Abrir conta na França é uma das primeiras atividades que o imigrante deve fazer ao chegar no país. Para a maioria das situações cotidianas, você precisará ter uma conta em um banco francês para receber pagamentos, auxílios e pagar serviços. Por isto, neste artigo você vai descobrir como abrir a sua.

Perguntas Respostas
Qual melhor banco da França? Os melhores bancos físicos da França são o BNP Paribas e o Société Générale. Já os melhores bancos digitais são a Wise, Hello bank e N26.
Como abrir uma conta no banco da França? Para abrir uma conta na França, você precisa de um visto ou cartão de residente, comprovante de residência e passaporte.

Como abrir conta na França estando no Brasil?

Se você está prestes a se mudar do Brasil para morar na França e está preocupado em não ter como efetuar seus pagamentos ao chegar no país, nossa recomendação é utilizar um banco digital.

Isso porque, para abrir uma conta na França é preciso apresentar um comprovante de residência francês e outros documentos, como passaporte, visto ou titre de séjour. Abrir uma conta na Wise é uma excelente opção, o processo é muito menos burocrático.

Há bancos franceses que permitem abrir conta mesmo que o comprovante de residência não esteja em seu nome (o N26 costumava ser assim, foi a primeira conta que abri na França), mas essas alternativas estão cada vez mais raras.

Como a abertura da conta em si é gratuita, você pode tentar abrir uma conta a partir do Brasil, desde que tenha alguém de confiança na França. Contudo, se não funcionar, não se desespere: ao chegar na França, e já tendo seu endereço, a abertura da conta acontecerá de modo extremamente rápido com bancos online.

Eu, Nathane, reservei 3 meses de Airbnb com meu marido para procurarmos um apartamento com calma. Porém, sem uma conta em nosso nome e um RIB europeu, foi um tanto complicado abrir conta em banco digital. Por sorte, conseguimos no N26, mas depois abrimos também uma conta conjunta em um banco físico, o Société Générale.

Como abrir conta na Wise

A vantagem da Wise é que a plataforma oferece uma conta multimoeda. Portanto, você pode utilizar em qualquer lugar do mundo de forma prática e segura, realizando conversão de moeda sempre que for preciso para realizar pagamentos.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Remessa Online, Paypal, Western Union,etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

ECONOMIZAR COM A WISE →
Comprar euro mais barato?

A melhor forma de garantir a moeda europeia é através de um cartão de débito internacional. Recomendamos o Cartão da Wise, ele é multimoeda, tem o melhor câmbio e você pode utilizá-lo para compras e transferências pelo mundo. Não perca dinheiro com taxas, economize com a Wise.

Cotar Agora →

Além disso, a Wise possui uma das menores taxas de câmbio do mercado, com o IOF de 1.1%, sendo uma opção mais barata para compras internacionais. Abri minha conta e solicitei um cartão para utilizar na França e durante minhas viagens.

Para criar sua conta do Brasil ou da França, é bem simples. Basta ter um e-mail válido, um celular para verificação de segurança e um documento de identidade. Siga o passo a passo:

  1. Instale o aplicativo da Wise em seu celular;
  2. Clique em “Registrar-se”;
  3. Digite o seu e-mail e selecione o tipo de conta que deseja abrir: pessoal (gratuita) ou empresarial (com taxa para abertura);
  4. Selecione o país de residência;
  5. Digite o número do seu celular e aguarde o SMS com código de verificação;
  6. Após receber o código enviado pela Wise, escolha uma senha para sua conta e clique em continuar;
  7. Preencha seus dados e pronto, sua conta está criada.

Como abrir conta na França?

Se você quiser, poderá abrir conta na França sem nem sair de casa, desde que você tenha todos os documentos necessários.

Primeiro, vamos conhecer o passo a passo com a ordem mais adequada para você ter sua “carte bleue” (expressão muito comum usada para se referir ao cartão de crédito ou débito) o mais rápido possível e, ao longo do texto, entraremos nas nuances burocráticas.

Veja o passo a passo abaixo de como abrir conta na França:

1. Escolha a instituição

A primeira coisa a se fazer é escolher a instituição que você quer abrir conta na França. Comece estudando todas as tarifas e vantagens. Todas estas informações costumam estar disponíveis no site de cada banco – e nós veremos os principais logo adiante.

2. Escolha o tipo de conta

Você está na França por qual motivo? Esta é uma pergunta que irá te ajudar a escolher o tipo de conta bancária. Se for para estudar na França, saiba que todos os bancos oferecem contas de estudante com tarifas reduzidas.

Entretanto, se o motivo for trabalhar na França, com um contrato de trabalho em mãos, pergunte na sua empresa com qual banco eles costumam trabalhar. Assim como no Brasil, muitas vezes as empresas possuem convênios com instituições bancárias, o que se reflete em taxas melhores.

3. Reúna os documentos

Uma vez decidido o banco e o tipo de conta, você precisará separar todos os documentos e se dirigir à agência mais próxima de sua casa para abrir a conta. Não se esqueça de agendar um horário. Na França, muitos atendimentos só acontecem mediante o rendez-vous.

Confira abaixo os documentos exigidos:

  • Passaporte;
  • Visto para a França e/ou titre de séjour;
  • Comprovante de residência francês recente preferencialmente com até 3 meses (água, luz, aluguel, gás ou outras contas de consumo são suficientes);
  • Algum documento brasileiro que conste o número de seu CPF.

No meu caso, meu marido também apresentou o contrato de trabalho para o banco garantir uma boa quantia para crédito e transferências bancárias. Como estávamos em Airbnb, no lugar de receber o cartão em casa, retiramos na própria agência.

4. Abra sua conta na França

Com todos os documentos em mãos, basta se dirigir à agência (ou baixar o app, no caso de bancos digitais) e voilà!

Alguns bancos, porém, são mais burocráticos do que outros. Os bancos tradicionais costumam enviar o código do seu cartão pelo correio, mas não o cartão, o que significa que você precisa voltar na agência para assinar um papel e retirá-lo.

Tive dificuldade em abrir conta nos bancos digitais franceses, por isso tive que ir presencialmente em uma agência. Se você tiver enfrentando problemas, agende um horário e abra a conta presencialmente. Por lei, todos os residentes têm direito a abrir conta na França.

Uma vez aberta a conta, resolva sua carte vitale quanto antes

O passo a passo acima não parece tão assustador, certo? E de fato não é. No entanto, estamos na França – e a burocracia faz parte do jogo. Se você decidiu morar na França, a primeira dica para resolver sua vida e ter acesso o mais rápido possível é validar seu visto ou solicitar o seu titre de séjour no site de Estrangeiros na França.

Na maioria dos casos, você recebe uma convocação para se apresentar ao OFI – Office Français de L’immigration et de L’intégration, que é o órgão que legaliza os estrangeiros no país.

Não basta ter o visto no passaporte. Se você vai residir no hexágono, este procedimento é mandatório nos primeiros 90 dias para que você possa se cadastrar junto ao Seguro Social francês e adquirir sua Carte Vitale.

Cartão do Wise, do banco Société Générale e a Carte Vitale, na França
Reembolsos de seguridade social francesa (“carte vitale”) são creditados na sua conta bancária. Foto: Nathane Costa

Você deve estar se perguntando por que estamos falando da Carte Vitale se ela não está listada acima. Explico: a Carte Vitale é um cartão de saúde pública na França, que você apresenta em farmácias, consultas e hospitais, e é por meio dela que você pode ser reembolsado. No entanto, não é apenas isso.

Quando você for se cadastrar junto à CAFCaisse d’allocations familiales (organismo responsável por oferecer ajuda às pessoas desempregadas, quem possui visto de estudante ou qualquer outra pessoa que solicite uma ajuda do governo) você precisará necessariamente adicionar um RIB francês, que é um documento de identificação que oferece todas as coordenadas de sua conta bancária. E esse número só existe quando você abre sua conta na França!

Melhores bancos para abrir conta na França

Os melhores bancos para abrir conta na França são aqueles que oferecem mais por menos. Ponto final. A França é um país ligeiramente atrasado em relação ao Brasil quando o assunto é sistema bancário. Nós, brasileiros, estamos anos à frente dos europeus com nossas contas digitais, mas as coisas estão começando a melhorar na França.

No país, a diferença não está nos serviços, mas nas taxas. Normalmente, bancos digitais cobram menos e os tradicionais (aqueles com agências físicas), cobram mais. No passado, os bancos digitais dificultavam a vida na hora de depositar um cheque ou resolver um problema, afinal, não existem agências.

Hoje em dia, embora o uso de cheques no país permaneça relevante, é um meio de pagamento que para imigrantes está em franco desuso. Então não se preocupe.

Bancos digitais

Opção mais barata e menos burocrática, os bancos digitais permitem abertura de contas totalmente online. Os principais, listados em ordem dos mais preferidos pelos franceses, são:

1. Wise

Quando se fala de opção menos burocrática, não tem como não citar a Wise. Apesar de não ser um banco francês, a plataforma é a solução perfeita para quem está de mudança de país e precisa fazer ou receber pagamentos em euro nos primeiros meses, já que não exige tantos documentos quanto os bancos tradicionais.

É uma solução temporária, mas que será muito útil em suas viagens pela Europa.

2. N26

Apesar de sua sede ser em Berlim, o Banco N26 permite a quem tem um endereço europeu, cartão de residente europeu e mais de 18 anos, abrir uma conta de forma gratuita e ainda ter direito a um cartão de débito Mastercard sem custo.

Quando criei minha conta, o IBAN foi da Alemanha, mas hoje já é possível ter um RIB francês com o N26 e utilizar para receber os reembolsos da Sécurité Sociale, por exemplo.

3. Fortuneo

Cartão gratuito, saques grátis ao redor do mundo, possibilidade de realizar investimentos usando sua conta bancária com taxas competitivas e a facilidade de abrir sua conta pela internet: todos esses elementos fazem do Fortuneo uma opção segura e adequada aos imigrantes.

Nos rankings franceses, feitos por pessoas como eu e você (consumidores), o Fortuneo está no topo há meses!

4. Revolut

Por meio do Revolut, os usuários podem transferir dinheiro e usar um cartão físico para compras, pagamentos e sacar dinheiro sem pagar nenhuma taxa. Para solicitar você deve ser residente em um dos países abrangidos (a França está na lista dos países possíveis).

5. Boursorama Banque

Grande, o Boursorama Banque oferece o básico de uma conta-corrente, mas tem a vantagem de oferecer, a determinados clientes, um bom cartão de crédito Visa Ultim.

Esse cartão, gratuito sob determinadas condições, oferece seguros de viagem, seguros para locação de carros e outras assistências para quem passeia com frequência. Pode ser um fator decisivo.

Bancos tradicionais

Se você preferir os bancos tradicionais ou bancos físicos, as opções são as seguintes (em ordem de utilização e popularidade):

Qual a melhor opção para abrir conta na França?

A melhor opção para abrir conta na França depende da sua condição no país: estudante, trabalhador com contrato CDD ou CDI, autônomo etc.

De modo a oferecer uma visão geral de custos, preparamos uma tabela com boas opções de banco online. Preferimos listá-los, pois são eles que costumam colocar as informações claramente.

Banco Oferece cartão Tempo para abrir conta Taxas de manutenção Depósito inicial Conclusão
Wise Sim, grátis Em até 1 dia útil Gratuito 20€ Fácil de usar, mas depósito inicial pode incomodar
Fortuneo Sim, grátis Em até 1 dia útil 0€ a 50€ (por trimestre) Não exige Fácil de usar e gratuito
N26 Sim, grátis Em até 1 dia útil de 0€ a 16,90€ (por mês) 10€ Fácil de usar, mas depósito inicial pode incomodar
Revolut Sim, grátis Em até 1 dia útil de 0€ a 13,99€ (por mês) 10€ Fácil de usar, mas depósito inicial pode incomodar
Boursorama Banque Sim, grátis Em até 1 dia útil de 0€ a 9,90€ (por mês) 50€ Fácil de usar, mas depósito inicial de 50 euros é injustificável

Tipos de contas na França

As contas bancárias na França são definidas pelo governo e divididas entre conta individual, conta conjunta (do tipo “joint”) e conta conjunta (do tipo “indvis”).

Conta individual

Uma conta individual pertence a uma única pessoa. As transações (saques, depósitos etc.) só podem ser realizadas pelo titular da conta, a menos que ele ou ela ofereça uma procuração a um terceiro.

Conta conjunta “joint”

Uma conta conjunta é uma conta bancária pertencente a vários cotitulares. As transações (saques, depósitos, etc.) podem ser realizadas por cada um dos titulares da conta conjunta. Uma conta conjunta pode ser convertida em uma conta indivisa a pedido de um dos titulares conjuntos.

Conta conjunta “indvis”

Uma conta “conjunta indvis”, também conhecida como conta indivisa, é uma conta bancária pertencente a vários titulares conjuntos. A diferença dessa para a conta “joint” é que todas as transações (saques, depósitos, etc.) devem ser validados por todos os cotitulares.

Documentos para abrir conta na França

Para abrir uma conta em um banco tradicional francês, você precisa ser residente do país, ou seja, apresentar um comprovante de residência, além de reunir os documentos listados no passo a passo anterior (passaporte, titre de séjour e algum documento oficial do Brasil).

Há pessoas que conseguiram abrir uma conta mesmo sem apresentar o visto de residência ou titre de séjour, apenas com o passaporte, mas não é o habitual.

Antigamente, bancos digitais aceitavam comprovante de residência de terceiros (uma vez que só utilizavam essa informação para enviar o cartão pelos correios), hoje em dia isso está menos comum. Opte sempre por usar seus dados para evitar complicações futuras, congelamento de conta ou de cartão.

Confira o passo a passo para abrir sua conta na França no banco N26 e Hello Bank, feito pela Juliana, do canal RDV França:

Como você pode conferir no vídeo, é possível abrir uma conta na França online apenas com o seu passaporte e um RIB francês.

O que é RIB na França?

O RIB é um documento bancário francês que detalha as coordenadas da sua agência e conta bancária. Trata-se, na verdade, de um número que faz parte do seu IBAN de 27 dígitos que pode ser encontrado no site em “Informações da conta”.

Apenas por curiosidade, o IBAN é composto da seguinte maneira:

  • Os 2 primeiros caracteres são letras que correspondem ao código do país da sua conta bancária – no caso, FR para França;
  • Os próximos 2 caracteres são números que correspondem a uma chave de controle;
  • Os próximos 23 dígitos formam seu RIB (Relevé d’Identité Bancaire). Desses 23 dígitos, os 5 primeiros são o código do seu banco (code banque); os 5 seguintes são o código da agência (code guichet); os próximos 11 são o número da sua conta bancária; e os 2 últimos são conhecidos como chave RIB (clé RIB).

Precisa comprovar renda para abrir conta na França?

Na maior parte dos bancos digitais, não é preciso comprovar renda para abrir conta na França. Você verá, nas condições gerais desses bancos, informações como “sans condition de revenu”, o que se traduz para “sem exigência de renda”.

Já para os bancos tradicionais, pode ser que peçam comprovantes de pagamentos para que você se torne correntista. Caso você seja contratado por uma empresa francesa e essa possua convênio com algum banco físico, muito provavelmente te isentará dessa comprovação (dado que isso será uma garantia ao banco que você receberá seu dinheiro por lá).

Precisa de depósito inicial?

Normalmente, sim, em especial nos bancos online. São eles que normalmente pedem depósito inicial. Os valores começam em 10€ e podem ir até 50€.

Às vezes uma parte (ou todo) do valor fica disponível na sua conta-corrente, e há casos em que o depósito inicial é utilizado para confecção e envio do cartão de crédito. Consulte o banco onde irá abrir sua conta para ter certeza do que será feito com seu depósito inicial.

Todo estrangeiro pode abrir conta na França?

Sim, qualquer estrangeiro pode abrir conta na França, desde que apresente os documentos solicitados. A lei francesa garante que toda pessoa que more na França (estrangeiro ou não) tenha direito a abrir uma conta bancária.

Eu não tive nenhum problema para abrir a minha conta, no caso, no BNP Paribas. Precisei apresentar apenas o comprovante de inscrição do meu mestrado na França e consegui abrir na hora.

Também não conheço ninguém que tenha tido problemas, mas caso aconteça com você, existe um procedimento padrão a se fazer: peça uma carta do banco dizendo o motivo que recusou a abertura da conta. Com essa carta em mãos, dirija-se ao Banque de France, para que eles possam indicar qual o banco que você deverá abrir sua conta.

Como abrir conta de estudante na França?

Se você está indo estudar na França, recomendamos abrir uma conta na Wise primeiro para resolver as burocracias iniciais.

Depois, quando tiver um comprovante de residência, encontre um banco que ofereça as melhores taxas e benefícios, como o Banco Boursorama, que tem um programa de indicação bastante atrativo para estudantes e que pode render até 150€ por cada amigo que abrir conta.

Estudante em agência bancária para abrir conta na França
Estudantes universitários podem ter contas bancárias com custos menores e vantagens competitivas.

Como eu já citei, diversos bancos oferecem tarifas especiais para estudantes, seja de graduação, mestrado ou doutorado. Mas para isto não basta apenas dizer que você é estudante.

Será necessário apresentar o comprovante de inscrição da sua faculdade na França e ser específico junto ao funcionário do banco: diga que gostaria de abrir uma conta universitária.

Alguns bancos cobram apenas 1€ por mês para manutenção da conta universitária e, muitas vezes, a própria universidade costuma ter um convênio com certos bancos. Isto sem contar que alguns bancos costumam oferecer 80 ou 100€ quando se abre a conta.

Como enviar dinheiro para França?

Você pode enviar dinheiro do Brasil para a França e transferir da França para o Brasil. Além da transferência pelo N26, que tem parceria com a Wise, você pode optar também por alternativas como a Remessa Online ou Western Union. Faça a cotação nos sites e veja qual deles oferece a melhor tarifa de transferência.

Mas o que posso falar com propriedade é sobre a Wise. Com ela, você consegue abrir uma conta europeia (com IBAN e tudo!) a partir do Brasil, e a “fintech” também oferece um cartão de débito internacional que permite que você faça pagamentos na França sem pagar taxas.
É um método tão bom e que funciona tão bem que eu mesmo fiquei utilizando a conta e cartão da Wise durante um bom tempo sem movimentar contas em outro banco.

Como enviar pela Wise

Para enviar dinheiro para a sua conta na França, basta você criar uma conta da Wise, fazer uma transferência do seu banco brasileiro para a sua conta da Wise e aguardar.

O valor em reais já cai na sua conta da Wise em euros. A partir daí, basta você fazer uma transferência para a conta “oficial” da França (utilizando IBAN). E pronto!

Cuidados a se ter para abrir conta na França

O principal cuidado que você precisa ter é quanto às tarifas bancárias da instituição que você escolheu ter uma conta. Muitas vezes, as promoções para estudantes valem muito a pena, mas a partir do momento em que você deixa de ser um estudante, os custos podem decolar e corroer uma parte significativa dos seus vencimentos.

Por isto, pergunte tudo, seja crítico, não esqueça de ler o contrato e opte sempre pela conta mais simples, mais barata também. Se você quiser (ou se for necessário) abrir uma conta em banco físico, como um BNP Paribas, por exemplo, tudo bem. Mas considere obter uma conta-corrente de banco digital para as necessidades do dia a dia.

Esses bancos são muito mais eficientes, menos burocráticos e o envio de dinheiro para a França, que pode ser feito a partir de uma conta do Brasil, costuma chegar mais rápido.

Finalmente, nunca é demais lembrar: é obrigatório ter seguro de viagem para visitar a França. Sugerimos que faça uma simulação no site Seguros Promo para conferir as várias opções de seguro para a sua viagem à Europa.

Dúvidas frequentes sobre abrir conta na França

A seguir, respondemos às dúvidas mais frequentes sobre o tema. Confira:

Como abrir conta Banco do Brasil na França?

Essa conta só é aberta para portadores de CNPJ ou para estudantes em intercâmbio por agências de fomento. Não é uma opção adequada para a maior parte dos casos.

Como abrir conta-corrente na França do Brasil?

Tendo passaporte europeu e comprovante de residência francês; ou tendo passaporte brasileiro, comprovante de residência francês e titre de séjour.

Como abrir conta em banco online na França?

Basta ter os documentos impressos, baixar o app do banco e seguir o procedimento. Será necessário fazer uma selfie com passaporte e enviar fotos dos documentos.

Esperamos que essas informações ajudem você a tomar uma boa decisão ao abrir sua conta bancária na França.