Um bom planejamento financeiro é norteador para quem deseja mudar de país. Com a demanda cada vez mais crescente de brasileiros que querem passar um período em terras irlandesas, seja para estudar, trabalhar ou até mesmo imigrar definitivamente, é de suma importância saber informações sobre o custo de vida em Dublin para elaborar o seu orçamento.

Para tornar essa tarefa mais fácil, elaboramos um artigo com os principais gastos no país, com dados atualizados do site Numbeo, que calcula o custo de vida do mundo todo. Após a leitura, você estará pronto para começar o seu planejamento financeiro!

O custo de vida em Dublin é caro?

O custo de vida para morar em Dublin pode variar de acordo com o seu estilo de vida. Portanto, é difícil orçar precisamente quanto serão seus gastos mensais. Neste artigo, buscamos informar qual o valor médio dos gastos com as principais despesas, como aluguel, alimentação, contas da casa, transporte e lazer. Ao final do texto, apresentaremos uma média do custo de vida em Dublin.

Principais despesas do custo de vida em Dublin

  • Aluguel;
  • Contas da casa;
  • Alimentação;
  • Transporte;
  • Telefonia celular;
  • Internet;
  • Lazer.

Aluguel em Dublin

Assim como em qualquer lugar no mundo, o aluguel em Dublin também é a despesa mais cara, podendo variar de acordo com a localização. Via de regra, centros de cidades apresentam um custo maior se comparados às localizações mais distantes.

Por ser uma cidade pequena e apresentar uma boa mobilidade urbana, muitas vezes a distância do centro da cidade é compensada por residências maiores e com aluguéis mais baratos.

O aluguel de um apartamento de um quarto no centro da cidade gira em torno de 1.600€. Já o aluguel de um quarto (em asa compartilhada e contas inclusas pode variar entre 600€ a mil euros.

Para alugar fora do centro da cidade, a média de um apartamento de um quarto é de 1.400€ e de um quarto em casa compartilhada e contas inclusas fica na faixa entre 400€ e 700€.
Morar em Dublin

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Contas de casa no custo de vida em Dublin

Quando falamos das despesas da casa, é importante ter em mente que o que vai influenciar no custo é o nível de consumo e quantas pessoas moram na casa. As contas básicas como água, energia ou gás e taxa de lixo giram em torno de 150€. Um plano com internet de 60 Mbps fica na média de 50€.

Internet

Existem algumas empresas mais conhecidas que fornecem serviço de internet, como a UPC, SKY e EIRCOM. A internet que tínhamos em casa era da UPC e era excelente, não me recordo de uma vez em que ficamos sem acesso à rede; tudo funcionava perfeitamente.

A UPC oferece planos a partir de 60€ com velocidade de 250Mb. A empresa SKY conta com pacotes iniciais de 52€ com internet de 59Mbps. Por último, é possível encontrar planos de 150Mb por 29,99€ na EIRCOM. Assim como no Brasil, quanto melhor a internet, mais caro o plano.

Telefonia celular em Dublin

As principais operadoras de celular na Irlanda são Lycamobile, Three, Tesco Mobile, Vodafone e Meteor. De início pode ser difícil escolher uma empresa, visto que cada uma delas oferece um tipo de vantagem. Então, a dica que dou é escolher a que melhor atende suas necessidades.

Por exemplo, eu prezava por um bom pacote de dados e cobertura internacional para possíveis emergências, caso eu estivesse viajando em outro país. A empresa que atendia aos meus requisitos era a Vodafone, que era um pouco mais cara, mas possuía um serviço e atendimento excelentes.

Você precisa de internet rápida? Menor valor nas ligações? Cobertura internacional? Partindo desses questionamentos, certamente você encontrará a melhor opção. A Vodafone oferece planos mensais a partir de 35€; Lycamobile possui pacotes a partir de 15€ e você pode contratar a Three por 34,43€.

Alimentação em Dublin

Ir ao supermercado em Dublin definitivamente é um dos pontos mais positivos de se morar na ilha. Isto porque há uma grande variedade de produtos no país. O consumidor possui um grande poder de compra, o que costuma causar um certo estranhamento de início, visto que no Brasil a alimentação costuma ser bem mais cara.

Assim como no Brasil, a Irlanda oferece grandes redes de supermercado. As mais famosas são: Tesco, Lidl, Aldi e Supervalu. No geral, os preços são bem parecidos e o que muda é a variedade de um determinado produto de um mercado para outro.

Por exemplo, quando eu queria comprar frutas variadas, sabia que o Lidl oferecia um leque maior de opções. Por outro lado, o Tesco oferece uma linha própria de produtos industrializados com um valor muito abaixo se comparado às outras marcas.

Aqui está uma lista de alguns preços atualizados em 2021:

Item Preço
Ovos (dúzia) 3,07€
Arroz (1kg) 1,56€
Filé de frango (1kg) 8,26€
Banana (1kg) 1,26€
Pão de forma 1,49€
Litro de leite 1,03€

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas, no geral, tem preços acessíveis na Irlanda. O destaque vai para as cervejas, já que há uma grande variedade das importadas e de produtores locais. É possível encontrá-las nos supermercados e nos famosos pubs, onde são servidas em “pint”.

Uma cerveja produzida localmente custa em média 2,80€ nos supermercados. Você ainda pode degustar uma “pint” de cerveja em um dos pubs do Temple Bar por, aproximadamente, 5€.

Os vinhos e bebidas destiladas também são encontrados em grande variedade e por preços bastante atrativos. Uma garrafa de vinho no mercado custa em média 10€.

Comer fora em Dublin

Quando o assunto é custo de vida, é inevitável pensar nos lugares para se comer fora. O quanto você vai gastar depende do seu estilo de vida. Para uns, comer fora significa ir em busca de um Mc Donald’s e, neste caso, é possível encontrar opções muito baratas. Por exemplo, um combo na rede de fast-food sai por aproximadamente 8€.

Por outro lado, para quem gosta de ir à procura de um restaurante que ofereça opções diferenciadas de culinária, uma refeição pode sair na média de 15€. Em resumo, comer fora na capital irlandesa não sai caro.

Lembro-me de um pequeno restaurante italiano que costumava ir no centro de Dublin chamado Ciao Bella Roma e que servia uma comida excelente. Com entrada, prato principal e uma garrafa de vinho, eu gastava algo em torno de 25€.

Conheça as comidas típicas da Irlanda e saiba o que degustar no país.

Transporte em Dublin

Uma coisa é certa: os irlandeses prezam pela boa mobilidade urbana. Os transportes públicos em Dublin são excelentes, entretanto as tarifas costumam ser um pouco salgadas, dependendo de onde você estiver e para onde pretende ir. Existe a opção da passagem diária e, para quem vai precisar se locomover diariamente, há a possibilidade do passe mensal, que acaba saindo mais barato.

É comum ouvir que, nas primeiras semanas morando em Dublin, as pessoas emagrecem bastante de tanto andar. Isso se dá pelo fato de a cidade ser relativamente pequena, e é normal que nos primeiros dias queiramos explorá-la minuciosamente. Uma coisa que ajuda bastante nas andanças iniciais é o fato de a cidade ser bastante plana também.
Transporte público em Dublin

Opções de transporte público em Dublin

Como já comentado, o valor do transporte público de Dublin é um pouco salgado, mas existem algumas opções disponíveis e você pode analisar qual será a melhor para você. Conheça um pouco de cada uma abaixo:

  • Dublin Bus: é a principal forma de locomoção e suas tarifas variam de 2,15€ até 3,30€. Uma alternativa interessante é o Leap Card, um cartão de estudante que oferece grandes descontos. Com ele, as tarifas caem e o gasto máximo é de 5€ por dia;
  • Luas: é uma espécie de “trem”, só que muito menor. Circula em áreas mais centrais da cidade e sua passagem é adquirida antes do embarque, custando no máximo 2,40€. O Leap Card também pode ser usado nesta modalidade de transporte;
  • Dart: é a linha férrea que percorre a costa da capital irlandesa, ligando a região sul à norte. Suas passagens são mais caras, podendo chegar até 6,20€.

Uma opção interessante e bastante comum na cidade são as Dublin Bikes. São bicicletas que ficam espalhadas por Dublin e possuem um valor mensal muito atrativo: 25€ por ano.

Lazer em Dublin

Em relação ao lazer, os preços podem variar de acordo com a atividade escolhida. O programa pode ser desde uma visita a um dos muitos parques que existem, como o Phoenix Park, uma ida ao cinema ou até mesmo fazer um “pub crawl” e visitar alguns pubs durante a noite.

O preço do bilhete de cinema custa, em média, 12€, podendo variar de acordo com o dia da semana. Assim como no Brasil, em Dublin também existem dias em que é mais barato ir ao cinema.
Entre uma ida ao parque, ao cinema e tomar uma “pint” no Temple Bar, o valor médio gasto semanalmente com lazer em Dublin fica em torno de 25€.

Uma opção para quem deseja conhecer mais de um pub de uma vez são os chamados “pub crawl”. A ideia é conhecer cerca de quatro ou cinco pubs em uma única noite e esse passe normalmente tem incluso uma “pint” ou um drink em cada um dos lugares visitados.

Algumas empresas oferecem esse serviço por uma média de 15€.

Um atrativo que gosto bastante da Irlanda são os festivais de música que o país oferece. São festivais que normalmente envolvem arte e música e costumam acontecer no interior do país, com duração de dois ou três dias. Um exemplo é o Electric Picnic Festival que ocorre anualmente em Stradbally, no Condado de Laois.

Afinal, qual o custo de vida em Dublin?

Quando falamos dos custos de vida em Dublin, é importante salientar que depende do estilo de vida de cada um. Portanto, elaboramos duas tabelas com uma média de gastos mensais, considerando um estilo de vida econômico e outro mais confortável.

Estilo de vida econômico

Aluguel de quarto 400€
Refeições e supermercado 100€
Contas da casa 30€
Transporte 80€
Lazer 100€
Valor médio total 710€

Estilo de vida confortável

Aluguel de apartamento 1400€
Refeições e supermercado 200€
Contas da casa 200€
Transporte 80€
Lazer 200€
Valor médio total 2.080€

Confira também o custo de vida na Irlanda de modo geral e compare com a capital.

Salário e custo de vida em Dublin

Na Irlanda, o salário mínimo é calculado por hora. O salário mínimo aprovado para o ano de 2021 é de 10,20€ por hora trabalhada. Isso vale para estudantes e intercambistas, que têm permissão para trabalhar até 20h semanais. Isso significa que, quanto mais horas trabalhada, maior a possibilidade de ganhos.

Mas é claro que esse valor por hora é o mínimo, podendo ser bem maior para profissões que exijam um nível elevado de escolaridade. Ainda segundo o Numbeo, o salário médio em Dublin (líquido – após o desconto dos impostos) é de 2.623,18€.

Saiba como trabalhar na Irlanda, melhores sites para começar a busca e como se preparar.

Dicas para tornar o custo de vida em Dublin mais barato

Como pudemos perceber, o custo de vida em Dublin é elevado se comparado a outros países europeus. Porém, com algumas atitudes dá para controlar os gastos mensais e viver na cidade com mais conforto. Listamos quatro dicas, confira:

1. Pesquise bastante antes de alugar

Uma alternativa para quem deseja morar em Dublin e conseguir imóveis por bons preços é pesquisar bastante na internet. Entre os sites para alugar quartos ou apartamentos em Dublin podemos destacar o VivaDublin, o Dublin Easycity e o Rent.

2. Transporte público

As tarifas dos transportes públicos também podem elevar bastante o seu orçamento mensal. Isso porque elas são calculadas de acordo com o trajeto, ou seja, quanto mais longe você morar, mais caro irá pagar. Portanto, para economizar em passagens de ônibus, trem ou metrô, opte por acomodações no centro da cidade.

3. Divida o apartamento com outras pessoas

Espaços compartilhados possibilitam viver no centro da cidade pagando menos. Isso porque ao invés de arcar com as despesas de um apartamento sozinho, você pode dividir a conta com outras pessoas.

4. Opte por atrações com entrada gratuita

Você sabia que em Dublin é possível combinar diversão com economia? A cidade possui várias opções incríveis de entretenimento com entrada gratuita. Entre elas, podemos destacar o The Natural History Museum (Museu de História Nacional), o Phoenix Park (um parque com cerca de 700 hectares de área verde) e até mesmo a Trinity College, que além de universidade, é também um dos pontos turísticos mais famosos da cidade.

Catedral de São Patrício em Dublin

Não se esqueça que o seguro viagem para intercâmbio na Irlanda é obrigatório. Cote a proteção pelo comparador do Seguros Promo e encontre as melhores opções de planos e coberturas para sua estadia no país.

Como é viver em Dublin?

Morar em Irlanda, especialmente em Dublin, foi certamente um divisor de águas na minha vida. Ter tido a oportunidade de viver em uma cidade com excelente qualidade de vida e infraestrutura foi incrível. Lembro que quando cheguei na cidade, logo me senti acolhida pela simpatia dos irlandeses, embora não entendesse uma palavra do sotaque irlandês na minha primeira semana como intercambista. Passado o período de estranhamento do inglês “diferenciado”, me apaixonei pelo sotaque dos “dubliners” e guardo a fonética de muitas palavras até o dia de hoje.

O trânsito de pessoas na capital da Irlanda é bastante intenso, portanto, pude conhecer pessoas incríveis ao longo do meu caminho e que trago comigo até os dias de hoje. O que a cidade proporciona na cena cultural, gastronômica e turística é único. Falando em turismo, o país tem cidades e paisagens belíssimas que já foram palco de gravações de diversas séries e filmes; e o melhor de tudo é que não custa caro conhecer esses pontos turísticos.

Para além do turismo doméstico, Dublin está em uma localização geográfica privilegiada. Por isso, não sai caro viajar para conhecer outros destinos na Europa. Minha primeira viagem foi para Londres e, na época, paguei 20€ nas passagens de ida e volta de avião. Dublin tem algo que faz com que as pessoas se aproximem, vivam intensamente e criem laços para a vida. Com certeza valeu todo o esforço que empenhei para realizar meu intercâmbio na Ilha Esmeralda.

Não sabe como tirar do papel o desejo de viver no exterior? No ebook O sonho de viver na Europa, compartilhamos histórias de brasileiros que colocaram esse sonho em prática. Confira dicas e se inspire nas experiências.