar tombos;
  • Contrate um seguro viagem que tenha uma cobertura ampla, desde: despesas com saúde, despesas com o extravio de bagagens, assistência emergencial, orientação no caso de perda de documentos e até mesmo cobrir uma passagem de ida e volta para o destino, em caso de uma emergência.
Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Júlia é brasileira, formada em jornalismo e aos 22 anos foi para a Irlanda estudar inglês. Os 6 meses de intercâmbio transformaram-se em 3 anos. Viajou para 22 países na Europa desde que saiu do Brasil e é incentivadora do estilo de vida “pegue sua mochila e vá ver o mundo”.

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.