A capital da Itália é um dos principais destinos turísticos da Europa. Mas, claro, viver lá é bem diferente de visitar por alguns dias. Se você quer saber como morar em Roma, quais os melhores bairros e como é o dia a dia de seus habitantes, este post é para você!

Como morar em Roma? Primeiros passos

Se quer morar na Itália, a capital pode ser uma boa escolha. Além de linda, a cidade oferece uma boa qualidade de vida aos seus cidadãos.

Contudo, o planejamento financeiro e emocional precisam estar alinhados para qualquer mudança de país. O passo a passo básico de como morar em Roma é o seguinte:

  1. Definir um objetivo: estudar, trabalhar, aposentar, aprender italiano, etc.
  2. Providenciar o visto para Itália ou o passaporte europeu;
  3. Calcular o custo de vida em Roma de acordo com os seus gastos;
  4. Definir em qual bairro morar;
  5. Fazer o planejamento financeiro;
  6. Alugar uma casa em Roma;
  7. Comprar as passagens aéreas para Itália;
  8. Despedir dos amigos e familiares;
  9. Abrir-se para conhecer novas pessoas, uma nova cultura e um novo país.

Como é morar em Roma?

Para saber um pouco mais sobre como é morar em Roma, o Euro Dicas conversou com Luna Carrieri, uma romana de 29 anos que, mesmo depois de trabalhar como aeromoça e conhecer vários países, garante que Roma é uma das melhores cidades para viver.

“Roma é uma cidade belíssima. Temos o mar, o clima é maravilhoso, as pessoas são amigáveis, a comida é maravilhosa. Sem falar nos monumentos históricos. Roma é Caput Mundi (centro do mundo, em Latim)!”

Tudo isso contribui para que Roma, apesar de ser a capital do país, não tenha um clima estressante. Luna, que também morou em Milão, garante que o ritmo de vida romano é tranquilo, principalmente quando comparado ao do centro da moda italiana.

Melhores bairros para morar em Roma

Descobrir os melhores bairros de Roma, mesmo se você já tiver visitado a cidade, não é uma tarefa fácil. Então, nada melhor que perguntar para alguém que mora lá!

Nossa entrevistada, Luna, citou alguns bairros que considera os melhores para morar em Roma. Alguns são mais econômicos, outros são mais tranquilos, mas cada um deles tem os seus atrativos especiais.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Trastevere

Esse bairro, hoje conhecido pela vida boêmia e como ponto de encontro de jovens, teve as suas origens na classe operária. É um bom lugar para visitar restaurantes e bares, com preços acessíveis.

Piazza di Spagna

A região da Piazza di Spagna conta com vários prédios antigos, com mais ou menos quatro andares. A área é famosa pela escadaria, que conecta a Fontana della Barcaccia, no centro da praça, à igreja Trinità dei Monti.

Parioli

Localizado na periferia histórica de Roma, o bairro Parioli foi construído na zona limítrofe do centro romano e sua zona rural. Após a tomada de Roma, em 1870, a área tornou-se um dos primeiros dos quize Quartieri demarcados de Roma.

Campo dei Fiori

A zona da praça Campo di Fiori (“campo de flores”, em português) leva este nome porque, durante a idade Média, o local era uma pradaria. Hoje, a praça tem um mercado diário, com produtos, vegetais e artesanatos típicos. É conhecida pela estátua de Giordano Bruno.

Piazza della Bocca della Verità

Localizada perto do Foro Boario, à beira do rio Tibre, a região em volta da Piazza della Bocca della Verità é escolhida, principalmente, pela facildade de acesso ao transporte público. Além disso, a área é próxima a vários pontos turísticos.

Melhores bairros para morar em Roma

Piazza Fontana di Trevi

A Fontana di Trevi, um dos pontos turísticos mais famosos de Roma, tem vários apartamentos em seu entorno, bastante luxuosos. O ponto é repleto de turistas, e mantém a beleza durante todo o ano.

Piazza del Popolo

A Piazza del Popolo foi construída ao longo da criação de Roma, com várias intervenções durante os anos. Atualmente, é uma zona pedonal, sem circulação de carros, e seus moradores disfrutam de vários eventos que acontecem na área.

Piazza della Rotonda

A Piazza della Rotonda denomina a área próxima ao Panteão romano. Essa região é conhecida por ter sido sede, por muitos anos, de um mercado bastante famoso. Os prédios da área são antigos e muito bem conservados.

Piazza Venezia

A Piazza Venezia fica no centro de Roma, em um dos principais pontos de acesso a outras áreas. Os moradores da região tiram proveito da localização privilegiada, com vista para o Monte Capitolino, e as celebrações que acontecem por lá.

Piazza Navona

Construída originalmente para sediar os jogos romanos, a Piazza Navona hoje conta com uma série de edifícios em seu entorno. Recentemente, foram descobertas ruínas muito antigas embaixo desses prédios, a tornando um dos primeiros locais habitados em Roma.

San Pietro

Quartieri conhecido pela Cidade do Vaticano, a área da Basilica de San Pietro é conhecida pelo movimento de religiosos, que peregrinam até o local de vários países do mundo. A vida noturna do bairro é tranquila, sem muita movimentação de turistas.

Ostia

Localizada na zona metropolitana de Roma, a região de Ostia é a única zona litorânea da capital italiana. Quem decide morar nessa área, que é distante do centro romano, pode desfrutar do Mar Tirreno e das redes de transporte público da Itália, que levam a Roma.

Como alugar casa em Roma

O processo para alugar uma casa em Roma, apesar de parecer complicado, não é diferente do resto do país. O problema é que, por ser uma cidade turística, a procura por moradia é maior que a oferta.

Para morar em Roma, o primeiro passo é encontrar um local. Sites como Subito e Immobiliare são ótimas fontes. Além disso, as imobiliárias físicas, espalhadas pela cidade, também oferecem bons negócios, postando ofertas de apartamentos e casas em suas vitrines.

Quanto a parte burocrática, a boa notícia é que não existe, geralmente, a exigência de um fiador. A má notícia é que, muitas vezes, os proprietários pedem um cheque-caução, com adiantamento de parcelas do aluguel. Então, é bom separar uma boa quantia para fechar o contrato.

Luna Carrieri morando em Roma
Luna Carrieri em Roma. Foto: Arquivo pessoal

Os documentos necessários para alugar apartamento na Itália são:

  • Comprovante de renda: pode ser um documento italiano, declaração do Imposto de Renda brasileiro (devidamente traduzida) ou, caso seja um aluno bolsista, comprovante de bolsa de estudos na Itália;
  • Cópia da carta di identità ou passaporte italiano válido;
  • Codice fiscale.

Para brasileiros que não possuem cidadania, são exigidos os seguintes documentos:

  • Passaporte brasileiro, com o visto italiano;
  • Permesso di Soggiorno;
  • Comprovante de estadia (contrato de trabalho ou comprovante de matrícula, no caso de estudantes).

Quanto custa morar em Roma?

O custo de vida em Roma, apesar de mais alto que nas cidades do Sul, como Nápoles, não é o mais caro da Itália. A seguir, fizemos uma estimativa de quanto custa, para um casal, viver em Roma.

Custos de moradia

Para estimar o custo de morar em Roma, é importante saber que, em 2021, o preço médio do metro quadrado é de 13,82€ ao mês. Sendo assim, apartamentos com um ambiente, no estilo kitnet, custam, em média, 560€.

Apartamentos com dois ou mais ambientes, mais confortáveis para um casal, custam, em média, 730€ e 900€, respectivamente. Claro, o preço é mais alto nas áreas centrais, e diminuem em locais mais distantes.

Custos de supermercado

Os supermercados em Roma, assim como em outras cidades da área central da Itália, costumam ser um pouco mais caros. De acordo com uma pesquisa do Istat (Istituto Nazionale di Statistica), uma família romana de 4 pessoas gasta, mensalmente, 481,82€.

Para um casal, no entanto, os custos são menores. Com o devido planejamento, é possível gastar 360€ ao mês com supermercado, sem sacrificar o seu conforto.

Custos de transporte

Existem vários meios de transporte, dependendo do destino, para quem decide morar em Roma. Os mais comuns são metrô e ônibus.

Uma passagem de metrô, para uma viagem, custa 1,50€. Existem opções para quem quer fazer mais de uma viagem: por apenas 7€, você pode fazer quantas viagens quiser em 24h.

Os ônibus também estão inclusos no preço da passagem de metrô. Por isso, é importante planejar o seu trajeto e, caso necessário, comprar mais de uma passagem.

Custos de lazer

Boa parte dos pontos turísticos de Roma são públicos, ou seja, podem ser visitados de graça. Outros, como o Coliseu, custam 12€ por pessoa, mas devem ser comprados com, no mínimo, um dia de antecedência. A entrada é válida por dois dias consecutivos.

O preço médio dos restaurantes é bares é variável: quem quer frequentar locais mais badalados deve se preparar para desembolsar, no mínimo, 50€. No entanto, é fácil encontrar restaurantes de qualidade com pratos a partir de 10€.

“Roma é uma cidade com muitas opções de restaurantes e bares, mas os preços são mais baratos que Milão, por exemplo”, garante Luna.

Resumo do custo de vida em Roma

Fizemos um cálculo médio mensal dos gastos de um casal que mora em Roma:

Serviço Preço
Aluguel 730€ (apartamento com dois ambientes)
Transporte 106€ (duas passagens mensais de metrô)
Supermercado 360€
Água, energia e gás Entre 80€ e 130€ (no inverno)
Lazer 90€

Como é o transporte público em Roma

Se está se perguntando como morar em Roma, outra dúvida que vem a cabeça é com relação ao transporte público. Então, saiba que o transporte público é a melhor opção.

O centro histórico, por ser bastante preservado, possui ruas estreitas, e o trânsito costuma ser caótico nos horários de pico.

Trânsito em Roma

Além disso, a malha do metrô atende a várias cidades perto de Roma, uma vez que a capital italiana recebe visitantes e trabalhadores de todas as regiões. Por isso,  o transporte público em Roma é eficiente e amplo.

Sistema de saúde em Roma

Assim como o resto do país, sistema de saúde na Itália funciona num esquema parecido com o SUS no Brasil. O atendimento é gratuito, podendo ser cobrado de acordo com os ganhos anuais declarados pela família, e descentralizado.

A diferença é que, em vez de comparecer ao posto de saúde da sua área, os italianos e imigrantes são referidos a um médico de base, que, além de manter um histórico de saúde de cada paciente, indica médicos de outras especialidades de acordo com a necessidade.

Em Roma, mais especificamente, os hospitais e profissionais de medicina são muito bons. Por ser a capital italiana, existem também várias opções de médicos particulares, que atendem várias especialidades com consultas mais caras.

Roma é uma cidade segura para viver?

Como qualquer outro centro urbano europeu, Roma conta com um grande volume de visitantes. Por isso, a cidade conta com um número alto de furtos e golpes, principalmente nos pontos turísticos. Quem mora em Roma, no entanto, se sente seguro.

“Encontro segurança em Roma, pois conheço meus vizinhos e as pessoas são simpáticas”, diz Luna.

Para os brasileiros, Roma é muito segura, principalmente quando comparada às capitais do Brasil.

Saiba como é a segurança na Itália.

Como conseguir o visto para morar em Roma

Um dos passos de como morar em Roma é providenciar um visto para a Itália, que permita a permanência legal no território italiano, para além dos 90 dias do visto de turismo. O visto deve ser requisitado antes da viagem, já que o governo italiano não emite vistos para imigrantes que já estão no país.

Além do visto, que pode permitir que você trabalhe ou estude, existem alguns outros documentos para morar na Itália, como Permesso di Soggiorno e Codice Fiscale.

É claro que, se você tiver a cidadania italiana, fica ainda mais fácil. A cidadania permite que você tire todos os documentos italianos, na mesma situação de quem nasceu lá.

Vale a pena morar em Roma?

Em resumo, vale muito a pena morar em Roma! A cidade é cheia de pontos turísticos a serem descobertos: no meio dos prédios habitados, existem ruínas da época do império romano, muito bem cuidadas, e respeitadas pelos habitantes.

Os romanos são amigáveis e costumam tratar todos os visitantes bem. Em outras cidades da Itália, muitos imigrantes podem se sentir excluídos, mas os romanos têm reputação de serem calorosos.

A gastronomia romana reúne representantes de todas as outras regiões italianas: você pode encontrar restaurantes típicos de todo o país, além de uma boa representação de culinária internacional.

Agora que já sabe como morar em Roma, quem tal se inspirar nas histórias de outros brasileiros que atravessaram o Oceano Atlântico? O ebook “O Sonho de Viver na Europa”, reúne diversos relatos que vão trazer bons momentos de reflexão sobre a vida no velho continente.