Nos últimos anos, morar na Irlanda se tornou o objetivo de muitos brasileiros. Seja pela relativa facilidade de entrar no país, pelas paisagens deslumbrantes ou pela excelente qualidade de vida, a Ilha Esmeralda é um dos destinos mais procurados na Europa e o sonho de morar na Irlanda com cidadania europeia se torna ainda mais palpável para os brasileiros com passaporte europeu, visto que a Irlanda faz parte da União Europeia.

Neste artigo, buscamos esclarecer as principais dúvidas sobre como morar no país, falamos sobre as vantagens de ter o passaporte vermelho e conversamos com quem já passou pela experiência de morar na ilha como cidadão europeu.

Saiba como morar na Irlanda com cidadania europeia

Afinal, como morar na Irlanda com cidadania europeia? O processo é relativamente simples.

A Irlanda é um dos 27 países que compõem a União Europeia. Isso significa que qualquer cidadão europeu pode entrar no país sem a necessidade de um visto especial. O mesmo acontece com quem pretende morar na Irlanda, não é preciso solicitar um visto caso tenha cidadania europeia.

Abaixo, abordamos os passos iniciais para os brasileiros com direito ao passaporte vermelho e que pretendem morar na Irlanda.

1. Providencie o passaporte europeu

O primeiro passo para quem deseja morar na Irlanda com cidadania europeia é estar com o passaporte europeu em mãos. Para quem ainda não iniciou o processo para adquirir a cidadania, o indicado é procurar o consulado mais próximo, se informar sobre a documentação exigida e providenciá-la.

O custo não é baixo e, dependendo do país, o processo pode ser demorado. Por outro lado, hoje existem muitas empresas especializadas em cidadanias que prestam consultorias. Procurá-las pode facilitar o entendimento do que precisa ser feito.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

O aplicante também pode dar início ao processo da cidadania diretamente no país. Nestes casos, é comum que a pessoa precise residir por um tempo na cidade em que os documentos originais foram emitidos. Apesar de o investimento ser maior, a aquisição da cidadania costuma ser bem mais rápida.

2. Encontre uma acomodação inicial

A Irlanda recebe turistas e estudantes do mundo todo. Isto significa que, dependendo da cidade que você quiser morar, a busca por uma boa acomodação pode ser bastante acirrada. Portanto, é importante chegar no país com acomodação garantida pelo menos no primeiro mês. Assim, você terá tempo suficiente para achar a sua habitação ideal.

3. Faça um bom planejamento financeiro e emocional

Estar com a documentação em dia e ter uma acomodação inicial são fundamentais, mas não se esqueça dos planejamentos financeiro e emocional. Cidadãos europeus não precisam de nenhuma comprovação financeira para entrar na Irlanda. Entretanto, se você pretende morar na ilha e, especialmente, se não tiver o domínio do idioma, é essencial ter uma reserva financeira até você conseguir um emprego.

Viver em Dublin

O planejamento emocional é extremamente importante para quem quer morar fora do país. Pesquisar sobre a cultura e os costumes do país pode facilitar a adaptação e evitar possíveis frustrações.

O que é preciso fazer para morar na Irlanda com cidadania europeia?

Passaporte europeu em mãos e casa alugada na Irlanda? É hora de partir para o próximo passo: o registro do cidadão europeu como residente em outro país.

Apesar de não precisar solicitar visto ou autorização de residência, é preciso notificar a residência no novo país se pretende ficar mais de 3 meses. Para isso, é preciso se enquadrar em uma das categorias:

  • Comprovar uma atividade econômica, seja ela assalariada ou autônoma;
  • Ter recursos suficientes e seguro de doença;
  • Estar matriculado como estudante.

Ou seja, não basta simplesmente ir para a Irlanda com cidadania europeia, é preciso cumprir alguns requisitos para poder viver no país. É possível ter acesso a mais informações pelo site do governo irlandês.

Será que você tem direito à cidadania irlandesa? Saiba como funciona e quem pode solicitar.

Familiar de cidadão europeu pode morar na Irlanda?

De acordo com o site do Departamento de Imigração da Irlanda, familiares de cidadãos europeus podem entrar no país sem que haja a necessidade de um visto irlandês.

Nesses casos, é preciso solicitar o Residence card of a family member of a Union citizen. Ou seja, um documento que permite residir legalmente no país. Para isso, é preciso dar entrada no processo e apresentar os documentos comprovativos necessários.

Para viver na Irlanda, o documento, necessariamente, precisa ser emitido pela autoridades locais, assim, ao fixar residência no país, com o familiar europeu, é preciso dar entrada no pedido para o registro do membro da família.

Menores de idade

Caso o familiar seja menor de idade, a documentação exigida muda. A imigração irlandesa recomenda diferentes tipos de comprovações, a depender do caso. Em linhas gerais, menores acompanhados dos pais não costumam ter problemas para passar na imigração. O oficial pedirá comprovação de vínculo apenas se julgar necessário.

No caso de menores viajando desacompanhados, é recomendável que seja apresentada uma evidência do consentimento de um dos pais ou do tutor do menor, o endereço completo da acomodação/residência e o contato do responsável por recebê-lo na Irlanda.

A lista completa das recomendações está no site do governo da Irlanda.

É mais fácil conseguir emprego na Irlanda com cidadania europeia?

Depende, pois existem alguns fatores que influenciam nesse ponto. Cidadão europeu ou não, os requisitos para quem quer se candidatar para uma vaga de trabalho costumam ser os mesmos.

Vinícius Tibério Rizzato, que conquistou o seu passaporte vermelho durante seu intercâmbio na Irlanda, nos conta como foi o processo de ir atrás de sua cidadania italiana e como isso o auxiliou na hora de conseguir um emprego full-time:

“Entrei na Irlanda com o visto de estudante e após 1 ano percebi que queria fazer alguma coisa para permanecer na Europa. Foi quando decidi ir atrás da minha cidadania italiana. Precisei ficar um mês em Nápoles, cidade da minha família, para comprovar a minha existência para a imigração italiana. Quando retornei para Dublin com a cidadania italiana, comecei a procurar empregos full-time e dois meses depois consegui um cargo administrativo em uma escola de idiomas. Hoje tenho certeza que sem a cidadania não teria conseguido o emprego tão rapidamente. Fez total diferença.”

Qualidade de vida na Irlanda

Vinícius ressalta que, apesar da cidadania europeia ajudar na hora de conseguir um emprego na Irlanda, vale prestar atenção em outros pontos. Por isso, selecionamos algumas dicas que consideramos importantes para quem deseja conseguir um emprego full-time. Confira a seguir.

Barreira linguística

Vale lembrar que cidadania europeia não traz fluência no inglês automaticamente. É fato que ter um passaporte europeu pode fazer com que o recrutador veja seu currículo com outros olhos. Entretanto, dependendo da vaga de trabalho, o domínio do idioma se faz necessário.

A melhor maneira de superar a barreira linguística é investir em um curso de inglês. A vantagem de ter a cidadania europeia é poder contratar uma escola quando você já estiver na Irlanda. Ou seja, você pode visitar as escolas que gostar mais e ao final decidir a que melhor se encaixa nos seus objetivos e contratá-la durante o tempo que julgar necessário.

Invista na cover letter e no currículo

Para quem está buscando uma colocação no mercado, investir nesses dois itens é indispensável. Faça uma boa cover letter, aquela apresentação que vem antes do currículo, mostrando ao recrutador os seus pontos fortes e falando brevemente sobre você.

Diferentemente do modelo brasileiro, além de listar as experiências anteriores, o CV irlandês deve abordar outros tópicos, como hobbies e experiências fora do país.

Prepare-se para a entrevista

Foi recrutado para uma entrevista? É hora de se preparar! Pesquise sobre a história da empresa, saiba todos os detalhes da vaga e, se necessário, treine a entrevista com alguém. É comum que os recrutadores ou empregadores questionem o conhecimento do candidato sobre a vaga e a empresa. Esteja preparado e não dê chance ao nervosismo!

Dúvidas comuns de brasileiros com cidadania europeia

A seguir respondemos algumas dúvidas bem comuns dos brasileiros com cidadania europeia que pretendem morar na Irlanda, confira:

Como morar na Irlanda com cidadania italiana?

Com a cidadania italiana, você poderá entrar na Irlanda sem a necessidade de um visto especial. Isso porque, assim como a Irlanda, a Itália faz parte da União Europeia, que permite a livre circulação de cidadãos europeus entre os países-membros.

Como morar na Irlanda com cidadania portuguesa?

O passaporte português é um dos mais comuns entre os brasileiros. Para quem quer morar na Irlanda com a cidadania portuguesa, a burocracia é praticamente nula, pois Portugal e Irlanda fazem parte do bloco europeu.

Com a cidadania espanhola posso morar na Irlanda?

Outra dúvida comum é se, com a cidadania espanhola, é possível morar na Irlanda. A resposta é: sim, é possível! Cidadãos espanhóis podem transitar livremente em qualquer país que faça parte da UE, que é o caso da Irlanda.

3 vantagens da cidadania europeia para morar na Irlanda

Uma vez com o passaporte europeu em mãos, a burocracia para quem pretende morar na Irlanda com cidadania europeia se torna quase nula. Dentre as vantagens de ser um cidadão europeu, elencamos as principais:

1. Não precisa de visto

Brasileiros com cidadania europeia não precisam de visto para entrar na Irlanda, que faz parte do Espaço Schengen. Atualmente a União Europeia permite a livre circulação de cidadãos europeus entre os países-membros.

2. Nem de comprovação financeira

Sabe aqueles 3 mil euros que o Departamento de Imigração Irlandês pede para os intercambistas? Esqueça isso! Com a cidadania europeia, nenhuma comprovação financeira será requisitada na entrada do país. No entanto, um bom planejamento financeiro continua sendo essencial para encarar qualquer imprevisto.

3. É possível trabalhar full-time

Dentre as vantagens de ter a cidadania europeia, essa talvez seja a mais interessante. Cidadãos europeus podem trabalhar 40h semanais sem a necessidade de um visto especial. Sim, você pode aplicar para vagas de trabalho full-time e desfrutar de um belo salário ao final do mês.

Você só precisará ter uma conta em um banco irlandês e o PPS, Personal Public Service, um documento que funciona como uma espécie de CPF.

Vale a pena morar na Irlanda com cidadania europeia?

Sim. Se você tem cidadania europeia e está pensando em se aventurar na Ilha Esmeralda, saiba que é um excelente investimento. A Irlanda é um dos países europeus que mais cresce economicamente nos últimos anos e grandes empresas vêm apostando no país.

Por isso, as chances de se inserir no mercado de trabalho irlandês são cada vez maiores, especialmente para brasileiros com passaporte europeu. Agora que você já sabe que morar na Irlanda com cidadania europeia é possível, já pode começar a planejar sua mudança para esse lugar incrível!

Planejando a mudança para o Velho Continente? Conhecer a experiência de quem já se aventurou pode ajudar muito na hora de se planejar. Por isso, reunimos histórias de vários brasileiros no ebook O sonho de viver na Europa, assim, é possível conferir dicas importantes para incluir no seu planejamento.