Home França Salário mínimo na França: o valor em 2021 e custo de vida

Salário mínimo na França: o valor em 2021 e custo de vida

Salário mínimo na França: o valor em 2021 e custo de vida

Quem vai morar no exterior precisa pesquisar muitas informações sobre o país escolhido. E, se, por exemplo, você optou por residir na França e precisa trabalhar para se manter, deve ter se perguntado quanto ganharia se fosse trabalhar por lá e se o seu salário seria o suficiente para viver no país. Por isso, escrevemos este artigo para esclarecer as principais questões sobre o salário mínimo na França. Confira!

Qual é o valor do salário mínimo na França em 2021?

Em 2021, o valor do salário mínimo na França é 10,25€ por hora, o que equivale a 1.554,58€ por mês.

Vale ressaltar que a jornada de trabalho na França é de 35 horas semanais, período que pode ser maior ou menor, conforme acordos e convenções coletivas de classes trabalhadoras. As horas que forem trabalhadas além do período acordado são consideradas horas extras.  E, baseando-se na semana de trabalho legal de 35 horas, o salário mínimo mensal é de 1.521,22€.

Esses valores são brutos, ou seja, antes dos descontos dos impostos. Veja a evolução do salário mínimo na França nos últimos dez anos:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Valor do salário mínimo na França (bruto) Por dia Por mês
Janeiro 2011 9€ 1.365€
Dezembro 2011 9,19€ 1.393,82€
Janeiro 2012 9,22€ 1.398,37€
Julho 2012 9,40€ 1.425,67€
Janeiro 2013 9,43€ 1.430,22€
Janeiro 2014 9,53€ 1.445,38€
Janeiro 2015 9,61€ 1.457,52€
Janeiro 2016 9,67€ 1.466,62€
Janeiro 2017 9,76€ 1.480,27€
Janeiro 2018 9,88€ 1.498,47€
Janeiro 2019 10,03€ 1.521,22€
Janeiro 2020 10,15€ 1.539,42€
Janeiro 2021 10,25€ 1.554,58€

O salário mínimo da França é chamado de SMIC – salaire minimum de croissance – e é determinado por hora trabalhada. O valor do SMIC é reajustado todos os anos, no dia 1º de janeiro (e eventualmente em outras épocas do ano, a critério do governo francês) e tem vigência até o dia 31 de dezembro.

Quem recebe o salário mínimo na França

O SMIC se aplica a todos os trabalhadores maiores de idade, inclusive aqueles do setor dos transportes, exceto para a categoria de trabalhadores especializados, assim como é fixada no Acordo Coletivo de Transporte de mercadorias (Convenção de 06 de março de 2018, entrada em vigor em 25 de abril de 2019).

Ou seja, todo o trabalhador maior deve receber, no mínimo, o valor do SMIC. Para os trabalhadores em tempo parcial, o SMIC é calculado proporcionalmente às horas trabalhadas.

Outro fator importante: com a experiência, o salário sobe. Na França, os salários estão muito ligados à sua qualificação profissional e tempo de experiência.

Descubra quais são os profissionais em falta na França.

Quem não recebe salário mínimo na França?

Algumas formas de trabalho não são regulamentadas pelo valor do SMIC. São elas:

  • Aprendiz;
  • Contrato de profissionalização;
  • Estagiários;
  • Menores de idade.

Qual é o salário médio na França?

O SMIC é determinado para que todos os trabalhadores franceses recebam, no mínimo, esse valor pelo seu trabalho. Assim, se você pretende morar na França, esse é o valor mínimo que pode receber.

No entanto, o salário médio no país é mais alto. De acordo com o site Numbeo, os profissionais na França recebem em torno de 2.045€ líquidos mensais (após os impostos) em 2021.

Esse valor, é claro, pode ser maior ou menor, de acordo com a região da França, o setor de atuação, cargo e outras variáveis.

Direitos dos trabalhadores na França

Os principais direitos dos trabalhadores na França são:

  • Receber pelo menos o valor do SMIC estabelecido;
  • Trabalhar 35 horas semanais – se trabalhar mais do que isso, tem que receber pelas horas extras;
  • Trabalhar, no máximo, 10 horas por dia (o normal são 7h por dia);
  • O trabalhador tem direito a 24 horas seguidas de repouso por semana;
  • No mínimo, 11 horas de repouso entre 2 períodos de trabalho;
  • Trabalhar no máximo 6 dias consecutivos;
  • No mínimo 30 dias úteis de férias por ano (isso mesmo! Não conta fim de semana nem feriado, ou seja, são no mínimo 5 semanas de férias por ano. Ao contrário do Brasil, que são 30 dias corridos contando sábado, domingo e feriados);
  • Direito à greve.

Tem interesse em trabalhar na França? Veja aqui sites de emprego na França.

Seguro desemprego na França

Se você for demitido de um emprego na França, você terá direito ao seguro desemprego. Porém, se você pedir demissão, abandonar o emprego ou for demitido por falta grave, você não terá direito a nada. Para ter direito, você terá que ter trabalhado no mínimo 4 meses nos últimos 28 meses.

O tempo e o valor mensal que você receberá depende do tempo de trabalho e do valor do salário que você ganhava. O seguro desemprego dura no mínimo 122 dias e pode durar até:

  • 24 meses para pessoas com menos de 53 anos;
  • 30 meses para pessoas entre 53 e 55 anos;
  • 36 meses para pessoas com mais de 55 anos.

O valor mensal é calculado com base nos seus rendimentos nos últimos 12 meses, dividido pelo número de dias trabalhados nos últimos 12 meses. Além disso, é acrescentada uma parcela fixa diária e tem limites máximo e mínimo do valor do seguro.

Para mais informações sobre o cálculo do seguro desemprego, acesse o site Juritravail, que tem uma calculadora para auxiliar os trabalhadores.

Como é o salário mínimo francês em relação a outros países europeus?

A maior parte do salário mínimo nos países europeus é estabelecida pelo governo. De acordo com o Eurostat, Gabinete de Estatísticas da União Europeia (UE), a França está entre os que oferecem os maiores salários, acima de 1 mil euros por mês. Estão nesse mesmo grupo Alemanha, Bélgica, Holanda, Irlanda, Eslovênia e Luxemburgo.

Na Bulgária, Romênia e Hungria, por exemplo, o valor do salário mínimo é menor que 500€ mensais. Em outros países, como Portugal, Grécia e Polônia, o valor fica entre 500€ e 1 mil euros. O maior salário mínimo da UE está em Luxemburgo e o menor, na Bulgária. Confira a tabela a seguir:

País Valor do salário mínimo
Luxemburgo 2.201,9€
Irlanda 1.724€
Holanda 1.684,80€
Bélgica 1.625,7 €
Alemanha 1.614€
França 1.554,58€
Espanha 950€
Eslovênia 1.024,2 €
Malta 784,7€
Portugal 665€
Grécia 758,3€
Estônia 584€
Polônia 614,1€
Lituânia 642€
Eslováquia 623€
República Tcheca 579,2€
Croácia 562,8€
Hungria 470€
Romênia 458,1€
Letônia 500€
Bulgária 332,3€

O valor do salário mínimo indicado em alguns países corresponde à média dos 12 meses de salário, mais o 13º e 14º, existente em países como Portugal. Nesse caso, por exemplo, o salário mínimo mensal é 665€, somados os 14 meses de salário, o mínimo atinge os 775€.

No entanto, não significa necessariamente um poder aquisitivo maior, uma vez que a capacidade de compra dependerá do custo de vida local, que varia de país para país.

Outros países, por sua vez, como Itália, Chipre, Áustria, Dinamarca, Finlândia e Suécia, não definem o salário mínimo, sendo a determinação desses valores fixada para a negociação coletiva. Por isso, não estão presentes na lista.

Quais são as profissões com os melhores e os piores salários na França?

Outro fator que faz com que o salário fique mais alto ou mais baixo é a profissão e o setor de atuação. De acordo com o Ministério da França, os profissionais das seguintes áreas são os que recebem melhores salários no país:

  • Farmácia;
  • Banco;
  • Seguradora;
  • Química;
  • Pesquisa;
  • Metalurgia;
  • Cultura e Comunicação;
  • Profissões jurídicas e contabilidade;
  • Imobiliário;
  • Comércio.

Destacamos também as profissões com os menores salários na França:

  • Vendedor;
  • Esteticista;
  • Costureira;
  • Cabeleireiro em domicílio;
  • Professor de ioga.

Saiba o que você deve fazer para trabalhar na França.

É possível viver na França com um salário mínimo?

Bom, para responder a essa pergunta, é importante que você saiba, em primeiro lugar, em qual região da França vai viver. Morar em Paris, por exemplo, implica ter que arcar com um dos custos de vida mais altos da Europa.

Já se você for para alguma cidade do interior, os gastos mensais com moradia, transporte, alimentação, entre outros, tendem a ser mais baixos. Tudo depende de seu estilo de vida.

Salário mínimo na França calculo

Veja abaixo os valores de alguns produtos e serviços que podem ajudar você a ter uma ideia do custo de vida no país, consultados em fevereiro de 2021 no site Numbeo:

Valor médio na França Valor médio em Paris
Aluguel de apartamento de um quarto no centro da cidade (mensal) 672,34€ 1.219,35€
Aluguel de apartamento de três quartos no centro da cidade (mensal) 1.279,95€ 2.741,67€
Ingresso de cinema 10€ 11,90€
Mensalidade de academia 34,44€ 38,60€
Despesas fixas de casa (água, luz, sistema de aquecimento) 145,80€ 163,14€
Transporte público (mensal) 51,90€ 75€
Refeição em um restaurante de baixo custo 13,50€ 15€
Supermercado (mensal) 350€ 400€

Saiba mais sobre os custos de supermercado na França e quais são as principais redes varejistas.

Cálculos finais para morar na França

De acordo com esses valores, o custo de vida médio para uma pessoa morar na França seria de cerca de 1.300€, considerando a média do país na totalidade, ou de, no mínimo, 2.000€ em Paris. Sim, os valores ficam salgados se você pensar no salário mínimo na França. Porém, lembre-se de que sempre é possível recorrer a algumas alternativas para economizar.

aluguel de um apartamento mais afastado do centro, por exemplo, costuma ser bem mais em conta. Em Paris, muitas pessoas optam, inclusive, por morar no chamado banlieue (subúrbio), região de cidades em volta da capital.

Para quem vai morar sozinho, há, ainda, a possibilidade de alugar um quarto em vez de um apartamento inteiro, ou, também, de dividir um apartamento com outras pessoas, prática bastante comum entre brasileiros que moram na França e em outras partes da Europa. Além disso, existe sempre a opção de cortar alguns custos supérfluos para fazer o salário render mais.

E não esqueça: se morar na França está nos seus planos, saiba que o seguro viagem é obrigatório. Recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas.

1