Como estudar na França de graça: tudo o que você precisa saber

De todos os países europeus, a França é um dos que mais atrai os brasileiros para estudar, seja pela qualidade de ensino, de vida e custos significativamente mais baixos que seus vizinhos. Mas você sabia que tem como estudar na França de graça através das inúmeras oportunidades de bolsas de estudo?

Se este é seu sonho, este artigo é para você, já que iremos te contar tudo o que você precisa saber. Vem comigo!

Como estudar na França de graça?

Atualmente o custo anual de uma universidade francesa é de 2.770€ para a graduação e 3.770€ para mestrado e doutorado. Este é o valor para estrangeiros, já que para os franceses o valor cai para 170€ na graduação e 243€ para mestrado e doutorado.

É importante saber, no entanto, que é possível pagar um valor menor ou até mesmo não pagar nada através das bolsas de estudo que o próprio governo oferece.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

O procedimento para bolsas de estudo é exatamente o mesmo de estudar na França sem bolsa, ele é feito através do Campus France – a agência oficial francesa que promove a educação e o intercâmbio entre os países.

Passo a passo para estudar na França de graça

Abaixo irei te dar todo o passo a passo para facilitar o seu planejamento.

1.Escolha o curso e a universidade que você gostaria de fazer

Toda a lista está disponível no site do Campus France. Você poderá se candidatar em média entre 5 e 7 cursos, mais do que isto a plataforma não aceita. Você pode escolher mais de um curso na mesma universidade, caso sonhe em estudar em alguma cidade especificamente. Para facilitar na escolha, veja ranking com a melhores universidades da França.

2. Prepare a documentação

Esta é a parte mais demorada do processo. Você precisará selecionar uma série de documentos e mandar traduzi-los com um tradutor juramentado.

3. Realize o teste de proficiência em francês

Para que você ingresse no ensino superior na França, será necessário comprovar o nível de francês – geralmente o B2, que é como um intermediário avançado. Você tem a opção de realizar o DELF, que é um diploma com validade vitalícia ou o TCF, que é um teste oficial fornecido pelo próprio governo, porém com a validade de 2 anos.

A diferença é que enquanto o DELF acontece apenas algumas vezes ao ano, o TCF pode ser realizado todo o mês. Tem gente que considera o DELF mais difícil do que o TCF, mas apesar de serem provas diferentes, elas possuem o mesmo nível.

4. Inscreva-se no Campus France

Para ter acesso à plataforma e poder realizar as candidaturas, é preciso se cadastrar no site e pagar uma taxa de 520 reais. Uma vez feito o cadastro, você precisará enviar todo o dossiê (documentos originais e traduzidos) e uma vez validado pelo Campus France, você poderá começar a se candidatar.

5. Candidate-se às faculdades

A hora mais esperada chegou! Uma vez tendo feito o cadastro e enviado o dossiê, você já pode começar a se candidatar.

O processo para bolsas de estudo acontece praticamente em simultâneo das candidaturas normais, portanto, antes de qualquer coisa escolha bem os cursos que você pretende fazer e confira com atenção quais são as bolsas oferecidas para o seu curso.

Após pagar a taxa Campus France, você poderá telefonar ou utilizar o chat para tirar todas as dúvidas. Deixe claro que a sua escolha é para uma bolsa de estudo no momento de sua candidatura.

6. Tire o visto

Uma vez que você recebe o aceite da universidade, poderá marcar a entrevista pré consular – realizada em uma unidade da Aliança Francesa e, em seguida, a consular, no consulado mais próximo de sua cidade. No caso de bolsa de estudo na França, os documentos podem ser diferentes e não será exigido a comprovação do valor mínimo mensal de 615 euros para estudantes sem bolsa.

Estudante fazendo prova

Como conseguir uma bolsa para estudar na França?

Fique atento à plataforma Campus Bourses, organizada pelo próprio Campus France. É lá que o governo disponibiliza todas as bolsas de estudo. O Ministério Francês de Relações Exteriores oferece diversas bolsas a estudantes estrangeiros. Destas, 25% são financiadas diretamente pelo ministério, como é o caso dos programas Eiffel (para formações de nível Mestrado ou Doutorado) e Major (destinado aos melhores estudantes de ensino médio dos liceus franceses no exterior).

No entanto, existem outros tipos de bolsas, como as que são oferecidas por regiões e as famosas bolsas Erasmus, que existem para estudantes do mundo inteiro. Conheça as principais abaixo:

Bolsas do Brasil para estudar na França de graça

Você pode aplicar para uma bolsa de estudo estando em uma universidade brasileira, na modalidade bolsa sanduíche. Entretanto, também é possível se candidatar para os programas da Capes e CNPq.

Bolsas da França que estrangeiros podem solicitar

Bienvenue en France

Fruto de uma parceria entre a França e o Brasil, o programa Bienvenue en France oferece bolsas em diversos domínios e ainda existe a grande vantagem de ser ter sido criada especificamente para estudantes brasileiros.

Victor Hugo

Criada pela Université de Franche-Comté e dedicada a estudantes da América Latina, é uma das bolsas mais conhecidas, já que oferece o equivalente a 7 mil euros por ano e engloba diversas áreas de estudo.

Bolsa Eiffel

A Bolsa Eiffel é uma bolsa de excelência ao nível de mestrado e doutorado que abrange áreas de ciências, economia, direito e ciências políticas. Para o mestrado o candidato tem que ter no máximo 30 anos e geralmente são oferecidas 400 bolsas ao nível de mestrado e 70 bolsas ao nível de doutorado.

Bolsas de estudo europeias

Erasmus

O Erasmus+ é um programa da União Europeia que incentiva a educação e beneficia cerca de 2 milhões de estudantes que realizam seus estudos na Europa. Faz parte deste programa o programa de bolsas para mestrado Erasmus Mundus, que visa contemplar os melhores estudantes do mundo, durante um ou dois anos, em qualquer área de estudos. Para se candidatar ao programa, os estudantes devem realizar seu mestrado em pelo menos dois países participantes do programa.

Outras opções de bolsa para estudar na França de graça

As regiões e cidades francesas concedem bolsas a estrangeiros que estudam em seus territórios e também possuem parcerias com instituições de ensino superior e de pesquisa para fornecer auxílio a estudantes de doutorado ou pós-doutorado. Atualmente estão disponíveis 233 programas de bolsa de estudo para estudantes brasileiros. Confira o catálogo completo no site do Campus Bourses.

Aplicando para bolsa na França

Como estudar francês na França de graça?

A própria plataforma Campus France também disponibiliza um catálogo completo com todas as formações em francês oferecidas no país. Não existem bolsas de estudo para idioma, no entanto, muitas bolsas para estrangeiros oferecem a opção de aprender o francês em simultâneo, ou até mesmo antes que a formação comece. Este é o caso da bolsa Victor Hugo, por exemplo.

Quais as vantagens de estudar na França?

São inúmeras vantagens de se estudar na França, independente do nível de estudos. Você terá a oportunidade de ter um ensino de qualidade, aprender uma nova língua, conhecer uma nova cultura e estar em contato com pessoas de diferentes nacionalidades. Isto sem contar na qualidade de vida e na facilidade de viajar para outros países da Europa.

O meu sonho era fazer um mestrado na França, que eu finalizei neste ano. Apesar da saudade que eu sinto do Brasil e da minha família e dos inúmeros desafios em se viver fora, hoje sei que esta foi a melhor decisão que eu tomei na minha vida. Não é apenas uma questão de poder enriquecer o currículo, mas sim a vida e alargar as perspectivas, portanto, se você tiver a oportunidade de fazer o mesmo, agarre-a com todas as forças (melhor ainda se tiver uma bolsa, claro!).

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Artigos relacionados

Trabalhar na França: salários, visto e como encontrar vaga

Considerando trabalhar na França? Confira tudo que é preciso saber para conseguir um emprego, o valor dos salários, como procurar e se é preciso visto.

Salário mínimo na França: o valor em 2021 e custo de vida

Saiba o valor do salário mínimo na França em 2021, quem recebe o mínimo, qual é o salário médio e se é possível viver com o salário mínimo.

Custo de vida na França: quanto é preciso para viver no país

Veja qual é o custo de vida na França, um dos países mais procurados por estrangeiros para morar. Conheça o custo da alimentação, moradia, saúde e mais.

Sites de emprego na França: conheça os melhores

Você quer um emprego na França? Compartilhamos uma lista com os melhores sites de emprego na França e várias dicas para procurar trabalho por lá.

Como morar na França: guia completo para planejar sua mudança

Veja qual o visto necessário para morar na França, o mercado de trabalho, as melhores cidades para morar, quanto custa e vantagens e desvantagens.

Profissionais em falta na França: veja quais são e os salários

Sabia que existem profissionais em falta na França? Saiba quais áreas que têm maior carência de profissionais e quais os que setores que mais empregam.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube