A Transferwise foi autorizada pelo Banco Central a atuar como corretora de câmbio. O anúncio foi feito pela plataforma de remessa de dinheiro para o exterior na segunda-feira (8 de junho de 2020).
Na prática, a mudança significa que as tarifas cobradas nas transações de remessa – hoje em torno de 1,4% a 2,5% do valor do montante enviado – tendem a cair.
A promessa é por uma queda de até 50% nesta taxa. Ou seja, será possível fazer transferências internacionais através da plataforma com taxa mínima de 0.7%.
Isto ocorre porque, com a autorização, a TransferWise deixa de ser uma correspondente cambial, que precisa de apoio de outros bancos do Brasil para atuar. Obviamente, ela deixa de pagar por este serviço, repassando a economia para os clientes.
Agora, ela passa a realizar toda a operação sozinha. E o que já era mais barato vai ficar ainda mais atraente.
Conheça também seis vantagens da TransferWise.

TransferWise vai passar a atuar sem bancos intermediários

Até aqui, o sucesso da TransferWise em ser mais barata que os bancos tradicionais se explicava porque ela dividia as movimentações em duas partes – uma no Brasil e outra no exterior –, utilizando o apoio dos bancos locais. Ela era, até então, correspondente cambial do MS Bank e do Banco Rendimento no Brasil.
Atuando desta maneira, ela eliminava as altas taxas das transferências internacionais cobradas pelos demais bancos.
Além de eliminar a taxa de transferência internacional, a TransferWise ainda aplica o câmbio comercial e não o câmbio turismo na conversão da moeda, o que também a deixa mais atraente do que os bancos tradicionais.
No entanto, com a autorização para atuar como corretora cambial, a etapa brasileira da operação será feita diretamente pela fintech.

Próximos passos da TransferWise

A fintech reivindicava o reconhecimento como corretora de câmbio desde o ano passado.
O próximo passo depois deste reconhecimento é integrar os sistemas da TransferWise para que toda transação financeira seja diretamente reportada ao Banco Central.
Feita a integração de sistemas, a empresa pretende, além de reduzir custos, ampliar o portfólio de serviços. A TransferWise pretende que pessoas físicas possam também enviar dinheiro para empresas no exterior.
A gerente geral da TransferWise no Brasil, Heloisa Sirotá, adiantou para a agência de notícias Reuters que serviços de turismo deverão estar entre os primeiros autorizados a este tipo de transação.
Atualmente, somente envios diretos para universidades e demais instituições de ensino são autorizados pela plataforma online.

Transferwise foi autorizada pelo Banco Central a atuar como corretora de câmbio cartão

Como fazer transferências pela TransferWise

A TransferWise oferece uma maneira 100% online e fácil de enviar dinheiro para o exterior.
Além de mais barata, a transação também acontece de maneira ágil. Para enviar dinheiro para o exterior, o processo é bastante simples e é feito totalmente online.
Você entra no site oficial da TransferWise, cria uma conta gratuitamente, indica o valor que deseja transferir, checa na hora quanto o destinatário receberá (descontadas as taxas e aplicado o câmbio do dia), e escolhe se quer pagar via boleto ou via transferência eletrônica (TED). Em dois dias úteis, o dinheiro estará na conta do destinatário.

Passo a passo

  • Vá à página oficial da TransferWise;
  • Faça uma simulação do valor que deseja transferir e de quanto o destinatário irá receber. O valor exibido será o mesmo que será depositado na conta do destinatário;
  • Veja a cotação da moeda e as taxas incidentes na movimentação. Além da taxa de transferência, também incide o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que é de 0,38% para envio de dinheiro para outra pessoa e de 1,1% para a mesma titularidade. Você pode escolher se quer efetuar o pagamento do valor a ser transferido mais taxas via boleto ou via TED. Note que há diferença de valores entre as duas modalidades;
  • Prossiga para a página de cadastro (caso não tenha sua conta), onde será pedido um endereço de e-mail ou uma conta com o Google ou Facebook;
  • Indique a conta do destinatário. O Iban é o código-padrão internacional para a identificação de contas bancárias. O Bic/Swift é o número de identificação do banco. O destinatário não precisa ter uma conta na TransferWise, apenas uma conta bancária;
  • Gere a ordem de pagamento e efetue o pagamento. Pronto!

Brasil é um dos cinco mercados mais relevantes para a TransferWise

A TransferWise nasceu em Londres, mas está no Brasil desde 2016. Desde então, afirma já ter movimentado mais de R$ 26 bilhões para brasileiros.
Nestes quatro anos, o Brasil se tornou um dos cinco mercados prioritários da TransferWise no mundo todo.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →

“Observamos um crescimento majoritariamente orgânico, que foi 57% maior do que a média que vimos nos países em que atuamos”, afirmou Diana Ávila, líder da TransferWise na América Latina, para o Valor Investe.

Para ela, há uma demanda crescente no mercado brasileiro, que sofre com opções caras e ineficientes para enviar dinheiro para o exterior.
Indicamos a plataforma por ser segura e uma forma mais barata de transferir dinheiro para o exterior e do exterior para o Brasil. Se você tem dúvidas sobre a platataforma, leia esse artigo sobre a TransferWise e veja como funciona.
Saiba também se vale a pena fazertransferência internacional pelo Banco do Brasil.