Visto para Europa: tudo o que precisa saber para entrar no continente

Europa  / 

Viajar para a Europa já é realidade para muitas pessoas e outras tantas têm planos de conhecer ou viver no Velho Continente. Por isso hoje vamos falar mais sobre o visto para Europa, quais países exigem visto prévio e  também sobre as novas regras que estarão em vigor no continente europeu a partir de 2021, confira.

É preciso tirar visto para Europa?

Depende. Se a sua viagem para a Europa for como turista, você não vai precisar solicitar um visto prévio para a maioria dos países europeus. O visto de permanência na condição de turista é concedido pelas autoridades aduaneiras e de fronteira no país europeu assim que você desembarcar.

Porém, se a sua intenção for a de residir em algum país você precisará de visto para Europa. A solicitação e as regras variam de acordo com o tipo de visto solicitado (estudo, trabalho, investimento e etc.) e de país para país.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

União Europeia e Espaço Schengen

Por conta do Tratado de Schengen, a maior parte dos países não exige visto para Europa para turistas e o prazo de estadia no continente é de 90 dias. No caso da Irlanda e do Reino Unido (Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte) é necessário pedido de visto por conta das políticas migratórias mais rígidas.

Países que não exigem visto na Europa

Os países que fazem parte do Espaço Schengen e permitem a entrada de brasileiros sem visto para Europa são: Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estônia, Eslováquia, Eslovênia, Grécia, Hungria, Holanda, Itália, Islândia, França, Finlândia, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

Veja como obter o visto de residência para aposentados em Portugal aqui.

Posso ir para vários países numa mesma viagem sem visto?

Sim, desde que você permaneça dentro dos países pertencentes ao Espaço Schengen num período máximo de 90 dias, pode circular livremente, como se fosse uma viagem interestadual no Brasil.

Se não precisa de visto porque as pessoas são deportadas?

Porque existe uma série de documentos e requisitos para entrada na Europa, mesmo nos países que não exigem visto. Caso você não tenha esses documentos comprovativos, pode ter problemas na imigração.

Infelizmente há muitas pessoas que não respeitam essas regras,  ou não apresentam toda a documentação ou ainda ultrapassam os 90 dias legais para permanecer na zona Schengen e é por isso que são deportadas. Quando se é deportado, fica proibido de entrar na União Europeia por 1 ano.

Nós desaconselhamos que faça isso. A vida no exterior já é bastante dura e viver de maneira ilegal, além de extremamente perigoso (risco de tráfico humano e escravização no trabalho, por exemplo), é desumano.

Descubra os riscos de morar ilegalmente na Europa.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Se você entrar na Europa como turista, ultrapassar os 90 dias legais de permanência, estará automaticamente irregular. Caso você seja apanhado por um oficial das forças de segurança do país onde se encontra poderá sofrer a deportação.

Deportação de brasileiros da Europa: veja o que tem acontecido e como evitar.

Depois dos 90 dias, eu posso voltar?

O seu visto para Europa a turismo tem uma duração de 90 dias, a contar com o dia de chegada e partida da Europa. Durante esses 90 dias você pode circular pelos vários países listados acima.

E se você desejar voltar à Europa, após os 90 dias, você terá que voltar ao Brasil e aguardar 6 meses (da data de inicio do seu visto) até poder viajar para a Europa e ter novo “visto de turista”.

Resumindo, você pode viajar por 90 dias na Europa, a cada 180 dias.

Também já fizemos uma lista com as cidades da Europa mais baratas para viajar.

visto para europa com mal

Quais são os documentos para entrar na Europa?

Para facilitar a sua organização, listamos os documentos que você vai precisar para viajar para a Europa, para que você não se esqueça de nada!

O Passaporte e o visto para Europa

O passaporte é um documento essencial para entrar em qualquer país europeu. Portanto, faça a emissão ou renovação do seu passaporte brasileiro com antecedência.

Caso você precise de um visto para Europa (no caso de visitar países fora do Espaço Schengen), você precisará ter seu documento atualizado.

Você ainda como proceder no caso de viajar com dois passaportes.

Passaporte deve ter validade de pelo menos 3 meses

Vale saber que na Europa praticamente todos os países pedem que o turista apresente o seu passaporte com validade mínima de 3 meses da data que deixar o local.

Já outros países pedem validade mínima de 6 meses, portanto se antecipe e peça renovação se seu documento estiver fora desse prazo.

Seguro Viagem

Os países do Tratado de Schengen exigem que o turista entre no território  portando um plano de seguro viagem. Portanto, cerca de uns 15 dias antes da viagem providencie e seu seguro viagem.

O seguro de viagem Europa te mantém protegido em caso de acidentes e doenças e outros imprevistos de viagem. E eles não são caros, pois existem seguros a partir de R$10 por dia de viagem.

Caso você sofra um acidente pessoal ou passe mal, necessitando de atendimento médico, estará coberto pelo seguro viagem durante o passeio pela Europa.

Escolha um seguro de acordo com as suas preferências

Existem diversas categorias de seguro viagem: seguros que funcionam à base de reembolso (que o turista paga os gastos com atendimento médico/odontológico e recebe o dinheiro de volta no Brasil), com cobertura total (em que o seguro cobre todas as despesas durante o atendimento médico), seguros especiais para grávidas, idosos, para quem vai praticar esportes, para quem tem doenças preexistentes, etc.

O mais indicado é contratar um seguro que cubra todas as suas necessidades, lembrando que a cobertura mínima obrigatório é de 30 mil euros.

Na hora do desembarque, juntamente com o seu passaporte, mantenha em mãos o contrato do seguro viagem, pois a imigração do país europeu poderá te solicitar.

Passagem de retorno

A imigração exige que o turista apresente no momento do desembarque a passagem com data de volta para o seu país de origem ou para outro destino fora do Espaço Schengen – se você for continuar a viagem.

Só é possível entrar na Europa sem a passagem de retorno caso você tenha um visto de residência para algum dos países europeus, para turismo é sempre necessário ter a passagem de volta.

É outro documento que deve ter em mãos, juntamente com o passaporte e o seguro viagem, assim que desembarcar no aeroporto europeu. A passagem de volta frequentemente é solicitada pelas autoridades de imigração.

Conheça as melhores companhias aéreas da Europa e confira dicas para comprar sua passagem.

Comprovante de hospedagem

Além do visto para Europa, o turista também precisa apresentar um comprovante de hospedagem.

Nesse caso pode ser a reserva feita no hotel ou uma carta convite de um morador do país. Sem esse comprovante você pode ter a entrada barrada no país.

Saiba como encontrar hotel barato na Europa.

Carta convite

No caso da carta convite, avise o seu colega ou familiar que more no país europeu que existe um modelo para esse documento. Além da carta, é preciso apresentar também o passaporte e autorização de residência da pessoa que vai receber você em casa (caso seja estrangeiro), ou o cartão de identificação europeu para cidadãos nacionais.

Capacidade financeira

Você deve comprovar que tem capacidade financeira de se manter no país enquanto estiver lá. Normalmente, os países pedem que cada turista tenha aproximadamente 70 euros por dia de estadia.

Você pode comprovar essa capacidade financeira com dinheiro em espécie ou com limite de cartão de crédito. Outra forma de comprovação também vem sendo aceita, que é o extrato do VTM (Visa Travel Money) – um cartão de pré-pago de recarga em moeda estrangeira.

E se eu for autônomo ou profissional liberal? Nesse caso, não se preocupe, leve o comprovante do imposto de renda dos últimos dois anos.

Veja mais dicas sobre quanto dinheiro levar para Europa.

Países que são mais exigentes no controle de fronteiras

Caso o seu destino seja Espanha ou Inglaterra,  o processo de imigração pode ser um pouco mais complexo.

A imigração costuma parar os turistas para confirmar o visto, documentos e algumas informações. Responda e apresente tudo o que for lhe pedido, e assim não terá problemas.

Questionamentos e interrogatório para entrar na Europa: como me comportar?

Não é raro que um turista seja convidado pela imigração de um país Europeu para responder algumas perguntas. Se isso ocorrer com você, não tema, o procedimento é comum.

A seguir, trazemos os fatos mais questionados que as autoridades locais fazem aos turistas que lá desembarcam.

Capacidade Financeira

Caso seja questionado sobre isso, comprove sua capacidade financeira de ficar no país pelas datas previstas, tendo em mãos, seu dinheiro, o limite de seu cartão de crédito ou o seu VTM.

Profissão no país de origem

Responda calmamente qual é a sua profissão no Brasil e como obtém os seus rendimentos. Caso seja estudante, tenha em mãos o comprovante de matrícula da escola ou da universidade.

Objetivo da viagem

Seja sincero, caso a viagem não seja para negócios, responda simplesmente que quer conhecer o país e passar alguns dias. Caso esteja indo para a Europa para participar de um evento acadêmico, apresente a sua ficha de inscrição.

Trânsito durante a estadia

Explique o roteiro que pretende seguir durante a viagem. Mostre sua vontade de conhecer os pontos turísticos mais visitados e quais os meios de transporte irá utilizar para circular no continente.

Conhecidos na Europa

Seja sincero também nessa resposta e só responda que tem conhecidos se entrar no país com carta convite. Conhecer pessoas que não te convidaram podem gerar desconfiança nas autoridades locais.

Checklist dos documentos para entrar na Europa

Para facilitar a sua viagem para a Europa, apresentamos uma listagem simples dos documentos que você precisará ter em mãos ao desembarcar no país. Veja a seguir.

  • Passaporte brasileiro com no mínimo seis meses de validade a contar da data de sua saída do continente;
  • Seguro viagem;
  • Passagem de ida e volta impressa com duração de até 3 meses;
  • Comprovante de reservas da acomodação durante a viagem;
  • Comprovante de capacidade financeira com pelo menos 70 euros por dia, sendo possível comprovar com limite de cartão de crédito internacional, dinheiro ou VTM.

Se você apresentar todos esses documentos no momento de desembarque, será concedido o visto para a Europa e durante 90 dias você pode andar livremente pelo espaço Schengen, com tudo legal e sem problemas.

Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem – ETIAS

Você já ouviu falar do novo visto que passará a ser exigido dos brasileiros que pretendem visitar a Europa? Pois é, a Comissão Europeia criou o Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS – sigla em inglês) com a intenção de aumentar o controle e segurança das fronteiras europeias dentro do Espaço Schengen.

O ETIAS é basicamente uma autorização eletrônica de viagem, coisa que era desnecessária para os cidadãos brasileiros, mas que a partir de 2021 será exigida. Os interessados deverão fazer todo o procedimento de maneira online. Nós já escrevemos sobre o ETIAS, saiba mais.

visto para europa morar

Visto para residir na Europa

Caso você tenha a intenção de residir, será necessário visto para Europa. Veja abaixo informações sobre alguns países e os tipos de visto exigidos:

Portugal

Para permanecer por mais de 90 dias em Portugal você pode solicitar os seguintes vistos: visto de estudo ou estágio, visto de trabalho, visto de empreendedor, Startup Visa, Golden Visa ou visto D7 de rendas próprias (aposentados). Veja tudo sobre o visto para Portugal.

Espanha

No caso da Espanha os tipos de visto são bastante parecidos com Portugal. Aqui no nosso site já escrevemos sobre visto para Espanha.

Itália

Já os tipos de visto para Itália são diferentes de Portugal e Espanha. Veja abaixo os tipos de visto para a Itália:

  • Visto de trabalho;
  • Promessa ou Contrato de trabalho;
  • Visto de Trabalho autônomo;
  • Visto de trabalho subordinado para a Itália;
  • Outros tipos de visto para Itália: visto para adoção, visto para Tratamento de Saúde, visto para competições esportivas, visto para Missão Diplomática, visto para Negócios, visto para Aposentados, visto para Motivos Religiosos e visto para Reunião Familiar.

Alemanha

Para os brasileiros que queiram permanecer na Alemanha por mais de 90 dias, se faz necessário pedir uma autorização de residência. Via de regra a autorização de residência pode ser solicitada depois que o cidadão entra na Alemanha, ele só precisa ir ao Departamento de Estrangeiros mais próximo de onde vai viver. Apresentar os motivos para viver na Alemanha e solicitar autorização de residência: estudo superior, intercâmbio, curso de idioma, reunião familiar, celebração de casamento, de procura de emprego e permanência de longa duração subsequente.

Conheça os tipos de vistos para trabalhar na Alemanha.

Existem algumas exceções e você pode conhecê-las no site das Representações da República Federal da Alemanha no Brasil.

Veja também:

5 dicas para atrações gratuitas na Europa

Já esclareceu todas as suas dúvidas sobre visto para Europa? Então, veja algumas sugestões de 5 atrações gratuitas que você pode visitar sem gastar nenhum centavo. Separamos atrações dos países mais visitados por brasileiros.

1. Sabia que existem 22 museus em Paris gratuitos? É uma boa oportunidade para fazer uma visita ao histórica;

2. Pantheon, na Itália é um monumento em que a visita é gratuita. Veja o que fazer em Roma;

3. Hyde Park, em Londres, trata-se de um parque lindo para passear e relaxar. Veja aqui o que fazer de graça em Londres.

4. Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, catedral do século IXX, que foi bombardeada durante a 2ª Guerra Mundial, em Berlim;

5. Irish Museum of Modern Art, em Dublin. Um museu de arte moderna, super descolado e interessante de visitar.

Então, agora só me resta te desejar boa viagem! Não esqueça de seguir todas as dicas para garantir que tudo vai dar certo na sua viagem, combinado?

Aproveite e conheça os melhores destinos na Europa!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.