Passagem de volta para o Brasil, saiba se é mesmo necessário comprar

Passagem de volta para o Brasil, é obrigatório?

Passagens Aéreas  / 

Sempre que planejamos uma viagem mais longa pela Europa, ou uma mudança permanente, ficamos pensando se temos mesmo que comprar a passagem de volta para o Brasil. Afinal, se não sabemos quando voltar ou nem queremos voltar, será que isso é mesmo necessário? Vamos ver.

Posso comprar passagem só de ida para a Europa?

Eu não recomendo comprar passagem só de ida para a Europa, deixando de comprar a passagem de volta para o Brasil, a não ser que você se encontre nas excepções (que listo em baixo). No site da Condor por exemplo, você compra passagem só de ida para a Europa.

O problema é que você 1) pode não embarcar no Brasil ou quando chegar ao país de destino 2) poderá não entrar.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

É díficil encontrar passagens só de ida para a Europa

Muitas companhias aéreas e agências de viagens ou não vendem passagens só de ida para a Europa ou colocam o valor da passagem maior ou quase igual ao valor de ida e volta.

Você pode conferir o guia que escrevemos para comprar passagem aérea barata.

Quem pode não comprar passagem para Europa?

Quem pode comprar passagem para Europa sem comprar passagem de volta para o Brasil, sem ter problemas:

Você também pode conferir um guia para:

O que acontece se não comprar a passagem de volta para o Brasil?

Se você não comprar passagem de volta para o Brasil, você (provavelmente) vai enfrentar alguns problemas.

Veja:

Imigrantes ilegais

Emigração na Europa
Se você está tentando mudar de país ilegalmente, seus problemas vão começar por aí. A passagem de volta normalmente mostra que você tem intenção de voltar para o seu país, e não quer morar no país de destino.

Muito provavelmente, a sua ida para a Europa será impedida, e você terá que ficar no Brasil. Para além disso, perdeu o dinheiro do Voo, pois ele não será devolvido.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Saiba também quais são os golpes em turistas mais comuns na Europa.

Viajar por vários países na Europa

Se você quiser viajar por vários países e não sabe quando vai voltar, e por isso não comprou a passagem de volta para o Brasil, é provável que tenha algum problema. O melhor mesmo nessa situação é comprar uma passagem de volta, mesmo que você não tenha certeza.

Como você vai ver, em muitas situações o preço de uma passagem com retorno é quase o mesmo de uma passagem só de ida.

Leve consigo todas as passagens

Para comprovar que você quer apenas turistar e que tem vínculos com o seu país de origem e que realmente planeja voltar. Nesse caso, é ideal que você tenha em mãos todas as passagens, incluso as passagens com outros destinos que você vai visitar.

Estudantes ou trabalhadores que vão ficar mais de 1 ano

Como as passagens só têm validade de 1 ano, a imigração poderá implicar com você, mas com toda a documentação de visto que você já terá em mãos, não deverá ser um grande problema.

Vale a pena não comprar a passagem de volta para o Brasil?

Vale a pena comprar passagem de volta para o Brasil?

Muitas companhias aéreas colocam o preço da passagem de ida praticamente igual ao preço da passagem de ida e volta, por isso a maioria das pessoas acaba optando por comprar ida e volta.

Confira também como comprar passagem aérea promocional.

Ponto positivo

Na minha opinião vale a pena comprar passagem ida e volta, mesmo com dupla cidadania, por causa dos preços, e da saudade que dá da família, e então temos sempre a opção de ir para o Brasil mais uma vez visitar o pessoal.

Além disso, nos casos sem cidadania ou visto de longa duração, não comprar ida e volta é pedir para ter problemas na minha opinião.

Ponto negativo

Ficamos sempre nesse ciclo, compra passagem de ida e volta, vai visitar os parentes, compra passagem novamente, não quer perder a passagem e vai novamente visitar os parentes, e o ciclo segue…

Não arrisque

Resumindo:

Não vale a pena arriscar. Se você não se encaixa nessas duas excepções, que falamos antes, é muito importante que compreenda que sem passagem de volta para o Brasil, provavelmente você não conseguir viajar para a Europa e vai perder o dinheiro e todo o seu planejamento.

O que fazer com a passagem de volta se vou morar?

A passagem de volta pode ser remarcada ou, dependendo das condições que estavam escritas naquelas letrinhas minúsculas quando você comprou a passagem, ela pode ser (ou não) reembolsada.

Você pode conferir várias dicas para comprar passagem com milhas aéreas.

Dá para remarcar?

Na maioria das vezes é possível sim remarcar a passagem de volta para o Brasil, mas lembre-se que a passagem só tem validade de 1 ano, ou seja, depois disso você perde a passagem.

Quanto custa remarcar?

Cada companhia aérea tem o seu preço, que pode inclusive variar de acordo com alta e baixa temporada.

Como pedir reembolso?

Algumas vezes dá para pedir o reembolso da passagem, mas como eu já falei, depende do que estava escrito nos termos e condições.

Por exemplo a última passagem que eu comprei eu comprei com uma agência de viagem e vim pela TAP, quando fui pedir reembolso da passagem de volta pro Brasil, eles alegaram que nos termos e condições estava escrito que o reembolso não é feito para compras feitas através de agências.

Sugestão: Não ignore os termos e condições!

Atenção: Existem companhias aéreas que cobram taxa de no-show, ou seja, se você simplesmente decidir que não vai usar a passagem de volta para o Brasil, e não avisar a companhia aérea, ela pode te cobrar uma “multa” por você não ter aparecido.

Voo atrasado ou cancelado? Saiba quais são os seus direitos.

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.