Está com viagem agendada ou em planejamento, mas tem dúvidas quanto à necessidade de visto para Europa e outros documentos? Nós te explicamos. Acompanhe aqui.

Precisa de visto para Europa?

Se você vai viajar pela Europa por um período de até 90 dias, não será preciso ter um visto de entrada. Agora, se você for realizar um curso, trabalhar, residir ou ficar por mais tempo, seja qual for a razão, então você precisará de um visto.

Por quanto tempo um cidadão brasileiro pode viajar sem visto para Europa?

Um brasileiro pode viajar pela Europa por até 90 dias sem necessidade de visto. Isto acontece graças ao Tratado de Schengen, um acordo de livre circulação de pessoas assinado por grande parte dos países europeus.

Países que permitem viajar sem visto por 90 dias

Fazem parte do chamado Espaço de Schengen (ou seja, são países signatários do acordo): Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estônia, Eslováquia, Eslovênia, Grécia, Hungria, Holanda, Itália, Islândia, França, Finlândia, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.
Você pode viajar apenas para um destes países sem visto, ou visitar vários na mesma viagem, não importa. Desde que respeite o prazo limite de 90 dias, o visto não será exigido.
Agora, o que muita gente não sabe é que pode viajar por até 90 dias, mas dentro de um período de 180 dias. Se você, por acaso, viajou por 90 dias consecutivos pela Europa, deverá voltar ao Brasil e aguardar 180 dias para poder retornar à Europa. Ou, em outro exemplo, você pode viajar durante um mês pela Europa. E ainda terá mais 60 dias de visto se quiser voltar dentro do mesmo período de 180 dias.

O que acontece se um brasileiro permanece mais de 90 dias sem visto para Europa?

O turista pode até mesmo ser deportado por descumprir as regras do país. Se for deportado, você fica impedido de voltar à União Europeia por um ano.
Alguns países são mais severos na punição a quem é pego sem visto e trabalhando. Neste caso, além da deportação, a pessoa fica banida por anos de entrar no país.
visto para Europa mala

ETIAS: quando será necessário?

A partir de 2023, os turistas terão que apresentar à autoridade de imigração o ETIAS.
ETIAS é a sigla em inglês para Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem.
Ele é uma autorização de viagem que pode ser obtida online por todo turista em viagem à Europa. A partir de 2023, ele será obrigatório – a princípio, seria exigido em 2021, mas por questões de adaptação das fronteiras, a obrigatoriedade foi adiada.
A União Europeia criou o ETIAS para combater a crise migratória e o terrorismo em seus países-membros. Para solicitar o ETIAS, os viajantes brasileiros precisarão preencher um formulário online com seus dados pessoais e responder a um pequeno questionário.
Também vão ter que providenciar o nome do país-membro de chegada e, consequentemente, serão obrigados a entrar no Espaço Schengen por esse país.
Essas são as informações pessoais necessárias para preencher o formulário ETIAS:

  • Nome completo;
  • Local e data de nascimento;
  • Sexo;
  • Endereço;
  • Número de telefone e e-mail;
  • Nível acadêmico ou informação do emprego atual;
  • Informação do passaporte ou de um outro documento de viagem válido;
  • País de chegada;
  • Responder ao questionário de elegibilidade ETIAS.

Dentre as perguntas que serão feitas no questionário, serão abordados os seguintes temas:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
  • Uso de drogas;
  • Terrorismo;
  • Tráfico Humano;
  • Viagens para áreas de conflito;
  • Histórico criminal;
  • Histórico de emprego;
  • Informações sobre viagens passadas à Europa;
  • Informações de segurança.

Fornecer informações falsas ou enganosas durante o processo de inscrição para o ETIAS poderá resultar na negação do pedido. O viajante poderá recorrer da decisão.

Qual o valor do ETIAS?

O valor será de 7 euros por pessoa. Menores de 18 anos não pagam.

Pandemia de Covid-19: quem pode entrar na Europa nesse momento?

Diante do cenário de pandemia, apenas cidadãos europeus podem entrar na Europa. Brasileiros só viajam para lá se tiverem cidadania europeia ou em casos essenciais – estudo, trabalho e tratamento médico, por exemplo.
Estudantes e trabalhadores, que tenham o visto comprovando esta condição, estão autorizados a entrar nos países.
Veja como está a situação da Covid-19 na Europa.

Como tirar visto para Europa?

No geral, os vistos são divididos em visto de turismo, trabalho, estudo, investimento e o visto europeu permanente, mas é importante checar as regras de visto do país para o qual você irá viajar.
Em todos os casos, acesse o site de imigração do país de destino, solicite o visto que você precisa e agende uma entrevista no consulado.

Como tirar visto de estudante para Europa?

É preciso ter em mãos toda a documentação que comprove que você vai realmente estudar, seja curso de idioma, intercâmbio, universidade ou pós-graduação. Terá que apresentar uma matrícula que indique claramente as datas exatas de duração do curso, assim como o valor pago e o calendário das aulas e horários letivos.
Novamente, vale a dica de procurar as informações específicas do pedido de visto de cada país, já que algumas especificidades podem variar de um local para outro.

Como tirar visto de trabalho para Europa?

A maneira mais garantida de conseguir o visto de trabalho é tendo uma carta convite ou um contrato de trabalho já assinado com a empresa em questão. Mas é tudo bastante burocrático e subjetivo e você deve ter isto em mente, para não criar falsas expectativas quanto à facilidade do processo todo.
Ter uma carreira e uma vida pessoal idônea ajuda muito, assim como ter em mãos todos os documentos necessários, já devidamente traduzidos.
Veja como tirar seu visto de trabalho em cada país:

Quem tem passaporte europeu precisa de visto para Europa?

Não. O titular de um passaporte europeu tem direito à isenção do visto para todos os países da União Europeia. Isto porque passa a ser considerado um cidadão europeu.

E para os Estados Unidos?

O passaporte europeu também permite a entrada sem visto nos Estados Unidos, Canadá, Japão, Nova Zelândia e Emirados Árabes, entre outros. É que passa a valer as regras de exigência de visto não para brasileiros, mas para europeus.

Quais países precisam de visto na Europa?

Como dissemos, para os países que fazem parte do Tratado de Schengen, o turista brasileiro não precisa de visto para permanecer por um período de até 90 dias.
Já outros países, como Bulgária, a Romênia, o Chipre, a Irlanda, o Reino Unido e a Croácia, não fazem parte do Espaço Schengen, mas também são isentos de visto para viagens consideradas de curta duração para turismo.
Nos países do Reino Unido, o visto prévio é concedido assim que o turista passa pela imigração no aeroporto de destino. E ele tem duração de 180 dias.

Visto para residir na Europa

Caso você tenha a intenção de residir, será necessário visto para Europa. Veja abaixo informações sobre alguns países e os tipos de visto exigidos:

Portugal

Para permanecer por mais de 90 dias em Portugal você pode solicitar os seguintes vistos: visto de estudo ou estágio, visto de trabalho, visto de empreendedor, Startup Visa, Golden Visa ou visto D7 de rendas próprias (aposentados). Veja tudo sobre o visto para Portugal.

Espanha

No caso da Espanha os tipos de visto são bastante parecidos com Portugal. Aqui no nosso site já escrevemos sobre visto para Espanha.

Itália

Já os tipos de visto para Itália são diferentes de Portugal e Espanha. Veja abaixo os tipos de visto para a Itália:

  • Visto de trabalho;
  • Promessa ou Contrato de trabalho;
  • Visto de Trabalho autônomo;
  • Visto de trabalho subordinado para a Itália;
  • Outros tipos de visto para Itália: visto para adoção, visto para Tratamento de Saúde, visto para competições esportivas, visto para Missão Diplomática, visto para Negócios, visto para Aposentados, visto para Motivos Religiosos e visto para Reunião Familiar.

Quanto custa para tirar o visto para Europa?

Se a sua viagem terá mais de 90 dias de duração, você terá que entrar com pedido de visto no consulado do país que deseja visitar.
O valor varia de acordo com o país e o tipo de visto. Você deve checar cada especificidade diretamente no site do consulado do país que pretende solicitar o visto. Na Espanha, por exemplo, custa em média 60€, para Portugal por volta de R$700.

Fila Imigração

Como entrar legalmente na Europa?

Sempre que for viajar para a Europa, faça todo o procedimento na legalidade. Ao optar pelo caminho aparentemente “mais fácil”, você pode comprometer todo um projeto de vida.
Lembre-se que a deportação é uma realidade para os ilegais e que isso constará em sua ficha e em seu currículo. Portanto, a melhor forma de se mudar para a Europa é dentro da lei.
Caso sua ida à Europa tenha como objetivo uma mudança para o velho continente, você deve utilizar os 90 dias que tem como turista para explorar as possibilidades de países e cidades, avaliando onde poderia morar de maneira satisfatória – tanto financeiramente quanto pessoalmente.
A Europa não é um lugar homogêneo e aspectos como estilo de vida dos habitantes, condições climáticas, custo de vida, facilidade para arranjar emprego e qualidade de vida devem ser colocados na balança.
Ao definir a localidade, procure informações sobre os tipos de visto disponíveis. Volte ao Brasil e solicite o visto seguindo a lei. Se você já tiver um emprego garantido, tanto mais fácil. Caso contrário, você já deve iniciar a busca. Nosso artigo sobre emprego na Europa pode ajudar bastante.

Documentos necessários

Apesar de muitos países não terem a necessidade de visto, para entrar na Europa você vai precisar de:

  • Passaporte com validade de 6 meses;
  • Seguro viagem com cobertura para despesas medica hospitalares de pelo menos 30 mil euros;
  • Passagem de retorno;
  • Comprovante de hospedagem;
  • Comprovante financeiro para se manter – pode ser limite do cartão de crédito, dinheiro ou extrato de um cartão de recarga em moeda estrangeira. Em geral, é exigido um mínimo de 65 euros por dia.

Questionamentos e interrogatório para entrar na Europa: como me comportar?

Não é raro que um turista seja convidado pela imigração de um país Europeu para responder algumas perguntas. Se isso ocorrer com você, não tema, o procedimento é comum. A seguir, trazemos os fatos mais questionados que as autoridades locais fazem aos turistas que lá desembarcam.

Capacidade Financeira

Caso seja questionado sobre isso, comprove sua capacidade financeira de ficar no país pelas datas previstas, tendo em mãos, seu dinheiro, o limite de seu cartão de crédito ou o seu Visa Travel Money.

Profissão no país de origem

Responda calmamente qual é a sua profissão no Brasil e como obtém os seus rendimentos. Caso seja estudante, tenha em mãos o comprovante de matrícula da escola ou da universidade.

Objetivo da viagem

Seja sincero, caso a viagem não seja para negócios, responda simplesmente que quer conhecer o país e passar alguns dias. Caso esteja indo para a Europa para participar de um evento acadêmico, apresente a sua ficha de inscrição.

Trânsito durante a estadia

Explique o roteiro que pretende seguir durante a viagem. Mostre sua vontade de conhecer os pontos turísticos mais visitados e quais os meios de transporte irá utilizar para circular no continente.

Conhecidos na Europa

Seja sincero também nessa resposta e só responda que tem conhecidos se entrar no país com carta convite. Conhecer pessoas que não te convidaram podem gerar desconfiança nas autoridades locais.

Seguro de Viagem

Quando for escolher seu seguro viagem, nós sugerimos que você utilize um site comparador. Com ele, você poderá fazer a melhor escolha em termos de coberturas inclusas e também de valores cobrados. Você pode fazer isso no nosso comparador de seguro viagem. Temos uma parceria com o Seguros Promo, onde você encontra ótimas ofertas com excelentes preços.
Se você fizer a contratação de seu plano no Seguros Promo ou no nosso comparador, insira o nosso código EURODICAS5 e ganha 5% de desconto. Caso opte por pagar por boleto bancário, tem mais 5% de desconto. Ou seja, você pode ganhar 10% de desconto na contratação do seu seguro.
Quer conhecer os relatos e experiências de brasileiros que moram na Europa? Confira o nosso ebook Sonho de Viver na Europa. Nele você vai se inspirar para realizar o seu planejamento de mudança!

5 dicas para atrações gratuitas na Europa

Já esclareceu todas as suas dúvidas sobre visto para Europa? Então, veja algumas sugestões de 5 atrações gratuitas que você pode visitar sem gastar nenhum centavo. Separamos atrações dos países mais visitados por brasileiros.
1. Sabia que existem 22 museus em Paris gratuitos? É uma boa oportunidade para fazer uma visita ao histórica;
2. Pantheon, na Itália é um monumento em que a visita é gratuita. Veja o que fazer em Roma;
3. Hyde Park, em Londres, trata-se de um parque lindo para passear e relaxar. Veja aqui o que fazer de graça em Londres.
4. Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, catedral do século IXX, que foi bombardeada durante a 2ª Guerra Mundial, em Berlim;
5. Irish Museum of Modern Art, em Dublin. Um museu de arte moderna, super descolado e interessante de visitar.
Então, agora só me resta te desejar boa viagem! Não esqueça de seguir todas as dicas para garantir que tudo vai dar certo na sua viagem, combinado? Aproveite e conheça os melhores destinos na Europa e também como é morar na Europa!