Segurança na França: saiba se o país é seguro para morar e visitar

França  / 

Que a França é um país encantador e apaixonante, não há como negar. Mas será que por lá tudo são mesmo flores? Antes de viajar, descubra aqui como é a sensação e a real situação da segurança na França.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Sensação de segurança na França: o país mais visitado do mundo

Ocupando o primeiro lugar na lista de países mais visitados do mundo de acordo com a Organização Mundial de Turismo (OMT), a França é realmente um destino incrível. E Paris, sua capital, é um dos destinos mais cobiçados pelos turistas, especialmente pelos casais apaixonados.

A verdade é que a nação conquistou boa parte do mundo e atrai admiradores dos quatro cantos do planeta.

Com um pouco mais de 673km² e 67,2 milhões de habitantes, o país possui uma enorme diversidade cultural. Além disso, conta com muita história por suas ruas, riqueza arquitetônica, praias famosas, alta gastronomia, excelentes vinhos, clima aconchegante e paisagens de tirar o fôlego.

Entretanto, assim como em qualquer outro lugar no mundo, nem tudo por lá é perfeito como nos filmes. Devido ao momento de instabilidade política e ao impacto do terrorismo, toda a Europa sentiu um forte baque em relação à seguridade.

E com a França não foi diferente. É claro que, comparado com índices de criminalidade do nosso país, as cidades francesas são, sim, lugares muito mais seguros.

Mesmo assim, precisamos falar sobre o assunto para que você possa aproveitar ainda mais sua viagem a esse destino incrível ou também a sua estadia caso esteja pensando em morar na França.

Como está a segurança na França?

Por mais que a preocupação com a segurança e o bem-estar da população tenha aumentado, o mundo vem se tornando um local menos pacífico. E a segurança na França tem sofrido bastante com essa mudança global.

A taxa de criminalidade no território francês cresceu consideravelmente nos últimos anos. Mesmo com todo o esforço nas atividades policiais para combater ataques terroristas, roubos e furtos.

As regiões francesas a noroeste, como Bretanha e no centro-sul, como Occitânia, Auvergne-Rhône-Alpes (Lyon) e Nova Aquitânia são as que têm menor índice de criminalidade, considerando todos os diversos tipos de crime.

Já Provence-Alpes-Côte d’Azur, onde fica localizada a cidade de Marseille, é a extensão francesa com índices de criminalidade mais altos, fora de Paris e adjacências.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

E os dados preocupam a segurança na França: Marseille é a segunda maior cidade do país e considerada o território europeu mais perigoso para os jovens.

Paris, assim como toda grande cidade, concentra o maior número de ocorrências, seguida pelo departamento de Seine-Saint-Denis. Neste último, os principais registros são de homicídio, roubos simples com arma branca e agressões físicas.

Já na capital francesa, os registros são um pouco mais violentos, como acerto de contas, roubo seguido por agressão física ou roubo seguido de morte. Mas será que esses índices são mesmo de tirar o sono?

Saiba também quais são as melhores cidades da França para morar.

Índice Global da Paz e a segurança na Europa

Você já ouviu falar no Índice Global de Paz? Em parceria com a Universidade de Sydney (Austrália), a Universidade de Londres (Reino Unido), a Universidade de Uppsala (Suécia) e o Instituto Internacional de Pesquisas pela Paz de Estocolmo, a revista The Economist criou o Índice Global da Paz em 2008.

O objetivo do projeto é fazer uma análise, a nível global, dos esforços pela paz, considerando os índices de segurança dos países.

Há 9 anos consecutivos, a Islândia aparece como o país mais seguro do mundo, perdendo posição apenas para a Nova Zelândia, em 2010. Em seguida, aparecem no top 10 da lista de 2018: Áustria (3º), Portugal (4º), Dinamarca (5º), República Checa (7º) e Irlanda (10º).

Diversos outros países europeus estão bem colocados na lista:

  • Eslovênia (11º lugar);
  • Suíça (12º lugar);
  • Suécia (14º lugar);
  • Finlândia (15º lugar);
  • Noruega (16º lugar);
  • Alemanha (17º lugar);
  • Hungria (18º lugar);
  • Bélgica (21º lugar);
  • Eslováquia (22º lugar);
  • Holanda (23º lugar);
  • Romênia (24º lugar);
  • Bulgária (26º lugar);
  • Croácia (27º lugar);
  • Espanha (30º lugar).

Como está a segurança na França neste índice?

Nessa lista, a França aparece apenas em 61º lugar, caindo 10 posições em relação ao ano de 2017. A explicação dessa forte queda na segurança na França são as constantes ameaças terroristas, somado aos pequenos casos de criminalidade, vandalismo ou mesmo corrupção.

Para você ter ideia de comparação, no ano de 2018 o Brasil ficou em 106º. Próximo a países como Uzbequistão, Argélia e Costa do Marfim.

Nosso país melhorou no ranking comparado ao último ano, quando fomos classificados em 108º. Porém, pioramos em comparação aos demais anos.

De 2008 a 2014 estivemos sempre em posições inferiores à centésima colocação. Em 2011 tivemos nosso melhor índice de paz, alcançando a 74ª posição.

policia franca

Golpes na França: conheça os mais comuns e como evitá-los.

Índice Global de Paz: o que este índice leva em consideração para criar a lista

Estar seguro é ter a percepção ou sentir-se protegido, longe de riscos, perdas ou algum tipo de perigo. No geral, essa sensação é bem pessoal e relativa, pois depende muito das suas experiências pessoais e do local onde você vive. Porém, para considerar uma região como sendo segura ou não, não dá para levar em consideração somente opiniões particulares.

Por isso, o Índice Global de Paz (Global Peace Index) considera que, para ser considerada segura, a nação deve atingir pontuações ideais em 23 indicativos. Entre eles: conflito interno, taxas de crime, militarização e terror político.

Anualmente, esse levantamento é realizado com 163 países. E o que se tem observado é que, de modo geral, o mundo tem ficado mais inseguro. O ano de 2018 registrou o pior índice de paz mundial da última década. O agravamento foi de apenas 0,27%, entretanto é o quarto ano consecutivo de piora.

De acordo com o relatório, vários países europeus pioraram no ranking. E essa queda é consequência da atual instabilidade política, tensões e conflitos internos e do impacto do terrorismo.

Mesmo assim, a Europa continua sendo a região mais pacífica do planeta, tendo 20 dos 30 países mais seguros do mundo!

Então a França é segura?

Sim! E essa é uma das principais vantagens para quem quer visitar ou morar na França. Além, claro, de todas as atrações turísticas maravilhosas que a região tem a oferecer.

O país não chega a ser o mais seguro do mundo. Mas para quem já esteve nas grandes cidades do Brasil, a segurança na França é excelente!

Andar na rua sem medo de ser assaltado, não ter que olhar para os lados a todo momento, não precisar esconder celular, laptop e jóias é uma sensação realmente impagável. É claro que, por mais que existam registros de insegurança, nada se compara ao que estamos acostumados a presenciar no Brasil.

Até mesmo as periferias francesas não intimidam tanto, é possível circular sem medos.

E aí, você esperava uma conclusão diferente? O que achava da segurança na França antes de ler esse artigo? Ficou com vontade de fazer as malas e correr para o país?

Saiba quais são os países mais seguros da Europa para mulheres.

Veja também como comprar casa na França: documentação, custos e benefícios.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Alexandre Nogueira é brasileiro, jornalista e especialista em comunicação esportiva. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Tem prazer em dar dicas de roteiros turísticos europeus e recomendar os melhores passeios. Ama jornalismo, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.