Como estudar na Espanha: conheça o passo a passo

Além de ter acesso a um ensino de qualidade e a universidades reconhecidas mundialmente, estudar fora do Brasil é uma oportunidade para fazer novos amigos, vivenciar outra cultura e dar um upgrade no currículo. Porém, antes de arrumar as malas, é preciso saber como estudar na Espanha, as formas de ingresso em universidades e os trâmites burocráticos adotados pelo país.

Como estudar na Espanha: formas de ingresso

A Espanha é o país europeu com maior número de universidades, tanto públicas quanto privadas. Atualmente, o país conta com 50 instituições públicas de ensino superior e 33 particulares.

Sistema de créditos

O país utiliza o sistema de créditos ECTS (European Credit Transfer System) para facilitar a entrada de estudantes de diferentes países em suas universidades. Trata-se do Sistema Europeu de Transferência e Acumulação de Créditos, baseado no aprendizado do aluno e na carga de trabalho do curso, ambos necessários para atingir os objetivos de um programa.

Cada crédito equivale de 25 a 30 horas de estudos, que englobam horas letivas, elaboração de trabalhos e estágios. Estudantes brasileiros também podem utilizar o sistema de créditos europeu. Para isso, primeiro é necessário escolher a instituição de ensino, já que cada uma possui seus próprios trâmites.

No geral, alunos que conseguem comprovar quantidade igual ou superior a 30 ou mais créditos podem continuar seus estudos em uma universidade espanhola. Abaixo disso, os estudantes deverão iniciar novamente seus estudos universitários.

Conta Bancária Europeia Online

Você pode abrir a sua conta bancária multimoeda grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise. Poderá fazer transferências instantâneas para mais de 50 países com taxa de câmbio até 8x mais barata.

Vestibular (Selectividad)

Caso você esteja pensando em se candidatar à Universidade na Espanha, saiba que há também outras formas de entrar em uma universidade do país. A Selectividad é um tipo de prova que é aplicada aos estudantes que concluíram o ensino médio e serve para ingressar em uma universidade pública do país.

Na Espanha, cada universidade define seus próprios critérios para a admissão de estudantes através do vestibular, como número de vagas, cursos oferecidos e nota de corte. Contudo, uma regra é válida para todas as instituições: estudantes brasileiros devem primeiramente validar o diploma de ensino médio no país.

O processo de pré-inscrição nas universidades espanholas começa entre os meses de março e setembro. Nesta etapa você deverá informar seus dados pessoais e anexar a documentação exigida pela instituição. Portanto, se deseja ingressar em alguma universidade pública espanhola, esteja atento ao calendário e aos trâmites burocráticos da universidade. Assim como quais são os pré-requisitos exigidos para cada curso oferecido.

Saiba quais são os melhores cursos na Espanha neste artigo que escrevemos.

Curso de formação profissional

O ensino médio é dividido em dois ciclos, a Educação Secundária Obrigatória (ESO – dos 12 aos 16 anos) e o Bachillerato (dos 16 aos 18 anos), que prepara o estudante para ingressar em uma universidade. Após terminarem o bachillerato, os alunos ainda podem optar pela formação profissional de nível superior, conhecidos como FP (Formação Profissional). Ela tem a duração de dois anos e garante acesso direto às universidades espanholas.

Nota do ENEM

Se você está em busca de informações sobre como estudar na Espanha, saiba que usar a nota do ENEM brasileiro pode ser mais uma opção. Contudo, é necessário primeiramente solicitar ao Ministério da Educação espanhol a homologação da nota do ensino médio.

O processo dura cerca de 10 meses e somente após a homologação o aluno poderá se candidatar às vagas nas universidades da Espanha. Depois de homologada a nota do ENEM, o estudante poderá ser admitido diretamente (em casos de cursos menos concorridos) ou com a nota do ENEM + prova (para cursos de medicina e outros disputados).

Transferência Universitária

Para quem já iniciou a graduação no Brasil e deseja terminar os estudos na Espanha o processo é feito diretamente na Universidade escolhida, que fornecerá os requisitos e como proceder. como estudar na espanha na universidade

Pensando em fazer um curso de espanhol na Espanha? Confira quais são os melhores e como escolher o curso ideal.

Documentos necessários

Cada universidade possui seus critérios de admissão. No entanto, costumam ser exigidos:

Caso você tenha concluído a sua graduação no Brasil, também poderá homologar seu diploma na Espanha para continuar seus estudos no país.

Confira também como fazer pós-graduação na Espanha.

É necessário validar diploma brasileiro para estudar na Espanha?

Sim, você precisa validar diploma brasileiro na Espanha para estudar no país. A Espanha, por intermédio do seu órgão oficial de educação (Ministério de Educación), aceita estudos feitos no Brasil, superiores ou não, desde que estejam aptos depois de passar pelo processo de convalidação e homologação no país.

Portanto, como adiantamos, uma regra é válida para todas as instituições: estudantes brasileiros devem primeiramente validar o diploma no país para que possam estudar na Espanha.

Quanto custa estudar na Espanha – ano letivo 2019/2020: preços médios

Quanto custa estudar na Espanha vai depender de alguns fatores, como: região onde pretende estudar, universidade escolhida, se a instituição é pública ou privada, curso escolhido, etc.

Graduação

As universidades públicas no país são pagas. Sendo assim, o estudante precisa desembolsar um valor todos os anos. O valor anual varia entre 860 a 1.200 euros, de acordo com a instituição e o curso escolhido. O valor pode ser mais elevado para alunos estrangeiros, em torno de 3 mil euros, dependendo do curso e da universidade.

Já as universidades privadas cobram mensalidades. Uma única mensalidade pode custar o equivalente ao que o aluno paga por um ano letivo de estudos em uma instituição pública. De acordo com o site Eroski Consumer, as universidades com mensalidades mais caras estão localizadas em Madrid. Um ano de estudos na Universidade Antonio de Nebrija, por exemplo, pode ultrapassar 11 mil euros.

Pós-graduação / mestrado

A Espanha está entre os países da Europa que mais recebem estrangeiros a estudos. E, cursar um MBA no país custa caro. Um MBA no IESE na Espanha, uma das melhores escolas de negócio no mundo, por exemplo, custa cerca de 90 mil euros.

Já um MBA Executivo na ESADE custa 64 mil euros. Para cursar, por exemplo, mestrado em Direção e Administração de Entidades Esportivas na Universidade de Barcelona, é preciso desembolsar 2.050 euros anualmente.

Já o custo do curso de Administração Internacional de Negócios na mesma universidade é 3.440 euros. Os valores para mestrado na Universidad Complutense de Madrid são por crédito, e variam de 45,02€ a 84,07€ no ano-calendário de 2019/2020. Saiba tudo sobre MBA na Europa.

Doutorado e pós-doutorado

Para você ter uma noção, o custo do doutorado em Economia e Governo no Instituto Universitário de Investigação Ortega e Gasset, em Madrid, é 5.000 euros (+ propinas na UIMP). A renovação da inscrição no IUIOG para solicitação de extensão custa 250 euros por curso.

Lembramos que os custos variam muito de acordo com a localização da universidade e o curso escolhido.

Como estudar na Espanha de graça?

Saiba que existem diversos programas de bolsas de estudos na Espanha para ingressar tanto em universidades públicas quanto privadas do país. Veja a seguir os principais programas que possibilitam estudar na Espanha sem pagar nada:

Outra opção bem bacana para quem deseja estudar na Espanha sem pagar nada é tentar o intercâmbio, como o oferecido pelo Erasmus Mundus, por exemplo. Ele é realizado através de convênios entre as instituições de ensino brasileiras e espanholas.

Geralmente o período de estudos varia entre seis meses a um ano e quase sempre é 100% financiado pela universidade. Contudo, para tentar uma bolsa de estudos na Espanha, é preciso que o candidato saiba falar espanhol. Leia esse artigo para saber onde fazer cursos de espanhol.

Confira como fazer intercâmbio na Espanha.

Você precisa se empenhar

Para isso é preciso ser um ótimo aluno e ficar ligado na divulgação dos editais oferecidos pelas Universidades, empresas e prefeituras.

Como estudar na Espanha: melhores universidades

Agora que você já viu como estudar na Espanha e os principais meios de ingresso nas instituições de ensino superior do país, é hora de conhecer as melhores universidades da Espanha. Confira o ranking das melhores universidades da Espanha, segundo a QS World University 2020:

1º – Universidade de Barcelona;

2º – Universidade Autônoma de Barcelona;

3º – Universidade Autônoma de Madrid;

4º – Universalidade Complutense de Madrid;

5º – Universidade de Navarra;

6º – Universidade Pompeu Fabra.

Visto para estudar na Espanha

Caso o seu curso ultrapasse o prazo de 90 dias, será necessário obter um visto de estudante para a Espanha. A grande vantagem de tirar um visto para estudar na Espanha é que você pode trabalhar por 20 horas semanais. Dessa forma, você também contará com um dinheirinho extra para ajudar a pagar suas contas.

Quanto custa o visto de estudante

Para tal, você deverá procurar um dos Consulados da Espanha no Brasil antes de embarcar. De acordo com a informação que consta no site da Embaixada da Espanha em Brasília em 2020, é preciso pagar uma taxa de 262 reais em dinheiro para solicitar o visto.

Quanto tempo demora

O período máximo para uma resposta é de um mês, a partir do segundo dia da data de solicitação no Consulado Espanhol no Brasil. Uma vez que o visto seja fornecido, deverá ser retirado no prazo de dois meses (a partir da data de notificação).

Vantagens e desvantagens de estudar na Espanha

Confira agora se vale a pena morar na Espanha acompanhando as principais vantagens e desvantagens de estudar na Espanha.

Como estudar na Espanha: vantagens

  • Estudar em algumas das melhores instituições da Europa;
  • Aprimorar o idioma;
  • Melhorar o currículo;
  • Aprender a cultura espanhola;
  • Ampliar sua rede de contatos;
  • Custo de vida baixo;
  • Viver com boa qualidade de vida.

Como estudar na Espanha: desvantagens

  • Distância da família;
  • Baixos salários.

Diferenças do ensino do local e do Brasil

Embora represente um grande desafio, estudar na Espanha vale a pena, pois é uma ótima oportunidade de ter acesso à educação de qualidade e alavancar sua carreira profissional.

As diferenças entre o ensino espanhol e brasileiro são evidentes, tanto na escola quanto na universidade. A principal é diferença está no número de anos e na carga horária que compõem cada etapa. Na escola não é tão percebida essa diferença, pois são 12 anos de estudo. Já nas universidades, o número de anos das carreiras universitárias na Espanha é menor que no Brasil.

Contudo, a carga horária é igual ou maior. Na Espanha há cursos com muito mais horas-aula diárias do que no Brasil.

Ensino público é pago

Você já leu sobre como estudar na Espanha e o custo médio dos estudos. Então, pôde perceber que o custo dos estudos também é outra diferença entre estudar na Espanha e estudar no Brasil. As universidades públicas espanholas são pagas; no Brasil, não.

Além disso, na Espanha as especializações não são tão valorizadas academicamente quanto no Brasil e o mestrado na Espanha se torna quase que uma obrigação, enquanto no Brasil é um diferencial no currículo.

Diferenças no doutorado

Já o doutorado na Espanha tem como pré-requisito ter cursado o mestrado acadêmico e o pós-doutorado não tem o mesmo enfoque dado no Brasil. Não é nem utilizado o termo “pós-doutorado” e ninguém se atribui o título de “pós-doutor”; trata-se de um estágio de pesquisa, supervisionado por um outro doutor que conhece o tema de sua pesquisa.

Precisa validar diploma se for voltar para o Brasil?

Sim. De acordo com o Consulado-Geral do Brasil em Barcelona, o diploma emitido em instituição de ensino em outros países não é automaticamente válido no Brasil, sendo necessário, portanto, realizar a validação do mesmo junto às universidades.

Seguro viagem para estudar na Espanha

Embora represente um grande desafio, estudar na Espanha vale a pena, pois é uma ótima oportunidade de ter acesso à educação de qualidade e alavancar sua carreira profissional. Ficou interessado? Lembramos que, além do visto de estudante, outro documento obrigatório para estudar na Espanha é o seguro viagem.

Esse documento será solicitado na obtenção do visto e pode ser requisitado pela imigração na sua chegada ao velho continente. Faça a cotação do seu seguro no nosso comparador de seguro viagem e veja quanto vai custar o seu, garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Antes de ir, confira tudo que você precisa saber para morar na Espanha.

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.

Artigos relacionados

Morar na Espanha: visto, custo de vida e melhores cidades

Se morar na Espanha é seu sonho, temos uma boa notícia: existem diversas maneiras de morar na Espanha, e com certeza uma é perfeita para você. Saiba como.

Profissionais em falta na Espanha: lista de profissões e salários médios

Apesar dos vários anos de crise económica na Espanha e o elevado desemprego, existem profissionais em falta na Espanha. Conheça a lista de profissões.

Melhores cidades da Espanha para morar: confira o top 5

Conheça as cidades da Espanha com melhor qualidade de vida, para você morar. Uma dessas cidades da Espanha é perfeita para você viver. Veja a lista!

Cidadania Espanhola: como conseguir o passaporte europeu

Existem 3 situações em que brasileiros podem ter direito à cidadania espanhola. Conheça o processo para solicitar e quais os documentos necessários.

Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Conheça quais os tipos de visto para Espanha. Saiba como e onde requerê-los, quanto custa e quais os documentos necessários para dar entrada no processo.

Custo de vida na Espanha: saiba quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida na Espanha e quanto precisa para viver bem: quanto custa alugar um apartamento, as principais contas do mês, mercado, lazer e mais.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube