Morar ilegalmente na Europa

Europa  / 

Motivos não faltam para morar fora e, muitas vezes, o desespero faz com que as pessoas optem por caminhos complicados e que jamais deveriam ser cogitados.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Partindo do princípio que ninguém quer morar ilegalmente na Europa por opção, mas pela falta de opção, neste artigo vamos trazer inúmeros motivos para que você jamais parta do seu país para morar ilegalmente na Europa.

Vale lembrar que não temos o interesse em julgar quem está morando ilegalmente em qualquer país do mundo e somente pretendemos alertar para as dificuldades de serem imigrantes ilegais.

Motivos para NUNCA morar ilegalmente na Europa

Quando você parte para morar ilegalmente na Europa, você automaticamente está abrindo mão de diversos direitos.

Acontece que, ser um imigrante ilegal em qualquer país do mundo, coloca as pessoas à margem da sociedade e em dificuldades, pois estando na situação de residente ilegal, não é possível contar com as autoridades para nada.

Confira abaixo quais direitos você perde ao morar ilegalmente na Europa:

Segurança Social

Estando ilegalmente em qualquer país da Europa, você não terá direito a Segurança Social que é, basicamente, a não contribuição com a previdência social e, por isso, você não tem garantias e nem direitos se ficar doente, engravidar ou se aposentar.

Saúde

Morar ilegal na Europa não dá direito a saúde

Obviamente que se você estiver ilegal, você também não terá direito a ter um registro no sistema nacional de saúde do país europeu onde reside e, com isso, não terá um médico de família.

Educação

O direito ao acesso a educação pública é previsto em lei para as pessoas que vivem legalmente em um país, ou seja, se você morar ilegalmente na Europa não terá esse direito resguardado.

Quer saber mais sobre a saúde pública na Europa? Indico os artigos sobre educação infantil na Eespanha e ensino em Portugal.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Segurança

Imagine que você vive em um prédio e seu apartamento é assaltado. Se você estiver na condição de ilegal, não poderá pedir ajuda da polícia e das forças de segurança e aqui, novamente, entra o conceito de estar à margem da sociedade e correndo riscos que, sendo um indocumentado, serão corriqueiros.

Saiba sobre segurança em Portugal.

Viagens

Morar ilegalmente na Europa, não pode viajar
Uma das vantagens de se viver na Europa é a proximidade e facilidade de deslocamento entre os países. Por exemplo, é fácil, rápido e barato ir de um país para o outro dentro do continente europeu, ainda mais com as companhias aéreas low cost.

Porém, se você morar ilegalmente na Europa, não poderá fazer viagens e usufruir de um direito básico, o de ir e vir.

Emprego

Depois da grave crise econômica de 2008, encontrar um emprego se tornou mais complicado e houve uma deterioração na qualidade das relações trabalhistas.

Agora, se não é fácil encontrar um emprego estando com todos os documentos em dia, na condição de ilegal as coisas tendem a piorar.

Existem riscos que não compensam, como por exemplo: trabalhar e não receber, trabalho escravo, prostituição, exploração laboral entre outros.

Veja nossas dicas de como conseguir emprego no exterior ainda no Brasil .

Riscos de morar ilegalmente na Europa

Os riscos associados com a condição de imigrante ilegal não compensam. Tudo bem que existe, por trás daquela ideia de morar fora e viver no exterior, uma glamourização exagerada e que é, no mais dos mais, uma grande ilusão.

Ao morar ilegalmente na Europa você vai se deparar com todo um submundo que envolve a ilegalidade e a marginalidade da lei. Acredite, mas existem pessoas em condições de vida péssimas e que, infelizmente, não podem pedir ajuda por correrem até risco de serem mortas.

Deportação

A deportação, sinceramente, pode ser até o menor dos problemas e vir como uma salvação. A deportação pode ser, inclusive, uma solução para a saída da condição de sofrimento e ilegalidade.

Mas as regras da União Europeia para cidadãos estrangeiros deportados são bastante rígidas, incluem multas e até suspensão de entrada no continente europeu por alguns anos.

No caso de Portugal, é possível acessar o site do Diário da República e verificar as consequências da deportação.

Deportação de brasileiros da Europa: veja como se prevenir para que isso não ocorra com você.

Multa

Dependendo de como a pessoa em situação de ilegalidade seja apreendida, pode haver a aplicação de uma multa. Os valores variam, bem como os dias de aplicação das sanções, e serão estipulados pelo juiz que julgar o caso.

Visto vencido

Visto vencido é ilegal na Europa

É muito importante, para os estrangeiros que residem na Europa, manter sempre a atenção em relação aos prazos dos vistos concedidos para que o prazo de validade não seja ultrapassado.

Caso aconteça de ultrapassar e o visto concedido vencer, é necessário entrar em contato com o órgão do país responsável pela emissão de vistos do país europeu onde se encontra, fundamentar e explicar os motivos que fizeram com que o prazo precisasse ser desrespeitado.

Procedimento em Portugal

Em Portugal, o SEF só aceita pedidos de prorrogação de visto se esta for solicitada dentro de 60 dias depois do prazo final, ou seja, depois disso não existe outra possibilidade que não o retorno para o país de origem.

Veja as dúvidas mais recorrentes dos brasileiros que vão morar em Portugal sobre como funciona o SEF, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, em Portugal.

Outros motivos para não morar ilegalmente na Europa

A lista de motivos para não morar ilegalmente na Europa é sem fim. A vida de um imigrante não é fácil e os obstáculos para quem está vivendo de maneira legal já são bastante difíceis de serem superados.

É a saudade da família, é a falta de dinheiro no começo, são as oportunidades de emprego escassas, enfim, não bastasse tudo isso, para alguém que está morando ilegalmente na Europa ainda existe o fato de não ter direito a nada.

Se você pretende morar fora do Brasil e ter uma experiência de vida no exterior, faça o processo legal de visto e tire da cabeça a ideia de morar ilegalmente na Europa ou em qualquer país do mundo.

O sofrimento causado por este tipo de situação, sinceramente, ninguém merece passar.

Para quem pensar em morar na Europa, listamos alguns artigos que ajudarão no processo de morar legalmente na Europa. São eles:

Sabemos que os processos para morar fora não são tão fáceis como parece. Mas no fim valerá a pena percorrer o processo legal.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.