Skiplagging: o truque para passagens mais baratas que está causando polêmica

Passagens Aéreas  / 

Você pode não conhecer, mas há uma estratégia para adquirir passagens aéreas mais baratas que os passageiros mais experientes têm usado e que as companhias aéreas estão fazendo o possível para acabar com essa prática. Conhecida como “skiplagging“, o truque conta com o desembarque em cidades consideradas “ocultas”. Funciona da seguinte forma: suponhamos que uma pessoa queira voar de Boston para Houston, mas a passagem é muito cara.

Ela, então, compra uma passagem de Boston até Las Vegas, que faça escala em Houston, pois custa menos do que uma passagem aérea que vá direto para o seu destino. Assim, desembarca em Houston, sem usar o trecho final da passagem.

Ou seja: o passageiro não completa o trajeto que reservou e economiza dinheiro ao fazer isso. É válido ressaltar que esse procedimento só funciona para aqueles que não despacharam bagagem, pois esta pode ser retirada somente no destino final.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Comprar passagem para Espanha: veja dicas para pagar menos.

Skiplagging: a prática virou notícia

No início de 2019, essa prática virou notícia, quando a companhia aérea alemã, Lufthansa, processou um passageiro que poupou dinheiro ao “pular” um trecho de uma passagem de ida e volta.

As companhias aéreas são contra os passageiros que buscam maneiras de burlar o sistema. E, mesmo que processos como este tenham fracassado, a Lufthansa pede ao passageiro uma indenização de mais de US$ 2 mil.

Passagem de volta para o Brasil: é obrigatório comprar? Descubra aqui.

Empresas tentam diminuir número de passageiros que comprem passagens mais baratas para as “cidades ocultas”

As companhias aéreas visam conter a onda de passageiros que comprem passagens mais baratas com as chamadas “cidades escondidas”. Confira o que afirma o fundador da empresa de consultoria de viagens Atmosphere Research, Henry Harteveldt:

A emissão de bilhetes com ‘cidades ocultas’ é um problema que as próprias companhias aéreas estão criando. Entendo perfeitamente, como analista de companhias aéreas e empresário, por que as companhias aéreas tiram o máximo que podem onde têm vantagem. É disso que se trata o negócio. Mas quando uma companhia aérea coloca preços estúpidos e a tarifa em um hub [aeroporto] é absurdamente alta, é quase como se as empresas fizessem um convite às reservas com ‘cidade oculta’.

Em busca de passagens aéreas por bom preço? Sugerimos utilizar o portal comparador de voos Kayak, ele mostra os preços das principais companhias aéreas para o trecho que você procura e assim você pode comparar preços e condições, faça sua cotação!

Dilema entre companhias aéreas e passageiros por causa do skiplagging

O diretor-executivo da empresa de pesquisa de aviação Air Intelligence e ex-economista-chefe da companhia aérea Qantas, Tony Webber, declara que o skiplagging tem impacto na receita das companhias aéreas na medida em que elas não conseguem aumentar ao máximo seus ganhos.

Dessa forma, a emissão de passagens para “cidades ocultas” diminui o lucro que a empresa teria por cada assento e dificulta o negócio com a margem reduzida.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Mas, até que ponto a prática do skiplagging pode ser questionada?

A companhia aérea ofereceu um assento por um valor e recebeu pelo serviço.

A coluna The Ethicist, que debate questões éticas no jornal americano New York Times, acredita não haver problema com o skiplagging. Nos comentários, os leitores dizem que fazer uma compra não lhe obriga a utilizar o produto.

Voo com conexão precisa fazer novo check in? Saiba quando é necessário.

Prática arriscada

Esse tipo de negócio pode ser arriscado para o passageiro. Se ele tentar abandonar o voo em uma conexão, pode ser descoberto e impedido de sair do aeroporto.

Além disso, as companhias aéreas podem compartilhar os nomes dos passageiros que adotam esse sistema com seus parceiros ou bani-los.

Fonte: BBC

WOW Air encerra atividade: saiba o que fazer se tiver passagem.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.