Entre 2022 e 2023 o país registrou a chegada de mais de 140 mil novos imigrantes. Dublin é a região com crescimento mais acelerado.

Imigração no país tem maior aumento desde 2007

Irlanda teve uma alta no número de novos imigrantes no último período apurado, registrando cerca de 141,6 mil imigrantes (entre abril de 2022 e abril de 2023), de acordo com os dados do Escritório Central de Estatísticas (CSO). É o maior número de novos imigrantes registrado desde 2007, quando cerca de 151 mil pessoas migraram para a Irlanda.

No entanto, nos números atuais, a porcentagem de pessoas vindas de fora da União Europeia é maior, como cidadãos refugiados da Ucrânia, totalizando 81 mil imigrantes não pertencentes ao bloco europeu.

População cresceu 2% em apenas um ano

De acordo com os dados oficiais, a população atual do país chega a 5.281.600, equivalente a um aumento de crescimento de 2% em apenas um ano, totalizando 97.600 pessoas migrando para o país no período de um ano. Os dados mostram que o crescimento populacional na Irlanda tem sido impulsionado pela imigração.

O brasileiro Andrei Lourenço (32), vive em Dublin há oito anos e conta que percebe o aumento populacional cada vez mais, seja entre a comunidade brasileira ou de outras nacionalidades:

“Também tenho visto [um aumento da] população de ucranianos, vemos também algumas outras nacionalidades do leste europeu, como croatas e poloneses, inclusive, a maior população de poloneses fora da Polônia é aqui em Dublin, na Irlanda”, comenta.

Previsões indicam crescimento acelerado na próxima década

Os números atuais mostram que, caso o crescimento da população continue no mesmo ritmo, a Irlanda poderá ultrapassar 6 milhões de pessoas até o final dessa década.

De acordo com matéria publicada pelo The Irish Times, o país levou 17 anos (entre 2003 e 2020) para aumentar sua população de quatro para cinco milhões. Atualmente, levou apenas 10 anos para crescer mais um milhão.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
Crescimento da população na Irlanda nas últimas décadas
Nas últimas décadas, a população da Irlanda quase duplicou. Fonte: irishtimes.com/

Segundo especialista em estatística da Escritório Central de Estatísticas (CSO), Cathal Doherty, o forte aumento da população havia caído em 2009 com a crise bancária, o que resultou em um grande número de pessoas deixando o país.

O especialista acredita que a imigração é “volátil”, e que o aumento do número de pessoas que entraram na Irlanda se deve à chegada de muitos refugiados ucranianos.

Em abril de 2022, a população era de 5.184.000 pessoas, o que equivale a 35 mil a mais do que o registrado pelo censo. A explicação para isso, seria o número de residentes registrados no país somado àqueles que estavam presentes durante o censo e supostamente não estão oficialmente registrados.

Impactos: habitação e sistema de saúde sobrecarregado

De acordo com o professor Alan Barrett, diretor do ERSI, o grande aumento da população seria uma possível explicação para as dificuldades que o país tem enfrentado com relação à moradia e ao sistema de saúde sobrecarregado.

“É muito difícil para uma economia construir e absorver esse número de pessoas em termos de habitação, partes da economia que são difíceis de se erguer da noite para o dia.”

Na matéria publicada pelo The Irish Times, Alan Barrett comenta:

“É um pouco como a criança crescendo fora de suas roupas – basicamente você precisa expandir os serviços e a infraestrutura para lidar com o aumento de números.”

Aluguéis altos e choque cultural

Para o brasileiro Andrei Lourenço, essa realidade tem impactado o país em alguns setores:

“Acho sim que isso vem causando um impacto grande na moradia. O aluguel, aqui, está muito alto, é difícil você achar um local barato hoje em dia em Dublin”.

Andrei Lourenço mora na Irlanda
O brasileiro Andrei Lourenço vive há oito anos em Dublin. Imagem: Arquivo pessoal

Sobre os valores de aluguéis na Irlanda, ele cita que uma casa de dois quartos pode chegar até 2.200€ por mês:

“A casa onde eu moro tem dois quartos, e eu estou pagando atualmente 1.600€ mas porque conheço o land lord (proprietário) e temos contrato antigo. No entanto, hoje em dia, encontrar uma casa por esse valor é quase impossível”.

Entre as regiões onde a população mais cresce, Dublin se destaca, superando 1,5 milhões de pessoas, número nunca antes registrado. Sozinha, a cidade já representa 28,4% da população total do país.

Os impactos com o crescimento acelerado da população têm ido além das questões com a moradia e sistema de saúde. Para Andrei, essa realidade também tem gerado ondas de preconceito, tornando a xenofobia comum nas ruas do país:

“A gente tem escutado, visto nos jornais alguns ataques, gangues se formando para causar medo, para fazer com que você, que é estrangeiro, se sinta desconfortável, se sinta com receio. Eu que sou um homem LGBT, que sou um homem gay, hoje em dia eu tenho um certo receio de andar à noite”.

Andrei explica que passou a ter receio de circular em determinados locais ou usar certos tipos de roupa, pois estas gangues “estão tendo um certo empoderamento” informou em entrevista ao Euro Dicas.

Emigrantes, natalidade e população mais velhas

Outros dados do relatório do Escritório Central de Estatísticas destacam que, entre abril de 2022 e abril de 2023, 64 mil emigrantes deixaram a Irlanda.

A estatística divulgada também mostra que a diferença na taxa de nascimento e morte no país fica cada vez menor. No crescimento populacional natural do período houve um aumento de 20.000 pessoas no país: foram 55.500 nascimentos e 35.500 mortes.