Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Espanha  / 

A Espanha é um país rico culturalmente e com excelente qualidade de vida. Entre outros fatores, a proximidade da língua facilita muito a adaptação. Não é à toa que é o segundo país procurado por brasileiros que desejam morar na Europa! Mas como em vários outros países é necessário solicitar o visto para permanência. Mas você sabe quais são os vistos que podem ser solicitados e como consegui-los? Acompanhe nosso artigo e descubra como conseguir o visto para Espanha!

Tipos de visto para Espanha

Brasileiros não precisam de visto de entrada se forem para turismo ou negócios na Espanha. Nestes casos podem permanecer sem problemas por um prazo de 90 dias.

Entretanto, isso não o exime de cumprir com os requisitos exigidos para entrar ao país, como:

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »
  • Passaporte em vigor;
  • Passagem de volta;
  • Seguro de viagem;
  • Carta Convite ou Comprovante de Hospedagem;
  • Comprovante financeiro (cerca de 70€ por dia que ficará no país);
  • Comprovante do motivo de viagem (cursos, roteiro de viagens, etc).

Mas existem outras situações onde o visto é exigido. Se você quiser trabalhar, estudar ou mesmo empreender precisará de um visto específico.

Para morar na Espanha alguns documentos são necessários, nosso artigo mostra para você quais são e como obtê-los!

Em todos os casos a solicitação de visto deve ser feita ainda no Brasil. Para isso, o interessado deve comparecer pessoalmente, com os documentos solicitados em algum Consulado espanhol no Brasil.

O processo deve ser feito com antecedência. Se houver algum problema ou mesmo atraso devido a burocracia, haverá tempo para solucionar.

Visto para Espanha: visto de estudante

Fazer um curso de espanhol ou mesmo outro curso na Espanha é uma ótima oportunidade para conhecer uma cultura diferente e ainda melhorar o currículo, não é mesmo? Mas para poder ficar na Espanha e estudar por um período superior a 90 dias é necessário ter o visto de estudante.

A solicitação do visto deverá ser feita no Consulado Geral da Espanha mais próximo de onde o interessado resida. Para isto é importante consultar a lista de consulados, para verificar a qual jurisdição sua cidade pertence.

A entrada com o pedido de visto deve ser feita 3 meses antes do início do curso.

Já pensou em fazer um intercâmbio na Espanha? Tenha certeza de que é um ótimo investimento!

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Embora conste, no visto de estudante que ele é válido apenas por 90 dias, o estudante poderá ficar no país até a conclusão do curso. Chegando na Espanha, o estudante matriculado em um curso de período maior que 180 dias, deverá solicitar o cartão de identidade de estrangeiro (NIE). Neste documento constará o tempo que o estudante poderá ficar na Espanha, de acordo com a duração de seu curso. O prazo máximo do NIE para estudantes é de 1 ano, mas pode ser renovado mediante comprovação da continuidade do curso.

No caso, da duração do curso ser de 3 a 6 meses, não há necessidade de tirar o NIE. Nesta situação, constará no visto quantos dias o estudante permanecerá no país.

Você sabia que é possível estudar na Espanha de graça? Neste artigo explicamos tudo para você!

O que é necessário para solicitar o visto de estudante na Espanha?

  • Preencher o formulário solicitando o visto;
  • Fotografia 3X4 recente;
  • Não ser cidadão da União Europeia;
  • Não ter proibição quanto a entrada na Espanha;
  • Apresentar passaporte com vigência mínima de 1 ano;
  • Atestado médico comprovando que o estudante tem boas condições de saúde;
  • Certificado de antecedentes criminais fornecido pela Polícia Federal;
  • Carta oficial da instituição de ensino, com a data de início e final do curso, assim como carga horária, que deve ser maior que 15 horas semanais;
  • Comprovante de disponibilidade mínima de 532€ mensais para permanência. Se os pais forem os mantenedores do estudante, deverão apresentar declaração do imposto de renda e compromisso firmado em cartório para arcar com as despesas do aluno;
  • Seguro de saúde internacional;
  • Histórico escolar;
  • Certificado de conclusão de estudos.

Saiba também quais são as melhores Universidades da Espanha.

Qual o valor do visto de estudante?

É cobrada uma taxa no valor de 60€, que deverá ser paga em reais, conforme a cotação do dia. O pagamento só pode ser feito em dinheiro.

O estudante pode trabalhar na Espanha?

Sim! Enquanto o estudante estiver matriculado, é permitido que ele trabalhe por até 20 horas semanais.

Visto para Espanha: visto de residência temporária não lucrativa

É um tipo de visto que pode ser requerido por aposentados ou pessoas que comprovem renda fixa mensal de pelo menos 2 mil euros. Se o tempo de residência se mantiver por 2 anos, sem interrupção, a cidadania espanhola poderá ser requerida.

Inicialmente, a pessoa e sua família são autorizados a permanecer por um período de 1 ano na Espanha. Depois desse período é possível pedir a renovação por 2 anos e mais uma segunda renovação por mais 2 anos. A partir daí a renovação é feita a cada 5 anos.

Os direitos concedidos ao estrangeiro são os mesmos do cidadão espanhol, menos o direito a trabalhar. O tempo pedido pelo consulado para conceder ou não o visto é de 3 meses.

Veja também como obter nacionalidade por tempo de residência na Espanha neste artigo.

Qual o custo da taxa para solicitar o visto de residência não lucrativa?

O valor da taxa de visto é de 60€. Em março de 2019, a taxa para solicitação de autorização de residência era de R$ 47,00.

O que é preciso para solicitar o visto de residência não lucrativa?

Em primeiro lugar, o interessado na autorização de residência não lucrativa na Espanha terá que comprovar, mediante documentos que recebe um valor mensal fixo. O solicitante deverá dispor de no mínimo 2.130€ por mês e 532€ para cada familiar dependente.

Outros requisitos são necessários:

  • Preencher o formulário de inscrição;
  • Passaporte válido;
  • 2 fotografias 3X4;
  • Comprovante de residência e título de eleitor;
  • Preencher o formulário de autorização de residência;
  • Atestado médico;
  • Apresentar contrato de seguro médico.

Pretende conhecer a Espanha? Aproveite e leia nosso artigo sobre seguro de viagem para a Espanha.

visto espanha passaporte

Visto para Espanha: visto de trabalho

Quem não possui cidadania europeia e deseja trabalhar na Espanha, precisa ter o visto de trabalho.

Entretanto, o interessado já tem que ter um contrato de trabalho na Espanha. Para dar início ao processo, a empresa interessada na contratação deverá fornecer uma carta para o candidato apresentar no consulado espanhol. Com essa carta e com o contrato de trabalho, é possível dar entrada no visto no consulado espanhol no Brasil.

Além disso, o interessado precisará de uma autorização de residência emitida pelo governo espanhol. Essa autorização deve ser solicitada pelo contratante.

O governo espanhol observa uma lei que prevê que se a taxa de desemprego for superior a determinada porcentagem, a prioridade da vaga será para um trabalhador espanhol. Caso a vaga não seja preenchida por um trabalhador espanhol, ela será disponibilizada para um estrangeiro.

Toda a documentação a ser apresentada deve ser traduzida para o espanhol, lembrando que essa tradução deve ser feita por tradutor juramentado.

Saiba também quais são as profissões mais bem pagas na Espanha.

Qual o valor para solicitar o visto de trabalho?

O valor para a solicitação do visto de trabalho é de 60€. Para solicitar a autorização de residência a taxa era de R$ 47,00, em março de 2019. O pagamento é aceito apenas em dinheiro.

Quais os documentos necessários para requerer o visto de trabalho?

  • Preencher o formulário de inscrição;
  • Passaporte;
  • 2 fotografias 3X4 recentes;
  • Comprovante de residência;
  • Título eleitoral e Registro Geral;
  • Formulário de Solicitação de Autorização de Residência;
  • Documento de autorização de residência emitido pela Delegação do Governo Espanhol;
  • Atestado médico;
  • Certificado de antecedentes criminais emitido pelo Departamento da Polícia Federal do Brasil.

Visto para Espanha: visto de empreendedor

Quem pretende abrir um negócio na Espanha, precisa requerer o visto de empreendedor. Ele possibilita que durante o funcionamento da empresa o solicitante e sua família possam residir legalmente no país.

A solicitação deve ser feita em um consulado espanhol no Brasil. A princípio o tempo concedido é de 2 anos, podendo ser renovado, desde que o negócio continue a funcionar.

A partir de 2 anos, vivendo legalmente na Espanha, pode-se solicitar a cidadania espanhola.

É importante salientar que além da comprovação da capacidade profissional, o interessado deverá apresentar um plano de negócio detalhado da atividade.

Saiba também como funciona a cidadania espanhola para crianças nascidas no país.

O que é o plano de negócio?

O plano de negócio é o planejamento da atividade. Todos os detalhes do empreendimento a ser realizado devem ser informados. É um processo bem minucioso e indispensável para requerer o visto como empreendedor.

No plano deverá constar o local da atividade, tipo da empresa, descrição detalhada do serviço prestado, quantidade de funcionários que serão contratados, etc. Além disso, um estudo de mercado, informando o público a ser atingido e qual o retorno econômico pretendido.

Informações detalhadas sobre a solicitação do visto de empreendedor podem ser consultadas no site da Embaixada da Espanha.

Qualquer pessoa pode solicitar o visto de empreendedor?

Sim, desde que sejam observados os seguintes requisitos:

1. Investidores de Capital

  • Investimento de 2 milhões de euros ou mais, em títulos da dívida pública espanhola;
  • Investimento de 1 milhão de euros ou mais em ações de empresas espanholas;
  • Investimentos de 1 milhão de euros em ações cotadas;
  • Depósitos bancários em instituições financeiras espanholas, no valor de 1 milhão de euros ou mais.

2. Investidores imobiliários

  • Aquisição de imóvel no valor de 500 mil € ou mais.

3. Pesquisadores contratados por universidades, órgãos ou centros de ensino superior e pesquisa

4. Profissionais altamente qualificados de Grandes Empresas

5. Empresários

Quais documentos são necessários para solicitar o visto de empreendedor?

  • Preencher formulário de inscrição;
  • 2 fotos 3X4;
  • Comprovante de residência e título de eleitor;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Pagamento da taxa de solicitação de autorização de residência;
  • Pagamento da taxa de visto;
  • Contratação de seguro médico.

Qual o custo do visto de empreendedor?

A taxa para solicitação do visto de empreendedor é de 60€.

Visto para Espanha: Golden Visa

Quem pode desembolsar 500 mil euros ou mais para adquirir um imóvel na Espanha também tem o direito a morar no país. Dentre as documentações solicitadas, o certificado de registro de propriedade é indispensável.

A Espanha ainda oferece autorizações de residência para pesquisadores, para profissionais altamente qualificados, para desportistas, visto de trabalho e familiares das autorizações citadas. Para mais informações e trâmites, visite o site da Embaixada da Espanha no Brasil.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre como conseguir vistos para a Espanha, que tal planejar uma viagem para conhecer esse país encantador? Saiba também quais são as melhores cidades para morar na Espanha.

Como você percebeu o seguro de viagem é obrigatório para conseguir visto para Espanha. Para contratar o seu, sugerimos utilizar a nossa calculadora de seguros. Ela irá mostrar as melhores opções de seguro viagem para o seu destino e ainda garantimos o menor preço aos leitores do Euro Dicas. Aproveite e faça aqui a sua cotação.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

May Bell é brasileira, formada em Zootecnia. Adora história mundial, literatura, música e artes, além de viajar e conhecer outras culturas. Hoje divide seu tempo entre produção de conteúdos e a família.

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.