Estudar na França: cursos, preços e se vale a pena

A França é um dos países mais escolhidos por quem planeja estudar no exterior, inclusive pelos brasileiros. Além do elevado nível de qualidade de ensino, o baixo custo dos estudos atrai estudantes internacionais. Por isso, se você pretende estudar na França, confira este artigo que preparamos e saiba todas as informações.

Como estudar na França? Saiba tudo

Há diversas formas de estudar na França, desde cursos de francês de curta duração até graduação e pós-graduação. Se você não tiver cidadania europeia e for fazer um curso de curta duração, de até 3 meses, você não precisa de visto e, portanto, poderá fazer a inscrição diretamente com a instituição de ensino.

Mas, se este não for o seu caso, qualquer curso de mais de 3 meses, exigirá de você um visto e este processo é sempre feito por meio do Campus France, a agência do governo francês, presente em 110 países, responsável pela promoção do ensino superior e por facilitar o acesso dos estrangeiros às instituições francesas. Com o Campus France, a candidatura é feita de forma 100% online.

Processo de candidatura no Campus France

Primeiramente, você precisa escolher o curso que deseja fazer, prepare sua candidatura, realize um dos testes oficiais em francês, caso necessário (as instituições costumam pedir o nível B2 – que equivale ao nível intermediário, quase avançado), inscreva-se no Campus France Brasil e solicite seu visto de estudante.

O processo de candidatura via Campus France é destinado exclusivamente aos estudantes brasileiros ou estrangeiros que morem no Brasil que pretendam se candidatar em uma universidade ou instituição francesa conectada ao Campus France.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Leia o nosso artigo sobre brasileiros na França.

Documentos necessários para estudar na França

Confira a documentação necessária para a candidatura pelo Campus France.

  • Certificado de conclusão do Ensino Médio e/ou do seu último curso;
  • Histórico escolar;
  • Certidão de nascimento;
  • Diploma de proficiência no francês;
  • Cópia do passaporte válido.

Todos os documentos precisam estar apostilados (Apostila de Haia) e traduzidos, com tradução juramentada.

É possível usar o ENEM para estudar na França?

Sim. É possível usar o ENEM para estudar na França. Mas não basta apenas ter uma boa nota; as universidades francesas exigem, ainda, que o aluno tenha sido aprovado em uma universidade brasileira em um curso semelhante com o que ele quer cursar na França.

Não é necessário apresentar uma nota mínima no ENEM para estudar na França, já que o candidato deve já ter sido aprovado em uma universidade (pública ou particular) no Brasil em um curso parecido e provar que sabe francês.

Descubra as melhores maneiras de aprender francês.

Cursos para estudar na França

Existem várias maneiras de estudar na França, a seguir listamos as modalidades mais buscadas pelos brasileiros:

Graduação

Para ingressar em um curso de graduação na França, você precisará ter concluído o Ensino Médio, ter bom conhecimento da língua francesa (ou inglesa para as formações ministradas em inglês) e ter sido aprovado no vestibular no Brasil, na mesma área que pretende estudar na França. Diferente do Brasil, as graduações na França costumam ser de 3 anos.

Pós-graduação

A pós-graduação na França é chamada de Master e existem dois tipos: o Master Recherche, que é uma formação em pesquisa (equivalente ao nosso mestrado), e o Professionnel, que prevê estágios práticos no fim do curso. Qualquer estudante brasileiro que possui um diploma de graduação pode ingressar em um Master na França.

Doutorado e pós-doutorado

O doutorado na França tem a duração de três anos e é acessível para estudantes titulares de um mestrado no Brasil, ou de um Master na França. O ingresso para o doutorado difere um pouco do mestrado, já que o estudante deverá entrar em contato diretamente com o responsável da equipe, que irá orientá-lo quanto aos procedimentos.

A primeira coisa a ser feita é identificar a escola mais adequada ao seu projeto de pesquisa para depois entrar em contato. Estudar na França Universidade

Intercâmbio acadêmico

Para fazer um intercâmbio durante a graduação ou pós-graduação, é necessário que sua instituição de ensino no Brasil já possua um acordo firmado com uma instituição francesa de ensino superior. Para isso, você deve procurar o departamento de relações internacionais da sua instituição e definir os termos de equivalência e revalidação de disciplinas já cursadas.

Cursos de Francês

A inscrição em um curso de francês deverá ser feita diretamente com a instituição. Se o curso que você escolher tiver uma duração maior do que 90 dias, você deverá obrigatoriamente, solicitar um visto de estudante junto ao consulado da França.

Au Pair

O Programa Au Pair é um misto de trabalho e estudo, já que você irá morar na residência de uma família francesa e trabalhará como babá, por exemplo. Porém, deverá estar inscrito em um curso de francês, o que exigirá um visto de estudante, já que este programa tem a duração de no mínimo um ano.

Como escolher a universidade para estudar na França

Como dissemos, a França oferece ensino de excelência. É preciso pesquisar bastante para escolher a universidade para você estudar na França. Você deve verificar quais instituições têm o sistema de ensino com o qual você se identifica, cidade que pretende morar, quais universidades têm o curso que pretende fazer, entender a grade curricular, entre outros fatores que podem influenciar na sua decisão. faculdade franca A França possui mais de 80 universidades e elas abrangem praticamente todas as áreas de estudo. Por isso, é importante também verificar quais são as melhores universidades na França. Entre elas estão, de acordo com o ranking QS 2020:

  1. Université PSL;
  2. Ecole Polytechnique;
  3. Universidade de Sorbonne;
  4. CentraleSupélec;
  5. Escola Normale Supérieure de Lyon.

Quanto custa estudar na França

Quer saber quanto custa estudar na França? De acordo com o Campus France, a maior parte das taxas escolares para estudantes não-europeus no ano universitário 2019-2020 são:

  • 2.770 euros por ano em nível Licenciatura;
  • 3.770 euros por ano em nível Master;
  • 380 euros por ano para Doutorado.

Conheça também quais são as cidades mais baratas da França para estudantes.

Bolsas de estudo para estudar no país

Há mais de 200 bolsas de estudos para brasileiros, que são oferecidas por diversas instituições. Existem diversas formas de estudar na França de graça. Confira algumas delas.

Conheça, detalhadamente, outras bolsas de estudo na França e lembre-se de estar sempre olhando o site Campus France, que divulga todas as bolsas no país.

Visto para estudar na França

Se você for estudar na França por um período maior que 90 dias e você não possua nacionalidade europeia, será necessário possuir um visto de estudante para a França. Existem diversos tipos de vistos, e você deverá solicitar o que melhor se encaixe no seu caso – irá depender de seu projeto de estudos e da duração.

Onde solicitar

Antes de solicitar o visto de estudante para a França você precisará decidir se pretende estudar França fazendo um curso de francês, um duplo-diploma, a universidade completa, o mestrado, o doutorado, um curso de culinária, etc.

O processo deverá ser realizado pela Plataforma Campus France. Depois de cumpridas todas as etapas do procedimento Campus France, o estudante será orientado a pedir seu visto de estudante junto a um dos três consulados da França no Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília. O visto só pode ser solicitado com uma antecedência máxima de dois meses ao início de seus estudos na França.

Documentos necessários para visto de estudante na França

Os documentos necessários são:

  • Formulário de pedido de visto de longa duração;
  • Passaporte (emitido há menos de 10 anos, com validade mínima de três meses depois da estadia prevista na França e com, no mínimo, duas páginas em branco para vistos);
  • Duas fotografias recentes 3,5 cm x 4,5 cm, com fundo branco;
  • Certidão de nascimento e/ou de casamento;
  • Pré-inscrição ou inscrição em um estabelecimento universitário;
  • Declaração de que possui meios financeiros para se sustentar no país;
  • Comprovante de estadia pelo período mínimo de 90 dias (reserva de hotel; ou contrato de aluguel de imóvel; ou carta convite de um residente na França, juntamente com um comprovante de residência e da cópia da “carte d’identité” ou passaporte; do visto e da “carte de séjour”).

Custo

Primeiramente, você precisará se inscrever na plataforma e pagar uma taxa de R$520 (verificada em janeiro de 2020). Depois, terá acesso à plataforma completa, onde precisará enviar todos os documentos solicitados. A pré-entrevista consular será feita em uma unidade da Aliança Francesa (de sua cidade), pois a instituição possui parceria com o Campus France.

Prazo para o visto para estudar na França sair

O Campus France recomenda que o estudante dê início ao procedimento pré-consular Campus France pelo menos três meses antes de sua viagem. O prazo de concessão de um visto de estudante é de 10 a 15 dias úteis após a data do comparecimento no consulado.

Vantagens e desvantagens de estudar na França

Confira as principais vantagens e desvantagens de estudar na França.

Vantagens de estudar na França

  • Excelência do ensino;
  • Contato com pessoas de todo o mundo;
  • Participar da cultura francesa;
  • Valorização do diploma no mercado francês e internacional;
  • Aprimoramento de um novo idioma;
  • Amadurecimento;
  • Experiência.

Desvantagens de estudar na França

  • Custo de vida elevado;
  • Clima frio, no inverno;
  • Distância da família e dos amigos;
  • Adaptação a uma nova cultura e a uma nova língua.

Precisa validar diploma se for voltar pro Brasil?

Sim, precisa validar diploma na França. O Brasil e a França não têm acordo bilateral para revalidação automática dos diplomas entre os dois países. Por isso, diplomas, certificados e demais documentos estrangeiros devem ser legalizados para terem sua existência legal reconhecida no Brasil.

Você pode verificar todos os detalhes do processo no site da Embaixada do Brasil na França.

Diferenças entre o sistema de ensino na França e Brasil

A maior diferença entre o sistema francês e brasileiro é que na França, a graduação costuma durar até 3 anos, diferente do Brasil, que geralmente são 4 ou 5. Por causa disso, se você estudou 4 anos para obter o seu diploma de ensino superior, poderá ingressar diretamente no segundo ano do Master, apesar de que o processo é mais rigoroso do que se você optar por começar no primeiro ano.

Na graduação, que na França é chamada de Licence, existem 2 tipos de aula: a do tipo expositiva, ministradas em anfiteatros com capacidade de até 1000 alunos e as dirigidas, que são oferecidas para um número menor de alunos.

Para o mestrado, as aulas são do tipo seminário, onde o professor expõe o conteúdo e os alunos participam com comentários.

Na França, o ano letivo inicia-se em setembro ou outubro e termina em maio ou junho, dependendo da instituição de ensino e da formação cursada.

Vale a pena estudar na França?

Sim! Estudar na França é ter a garantia de um excelente ensino, o que será valorizado tanto para a sua vida acadêmica, quanto profissional. Além disso, ao morar na França você poderá desfrutar de um bom networking, uma rica cultura, melhorar seu francês, inglês e outras línguas, falando com nativos de diversas nacionalidades, bem como outras vantagens.

Confira também as vantagens e desvantagens de morar na França.

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Artigos relacionados

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Salário mínimo na França: o valor em 2020 e custo de vida

Você sabe qual é o salário mínimo na França? Descubra o valor, quando ele aumenta e ainda informações sobre o seguro desemprego no país.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Morar na França: tudo sobre visto, emprego e custo de vida

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube