Visto de estudante para a França: tire todas as suas dúvidas

Estudar na França é sonho entre muitos brasileiros, seja pela qualidade do ensino superior, ou pela oportunidade de viver em um país riquíssimo histórica e culturalmente. No entanto, o país também possui uma vasta oferta de cursos de curta duração ou até mesmo de francês, se você não for fluente na língua. Mas, neste caso, se você for ficar mais de 90 dias na França, precisará tirar um visto. Por isto, iremos tirar todas as suas dúvidas em relação ao visto de estudante para a França.

Conheças os tipos de visto de estudante para a França

O tipo de visto para a França que se adeque ao seu caso, irá depender de seu projeto de estudos e da duração. Isto significa que, para um estudante de mestrado ou graduação, o visto não é o mesmo do que para um estudante que irá apenas estudar francês em uma escola de línguas. Veja abaixo os tipos de visto de estudante para a França:

Visto de longa permanência –  VLS-TS Etudiant Autorise Travail Limite 60% Duree Legale

Este visto costuma ser emitido para estudos universitários superiores a 1 ano. Depois de um ano, será preciso renová-lo, mas este procedimento pode ser feito na França, na prefeitura de sua cidade. A vantagem deste visto é que é permitido trabalhar no país. Um estudante pode trabalhar no máximo 964 horas por ano (em média 17 horas por semana), e é preciso tomar cuidado para não ultrapassar este limite.

É esta categoria de visto que precisa ser validado na OFII – ‘Office Français de l’Immigration et de l’Intégration’ nos 3 primeiros meses após a chegada na França, para que depois ele seja substituído pela carte de séjour, uma espécie de carta de identidade para estrangeiros.

Visto de permanência temporária – Long Sejour Temporaire

Para essa categoria de visto, que pode ser concedido para diversos tipos de curso, não é possível solicitar carte de séjour, no momento da chegada na França. Ele também não permite solicitar uma autorização temporária de trabalho e não dá acesso a determinados benefícios, tais como a CAF, que é uma ajuda social que a França oferece, inclusive para estrangeiros.

Por que escolhemos a Goldenergy em Portugal?

Visto Científico

Este é o visto PASSEPORT TALENT, de longa permanência, que costuma ser emitido para todo doutorando, pós-doutorando, professor ou pesquisador que tenham uma ‘Convention d’Accueil’ emitida por um organismo de pesquisa francês e validada pela Préfecture.

Visto de estudante-estagiário

Este visto é emitido para o estudante que efetuará um estágio de formação, com uma convenção de estágio tripartite (estudante, IES brasileira e empresa/laboratório francês), e precisa ser validado pela prefeitura na França.

Visto para intercâmbio

Assim como diversos outros países, muitos estudantes decidem fazer um intercâmbio na França ainda quando estão no ensino médio. Neste caso, o solicitante também precisará de um visto de estudante, porém ele será o Visto de permanência temporária menção LONG SEJOUR TEMPORAIRE, já que não é permitido trabalhar.

Como solicitar o visto de estudante para a França

Antes de solicitar o visto de estudante para a França você deve decidir se deseja vir para a França fazer um curso de francês, um duplo-diploma, a universidade completa, o mestrado, o doutorado, um curso de culinária, etc.

Para um estudante brasileiro solicitar um visto para estudar na França, o processo obrigatoriamente deverá ser feito através da Plataforma Campus France, que é a agência do governo francês responsável pela promoção do ensino superior.

estudantes na frança

Primeiro, você precisará se inscrever na plataforma e pagar uma taxa de R$520. Após isto, você terá acesso à plataforma completa, onde precisará enviar todos os documentos solicitados. A pré-entrevista consular será feita em uma unidade da Aliança Francesa (de sua cidade), já que a instituição possui parceria com o Campus France. Confira abaixo os requisitos necessários para a solicitação do visto:

Quais são os requisitos para o visto de estudante para a França

Os requisitos para o visto de estudante para a França são:

  1. Preencher o formulário de pedido de visto de longa duração;
  2. Ter Passaporte (emitido há menos de 10 anos, com validade mínima de 3 meses após a estadia prevista na França e com, no mínimo, 2 páginas em branco para vistos);
  3. Duas fotografias recentes no formato 3,5 cm x 4,5 cm, sem data, de perto, coloridas, com fundo branco (o fundo colorido não será aceito);
  4. Certidão de nascimento e/ou de casamento;
  5. Pré-inscrição ou inscrição em um estabelecimento universitário (com as datas de início e fim do curso) ou privado ou de curso do idioma francês com carga horária mínima de 20 horas semanais reconhecido pelo Ministério Francês da Educação Nacional;
  6. Declaração de financiamento parental ou de autofinanciamento de 615€ mensais com firma reconhecida em cartório. Neste caso, vale: última declaração TOTAL de imposto de renda; extrato de conta bancária corrente e poupança/investimentos dos últimos 3 meses; e três últimos contracheques/folhas de pagamento/aposentadoria/etc;
  7. Comprovante de estadia pelo período mínimo de 90 dias: reserva de hotel; ou contrato de locação de imóvel; ou carta convite de um residente na França, acompanhada do comprovante de residência e da cópia da “carte d’identité”/ ou passaporte; do visto e da “carte de séjour”.

Campus France

Como referido, não importa que tipo de curso você vai fazer na França, você deverá passar pelo Campus France para poder obter o seu visto de estudante. O Campus France é a agência do governo francês responsável pela promoção do ensino superior. Trata-se do serviço oficial de informações sobre os estudos superiores na França e está presente em mais de 110 países.

Caso você já tenha a carta de aceitação de uma universidade ou do curso que irá fazer, basta você preencher os itens no site do Campus France, enviar os documentos e pagar a taxa do Campus France. Caso você não tenha nenhuma carta de aceite, você pode ir ao site do Campus France, criar sua conta e se candidatar a diversos cursos universitários (ou não) propostos no site.

Quanto custa emitir o visto de estudante?

Fora a taxa do Campus France, que custa R$520, você precisará pagar pela emissão do visto no dia de retirá-lo no consulado. Esta taxa custa 50€ (você pagará em reais na taxa que o consulado te informar no dia). Eles aceitam que o pagamento seja feito em dinheiro ou no cartão de débito.

Além disso, você pagará uma terceira taxa quando for pegar sua “etiqueta” no OFFI (Office Français de l’Imigration et de l’Intégration) na França. Porém, como explicamos acima, a etiqueta OFII é somente válida para algumas categorias de visto. Atualmente a taxa custa 60€ e ela pode ser paga pela internet ou em alguns bureau de tabac.

Quanto tempo leva para sair o visto de estudante para a França?

O prazo de concessão de um visto de estudante é de 10 a 15 dias úteis, a partir da data do comparecimento no Consulado. No entanto, o procedimento via Campus France costuma levar meses, já que é preciso ter tempo hábil de organizar todos os documentos, fazer as traduções juramentadas e agendar o pedido de visto no Consulado da França. Fique atento, porque em julho e agosto pode ser muito difícil conseguir um horário, visto que o ano letivo na França começa em setembro.

Porém, não adianta exagerar e agendar a ida ao Consulado com muita antecedência. A instituição a emissão de vistos com mais de 2 meses de antecedência. Ou seja, não adianta você ter todos os documentos prontos 3 meses antes do início do seu curso, que provavelmente o consulado não receberá seus documentos.

Ele só vai receber quando faltar no máximo 2 meses para o início das suas aulas. Essa é a informação que consta nos sites dos consulados e é também o que aconteceu comigo quando fui pedir meu visto de estudante.

Onde solicitar?

Apesar do processo ser feito através do Campus France, para solicitar um visto de estudante para França, a ida ao Consulado é obrigatória. No entanto, só existem 3 Consulados da França que emitem visto no Brasil. São eles:

  • Consulado do RJ: para habitantes do RJ, ES e MG;
  • Consulado de SP: para habitantes de SP, PR, SC, RS ou MS;
  • Consulado de Brasília: para os habitantes dos outros estados não citados acima.

Residentes no estado de Minas Gerais deverão passar pelo consulado honorário da França em Belo Horizonte antes de agendar o pedido de visto no Consulado Geral da França no Rio de Janeiro.

Validade e renovação do visto de estudante

O visto  de estudante vale no máximo 1 ano, mesmo que seu curso seja de mais tempo. Quando estiver faltando 2 meses para seu visto vencer, você deverá dar entrada no processo de renovação do visto na prefeitura da cidade francesa que estiver morando. O processo de renovação é mais simples e exige menos documentos do que quando solicitamos o visto no Consulado no Brasil.

As cidades grandes, como Marseille, Lyon e Toulouse, que possuem muitos estudantes, organizam todos os anos um setor, onde os alunos podem pedir a renovação do visto sem ter que ir à prefeitura para a entrega dos documentos.

Como levar familiares ou cônjuge com o visto de estudante

É permitido levar familiares e/ ou cônjuge para a Franca, porém neste caso eles não terão o visto de estudante – a não ser, claro, que eles também decidam estudar na França.

Porém, se este não for o caso, será necessário pedir o visto de longa permanência VISITEUR VLS-TS, que geralmente é emitido para cônjuges de estudante, cursos livres ou cursos de francês sem fins acadêmicos e/ou profissionais. Esta categoria de visto não permite trabalhar.

O que fazer depois de ter o visto?

Você receberá seu visto colado no passaporte e um formulário que você deverá preencher e entregar num posto OFFI quando você chegar na França. De acordo com a cidade que você vier a morar na França, você terá que se dirigir ao local escrito na folha que você recebeu no consulado e entregar a cópia do seu visto, cópia do passaporte, cópia do carimbo de entrada na Europa e este formulário preenchido. Depois, você aguardará um email ou carta dizendo quando você deverá voltar ao OFFI para eles colocarem a “etiqueta” no seu passaporte.

Muito importante você entregar isso o mais rápido possível, pois após 90 dias que você chegou na Europa, se você não tiver essa etiqueta no passaporte, você não poderá sair da França, pois poderá ter problemas para voltar para França.

estudar na frança

Por experiência própria, eu entreguei os documentos no dia que cheguei na França, porém só consegui minha etiqueta mais de 4 meses depois. Isso depende de períodos e da cidade que você mora na França, tem gente que consegue rápido, e outros que têm que esperar muito.

Minha experiência com o visto de estudante para a França

A minha ida para a França foi muito bem planejada, por isto o processo levou meses. Antes de me candidatar para um mestrado na França, decidi passar 3 meses estudando francês em um curso intensivo na Aliança Francesa. Neste caso, não precisei de visto, pois fiquei apenas 90 dias. No final do curso, eu aproveitei para fazer a prova de proficiência. Optei pelo TCF, que tem validade de 2 anos.

Depois, voltei para o Brasil e, em seguida, dei entrada no processo do Campus France, enviei todos os meus documentos e me candidatei para o mestrado. No entanto, neste momento eu já tinha todos os documentos e traduções juramentadas.

A candidatura

Me candidatei em fevereiro e recebi a resposta de aceite em meados de maio. A partir deste momento, fiz minha inscrição, aguardei a Universidade me enviar o comprovante de matrícula e agendei minha entrevista no Consulado. Porém, agendei para agosto, visto que minhas aulas começavam somente no fim de setembro.

A dificuldade não está em ir ao Consulado em agosto, mas sim em agendar a entrevista. A minha já estava agendada desde maio, então foi tranquilo. Agora, se você quiser agendar em agosto para uma entrevista em agosto, jamais conseguirá.

No dia da entrevista, eles te entregam um protocolo com a data que você pode ir retirar seu visto, que costuma ser 15 dias depois. A taxa de 50 euros, você irá pagar no dia da retirada, junto com o formulário OFII, que você precisará dar entrada já quando estiver na França.

Isto porque, somente o visto no passaporte não tem o mesmo valor na França. Para dar entrada no seguro social e ajuda da CAF, por exemplo, você precisa de um carimbo no visto, que diz que ele vale como uma carte de séjour.

Confira o passo a passo para se candidatar à Universidade na França.

Seguro de Viagem

Mesmo estando com o visto nas mãos, não se esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório para a França, já que o país faz parte do Tratado de Schengen. Isto não significa que você precisará contratar um seguro viagem para todo o tempo em que estará lá, mas para o primeiro mês. Este é o tempo que a imigração considera ideal, para que você possa finalizar o processo de se legalizar e fazer parte da Securité Sociale francesa.

Antes de escolher a opção que se encaixa no seu perfil de viagem, sugerimos que você consulte nosso comparador de seguro viagem. É uma ótima maneira para pesquisar os melhores preços. Também temos uma parceria com o Seguros Promo, onde você encontra ótimas ofertas com excelentes preços.

Oferecemos desconto

Se você fizer a contratação de seu plano no Seguros Promo e inserir na hora do pagamento o nosso código EURODICAS5, ganha 5% de desconto. Caso opte por pagar por boleto bancário, tem mais 5% de desconto. Assim, você pode reduzir em 10% o valor do seu seguro viagem. Basta clicar no link e seguir com a compra.

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Elaine é brasileira e mora em Paris. Completamente apaixonada por Paris desde pequena, sempre sonhou em  morar na cidade Luz. Adora viajar, fazer novos amigos, conhecer novas culturas e descobrir cada vez mais sobre França e a cultura francesa.

Artigos relacionados

Salário mínimo na França: o valor em 2020 e custo de vida

Você sabe qual é o salário mínimo na França? Descubra o valor, quando ele aumenta e ainda informações sobre o seguro desemprego no país.

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Morar na França: tudo sobre visto, emprego e custo de vida

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube