A Irlanda revisou e aumentou a lista de profissões e funções que permitem pedir uma permissão de trabalho para país. A medida foi anunciada seis meses após a consulta pública lançada em junho de 2023. A seguir, veja mais detalhes e conheça as novas oportunidades.

Funções foram acrescentadas na lista de profissões em falta

De acordo com documento oficial do Department of Enterprise, Trade & Employment da Irlanda (Departamento de Empreendimento, Comércio e Trabalho, em tradução livre), órgão que supervisiona as autorizações de trabalho do país, as novas profissões adicionadas à “Critical Skills Occupations List” fazem parte da lista de habilidades em falta.

São as seguintes:

  • Silvicultor profissional;
  • Meteorologista;
  • Engenheiro químico;
  • Engenheiro de projeto;
  • Optometrista (Óptico oftalmológico);
  • Gerente comercial;
  • Gerente de BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção);
  • Coordenador / Técnico de BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção);
  • Orçamentista;
  • Operational Forecast*;
  • Resource modeling, earth observation and data analyst*.

*Profissões sem tradução equivalente no português brasileiro.

Ocupações retiradas da lista de inelegíveis

Há, ainda, uma série de profissões retiradas da lista de ocupações inelegíveis (Ineligible Occupations List). Algumas das principais são:

  • Assistente social;
  • Instrutor de cão-guia para deficientes visuais;
  • Instrutor de cão de assistência a pessoas com autismo;
  • Açougueiro;
  • Marceneiro;
  • Ferreiro;
  • Eletricista;
  • Engenheiro elétrico;
  • Mecânico, eletricista e técnico automotivo;
  • Profissional de alfaiataria e costura;
  • Cuidador de idosos em serviços para deficientes.

Brasileiros podem se beneficiar dessa mudança

As mudanças na lista visam atrair pessoas altamente qualificadas para conseguirem emprego na Irlanda e fixar residência no país, e isso que inclui brasileiros, claro.

Isso porque há falta de mão de obra local para as novas ocupações da lista e uma série de critérios exclusivos para preenchê-las. Uma delas é a avaliação da qualificação de um cidadão estrangeiro (ou que não pertence ao Espaço Econômico Europeu) que queira trabalhar no país.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

A permissão de trabalho (denominada de condição “fast-track” pelos órgãos responsáveis) também possibilita que brasileiros e outros estrangeiros solicitem o acompanhamento de membros da família ao Departamento de Justiça da Irlanda.

Esse tipo de autorização é renovável e o portador pode solicitar uma permissão de residência de longa duração depois de cinco anos.

Número de profissões elegíveis é o maior da história

Ao todo, são 11 novas profissões adicionadas à lista de “Critical Skills” e 32 ocupações retiradas da lista de inelegíveis, somando 43 funções com chance de serem preenchidas por estrangeiros na Irlanda.

De acordo com o Ministro Neale Richmond, responsável pela pasta, é o maior número de ocupações aptas a pedidos de permissão de trabalho já inserido no sistema. Ainda, em nota oficial, acrescentou:

“(…) Estas mudanças atravessam muitos setores e serão de enorme benefício para a sociedade e empresas irlandesas”.

Empresas deverão pagar mais

Outra boa notícia é que a exigência salarial para a maioria das permissões de trabalho aumentará de 30.000€ para 34.000€ por ano a partir de janeiro de 2024. Isso significa que estrangeiros contratados pelas empresas irlandesas deverão receber os novos valores.

Para setores de assistência em saúde, processamento de carne e horticultura, o salário mínimo irá aumentar para 30.000€ por ano.

Aplicações para permissões de trabalho vêm aumentando

De acordo com os dados oficiais, foram 27 mil autorizações em 2021. Em 2022, o número aumentou para 32.634. Em 2023, a previsão é que o total de permissões seja maior que 38 mil.

Com as novas ocupações com chances de serem preenchidas por estrangeiros, uma cifra ainda maior também fica prevista para 2024, e isso com base em três fatores:

  • Significativas alterações na lista de ocupações elegíveis;
  • Recomeço de processos de recrutamento de multinacionais do setor tecnologia;
  • Maior procura de permissões em todos os setores, demanda impulsionada pela atual escassez de mão de obra no país.