Muitos brasileiros sonham em morar na França, porque, de fato, o país transmite uma aura mágica aos estrangeiros. Seja pela cultura, comida, história ou pelo próprio idioma. A verdade é que viver na França oferece tanto vantagens, quanto desvantagens. É preciso ressignificar a vida do expatriado para compreender a realidade de quem decidiu se mudar para o país do romance, portanto, neste artigo iremos falar sobre as vantagens e desvantagens de morar na França.

Vantagens e desvantagens de morar na França

Deixar nosso próprio país para viver em outro exige coragem. Esta decisão significa deixar a zona de conforto e abraçar uma realidade que ainda não conhecemos, apesar de tanto sonharmos. A verdade é que, antes da mudança em si, costumamos idealizar muito a vida no exterior, sabe aquela velha história de que a grama do vizinho é mais verde?
Contudo, o tempo vai passando e as diferenças vão ficando mais claras. E não é uma questão de simples comparação, mas de se dar conta de quais são as vantagens e as desvantagens. Colocar no papel e perceber que aqui as coisas não são perfeitas, que tem coisas que preferimos no Brasil e outras aqui. E está tudo bem.
gastronomia francesa

Principais vantagens de morar na França

Segurança

Para mim, a segurança na França é uma das principais vantagens!
A França não é o país mais seguro do mundo, mas quem já viveu no Rio de Janeiro ou em grandes cidades do Brasil, aqui é um paraíso.
Você poder sair na rua sem medo de ser assaltado ou sem saber se voltará vivo para casa ou não, não tem preço. Você pode andar com celular na rua, joias, laptop. Você pode até mesmo usar o laptop e celular dentro do metrô e nas praças. Essa sensação é impagável.

Saúde pública de qualidade

A saúde pública não é totalmente gratuita, mas é de qualidade.

Ensino gratuito e de qualidade

Toda criança acima de 3 anos têm acesso à educação gratuita e de qualidade. Independente de ser francês ou não. Na lista de vantagens e desvantagens de morar na França, esta tem um peso grande.
A escola na sua maior parte é integral, oferecendo além das matérias normais também o ensino de no mínimo 3 línguas (até o final do ensino médio).

Qualidade de vida

A união da segurança, com saúde e educação de qualidade, acesso à cultura, às áreas verdes (parques), ao transporte público de qualidade, entre outros, gera uma qualidade de vida maravilhosa.

Gastronomia

A gastronomia francesa é conhecida por ser uma das melhores do mundo. E não é para menos! Venha para a França e tente resistir à raclette, macaron, croissant, confit de canard, crepes, ratatouille, os maravilhosos doces… hum, já dá água na boca.
macaron_e

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Conhecer mais sobre o Brasil

Pode parecer estranho, mas ao morar na França muitas vezes irão te perguntar sobre a história, os costumes do Brasil. E você vai passar a se interessar e aprender cada vez mais sobre a história, tradições, leis do Brasil, seja para as conversas do dia-a-dia ou até mesmo para as suas comparações pessoais do que ocorre no Brasil e na França.

Vantagens de morar na França: minha experiência

Eu, Gabriela, vivo na França há 3 anos e hoje consigo ver mais claramente as vantagens e desvantagens de viver aqui. Uma das coisas que eu mais gosto aqui é a possibilidade de viajar para lugares incríveis e até mesmo para outro país, já que quando comparamos ao Brasil tudo é muito perto.
Aqui também estamos em contato com uma vida cultural muito mais acessível do que no Brasil. Não é só a oferta de shows, concertos e exposições que é grande – o preço também. Enquanto no Brasil um show internacional costuma ser caríssimo, aqui muitos festivais são gratuitos.
Isto sem contar a qualidade dos produtos alimentícios. Sou fã assumida da culinária brasileira, mas não podemos negar que o Brasil é um dos países que mais consome agrotóxicos no mundo. Produtos orgânicos costumam ser caros e não temos a facilidade de encontrá-los como aqui.
O francês preza muito pela qualidade de sua alimentação, produtos orgânicos aqui são muito mais acessíveis nos mercados e eles também têm uma noção muito maior de sustentabilidade do que nós. Com as estações do ano na Europa são bem definidas, eles têm o cuidado de consumir apenas as frutas e os legumes da estação, o que não existe muito no Brasil.
Apesar de tudo isto, no entanto, a maior vantagem ao meu ver é este mergulho na cultura francesa, o que simplesmente não acontece quando somos turistas. Ser fluente no francês também só é possível depois de morar no país, não é na sala de aula que aprendemos as gírias, expressões e o famoso e inconfundível “biquinho francês”.

Vantagens de morar na França: depoimentos de outros brasileiros

“A vida na França é muito boa e confortável quando comparamos alguns pontos com o Brasil, por exemplo, poder trabalhar e ser valorizado não importa em qual área, o acesso à educação. As desigualdades existem e problemas como xenofobia e racismo também, mas de maneira geral é possível viver de forma digna por aqui. Por aqui vivemos também em contato constante com pessoas de todos os cantos do mundo e isso é uma experiência enriquecedora. As cidades também não são gigantescas, o que nos permite nos deslocar e realizar projetos diversos ao mesmo tempo e em um mesmo dia. Por sinal, a França não deixa de ser um pequeno país, e isso é uma grande vantagem na hora de deslocar e fazer turismo.” – Nilo Vieira
“Uma das coisas que mais me encantam sobre morar na França é a possibilidade de viajar para as várias cidades que existem aqui por perto. Ao procurar sobre as cidades próximas, a lista é enorme! Vai desde as chamas “villages” ou “comunas”, que são cidades muito pequenas, até as cidades maiores, mas consideradas mais tranqüilas que Lyon. Outra coisa muito interessante sobre essas cidades próximas é que a maioria das viagens são curtas, podendo ser feitas no conhecido “bate e volta” ou também com o transporte público.”- Júlia Lainetti

Principais desvantagens de morar na França

Distância da família e de amigos

Seus familiares e muitos de seus amigos estarão a um oceano de distância e isso não é nada fácil. A internet ajuda, mas não substitui o contato físico.

Adaptação a uma nova cultura

Muitas vezes essa adaptação pode ser dolorida. Ter que abrir mão de certos costumes e pensamentos não é fácil.

Hábitos, leis e língua diferente

Apesar de algumas leis, hábitos e até algumas palavras francesas serem parecidas com o Brasil e o português, você terá que aprender sobre as leis daqui e se adaptar a elas. Mudar alguns de seus hábitos para se adequar à vida na França e claro, aprender francês para poder se comunicar melhor no dia-a-dia.

Começar do zero

Mudar de país é começar do zero. É começar em um novo emprego, uma nova rede de relacionamentos, uma nova casa, um novo mercado, uma nova padaria, uma nova rotina.

Não estar no seu país de origem

Por mais que você fale bem francês, tenha estudado sobre a história da França, costumes, a França nunca será sua terra por completo. Você foi criado em outro lugar, tem suas origens, sua infância, os momentos que passou. Você pode morar dezenas de anos na França, mas sempre em algum momento você se sentirá um pouco como se estivesse “fora do ninho”.

Falta de receptividade

Brasileiro é conhecido por conversar fácil, numa fila você já pode conhecer uma nova pessoa, num elevador, na rua.
Bom, aqui é bem diferente. Os franceses têm fama de serem frios, e não é à toa. Não é que todos os franceses sejam frios, porém é mais difícil você começar uma conversa com um francês, eles são mais “fechados” que nós brasileiros.

Desvantagens de morar na França: a minha experiência

Não posso negar que o clima europeu me incomoda um pouco. No primeiro ano, a gente até acha divertido usar casacos pesados, luvas e cachecol. No entanto, depois de 6 meses de frio já começamos a ficar cansados. Eu costumava amar o inverno no Brasil – quando as temperaturas ficavam entre 18 e 15 graus. Já aqui, não vejo muita graça quando o termômetro bate zero grau e não conseguimos passar muito tempo do lado de fora. Mas, apesar de tudo, não podemos reclamar, já que praticamente todas as residências aqui possuem aquecimento.
Já a burocracia francesa, esta sim é profundamente irritante e, neste sentido, nós brasileiros, estamos muito à frente. Aqui na França pouca coisa pode ser resolvida pela internet, eles ainda gostam de imprimir os documentos, enviar pelo correio e nos fazer passar horas em pé em uma fila para resolver algo simples e que já deveria ter sido automatizado.
castelo vale do loire
O sistema bancário é muito mais atrasado do que no Brasil, um depósito às vezes leva 3 dias para cair na conta, muitas vezes precisamos ir à agência resolver um problema e eles não têm cartão de crédito, o que significa que precisamos pagar tudo à vista.

Desvantagens de morar na França: depoimentos de outros brasileiros

“Quanto ao calor humano e o clima, isso é insubstituível. O verão da França é maravilhoso, mas quando o inverno chega acontece um tipo de “depressão”, ficamos mais introspectivos, e isso não é tão aparente no Brasil.” – Nilo Vieira

“Se você já foi à França e precisou resolver algum problema, ou conversou com alguém que mora aqui (francês ou não francês), com certeza, você já ouviu muito que a burocracia francesa é extremamente complicada! Depois que cheguei e comecei a conversar com as pessoas eu ria – para não chorar -, toda vez que alguém praticamente me desejava pêsames, depois que eu comentava que tinha um rendez-vous (reunião) marcado na Prefeitura.
Mas, apesar de tudo o que eu ouvi, sinceramente, não imaginei que para tirar meu documento de residência a reunião seria tão tensa e complicada. Uma coisa que pude perceber e que muitos franceses concordaram, é que na França existem muitas burocracias e que o padrão é não ter padrão. Pode parecer absurdo, mas a verdade é que podem pedir diferentes documentos para o mesmo procedimento e um atendente pode, simplesmente, encasquetar em fazer alguma coisa fora de um procedimento preestabelecido.”- Júlia Lainetti

Vale a pena morar na França?

Apesar de todas as desvantagens que eu citei acima e de toda a saudade que eu sinto da minha família e amigos, eu nunca me arrependi de ter vindo morar na França. Hoje eu não consigo dizer se voltarei a viver no Brasil – e quando, mas sinto que, independente de quanto tempo passe aqui, esta está sendo uma experiência para lá de enriquecedora. E digo isto em vários sentidos!
Não estou falando apenas daqueles clichês que já conhecemos, afinal, viver na França oferece qualidade de vida, segurança, contato com uma cultura riquíssima e etc… Mas não é só isto, mesmo porque não acho que são estas as coisas que nos fazem feliz. No fim das contas, quando paro para refletir em tudo que já vivi desde que cheguei aqui, vejo que não é apenas o fato de poder andar na rua durante à noite em segurança que me encanta neste país.
Já chorei de saudade do meu país e em momentos de dificuldades (qual estrangeiro não enfrenta dificuldades em outro país?) já pensei em voltar. Isto é normal, acredite: também acontecerá com você. Mas, quando coloco na balança sinto segurança em poder dizer que vale muito a pena morar na França, não importa que seja por 3 meses ou uma década. Se você tiver esta oportunidade, não pense duas vezes!

Brasileiros na França

De acordo com o Consulado do Brasil na França, atualmente não existem estatísticas oficiais precisas quanto ao número de brasileiros que vivem na França. No entanto, o Ministério das Relações Exteriores estima que dos mais de 2 milhões de brasileiros que  residem no exterior, cerca de 60 mil vivem na França.
Porém, este número ainda é muito controverso. Não podemos esquecer dos brasileiros que possuem dupla nacionalidade e não entram nas estatísticas, assim como os ilegais. Apesar de não ser recomendado, muitos brasileiros acabam entrando na França (como em qualquer país do mundo) como turista e ficando.
fachada da sorbonne

Quem são estes brasileiros

Os brasileiros que vivem na França escolhem o país por motivos variados, mas, a partir da minha experiência de 3 anos aqui, listei alguns motivos que levam um brasileiro a decidir morar na França.

  • Estudos universitários: a qualidade e o valor mais baixo que o Brasil atraem muitos brasileiros. Isto sem contar nos inúmeros acordos com universidades brasileiras;
  • Trabalho: sejam brasileiros que arrumaram um emprego depois dos estudos, ou que vieram do Brasil com um contrato de trabalho;
  • Cônjuges ou filhos de franceses;
  • Brasileiros que vieram como turistas e decidiram ficar, mas que estão irregulares. (atenção, não recomendamos isso! Veja como se legalizar na França aqui).

Porque não ficar ilegal na França

De todos os países da Europa, a França é o que mais oferece benefícios aos estrangeiros, e por isto acaba atraindo muitos imigrantes todos os anos. Aqui na França, o sistema de saúde é universal e gratuito, as escolas e universidades relativamente mais baratas do que no Brasil, isto sem contar os benefícios que podemos receber do governo francês através da CAF – Caisses d’Allocations Familiales (caixas de subsídios familiares). A CAF é o regime francês de proteção social e o órgão oferece subsídios a franceses e estrangeiros em siversas situações, seja desempregado, divorciado com filho, estudantes e etc.
Porém, só tem acesso a estes benefícios quem está legalmente no país e possui seu titre de séjour, já que somente através dele podemos nos inscrever em qualquer que seja o programa do governo. Mas não é só isso! Estar ilegal em um país significa estar em uma situação de vulnerabilidade, não devemos esquecer que para o estrangeiro ilegal restam apenas os subempregos e ainda assim sem algum registro – ou seja, sem garantias.
Em suma, sabemos que muitos brasileiros acabam ficando ilegalmente em qualquer país que seja, em busca de mais qualidade de vida e até mesmo para ajudar a família que ficou no Brasil. Mas, esta não é uma situação que recomendamos, portanto, se este for o seu caso, procure se legalizar para viver uma vida com mais tranquilidade e menos privações.
Gostou do artigo? Espero que ele te ajude a decidir se a França é o ou não o país dos seus sonhos, sem romantizar! Boa sorte!