Visto de trabalho na França: como pedir e quanto vai custar

França  / 

Arrumar um emprego e fazer a vida na França é o sonho de muitos brasileiros, já que o país oferece uma super qualidade de vida e diversos benefícios, mesmo para os estrangeiros. Se você tem dúvidas e não sabe por onde começar, nós separamos algumas dicas que irão te ajudar neste desafio de ter um visto de trabalho na França.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

A primeira coisa que você deve saber é que, para obter qualquer tipo de visto na França, você só conseguirá através dos consulados no Brasil. Então nem adianta pensar em ir com o visto de turista (até 90 dias), encontrar um emprego e acabar ficando. Você até pode procurar e até mesmo encontrar, mas de qualquer maneira precisará voltar ao Brasil para solicitar o visto.

Como solicitar o visto de trabalho para França?

O procedimento para o visto de trabalho é o mesmo de todos os outros. Através do site do consulado da França você poderá ter acesso ao formulário correto e os modelos de declaração.

Você pode conseguir um emprego enquanto estiver viajando como turista, mas a única maneira de conseguir um visto de trabalho para França é retornando ao Brasil e indo pessoalmente ao consulado. Mas para isso você já precisará ter o contrato de trabalho em mãos e o comprovante de que terá onde morar, pelo menos nos 3 primeiros meses.

Muitas vezes o próprio empregador pode ajudar a pessoa contratada a encontrar um apartamento, principalmente no caso dos estrangeiros, pois alugar um apartamento enquanto estamos longe é mais difícil. Porém, tendo um contrato de trabalho fica muito mais fácil.

Tem vontade de trabalhar na França? Então leia também esse artigo aqui.

Quais são os requisitos e documentos necessários?

Para solicitar o visto de trabalho e morar na França você obrigatoriamente precisará ter um contrato de trabalho ou ao menos um convite da empresa que você irá trabalhar. Existem 2 tipos de contrato de trabalho na França e é ele que irá determinar o tipo de visto que você obterá:

  • CDI: Contrato por tempo indeterminado. Após os 3 meses de experiência você, de fato, assumirá um cargo na empresa, por tempo indeterminado, com direito a todos os benefícios dentro da lei francesa e salário fixo ou comissionado. Este tipo de emprego é mais difícil de encontrar e geralmente é para cargos de alto nível e com bons salários;
  • CDD: Contrato por tempo determinado. Este é o tipo mais comum, onde a empresa pode escolher um contrato que vai desde apenas 1 mês de trabalho até 1 ano, podendo ser renovado ou até mesmo transformado em CDI, conforme o desempenho do empregado.

Leia também nosso artigo sobre como morar legalmente na França.

Veja abaixo quais são os documentos necessários para você solicitar o visto de trabalho na França, no consulado do Brasil:

  • Passaporte com 1 ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais;
  • 2 fotos 3×4 recentes e com fundo branco;
  • Comprovante de residência no Brasil;
  • Formulário devidamente preenchido e assinado (legível e sem rasuras);
  • Carta de Contrato (horas de trabalho, salário, benefícios e duração);
  • Cópia do último diploma;
  • Comprovante Financeiro (este é solicitado em caso de empregos não remunerados ou que o salário seja abaixo da média estipulada pela Embaixada, que é de 615 euros mensais);
  • Comprovante de Residência na França (residência oferecida pela empresa, aluguel de casa ou carta convite de responsabilidade de alojamento, comprovante de residência do responsável e cópia da identidade);
  • Seguro de viagem internacional (cobertura total de 30 mil euros por 30 dias).

O que fazer depois de ter o visto?

Qualquer estrangeiro que tiver um visto de longa duração, precisará legalizar sua permanência quando chegar na França.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Ao chegar na França, você terá um prazo de 3 meses para entrar em contato com o Office Français de l’Immigration et de l’Intégration (OFII), marcar uma consulta médica e validar o seu visto, que ganhará valor de carte de séjour. A carte de séjour, na França, é como se fosse uma carteira de identidade para estrangeiros e é através dela que podemos ter acesso aos benefícios do governo, como auxílio moradia, seguro de saúde, dentre outras coisas.

Caso você renove o contrato de trabalho, o mesmo poderá ser feito na Mairie (prefeitura) de sua cidade, pois para renovar não precisamos ir ao Brasil e fazer o procedimento através do consulado.

Sabia que há profissionais em falta na França? Veja quais os cargos aqui.

Quanto custa?

Para solicitar o visto de trabalho na França, você deverá pagar uma taxa de 50€. O valor deve ser pago em reais, em dinheiro, no dia da sua visita ao consulado francês.

Quanto tempo demora?

Depois da visita ao consulado, o mesmo leva em média 15 dias úteis para emitir o visto e você terá acesso ao andamento da sua solicitação através do site do consulado.

Não se esqueça que você só poderá ir ao consulado se já tiver agendado uma visita, através do site. Não existe a possibilidade de ir sem horário marcado e, dependendo da época do ano (julho e agosto) a agenda fica completamente lotada, então é bom se precaver e marcar com antecedência.

Onde solicitar?

Existem 4 consulados da França no Brasil: em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife. A regra de agendar uma visita antes vale para todos e você poderá fazer isso através dos sites.

Após verificar a lista de documentos e formulários e comparecer ao rendez-vous no consulado, você receberá um email avisando que seu visto foi concedido e está pronto e precisará ir pessoalmente até o consulado para fazer a retirada.

Tudo sobre a França: leia nosso guia essencial para morar no país.

Como encontrar emprego na França?

Existem algumas maneiras de encontrar emprego na França e nós vamos te dizer quais são:

  • Busque por vagas em sites de emprego, como Monster, Pole Emploi, Embauche, Cadremploi e EuroJobs;
  • Não se esqueça da melhor ferramenta para encontrar bons empregos hoje em dia: Linkedin. Faça um bom perfil e nunca se esqueça de atualizar a cidade e o país, pois assim receberá ofertas de vagas diretamente na França;
  • Se você conhece franceses ou brasileiros que já moram na França suas chances aumentam, pois muitas vagas são preenchidas através de indicações;
  • Dificilmente você irá encontrar um emprego se não souber falar o mínimo de francês. Por isso, veja aqui nosso artigo de como aprender francês;
  • Quando você já vive na França legalmente (visto de estudante ou de cônjuge) é mais fácil arrumar um emprego, mesmo porque você não precisará solicitar um visto especial de trabalho.

Quer saber mais? Leia nosso artigo completo sobre emprego na França e veja vagas de emprego na França.

Bonne chance!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.