Documentos para morar na França: quais são e como obtê-los

França  / 

Garantir com antecedência os documentos para morar na França oferece a segurança para que sua estadia no país seja legalizada e tranquila. No entanto, para obtê-los é necessário enfrentar trâmites burocráticos antes e depois de chegar na França.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Para ajudá-lo nesse processo, elaboramos o artigo abaixo sobre quais são e onde obter esses documentos.

Quais são os documentos para morar na França?

Ter em mãos os documentos para morar na França é o ponto de partida para planejar sua mudança para o país. Com eles, você não terá dores de cabeça com a imigração e poderá viver e trabalhar com tranquilidade em qualquer cidade francesa.

De modo geral, os documentos para viver na França são apenas três:

  • Visto de residência;
  • Carte de Séjour;
  • Carte Vitale.

Confira abaixo mais informações sobre cada um deles.

Visto de residência

O visto de residência é o documento mais importante que você precisa providenciar para conseguir morar legalmente na França. Ele é obrigatório para os estrangeiros que pretendem trabalhar, viajar ou morar no país por mais de 90 dias.

Para obter esse documento, é preciso fazer a solicitação com antecedência nos consulados da França no Brasil. O recomendado é que você apenas viaje definitivamente após ter o seu visto de residência. Normalmente, o consulado francês disponibiliza vistos para estrangeiros nas seguintes modalidades:

Carte de Séjour

A Carte de Séjour também está na lista dos documentos para morar na França. Basicamente, ela serve como uma carteira de identidade do estrangeiro no país.

Ainda no Brasil, no dia em que você se apresentar ao consulado para tirar o visto, receberá um formulário OFII (Office Français de l’Immigration et de l’Intégration), que é o órgão que vai expedir a carte de séjour. Ela pode ser renovada e apenas com ela podemos abrir conta bancária na França, entrar para o sistema de seguridade social francês (um dos melhores do mundo) e até mesmo fazer planos para telefone celular, para quem não quiser pagar mais caro e ter planos pré-pagos.

A França é conhecida por fazer quase todas as formalidades via correio e isso não poderia deixar de estar de fora. Ou seja, em até três meses após sua chegada na França, deverá enviar este formulário OFII preenchido via correio e esperar que eles marquem um horário para que você compareça com todos os documentos solicitados e faça uma visita médica. Depois desses procedimentos você receberá a sua carte de séjour e poderá dar continuidade ao processo, que ainda não acabou.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Com a Carte de Séjour em mãos, você poderá solicitar à Carte Vitale para ter acesso ao sistema público de saúde francês, como veremos abaixo.

Carte Vitale

Qualquer cidadão residente na França, mesmo estrangeiro, tem direito à Carte Vitale, que é a Securité Sociale – o seguro de saúde francês. Ele só poderá ser solicitado depois que você já estiver com a carte de séjour em mãos, a não ser que você esteja indo como estudante e tenha até no máximo 28 anos de idade. Neste caso, no momento da inscrição acadêmica na universidade, você já poderá fazer a solicitação.

O seguro de saúde público na França, conhecido como Assurance Maladie, cobre até 75% dos gastos em saúde, por isso muita gente acaba contratando o Mutuelle, que é um plano de saúde privado, a fim de completar os gastos não cobertos pelo sistema de saúde público. O Mutuelle na França é muito mais barato do que no Brasil e para os estudantes existem empresas especializadas em “Mutuelles étudiantes”, que são associadas ao Estado francês. Para você ter uma ideia de como é barato, existem planos para estudantes a partir de 5€ por mês.

como tratar documentos para morar na frança

Como tratar os documentos para morar na França

Após descobrir quais são os documentos para morar na França, você precisa saber como providenciar cada um deles. Esse processo burocrático pode ser demorado, principalmente para quem não sabe onde ou quando solicitá-los.

De modo geral, as solicitações de alguns desses documentos precisam ser feitas ainda no Brasil. Outros apenas podem ser requisitados quando você estiver na França.

Confira abaixo mais detalhes sobre esse processo:

Consulado da França no Brasil

O Consulado Francês no Brasil é uma das principais instituições que você deve visitar antes de deixar o país. Nele, será possível iniciar os trâmites do seu visto de permanência no exterior.

A recomendação é que você acesse o site oficial do Consulado para obter mais informações sobre as condições e documentos necessários para o visto que deseja solicitar.

No entanto, os documentos mais solicitados são:

Documentos para o visto

  • Formulário de visto devidamente preenchido;
  • Passaporte válido;
  • 2 fotografias 3,5 cm x 4,5 cm com fundo branco, colorida e sem data;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Comprovante financeiro;
  • Comprovante de hospedagem na França.

Como já dissemos, durante a solicitação do visto, você vai receber 0 formulário do OFII (Office Français de l’Immigration et de l’Intégration). É preciso preenchê-lo com cuidado, pois através dele será possível solicitar a Carte de Séjour.

Saiba mais sobre as vantagens e desvantagens de morar na França.

principais documentos para morar na França

Diferentes casos e situações para reunir os documentos para morar na França

Os documentos para morar na França variam de acordo com o objetivo de cada estrangeiro no país. Isso fica claro quando analisamos quais deles são exigidos em cada modalidade de visto.

Por exemplo, quem solicita um visto de estudante precisa apresentar o comprovante de pré-inscrição ou inscrição em uma instituição de ensino francesa. Por outro lado, quem pretende trabalhar na França deve apresentar o contrato de trabalho no momento de solicitar o visto.

Por isso, é recomendado que você mantenha-se atualizado sobre todos os documentos necessários para solicitar o seu visto de permanência na França. Com essa breve pesquisa, é possível evitar idas desnecessárias ao Consulado ou atrasos no processo.

Custos dos documentos para morar na França

Para solicitar o visto você precisará pagar uma taxa de 99€ (o valor será convertido em reais pelo Consulado). Esse pagamento deve ser feito assim que você entregar os documentos para o início dos trâmites. Mas esse valor reduz para 50€ para quem solicita o visto de estudante e é gratuito para o cônjuge de francês.

Quando chegar na França, você deverá enviar o formulário OFII pelo correio, isso requer a compra do selo fiscal com a menção “OM” que custa 58€ e que pode ser adquirido nos próprios correios ou nos estabelecimentos conhecidos como “bureaux de tabac”, na França.

Assim, no total será preciso desembolsar no máximo 157€ – cerca de R$685,90 -para conseguir todos os documentos para morar na França.

Cuidados a ter

O processo para conseguir a Carte Vitale pode ser demorado e enquanto isso você ficará sem acesso ao sistema público de saúde na França. Para evitar esse problema, o consulado indica que os estrangeiros contratem um seguro viagem para a França com antecedência. Faça a cotação do seu seguro no nosso comparador de seguro viagem e garanta o seu ao melhor preço.

Outro cuidado que você deve ter em relação à documentação, é não esquecer de solicitar a sua Carte de Séjour no período máximo de três meses após desembarcar na França. Esse é o prazo que o governo oferece para que os estrangeiros façam a solicitação desse documento.

Organize-se

Antes de decidir morar definitivamente na França, comece listando todos os seus objetivos com essa mudança, sejam eles para estudos ou trabalho. Após isso, comece a providenciar os documentos para morar na França.

Para tanto, acesse o site do Consulado da França no Brasil e verifique a documentação necessária para emitir o seu visto. Em seguida, escolha a cidade onde precisa morar, de acordo com a oferta de emprego ou estudo oferecida. Esse artigo sobre as melhores cidades da França para morar pode ajudar você a escolher sua cidade destino.

Aproveite esse momento para descobrir o custo de vida na França e planeje melhor os seus gastos. Também acesse sites para alugar apartamento na França  para garantir a sua estadia no país.

Por fim, nos primeiros dias após chegar na França, não esqueça de enviar pelo correio a sua solicitação da Carte de Séjour para obter a sua carteira de identidade internacional e validar sua permanência no país.

Esperamos ter ajudado no processo de mudança, mas caso você esteja indo como estudante, geralmente as universidades ajudam em ambos procedimentos e o mesmo acontece se o seu caso for a trabalho, a empresa ajuda. As pessoas sempre estão dispostas a ajudar os estrangeiros, não se preocupe, pois com organização conseguimos todos os documentos e podemos, finalmente, dar início a tão sonhada vida francesa. Bonne chance!

Saiba também se precisa de passaporte para França para visitar o país.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.