Cursar uma faculdade na França é um projeto de vida e um verdadeiro sonho, uma vez que o país é referência em diversas áreas do conhecimento. E o melhor é que pode ser plenamente possível realizar esse desejo!
Basta se planejar e conhecer os detalhes do processo, antes de definir se a faculdade na França é para você, se atende aos seus objetivos profissionais e acadêmicos, entre outras condições. Confira então neste artigo o passo a passo para entrar em uma faculdade na França.

O que é preciso para fazer faculdade na França?

Para início de conversa, vamos listar a seguir o passo a passo com todos os itens básicos para orientar o seu planejamento e realizar o objetivo de estudar na França. Vamos destacar os procedimentos para um curso de graduação, que lá é conhecida como License.

1. Buscar a Universidade e o curso preferido

A melhor forma de começar é pesquisar qual a faculdade na França é referência na área de conhecimento que você deseja. Você pode consultar nosso ranking com as melhores universidades na França, por exemplo, e acessar os sites das instituições que mais interessarem. O ideal é ter algumas opções diferentes de faculdades na França para depois se concentrar na melhor para você.

2. Verificar os custos

Existem faculdades privadas e públicas na França e, em praticamente todas elas, o aluno vai precisar arcar com despesas que podem ser taxas semestrais ou anuais. Os valores variam bastante de acordo com cada faculdade. Contudo, em comparação com outros países europeus ou com a Inglaterra, as mensalidades são consideradas mais acessíveis.

3. Faça sua candidatura no Campus France

O Campus France nada mais é que a agência do governo francês que facilita a busca dos estudantes para encontrar o melhor curso e a melhor opção de faculdade no país, tanto para quem vai cursar uma graduação ou mesmo um mestrado. A maioria das universidades está cadastrada nesta plataforma.
Algumas áreas de estudos (engenharia, veterinária, enfermagem, turismo, moda, gastronomia) possuem processos de candidatura diferentes no Campus France e você pode consultar nele como funcionam. Para doutorado, a candidatura é realizada diretamente junto à universidade desejada.
No entanto, vale ressaltar que quem tem cidadania europeia poderá pular algumas etapas no processo seletivo, feito diretamente com a Universidade. O visto ou a comprovação de renda não serão necessários neste caso.

4. Se aprovado, solicitar o visto de estudante

Uma vez aceito em uma faculdade francesa, a própria página do Campus France na internet realiza uma etapa pré-consular para a obtenção do visto de estudante para a França. Ele só pode ser requerido com a antecedência máxima de 2 meses antes do início das aulas.
Resumindo, o estudante vai criar um dossiê que será analisado no Campus France, deverá pagar uma taxa administrativa e vai agendar a entrevista pré-consular. Depois precisará solicitar um horário no consulado francês no Brasil (em Brasília, Rio de Janeiro ou São Paulo), que irá aprovar ou não o visto para França.
Ao chegar com o visto no país, ainda será necessário cumprir uma etapa de validação, para então obter no passaporte a permissão oficial.

5. Preparar-se financeira e emocionalmente

Há uma série de etapas deste planejamento para os estudos na faculdade na França. Uma das principais é contar com uma boa reserva de recursos ou alta fonte de renda, considerando o alto custo de vida na França. Aluguel, alimentação, transporte, material para estudos e outras despesas básicas precisam ser bem calculadas, incluindo sempre um valor para emergências.
Do ponto de vista do preparo emocional para mudar de país, é fundamental cuidar da mente, focar nos objetivos e imaginar a experiência incrível que será morar fora e conviver com outra cultura. Claro, você estará longe dos amigos e da família, mas irá ter contato com um mundo de novidades.
Tudo é uma aventura, desde alugar um imóvel até abrir conta na França! Além do mais, as redes sociais e os aplicativos de mensagem amenizam muito a saudade.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

6. Embarcar para a França

E voilà, a última etapa é fazer as malas e embarcar para iniciar a sua faculdade na França. Algumas dicas básicas:

  • Compre roupas de frio apenas lá, pois serão mais eficientes do que a maioria adquirida no Brasil;
  • Reserve um quarto em hotel ou hostel para se ambientar na primeira semana e conhecer os bairros para encontrar sua moradia definitiva;
  • Confira se está levando todos os documentos para a matrícula na faculdade na França;
  • Tenha em mãos os comprovantes de estudante para passar pelo processo de imigração na chegada ao país;
  • É sempre bom conhecer previamente um pouco da cidade para onde vai se mudar, a história, os pontos de referência, o funcionamento do transporte e outras informações básicas.

Como funciona a graduação na França?

Na faculdade na França, a graduação, bacharelado ou Licence costuma durar 3 anos (Bac 1, Bac 2 e Bac 3). Já no Brasil, as graduações levam entre 4 e 5 anos para serem concluídas e há apenas o diploma no final.
As aulas também costumam ser diferentes, combinando grandes exposições em anfiteatros que reúnem até 1 mil alunos; e seminários menores para classes de 15 a 30 estudantes.
O sistema de créditos é o mais utilizado, então serão 6 semestres com 30 créditos cada, totalizando 180 créditos necessários para cumprir o curso. Uma disciplina pode valer 5 créditos, por exemplo, então em um semestre o aluno deverá fazer 6 matérias. Para concluir a Licence, é preciso atingir a média em todas as matérias, apresentando trabalhos oralmente ou na forma de artigo.

Conheça as melhores faculdades na França

O país é um importante centro de pesquisa e desenvolvimento em diversas áreas, sendo referência em ciências políticas, sociologia, filosofia, direito, arquitetura, engenharia, comércio e outros campos do saber.
Na capital, Paris, se concentra a maioria das grandes faculdades. Contudo, em cidades como Lyon, Nice, Marseille, Toulouse, Strasbourg e Montpellier também há grandes instituições de ensino.
Segundo o ranking Academic Ranking of World Universities 2020, as melhores universidades francesas são:

  1.  Paris-Saclay University, em Paris;

2. Paris Sciences et Lettres – PSL (reúne instituições de excelência como École Normale Supérieure, Collège de France, Paris Observatory, Chimie ParisTech e ESPCI ParisTech), em Paris;
3. Sorbone University, em Paris;
4. University of de Paris, em Paris;
5. Université Grenoble Alpes, em Saint-Martin-d’Hères;
6. Aix Marseille University, em Marselha;
7. University of Strasbourg, em Estrasburgo;
8. University of Montpellier, em Montpellier;
9. Claude Bernard University, em Lyon;
10. Paul Sabatier University, em Toulouse.

Como se candidatar para fazer faculdade na França?

A dúvida é bem pertinente, afinal, é um sistema de ingresso diferente do que estamos habituados no Brasil. Por isso, apresentamos alguns aspectos do processo de ingresso que devem ser considerados, confira:

Período de inscrição

Para iniciar a graduação em setembro, quando começa o ano letivo francês, é preciso se inscrever no Campus France em novembro ou dezembro do ano anterior. A cada ano, o site divulga seu calendário, então vale ficar atento.
Faculdade França

Documentos necessários

A documentação para iniciar o dossiê no Campus France é composta dos seguintes papéis, que devem ter a Apostila de Haia e serem traduzidos com tradução juramentada.

  • Certificado de conclusão do Ensino Médio ou do último curso realizado;
  • Histórico escolar;
  • Certidão de nascimento;
  • Diploma de proficiência no francês;
  • Cópia do passaporte válido.

Como fazer faculdade na França utilizando o ENEM

Para utilizar o ENEM para estudar na França, é preciso que o aluno tenha sido aprovado em um curso de universidade brasileira (pública ou particular) que seja semelhante ao que ele pretende cursar em uma faculdade na França.

Quanto custa uma faculdade na França?

A taxa anual para um estudante não-europeu fica em torno de 2.770 euros no nível de graduação em uma universidade pública. Quem é cidadão ou residente permanente de qualquer país da União Europeia ou Suíça está isento.
Para universidades privadas, o valor anual varia bastante, em média fica entre 3 mil e 20 mil euros. Veja alguns exemplos de anuidades nas faculdades privadas para estudantes não-europeus:

  • Institut Catholique de Paris: 1.800 a 3.700 euros;
  • ESCP Business School: 12.900 a 14.700 euros;
  • The American University of Paris: a partir de 14.700 euros;

Qual o custo de vida na França para estudantes?

Um dos principais pontos ao analisar os estudos em uma faculdade na França é, sem dúvida, o orçamento. Em Paris, os valores são os mais elevados e por mês os gastos mínimos giram em torno de 1.600 euros, incluindo moradia.
Em grandes cidades com grande procura, como Lyon e Marseille, os custos também são altos, mas mais acessíveis, em torno de 900 euros por mês.
Veja as despesas mensais em Lyon e em Paris, para ter uma ideia dos custos para fazer uma faculdade na França.

Custos Lyon Paris
Aluguel de studio de 22 m² 470€ 820€
Alimentação 200€ 250€
Internet 35€ 40€
Transporte 32,50€ (Carte Campus) 29€ (Carte Imagin’R de 350€ ao ano)
Lazer e extras 80€ 120€
Total 817,50€ 1.259€

Um ponto positivo é que os estudantes com visto de longa duração têm direito a trabalhar até 17 horas e meia por semana para complementar a renda. Outra boa notícia é que todos os estudantes, inclusive estrangeiros, têm direito ao CAF, um auxílio-moradia. Além do acesso a restaurantes universitários econômicos pelo CROUS.

Como conseguir uma bolsa de estudos na França?

Existem aproximadamente 200 tipos de bolsas de estudo na França, então é uma notícia animadora para quem acabou de conhecer os altos custos de estudar e morar por lá.
Algumas bolsas possuem limite de idade, outras são acessíveis apenas para mestrado ou doutorado. Todas normalmente exigem histórico escolar, carta de motivação, documentos básicos e nível B2 de proficiência na língua francesa. Confira algumas bolsas que podem ser solicitadas por quem vai fazer graduação na França.

Vale acessar a plataforma Campus Bourses. Ela lista todos os auxílios que são oferecidos tanto pelos governos (francês e estrangeiros), como por empresas, fundações e pelos próprios estabelecimentos de ensino superior. É uma ótima ferramenta para buscar o financiamento dos estudos.

Precisa falar francês para fazer faculdade na França?

Sim. Em geral, já nos processos seletivos das universidades e do Campus France aparece a exigência de um nível intermediário de proficiência na língua francesa, o B2. Há cursos que podem solicitar ainda mais, um nível avançado de francês para o aluno acompanhar as aulas. Muitas instituições incluem o pedido de um comprovante oficial de nível de francês.
Por experiência própria, quando fiz o doutorado na França, na École des Hautes Études en Sciences Sociales, quase a totalidade das aulas e conteúdos eram ministrados em francês. Poucas vezes tivemos algum professor visitante que falasse inglês. É fundamental ter uma excelente compreensão em francês. Já a habilidade da fala pode ser mais desenvolvida conforme você convive e conversa com as pessoas de lá.
Além do mais, no dia a dia, seja para fazer compras ou encontrar amigos, o francês será sempre a língua mais utilizada. Deste modo, se está nos seus planos uma faculdade na França, essa é uma das prioridades.

Tem que validar o diploma no Brasil depois de estudar na França?

Sim. Os países, infelizmente, não têm um acordo bilateral para revalidação automática dos diplomas. Portanto, quem faz faculdade na França precisa revalidar o diploma francês para que a formação seja legalmente reconhecida no Brasil.
Para tanto, basta acessar o site do Centro Internacional de Estudos Pedagógicos (CIEP) e ver o passo a passo para obter o atestado de comparabilidade. Será preciso apresentar cópias de alguns documentos, como identidade, diploma, formulário de solicitação, histórico escolar e o pagamento de uma taxa de aproximadamente 70 euros.
Agora é só se planejar, colocar no papel tudo o que você precisa fazer e focar neste objetivo de uma faculdade na França. Uma experiência única que vale muito a pena, para inspirar ainda mais os sonhos de estudar na França, lançamos o ebook O Sonho de Morar na Europa que reúne histórias de brasileiros que decidiram imigrar para diferentes regiões do continente.
Quer ficar por dentro de todas as nossas dicas? Assine nossa newsletter.