Dados divulgados pelo Central Statistics Office (CSO) revelam uma taxa recorde de empregados na Irlanda. Durante o quarto trimestre de 2023, o país contou com 2,7 milhões de pessoas empregadas, marcando um aumento de 3,4% em comparação com a mesma época de 2022.

A taxa de emprego atingiu 74,2% no segundo trimestre de 2023, o ponto mais alto desde o início da série atual há 25 anos.

Mais homens com emprego do que mulheres

O relatório “The Year in Numbers” (O ano em números)do CSO também destaca algumas preocupações significativas relacionadas a desigualdades de gênero, renda e problemas habitacionais.

Apesar da taxa recorde de empregados, a desigualdade de gênero, por exemplo, persiste no mercado de trabalho, com uma disparidade significativa entre homens e mulheres. A taxa de emprego entre homens atingiu 78,3%, enquanto entre mulheres esse índice foi de 69,8%.

Outra curiosidade: na parcela mais rica de 1%, cerca de 75% eram homens, assim como no grupo dos 10% mais ricos, pouco mais de 70% eram homens.

E mais: o preço médio de uma casa subiu gradualmente durante o ano, começando em  305.000€ em janeiro e chegando a  323.000€ em outubro de 2023, que foi o último mês com dados disponíveis.

Dublin é campeã em número de empregados

Voltando a questão do emprego, Dublin se destacou como o principal polo na Irlanda, com mais de 800,7 mil trabalhadores.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

As regiões centro-leste e sudeste do país também contribuíram bastante, ocupando o segundo e terceiro lugares em número de empregados, com 400 mil e 395 mil trabalhadores, respectivamente.

números do emprego na Irlanda
A empregabilidade no país aumentou nos últimos 4 anos. Fonte: relatório do CSO

Quem impulsionou a taxa recorde de empregados?

Os setores educacional e agrícola foram os grandes motores do crescimento do emprego recentemente. O setor educacional experimentou um notável aumento de 12,2%, enquanto a agricultura, silvicultura (ciência e técnica que estuda o manejo de florestas) e pesca viram um crescimento de 9%.

Além disso, outros setores que se destacaram na pesquisa incluem tecnologia da informação e comunicação, áreas de saúde e cuidados sociais, bem como alojamento e serviços de alimentação.

Economia aquecida com marca histórica de empregabilidade

A taxa recorde de empregados na Irlanda impulsionou ainda mais a atividade econômica, resultando em 82,5 milhões de horas trabalhadas por semana, um aumento de 0,4% em comparação com o ano anterior, segundo o Central Statistics Office.

Os incentivos fiscais exercem um forte atrativo para grandes empresas estabelecerem filiais no país. Essas políticas tributárias favoráveis não apenas atraem investimentos, mas também estimulam o crescimento econômico e acabaram influenciando na taxa recorde de empregados na Irlanda.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a Irlanda é classificada como o país mais produtivo do mundo. A economia irlandesa, inclusive, continua aproveitando a vantagem de sediar muitas empresas multinacionais.

agricultura na Irlanda
O setor de agricultura foi um dos que mais teve crescimento nos últimos 12 meses, movimentando a economia local.

Não é à toa que o ministro irlandês de Empresas, Comércio e Emprego expressou o desejo do país de se tornar uma porta de entrada para os Emirados Árabes Unidos e outros países do Golfo no mercado da União Europeia.

Em entrevista à Agência de Notícias dos Emirados (WAM), Simon Coveney destacou as oportunidades de investimento nos projetos de energia renovável da Irlanda, que necessitarão de financiamento e parcerias de gestão. Ele explicou que a Irlanda passou:

“[…] de um dos países mais pobres da Europa para um dos mais ricos. O que nos proporcionou isso? Comércio com o resto do mundo e com o resto da Europa.”

Desemprego ainda é um desafio

Mesmo com o crescimento econômico e a melhoria no mercado de trabalho, ainda há desafios a serem enfrentados no que diz respeito ao desemprego.

No último trimestre de 2023, embora o número de empregados tenha aumentado e a atividade econômica tenha sido impulsionada, cerca de 117.700 pessoas permaneceram desempregadas na Irlanda.

Essa realidade reflete uma taxa de desemprego de 4,2%, mostrando que apesar dos progressos, ainda há uma parte da população buscando oportunidades de trabalho.

Recorde absoluto de empregados, mas menos ofertas de emprego

No terceiro trimestre, a União Europeia teve uma taxa de ofertas de emprego de 2,6%. Entretanto, na Irlanda, essa taxa foi consideravelmente menor, atingindo apenas 1,2%, colocando o país entre os que têm uma das menores taxas de ofertas de trabalho no bloco, conforme revelado pelo Eurostat.

Muitos brasileiros vivem na Irlanda

A Irlanda tem sido um destino cada vez mais popular entre os brasileiros em busca de novas oportunidades e experiências de vida. Relatórios do Itamaraty de 2022 indicam que mais de 80 mil brasileiros escolheram morar na Irlanda. De 2018 a 2022, mais e mais brasileiros escolheram se mudar para a Irlanda, com um aumento de mais de 430% nesse movimento.

Em 2024, o salário mínimo é de 12,70€ por hora, classificado como o quinto maior na Europa.

O país ainda se destaca por permitir que estudantes estrangeiros trabalhem enquanto estudam. Eles têm o direito de trabalhar até 20 horas por semana durante o período letivo e 40 horas por semana durante os feriados e férias.

Apesar do mais alto patamar de emprego, o custo de vida só aumenta

Entretanto, a Irlanda, assim como outras potências econômicas da região, enfrenta um aumento significativo no custo de vida, influenciado pela pandemia e pela guerra na Ucrânia, que restringiu os fluxos de gás natural na Europa.

Foi registrada uma taxa de inflação de 3,9% em novembro de 2023, a mais baixa em mais de dois anos. O valor ficou abaixo do pico de 8,5% em fevereiro de 2024 e do auge de 9,2% de outubro de 2022.

Embora o índice de preços ao consumidor também tenha diminuído nos últimos meses, permanece em patamares elevados, afetando diretamente a população, sobretudo no que diz respeito ao preço dos alimentos.

Perspectivas para o futuro no setor de emprego na Irlanda

Com a população ultrapassando os cinco milhões pela primeira vez em 171 anos, alta nos números de imigração e registrando um aumento de 8% desde o último censo em 2016, o mercado de trabalho do país está em foco.

Com a perspectiva de que a taxa de desemprego permaneça relativamente baixa em 2024, impulsionada pelo contínuo crescimento econômico e pela forte demanda por trabalhadores qualificados, espera-se que as oportunidades de emprego continuem abundantes e acessíveis.