Barrado na imigração: o que fazer para evitar esta situação

Que viajar é uma das melhores coisas da vida, disso não temos a menor dúvida. No entanto, precisamos tomar algumas precauções para que tudo aconteça conforme planejamos. E uma das coisas que mais preocupa os brasileiros com destino à Europa, é ser barrado na imigração.
Esta preocupação não é ao acaso, já que somente em 2018 quase 5 mil viajantes brasileiros foram impedidos de entrar no Espaço Schengen, o que significa um aumento de 60% com relação a 2017. Por isto, neste texto iremos dar todas as dicas para que isto não aconteça com você e para que você não seja barrado na imigração.

Barrado na imigração: dicas para que isto não aconteça

1. Trazer todos os documentos para entrar na Europa legalmente

O fato de não precisar de visto para turista, não significa que você não tenha algumas obrigações, caso um agente da imigração lhe peça certos documentos. Neste caso, vamos dividir em duas categorias: turistas e residentes. Confira abaixo:

Entrar na Europa legalmente como turista

Talvez não te peçam absolutamente nenhum documento, nem perguntem o motivo de sua viagem. Porém, se o oficial pedir, saiba que você é obrigado a fornecer todos os documentos, se não corre o sério risco de ser barrado na imigração e precisar voltar para casa. A União Europeia exige que seus visitantes tenham em mãos 5 documentos para viajar para Europa como turistas. São eles:

  • Passaporte válido com validade de pelo menos 6 meses a partir da data de embarque;
  • Seguro viagem no valor mínimo de 30 mil euros (nunca se esqueça de imprimir a apólice do seguro);
  • Passagem de retorno;
  • Comprovações financeiras (saldos disponíveis em conta-corrente, extratos de cartão de crédito, cartão pré-pago ou dinheiro em espécie);
  • Comprovantes de hospedagem (comprovante de reserva do hotel ou Airbnb; ou carta-convite se ficará hospedado na casa de alguém).

Entrar na Europa legalmente como residente

Neste caso, caso um funcionário da imigração te pergunte o motivo da viagem, e você responda que vai morar no país, certamente ele irá te pedir o visto. Com o visto em mãos, é mais difícil que eles te peçam a lista completa de documentos, porque eles partem do princípio que você já mostrou no consulado no momento de tirar o visto. Mas, também é indicado que você tenha tudo em mãos. Veja a lista completa dos comprovantes:

  • Passaporte válido com visto com validade de pelo menos 6 meses a partir da data de embarque;
  • Seguro viagem de no mínimo 1 mês (tempo que eles consideram que você precise para regularizar a sua documentação relacionada ao plano de saúde);
  • Comprovações financeiras (mesmo caso se você estiver indo como turista);
  • Comprovantes de hospedagem (no mínimo 3 meses).

Seja para turismo ou para morar, o seguro viagem pode ser requisitado. Portanto, se você vai para um dos países que exigem seguro viagem na Europa, garanta o seu através do nosso comparador de seguro viagem ou através do Seguros Promo para contratar ao melhor preço.

Conta Bancária Europeia Online

Você pode abrir a sua conta bancária multimoeda grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise. Poderá fazer transferências instantâneas para mais de 50 países com taxa de câmbio até 8x mais barata.

2. Barrado na imigração: não viaje com objetos proibidos

Depois de seguidos casos de terrorismo nos últimos anos, as normas de segurança estão cada vez mais rigorosas. Para garantir a segurança dos próprios passageiros, as normas internacionais determinam quais os itens que não são permitidos no transporte aéreo. Isto sem falar nos itens que não são permitidos na mala de mão, como líquidos com mais de 100 ml, isqueiros, objetos cortantes, etc.
Parece óbvio, mas é bom deixar claro que alguns materiais são expressamente proibidos, e as companhias aéreas inclusive costumam perguntar na hora do check-in, assim como deixar painéis no aeroporto.
São eles: explosivos e inflamáveis; substâncias químicas e tóxicas, armas de fogo e animais. No entanto, existem outras coisas menos evidentes, que ainda deixa as pessoas com muitas dúvidas. Por isso vamos listar para você:

  • Carnes in natura ou industrializadas;
  • Leite e seus derivados;
  • Ovos ou outros alimentos não processados;
  • Vegetais e frutas não podem ser trazidos de outros países, já que há possibilidade de conterem pragas;
  • Mudas, sementes, hortaliças frescas, madeira e terra;
  • Agrotóxicos, produtos veterinários;
  • Mel, cera e própolis.

Barrado na imigração: não viaje com objetos proibidos

3. Carteira internacional de vacinação contra febre amarela

Com o surto de febre amarela em diversos estados do Brasil, alguns países passaram a pedir a carteira de vacinação, com o comprovante que você esteja vacinado contra a febre amarela.
A vacina é gratuita e está disponível em diversos postos de saúde espalhados pelo Brasil. Para quem vai viajar, a vacina deve ser aplicada 10 dias antes da viagem. Para que o certificado de vacinação seja aceito fora do Brasil é necessário que seja solicitado o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), também totalmente gratuito.

4. Barrado na imigração: tenha calma e seja educado com os oficiais de imigração

Por mais que você esteja cansado depois de uma viagem longa de avião e ainda tenha que enfrentar uma longa fila na hora de passar pela imigração, mantenha a paciência e seja educado.
Ser grosso com os oficiais de imigração, definitivamente, não irá te ajudar de nenhuma forma. Cumprimente a pessoa que for te entrevistar, diga “bom dia”, “boa tarde” ou “boa noite”. Lembre-se de que eles estão apenas cumprindo o seu papel, e que se você responder tudo o que for perguntado e mostrar os documentos solicitados, não tem motivo algum para você ser barrado.

5. Só responda o que o oficial perguntar

Existe uma linha tênue entre a educação e o exagero. E, acredite: os oficiais de imigração percebem quando uma pessoa está nervosa e começa a responder mais do que foi perguntado. Eles trabalham com isto e fazem as mesmas perguntas centenas de vezes por dia.
Responda sempre de forma objetiva e clara, e entregue somente os documentos que eles pedem, devagar, com calma. Mantenha a postura segura e tranquila. Por exemplo: se ele perguntar para onde você vai, responda, mas não exagere. Você não precisa dar o roteiro completo.

6. Barrado na imigração: não tente ser engraçado ou divertido, seja sério

Oficiais de imigração não estão lá para fazer amigos ou ouvir piadas. Uma coisa é ser simpático, outra completamente diferente, é ser engraçado. Cumprimente, responda todas as perguntas educadamente e, apenas isto. Não faça perguntas e não dê risada. Gestos como estes, na hora de passar pela imigração, dão a impressão de que você está desesperado.
Se atente à vestimenta também. Não estamos dizendo que você precisa viajar de terno e gravata, ou salto alto, no caso das mulheres. Mas, a roupa escolhida para o dia da viagem costuma chamar a atenção dos agentes da imigração. Basta um pouco de bom senso. Você pode viajar confortavelmente, mas sem necessariamente parecer que está de pijama.
Brasileira barrada na imigração

Número de brasileiros barrados na imigração

Somente em 2018, foram quase 5 mil brasileiros barrados nos países que compõem o Espaço Schengen. No entanto, os lugares que mais negaram entrada para brasileiros foram Portugal e Reino Unido. Em Portugal foram mais de 2800 brasileiros impedidos de entrar.
No entanto, apesar de em proporções menores, o número de pessoas de outras nacionalidades pelos países europeus aumentou de forma geral. Especialistas afirmam ter dois principais fatores para este aumento: mais restrições nas fronteiras europeias, devido à forte imigração nos últimos anos; e, ao facto de muitos brasileiros terem decidido morar ilegalmente no exterior.

Barrado na imigração em Londres

Em 2018, foram 1871 brasileiros impedidos de entrar em Londres. Selecionamos dois casos para exemplificar para você. Confira abaixo:
1. Em 2017, a jovem brasileira Mayara foi barrada na imigração de Londres. Na época, ela estava vivendo em Bucareste com o namorado, que é da Bulgária. No entanto, ela ainda estava no período de 90 dias válido para turistas, e não tinha se legalizado no país. E tampouco tinha a passagem de volta para o Brasil. Os agentes concluíram que ela estava indo para Londres para viver, o que não era verdade.
2. O estudante de artes plásticas Silvio Rodolfo – de 25 anos, foi barrado no aeroporto de Londres e passou três dias detido antes de ser deportado para o Brasil. Ele havia ganhado a passagem para a Inglaterra e R$ 3 mil para gastos com a viagem em um concurso de arte promovido por um clube em Curitiba, o que os agentes acharam estranho.

Barrado na imigração em Portugal

Como citamos acima, mais de 2800 brasileiros foram barrados na imigração de Portugal em 2018. Selecionamos dois casos para exemplificar para você. Confira abaixo:
1. Se algumas vezes os oficiais de imigração pedem para mostrar os comprovantes financeiros, para mostrar que a pessoa tem dinheiro para se manter, o contrário também vale. Isto quer dizer, não exagere, se não podem achar que você está indo para morar. Este foi exatamente o caso do estudante baiano Kahel Silva Campos – de 22 anos, ao tentar entrar em Portugal em 2018.
Foram duas coisas que o impediram de entrar: ele estava com 5 mil euros para passar dois meses, quantia que os oficiais acharam exagerada. Além disto, o jovem mostrou que iria se hospedar na casa de uma amiga, mas descobriu na hora que ela estava morando ilegalmente em Portugal. A não ser que você tenha plena confiança na pessoa, prefira resolver a questão da hospedagem sozinho.
2. Antônia (nome fictício), chegou em Portugal indo de Fortaleza e foi barrada na imigração. O motivo? Na hora de apresentar os comprovantes de hospedagem, ela só tinha pago 30% de sua reserva. Além disto, não conseguiu provar que tinha dinheiro suficiente para a sua viagem como turista. Conclusão: os agentes concluíram que ela estava indo com a intenção de arrumar um trabalho e viver no país.

O que acontece se você for barrado na imigração

Atente-se para uma coisa: ser barrado na imigração, não significa que você está sendo deportado, já que em tese não chegou a entrar no país. A autoridade de imigração é soberana, ou seja, a decisão de quem entra ou não no país é dela. No entanto, você pode entrar em contato com o Ministério das Relações Exteriores, que mantém um Núcleo de Assistência aos Brasileiros.
Os inadmitidos ficam em uma sala, e não presos em uma cela. Geralmente, quem for barrado precisará aguardar nesta sala para ser entrevistado e, somente depois desta entrevista receberá a resposta definitiva. O viajante pode esperar por uma decisão das autoridades por, no máximo, 48 horas. Após esse prazo já se configura, oficialmente, abuso de autoridade.

Faça um seguro viagem

Não brinque com a sua sorte. O seguro de viagem para países do Espaço Schengen é obrigatório, o que significa que, caso um oficial da imigração te peça, você precisará apresentar a apólice, se não corre o risco de ser barrado.
Nós do Euro Dicas recomendamos que você faça a cotação através do nosso comparador de seguro viagem. Basta responder a algumas perguntas básicas sobre sua viagem e você receberá uma lista de planos de seguradoras reconhecidas no mercado indicadas para o seu destino.

Seguro viagem: oferecemos desconto

Para pagar ainda mais barato pelo seu plano de seguro viagem Portugal, basta inserir o nosso código EURODICAS5 (tudo junto e maiúsculo) na hora do pagamento no Portal Seguros Promo. Assim, você ganha 5% de desconto. E para ganhar mais 5%, é só efetuar o pagamento com boleto bancário. Dessa forma, você consegue pagar menos 10% do plano que já está com um bom preço.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube