Sites para alugar apartamento na Itália: conheça os melhores

Itália  / 

Os sites para alugar apartamento na Itália são os grandes aliados de quem deseja se mudar definitivamente para o país. Através deles, você poderá conhecer os tipos de imóveis e faixas de preços nas principais regiões italianas antes mesmo de deixar o Brasil.

Por conta da descendência italiana muito forte aqui no Brasil, muita gente tem vontade de conhecer e até morar no país de origem de parte de sua família. Seja por oportunidade de trabalho, estudos ou família, todo mundo precisa de um lugar para morar.

Para garantir uma contratação segura, selecionamos neste artigo os melhores sites italianos para alugar apartamentos. Além de mais informações sobre como fazer esse tipo de locação.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Sites para alugar apartamento na Itália: o top 9

Alugar apartamento na Itália é algo que exige muita cautela. De modo geral, o indicado é que a pesquisa pelo imóvel comece por meio de plataformas nas quais você poderá ter acesso a preços, avaliações e informações sobre cada local sem precisar visitar a propriedade.

Para tornar esse processo ainda mais seguro, busque acessar sites para alugar apartamento na Itália que sejam confiáveis e com credibilidade.

Selecionamos abaixo os mais usados pelos viajantes com destino ao país:

Nossa seleção dos melhores sites para alugar apartamento na Itália: confira detalhes

Elegemos os melhores sites para você conseguir alugar o apartamento no país. Eles foram selecionados de acordo com as recomendações, facilidade de acesso e diversidade de imóveis. Confira abaixo quais são eles:

Immobiliare

O portal Immobiliare.it é a referência para quem deseja alugar um apartamento na Itália. É tido como a “número 1 do anúncio imobiliário”. Assim com ele, você poderá verificar preços e opções de imóveis nas melhores cidades italianas para morar.

Existem imóveis disponíveis no país todo, facilitando a vida de muita gente. Também é possível realizar grande parte do processo online. Os anúncios mostrados são tanto de agências imobiliárias, quanto de proprietários particulares, aumentando bastante o leque de opções.

Além disso, é possível ler descrições detalhadas sobre o apartamento e manter contato direto com o responsável.

Mio Affito

O site Mio Affito é especializado na locação de apartamentos na Itália. Posso definir o Mio Affito como sendo exatamente o oposto do Airbnb. Enquanto um é quase que exclusivo para aluguel de temporada, o Mio Affito é totalmente voltado para o aluguel de apartamentos ou casas para moradia definitiva. Se você tem planos de passar um bom tempo na Itália, esse pode ser o site ideal para você encontrar seu novo apartamento. As ofertas são direcionadas para quem busca um novo lar, bem diferente de outros endereços voltados para aluguel de temporada.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

São mais de 64 mil imóveis disponíveis desde a capital da Itália até as cidades do interior, com preços e condições para todos os bolsos.

Casa

Ao acessar a Casa.it você poderá escolher o apartamento e decidir se quer locá-lo diretamente com o proprietário ou com uma agência.

Assim como os demais sites para alugar apartamento na Itália, nesse você pode encontrar uma grande variedade de imóveis a venda na Itália e outros para locação em todo o país.

Bakeca

O Bakeca.it também é um dos melhores sites para quem está a procura de um apartamento no país. Ele traz opções de imóveis de várias faixas de preços e condições variadas. Sem dúvida, um dos melhores para qualquer pessoa que deseja pesquisar apartamentos e casas na Itália.

Roomgo

Através do Roomgo você consegue alugar quartos em apartamentos na Itália. São inúmeros anúncios que vão desde quartos particulares até compartilhados. Essa parece uma boa opção para quem não tem um orçamento muito folgado e precisa apenas de um quarto (mesmo que momentaneamente).

Também pode servir apenas como plano inicial, passar uns poucos meses em um apartamento compartilhado para conhecer a cidade e pessoas novas. Até você decidir qual bairro ou região que melhor atenda às suas necessidades.

custos medios dos sites para alugar apartamento na italia

Custos médios

Após acessar os sites para alugar apartamento na Itália, você irá perceber que os valores variam de acordo com o tipo de imóvel, região e quantidade de quartos.

Então, para ter uma base dos custos médios dos aluguéis, acessamos o site Numbeo e verificamos os preços cobrados nas cidades italianas. Confira:

Milão

  • Apartamento c/ 1 quarto – centro da cidade: 800€ a 1.300€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – centro da cidade: 1.500€ a 3.000€;
  • Apartamento c/ 1 quarto – fora do centro: 500€ a 900€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – fora do centro: 1.000€ a 1.1800€;

Descubra aqui como é morar em Milão.

Turim

  • Apartamento c/ 1 quarto – centro da cidade: 400€ a 650€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – centro da cidade: 800€ a 1.350€;
  • Apartamento c/ 1 quarto – fora do centro: 300€ a 500€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – fora do centro: 600€ a 950€;

Roma

  • Apartamento c/ 1 quarto – centro da cidade: 700€ a 1.350€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – centro da cidade: 1.200€ a 2.600€;
  • Apartamento c/ 1 quarto – fora do centro: 500€ a 850€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – fora do centro: 800€ a 1.500€;

Vale a pena morar em Roma? Confira como é viver na capital italiana.

Verona

  • Apartamento c/ 1 quarto – centro da cidade: 550€ a 800€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – centro da cidade: 850€ a 1.100€;
  • Apartamento c/ 1 quarto – fora do centro: 450€ a 750€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – fora do centro: 550€ a 800€;

Florença

  • Apartamento c/ 1 quarto – centro da cidade: 600€ a 1.000€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – centro da cidade: 1.100€ a 1.800€;
  • Apartamento c/ 1 quarto – fora do centro: 500€ a 750€;
  • Apartamento c/ 3 quartos – fora do centro: 800€ a 1.400€;

Quando o assunto são outros gastos mensais, o valor das contas de energia elétrica, aquecimento e água pode variar entre 85 euros e 250 euros em todo território italiano. Os valores para internet são os de menor variação, ficando entre 20 euros e 35 euros.

Leia também sobre o custo de vida na Itália.

Gastos com aluguel

Você também vai verificar na descrição de cada imóvel as condições de locação. Normalmente, as imobiliárias e proprietários italianos cobram uma garantia para o novo inquilino. Assim como o pagamento de taxas.

Na prática, é comum que para alugar um apartamento de 500€ você tenha que desembolsar no primeiro mês cerca de 2 mil €. Os custos são divididos da seguinte forma:

  • Pagamento do primeiro mês antecipado: 500€;
  • Pagamento da garantia caução referente a 2 meses: 1.000€;
  • Taxa da imobiliária: 400€;
  • Taxa de registro do contrato: 100€.

Como alugar um apartamento na Itália

Agora que você já conhece os melhores sites para alugar apartamento da Itália, vamos entender como funciona o processo na prática?

O procedimento para alugar um apartamento na Itália é considerado burocrático. Isso porque é necessário a apresentação de uma série de documentos e registro do contrato de locação no cartório.

De modo geral, os documentos solicitados pela imobiliária para locação de apartamento para estrangeiros são:

  • Passaporte;
  • Permesso di Soggiorno (permissão de permanência no país);
  • Comprovante de renda como o busta paga (folha de pagamento italiano) e contrato de trabalho;
  • Pagamento de caução referente ao valor de 2 aluguéis;
  • Pagamento de 1 mês de aluguel adiantado, caso a transação seja realizada via imobiliária;
  • Carta de referência de outro proprietário.

Fique atento à descrição dos anúncios nos sites para alugar apartamento na Itália. Geralmente, são publicados mais exigências para fazer a locação na descrição.

Normalmente, os brasileiros que acabaram de chegar à Itália encontram dificuldades em apresentar o contracheque – ou a busta paga – porque ainda não possuem trabalho.

Entretanto, essa adversidade pode ser facilmente contornada se você conseguir apresentar uma declaração de Imposto de Renda, extratos bancários recentes ou outros documentos que comprovem sua renda. Todos com tradução juramentada para o italiano, é claro.

Caso você não consiga apresentar esses documentos ou as imobiliárias não aceitem, você pode pagar o valor de seis meses ou mais de aluguel adiantado. Dessa forma, você deixa bem claro que tem como arcar com os custos de uma locação sem comprometer o locador.

Registro do contrato de locação

Uma etapa importante da locação do apartamento na Itália é o registro da transação realizada. De modo geral, após a efetuação do primeiro pagamento via transferência bancária, é preciso que o contrato de locação seja registrado na Agenzia delle Entrate.

Essa é uma responsabilidade do proprietário que deve fazer esse procedimento em até 30 dias após a formalização. O registro custa 2% do valor anual do aluguel e a despesa pode ser dividida entre o locador e o locatário.

Tipos de contrato

Na Itália existem quatro principais modalidades de contrato de aluguel – tanto para estrangeiros quanto para italianos. Cada uma delas tem um prazo e condições únicas, por isso variam de acordo com as necessidades de cada inquilino.

Contrato livre

Esse tipo de contrato de aluguel é ideal para quem pretende morar na Itália por um longo período. Ele tem a duração não inferior a quatro anos e pode ser renovado pelo mesmo período.

Nessa modalidade, há a oportunidade de o proprietário e do arrendatário estabelecer um preço livre para o aluguel mensal.

Contrato com quantia fixada

Por outro lado, o contrato fixado pode ter um período de arrendamento não inferior a três anos, sendo renovado por mais dois anos. O valor mensal do aluguel estipulado é fixo, sem que haja aumentos devidos por alterações do mercado.

Contrato transitório

O contrato transitório é perfeito para quem pretende ficar no máximo 18 meses no imóvel. Ele é uma das contratações com menor tempo e estipulado em comum acordo com o proprietário do apartamento.

Contrato estudantil

O contrato de aluguel para intercambistas na Itália tem uma duração máxima de 36 meses. Ele pode ser renovado automaticamente, caso seja feito um acordo entre o estudante e o proprietário.

Cuidados a ter

Cuidado com golpes de apartamentos falsos

O primeiro cuidado é sempre visitar sites para alugar apartamento confiáveis. Isso evita que você caia em golpes na Itália, principalmente quando falsos proprietários e imobiliárias publicam imóveis que não existem.

Desconfie também daquelas ofertas de aluguel de apartamentos requintados por preços muito baratos (especialmente se o “proprietário” disser que mora no exterior e só pode te mandar a chave depois do pagamento adiantado). Normalmente, esses anúncios de golpistas apenas aproveitam a boa-fé de estrangeiros para enganá-los.

Além disso, busque conhecer o imóvel antes de fechar qualquer tipo de contratação e nunca realize pagamentos adiantados.

Conheça os arredores antes de fechar o negócio

Ao se mudar para um país diferente, você terá que descobrir tudo de novo. Onde fica a padaria, o melhor mercado, o dia da feira, melhor estação de metrô e por aí vai. Além do que, visitar uma cidade como turista e efetivamente morar nela são experiências totalmente diferentes.

Por isso, vale a pena ir com calma na hora de pesquisar sites para alugar apartamento na Itália. Encontre um, fique por uns três meses e veja se gosta do bairro e se a região atende às suas necessidades. Não saia pagando logo um ano de aluguel se ainda não está familiarizado com o lugar.

Vá fazer a visita aos apartamentos acompanhado

Preze sempre pela sua segurança. Se você ainda não seja fluente no idioma italiano, busque ir acompanhado de alguém de sua confiança e que seja fluente na hora de visitar os apartamentos e conhecer o proprietário.

Além de te auxiliar na comunicação, também serve como segunda opinião no momento de verificar se o imóvel está em boas condições, não é mesmo?

No mais, sugiro que você pesquise bastante antes de fechar negócio, afinal, você está em busca da sua nova casa!

Agora que você já sabe como encontrar o seu apartamento, saiba também que você precisa contratar um seguro viagem para Itália antes de embarcar para o país, é obrigatório. Saiba tudo no nosso artigo.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.

Alexandre Nogueira é brasileiro, jornalista e especialista em comunicação esportiva. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Tem prazer em dar dicas de roteiros turísticos europeus e recomendar os melhores passeios. Ama jornalismo, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.