Bolsa de estudo na Espanha: quais são e como conseguir

A Espanha é um país bastante atraente por vários motivos, mas há outro aspecto que faz da terra de Cervantes o destino ideal para os brasileiros: a grande oferta de bolsa de estudo na Espanha.

O idioma não é tão diferente do português, o custo de vida é um dos mais acessíveis dentre os padrões europeus e um total de 26 universidades espanholas se encontram entre as melhores do mundo, segundo o QS World University Rankings.

Neste artigo vamos apresentar algumas possibilidades de financiamento ou até mesmo ajuda de custo para auxiliar os estudantes. A partir daí, é possível iniciar sua organização e fazer os cálculos para realizar o sonho de estudar na Espanha.

Como conseguir bolsa de estudos na Espanha?

Há opções para os mais diferentes tipos de experiência – desde um estudo básico de espanhol a inúmeras opções de doutorado. As bolsas ou “becas”, como dizem os espanhóis, podem ser integrais ou parciais. Elas são oferecidas pelas próprias universidades, instituições espanholas ou entidades no Brasil.

Para se candidatar a uma bolsa de estudos na Espanha, o primeiro passo é encontrar o curso e a universidade que lhe interessa.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Em seguida, atente para os critérios exigidos. Se você não atende as exigências, passe para a seguinte. Não perca seu tempo, pois eles são muito criteriosos na escolha. Somente preenchendo todos os requisitos você conseguirá seguir na disputa.

Diploma, carta de referência, documentação e uma redação dizendo porque está querendo fazer um curso na Espanha são alguns dos itens pedidos para o candidato.

Principais bolsas de estudo na Espanha

Só em 2019, mais de 3 mil brasileiros deixaram o país para estudar na Espanha. No entanto, realizar este sonho pode sair muito caro e acabar não acontecendo, principalmente porque o euro não para de subir. A boa notícia é que há muitos convênios e cooperações entre o governo, instituições e universidades espanholas que oferecem auxílio integral ou parcial para estudantes com residência no Brasil.

Veja a seguir os principais programas que possibilitam estudar com bolsa de estudo na Espanha.

Fundación Carolina

A Fundación Carolina tem um dos programas mais abrangentes de bolsa de estudo na Espanha. Ela foi criada em 2000, por iniciativa do governo espanhol, para estimular as relações culturais e a cooperação nas áreas educativa e científica, especialmente entre o país e a comunidade Ibero-americana. As bolsas, em diversas universidades e diferentes cidades espanholas, são para cursos de graduação, pós-graduação, doutorado, pós-doutorado e formação de professores.

Em 2019, foram concedidas mais de 17 mil bolsas a estudantes e pesquisadores de toda a América Latina. Já na convocatória de 2020, foram oferecidas 822 bolsas. Artes, Ciências da Saúde, Comunicação, Direito, Economia e Finanças são algumas das áreas contempladas pelo programa.

Requisitos

  • Morar no Brasil ou em qualquer outro país da Ibero-americano;
  • Histórico acadêmico;
  • Possuir um bom nível de proficiência em inglês ou língua espanhola (dependendo do curso);
  • Ter projetos acadêmicos sólidos ou uma boa experiência prática profissional (no caso do mestrado, doutorado e pós-doutorado).

Como se candidatar

A convocação de bolsas da Fundación Carolina é anual e geralmente ocorre no início de janeiro de cada ano. O pedido é feito online e o processo de seleção é composto de análise de currículo e uma série de entrevistas.

O que a bolsa cobre

Os benefícios econômicos variam bastante de curso para curso. Algumas bolsas cobrem todas as despesas que os estudantes vão ter como passagem aérea, alojamento, alimentação, transporte, etc. Outras bolsas são parciais, portanto, só cobrem parte do valor do curso. Então é importante ler atentamente o edital do curso e bolsa que você deseja se inscrever.

Santander

O Santander também oferece bolsas de estudos na Espanha para alunos estrangeiros e dedica algumas ofertas somente para candidatos da América Latina. Há também bolsas para pesquisas científicas. Abaixo mostraremos duas opções voltadas para estudantes brasileiros.

Programa Ibero-Americanas

O programa seleciona alunos de universidades brasileiras para estudar em instituições de nove países, entre eles, a Espanha. Em 2020, foram concedidas 629 bolsas de estudos. Os selecionados podem estudar até um semestre fora do Brasil.

Requisitos

  • Morar no Brasil;
  • Histórico acadêmico;
  • Não ter recebido bolsa em outras edições do programa;
  • Que a universidade do candidato tenha convênio com o Santander.

Como participar

Os candidatos devem se inscrever pela plataforma Becas Santander no programa Santander Ibero-Americanas. Em 2020, o período de inscrições foi de 02/03 a 23/08.

O que a bolsa cobre

A bolsa de estudos contempla o equivalente a 3.000 mil euros para apoiar o estudante nos gastos com taxas cobradas pela instituição de ensino, transporte, hospedagem e alimentação durante a estadia no exterior.

Bolsa Top España

O programa anual do Santander concede 100 bolsas integrais a alunos e professores, da graduação e pós-graduação, de universidades brasileiras conveniadas. O curso tem duração de três semanas e é realizado na Universidade de Salamanca, uma das mais antigas e tradicionais da Europa. Além de aprender o idioma, os alunos têm interação com pessoas do mundo inteiro e uma imersão na cultura espanhola.

Requisitos

  • Residir no Brasil;
  • Não ter recebido bolsa em outras edições do programa;
  • Ser aluno de graduação ou professor universitário de alguma das universidades que participam do programa.

Como participar

Os candidatos devem se inscrever pela plataforma Becas Santander no programa Santander Top España. As inscrições estão abertas até o dia 30/10/2020.

O que a bolsa cobre

  • Passagens áreas de ida e volta a Madrid;
  • Alojamento estudantil com 3 refeições diárias;
  • Seguro saúde e de vida;
  • Curso de Espanhol com o material didático e certificado da Universidade de Salamanca;
  • Passeios culturais.

Erasmus+

Criado em 2004 e financiado pela União Europeia, o Erasmus Mundus é um dos programas de intercâmbio mais conhecidos do mundo. Ele oferece auxílio para alunos da UE e também de países parceiros, como o Brasil. As oportunidades de bolsa de estudo na Espanha, por exemplo, estão abertas a estudantes dos níveis de licenciatura, mestrado e doutorado.

Requisitos

  • Certificado de proficiência em línguas (dependendo do curso);
  • Currículo acadêmico.

Como participar

Os interessados podem apresentar a sua candidatura por meio do serviço responsável pelas relações internacionais do programa ou pelo Erasmus+ da respetiva instituição de ensino superior.

O que a bolsa cobre

O benefício pode variar em função das diferenças de custo de vida entre o Brasil e a Espanha, do número de candidatos, da distância entre os países em questão e da eventual existência de outras bolsas.

Fundación Botin

A Fundación Botin foi criada em 1964 para promover o desenvolvimento social da região de Cantabria, na Espanha. Porém, em 2010, a instituição começou o Programa para Fortalecimento da Função Pública na América Latina. As bolsas de estudos são destinadas à formação e pesquisa nas áreas de Artes e Cultura, Educação, Ciência e Politicas Públicas.

Requisitos

  • Residir no Brasil;
  • Ter bom domínio da língua espanhola.

Como participar

Os candidatos devem acompanhar a divulgação das bolsas de estudos pelo site da Fundación Botin e fazer a inscrição online.

O que a bolsa cobre

O financiamento depende muito do programa anunciado, mas pode incluir os gastos com a matrícula, viagem e estadia.

Instituto Cervantes

O Instituto Cervantes foi criado pelo Governo da Espanha, em 1991, para promover e ensinar a língua espanhola e difundir a cultura do país. A sede fica em Madrid, terra natal do escritor Miguel de Cervantes, mas a instituição pública está presente em 45 países, inclusive no Brasil.

O diploma de espanhol como língua estrangeira, o DELE, tem reconhecimento internacional e possui validade indeterminada. As bolsas do Instituto oferecem possibilidades de estudos do idioma ou estudos superiores em universidades espanholas.

Requisitos

  • Histórico escolar;
  • Comprovante de renda;
  • Carta de recomendação de professores ou da instituição (opcional).

Como participar

A sugestão é acompanhar as notícias divulgadas no site oficial e na página do Instituto Cervantes no Facebook.

Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo

A Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID) oferece bolsas nas áreas de Artes, Educação e Cultura. Mas é preciso acompanhar no site oficial os cursos e as datas de inscrição, já que cada departamento tem o seu próprio calendário.

Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado

A Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado também tem programas de pós-graduação que contemplam estudantes brasileiros em diversas áreas de conhecimento. As bolsas são destinadas a estudantes, professores ou graduados vinculados a instituições associadas à organização. Os editais estão no site da AUIP.

Universidades na Espanha que oferecem bolsas de estudo

Um ótimo recurso para encontrar bolsa de estudo na Espanha é ir direto à fonte, ou seja, ficar de olho nos sites das universidades espanholas. Outra opção, caso você esteja matriculado em algum curso no Brasil, é checar se existe parceria entre a sua instituição e alguma universidade na Espanha. Muitas vezes, a própria universidade em que você faz graduação, mestrado ou doutorado pode facilitar o processo para você.

Abaixo listamos algumas faculdades espanholas que costumam oferecer oportunidades de estudo para brasileiros.

Universidade de Salamanca

Universidad Complutense de Madrid

A Universidad Complutense de Madrid é uma das maiores e mais tradicionais instituições de ensino da Espanha. Ela tem acordos de cooperação com a Fundación Carolina e um grande número de universidades estrangeiras, inclusive do Brasil, que permitem o intercâmbio de estudantes, docentes e investigadores.

Requisitos

  • Histórico acadêmico;
  • Proficiência em espanhol.

Como participar

Na página oficial da Universidad Complutense de Madrid você vai encontrar bolsas de estudos oferecidas pela universidade e outras instituições.

O que a bolsa cobre

Isso vai depender muito do tipo de curso escolhido, portanto, recomendamos mais uma vez que você consulte o site da Universidad Complutense de Madrid para obter mais informações.

Universidad de Salamanca

A Universidad de Salamanca é uma das melhores e mais tradicionais instituições de ensino superior da Espanha. Além de parcerias com a Fundación Carolina, o Banco Santander e o Erasmus+, ela também disponibiliza bolsas de estudos de mestrado e doutorado no seu site.

Para você ter uma ideia, são mais de 60 opções de cursos de mestrado em áreas como Arquitetura, Arte, Patrimônio Cultural, Ciências da Saúde, Filosofia, História, Ciências Ambientais, Física, Química e Engenharias.

Requisitos

  • Histórico acadêmico;
  • Proficiência em espanhol.

Como participar

Os editais costumam abrir no início do ano. Em primeiro lugar, é preciso inscrever-se em um curso de mestrado ou doutorado. Em seguida, para solicitar a bolsa, é necessário fazer o download do formulário de inscrição e enviar junto com a documentação exigida. Mais informações sobre as bolsas de estudos no link da Universidad de Salamanca.

O que a bolsa cobre

  • Taxas e mensalidades da universidade;
  • Alojamento universitário (no caso do mestrado);
  • 600€ mensais de ajuda para moradia, no caso do doutorado;
  • Seguro-saúde.

IESE

O IESE, Instituto de Estudios Superiores de la Empresa, foi fundado em 1958 e é reconhecido como uma das melhores escolas de negócios do mundo com seus programas de educação executiva, MBA e MBA Executivo. Atualmente, ele ocupa o 13º lugar no Ranking Global do Financial Times.

O IESE tem campus em cinco cidades: Barcelona, Madrid, Munique, Nova York e São Paulo. O investimento para os dois anos de curso pode ultrapassar a casa dos 89 mil euros, sem incluir os custos de vida e acomodação. Porém, todos os anos, o IESE dedica mais de 20 milhões de euros em ajuda financeira para estudantes.

Requisitos

Como cada programa tem um requisito diferente, recomendamos que você consulte a página oficial do IESE.

Como participar

Confira mais detalhes sobre as etapas de inscrição no artigo do Euro Dicas sobre o MBA no IESE na Espanha.

O que a bolsa cobre

A bolsa de estudo na Espanha do IESE cobre até 30% dos gastos com o curso.

ESADE

Fundada em 1958, a ESADE foi a primeira escola de negócios da Espanha a figurar entre as melhores da Europa e até hoje se mantém entre as 10 primeiras do ranking. A instituição é fruto de uma associação entre empresários catalães e o grupo jesuíta Sociedade de Jesus. A escola tem campus em Madri e Barcelona. Os programas incluem auxilio para estudantes talentosos, mulheres de negócios, estrangeiros e empreendedores.

Requisitos

  • Residir no Brasil;
  • Histórico acadêmico.

Como participar

As inscrições para a bolsa de estudos são revisadas continuamente e a maior porcentagem do orçamento vai para aqueles que solicitam o auxílio antecipadamente no site da ESADE.

O que a bolsa cobre

Dependendo do curso e da necessidade do aluno, a bolsa pode cobrir gastos com os estudos e até alojamento.

Universidad de La Rioja

A Universidad de La Rioja, localizada na famosa região vinícola do país, no norte da Espanha, foi criada nos anos 90 e é uma ótima opção para estudantes de graduação do Brasil que querem aprender espanhol ou aperfeiçoar seus conhecimentos em pouco tempo. O Curso de Língua e Cultura Espanholas tem duração de três meses.

Requisitos

  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Não ter residência na Espanha;
  • Ser estudante de uma universidade brasileira (bacharel, licenciatura, pós-graduação, especiação, mestrado, doutorado o pós-doutorado) e estar matriculado no momento do registro no Edital de Bolsas.

Como participar

As inscrições costumam estar abertas entre os meses de fevereiro e abril.

O que a bolsa cobre

  • Cerca de 1.500€ de auxílio para despesas com passagem de ida e volta;
  • Taxas e mensalidades do curso;
  • Alojamento na universidade;
  • Alimentação;
  • Seguro-saúde.

Universidad de Valladolid

A Universidad de Valladolid, fundada no século XIII, é uma das mais antigas da Espanha e está espalhada por sete campus em quatro cidades de Castilla y León: Valladolid, Palencia, Soria e Segóvia. Os cursos são nas áreas de Administração, Economia, Engenharias Agrônoma e Ambiental, Ciências Sociais, Letras, Medicina e Filosofia.

Requisitos

  • Histórico escolar;
  • Não ter residido na Espanha nos últimos 12 meses.

Como participar

As inscrições costumam abrir em fevereiro.

O que a bolsa cobre

  • Passagem de ida e volta;
  • Auxílio mensal de aproximadamente 750€ e 80% dos custos da Universidade, como taxas e mensalidades;
  • Seguro-saúde.

Universidad de Jaén

A jovem Universidad de Jaén, da década de 90, está localizada na belíssima região da Andaluzia. Ela oferece bolsas de estudo para alunos da graduação nas seguintes áreas: Administração, Geografia, História e Engenharias. Para quem deseja fazer mestrado as áreas são: Artes, Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Jurídicas, Engenharias, Arquitetura, Telecomunicações, Tecnologias e Energias Renováveis.

Requisitos

  • Histórico acadêmico;
  • Diploma de graduação (para o curso de mestrado);
  • Fluência em espanhol têm vantagem no processo de seleção.

Como participar

As inscrições costumam abrir em fevereiro.

O que a bolsa cobre

  • Taxas e mensalidades da universidade;
  • Auxílio anual de 2.200 € para graduação e 3.000 € para Mestrado.

Bolsa de estudos para brasileiros na Espanha

Outra opção para encontrar bolsa de estudo na Espanha é ficar atento as oportunidades divulgadas por algumas instituições brasileiras como as que selecionamos abaixo.

CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é uma agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e uma instituição sólida no fomento de pesquisa científica e tecnológica. As bolsas de estudos são destinadas aos alunos do ensino médio, graduação, pós-graduação, doutorado e pesquisadores já experientes. Para conseguir auxílio, você deve estar atento aos editais. Portanto, acesse a página do CNPQ para ter acesso a outras informações.

CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), vinculada ao Ministério da Educação, é uma das principais instituições que dão bolsas para quem deseja estudar fora do Brasil. Os programas cobrem estudos de mestrado, doutorado, doutorado-sanduíche e pós-doutorado na Espanha. Assim como o CNPq, a CAPES tem editais regulares com as mais diversas possibilidades e oportunidades.

Fapesp

A Fapesp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, também concede bolsa de estudo na Espanha. As modalidades são: treinamento técnico, iniciação científica, mestrado, doutorado, doutorado direto e pós-doutorado, além de pesquisa e estágio no exterior. Veja as oportunidades de bolsas da Fapesp.

O que é preciso para estudar na Espanha?

A documentação exigida para que se possa estudar na Espanha varia de acordo com o curso escolhido, a instituição e a situação. Se é com uma bolsa de estudos, por exemplo, o primeiro será passar por uma peneira, depois de concorrer com outros candidatos. Neste caso, para um curso de pós-graduação, pode ser exigido cartas de recomendações de antigos chefes.

O que se deve ter sempre em mãos para não perder tempo e correr o risco de perder o prazo por não tê-los, são os diplomas já traduzidos para o espanhol (caso esteja buscando um curso de especialização que dependa de formação anterior).

Saiba também como funcionam os cursos de mestrado na Espanha.

As principais áreas para conseguir bolsa de estudo na Espanha

Já vimos que há opções de bolsa de estudos na Espanha para alunos do ensino médio, graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado e pesquisadores. As oportunidades são nas mais diversas áreas: Artes, Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Jurídicas, Comunicação, Economia e Finanças, Energia, Engenharias, Marketing, Meio Ambiente, etc. Ou seja, há programas para todos, em diferentes especialidades, nos melhores cursos da Espanha e em diversas regiões o país.

Se você pretende concorrer a uma bolsa de estudo na Espanha, o ano letivo começa em Setembro. Fique atento aos editais, prazos, exigências e se planeje. A vivência em uma instituição fora do Brasil sempre vale a pena para o currículo.

Quanto custa estudar na Espanha?

Os valores de um curso na Espanha podem variar por diversos fatores, como curso, tempo de duração do curso ou até em que cidade será cursado. Além disso, deve-se considerar também o custo de vida na Espanha.

Valor das estadias

Em Madrid, por exemplo, os preços dos aluguéis subiram muito no último ano, o que acaba fazendo com que estudar em qualquer instituição da cidade custe mais caro do que em qualquer outra.

Para alugar apartamento ou um quarto, dividindo apartamento com 3, 4 e até 5 pessoas, que fique próximo do centro da cidade, dificilmente custará menos de 400 euros por mês. Só com muita sorte se encontra valores inferiores a este.

Valor dos cursos

Além do aluguel, outro importante custo a se considerar é o valor do curso, caso não consiga uma bolsa de estudo na Espanha. Uma pesquisa feita recentemente na Espanha mostrou a variação dos preços das universidades de acordo com as regiões do país. Entre as mais caras estão: Catalunha, Madrid e Castilha e Léon. Nestas regiões, o preço mínimo de um curso de graduação supera sempre 1.000 euros. Enquanto na região da Galícia se encontram os valores mais baixos, alguns cursos saem por menos de 750 euros.

Diferença de valores

Para se ter uma ideia de como o valor varia muito de uma região para outra, um curso na área de Ciência e Saúde, em Andaluzia custa por volta de 750 euros e na Catalunha 2.300 euros.

Pesquisa de preços

Na hora de escolher uma universidade para cursar na Espanha, vale a pena considerar uma pesquisa de preços, tanto dos cursos, quando do custo de vida. Porque no final das contas será o valor real de quanto os seus estudos estarão custando mensalmente.

Visto para estudar na Espanha

Se o seu curso ultrapassar a duração de 3 meses, tempo permitido para brasileiros permanecerem no país sem a necessidade de autorização, é preciso sim tirar um visto de estudante para Espanha.

A solicitação deve ser feita ainda no Brasil, em um dos cinco consulados da Espanha, localizados em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre ou Salvador. A taxa custa 60€. Ela deve ser paga no Consulado e na moeda brasileira de acordo com a cotação do dia.

Documentos para estudar na Espanha por mais de 3 meses

Neste caso os documentos exigidos são:

  • Formulário de solicitação, devidamente preenchido (original e uma cópia A4) com uma fotografia recente, tamanho 3×4, em cores, de frente, com fundo branco;
  • Passaporte que seja válido por toda a estadia prevista. Deve estar acompanhado de uma cópia A4 da página com os dados biográficos e deve ter, pelo menos, duas páginas em branco;
  • Atestado médico, conforme modelo anexo disponível no site do consulado, emitido por um médico habilitado (com o CRM legível) e com a Apostila da Convenção de Haia (original e uma cópia A4). Estão isentos deste requisito os estudantes que solicitarem visto de estudos por um período inferior a seis meses;
  • Documentos que justifiquem a disponibilidade de recursos econômicos próprios (originais e uma cópia A4): declaração do IRPF, extratos de contas bancárias dos três últimos meses (poupança, conta corrente, etc.), holerites dos três últimos meses, etc. Não são aceitos extratos obtidos pela Internet. Se o solicitante é dependente, a documentação será a do familiar responsável, que deverá apresentar uma declaração com a firma reconhecida em cartório;
  • Título acadêmico ou certificado das matérias cursadas no Brasil com a Apostila da Convenção da Haia (original e uma cópia A4);
  • Seguro público ou privado de enfermidade contratado com uma entidade seguradora autorizada para operar na Espanha (original e uma cópia A4);
  • O pagamento do valor da taxa de visto de estudo;
  • Certidão de antecedentes criminais expedida pela Polícia Federal e com a Apostila da Convenção da Haia, original e uma cópia A4. Certidões expedidas na Internet precisam constar os números de passaporte, do RG ou do CPF. Estão isentos deste requisito os estudantes que solicitarem visto de estudos por um período inferior a seis meses.

Documento para comprovação da estadia

Também é necessária a documentação que comprove a finalidade da estadia (original e uma cópia A4). Em caso de realização ou ampliação de estudos, é necessário apresentar a admissão ou matrícula num centro de ensino autorizado na Espanha, para a realização de um programa de tempo completo (com um mínimo de 15 horas letivas presenciais por semana), que conduza à obtenção de um título ou certificado de estudos.

É necessário que a admissão ou matrícula indique claramente: datas exatas de duração do curso; valor do curso; e calendário das aulas e horários letivos. Nos demais casos (mobilidade de alunos, estágios não laborais ou serviços de voluntariado), é necessário apresentar a documentação comprobatória correspondente.

Se a sua ideia é estudar em outro país, recomendamos os nossos artigos sobre como conseguir bolsas em Portugal e na França.

Além disso, seja qual for o seu destino, é importante saber que o seguro viagem é obrigatório para entrar na Espanha ou qualquer outro país europeu e também fundamental para garantir sua segurança durante a estadia. Para fazer a cotação do seu seguro de forma personalizada, você pode utilizar o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta os planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços para quem nos acompanha.

Nossos leitores podem aproveitar o cupom Euro Dicas para ganhar até 10% de desconto. Se você escolher a opção de pagamento com boleto bancário já vai garantir 5%. E ao inserir o cupom ao final da compra vai ganhar mais 5% de desconto. A promoção vale tanto para compras no nosso comparador, como diretamente no site do Seguros Promo.

Adriana Levis Alambert trabalha como jornalista há mais de 20 anos. Se formou na UniverCidade, no Rio de Janeiro, com pós-graduação em Mídias Digitais e Interativas pelo Senac-Rio e pós graduação em Mídia, Tecnologia da Informação e Novas Práticas Educacionais pela PUC-Rio. Trabalhou como repórter, apresentadora e editora no Canal Futura, Sportv e na Web TV da Petrobras. Atualmente faz um Master em Direção de Cinema Documental, na Escola de Cine de Barcelona, na Espanha. Também trabalha com turismo, adora viajar, conhecer novas culturas e compartilhar suas experiências.

Artigos relacionados

Como morar na Espanha: todas as dicas para planejar sua mudança

Se morar na Espanha é seu sonho, temos uma boa notícia: existem diversas maneiras de morar na Espanha, e com certeza uma é perfeita para você. Saiba como.

Melhores cidades da Espanha para morar: confira o top 5

Conheça as cidades da Espanha com melhor qualidade de vida, para você morar. Uma dessas cidades da Espanha é perfeita para você viver. Veja a lista!

Profissionais em falta na Espanha: lista de profissões e salários médios

Apesar dos vários anos de crise económica na Espanha e o elevado desemprego, existem profissionais em falta na Espanha. Conheça a lista de profissões.

Cidadania Espanhola: como conseguir o passaporte europeu

Existem 3 situações em que brasileiros podem ter direito à cidadania espanhola. Conheça o processo para solicitar e quais os documentos necessários.

Custo de vida na Espanha 2021: quanto você precisa para morar no país

Conheça o custo de vida na Espanha e quanto precisa para viver bem: quanto custa alugar um apartamento, as principais contas do mês, mercado, lazer e mais.

Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Conheça quais os tipos de visto para Espanha. Saiba como e onde requerê-los, quanto custa e quais os documentos necessários para dar entrada no processo.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube