Fazer faculdade na Espanha está nos planos de muitos brasileiros. Não por acaso: é um dos países europeus com maior número de universidades (cerca de 50 públicas e 33 instituições privadas) e tem instituições de alto nível. A facilidade do idioma, clima ameno (para padrões europeus), riqueza cultural e custo de vida são outros fatores que atraem estudantes para o país.

Se você quer saber mais sobre o processo de candidatura, custos, se precisa de visto e se vale a pena fazer uma faculdade na Espanha, confira o post!

Como é fazer faculdade na Espanha?

Fazer faculdade na Espanha é uma oportunidade de estudar em excelentes instituições de ensino e viver um intercâmbio cultural memorável. Além dos espanhóis, estudantes de todo o mundo buscam este destino para realizar a sua formação acadêmica, o que permite conhecer outras culturas e treinar outros idiomas, principalmente o espanhol e o inglês.

Se você já faz faculdade no Brasil e quer ter acesso ao ensino superior espanhol, uma opção é fazer um intercâmbio na Espanha.

Principais faculdades na Espanha

As cinco melhores faculdades da Espanha, de acordo com o ranking QS World University 2021, são:

  1. Universidade de Barcelona;
  2. Universidade Autônoma de Madrid;
  3. Universalidade Complutense de Madrid;
  4. Universidade Autônoma de Barcelona;
  5. Universidade de Navarra.

As faculdades mais renomadas da Madrid são a Universidade Complutense, a Universidade Autônoma de Madrid, a Carlos III e a Politécnica de Madrid. Em Barcelona, as mais conhecidas são a Universidade Autônoma de Barcelona, a Pompeu Fabra e a Politécnica da Catalunha.

Também se destacam a Universidade Politécnica de Valência, a Universidade de Sevilha e a Universidade de Salamanca, entre outras. De modo geral, todo o país é bem servido de boas universidades, públicas ou privadas, e o leque de opções é grande.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Procura assessoria para morar na Espanha?

Para solicitar a sua cidadania espanhola, visto, documentos, validação de diploma ou acompanhamento jurídico recomendamos o Escritório Madeira da Costa. Agende a sua consultoria e mude para a Espanha com segurança e tranquilidade.

SABER MAIS →
faculdade na Espanha Complutense
Universidad Complutense de Madrid

Como se candidatar a uma faculdade na Espanha?

Cada universidade possui seus critérios e é autônoma para estabelecer seu processo seletivo. Porém, uma regra é válida para todas as instituições desde 2017: os estudantes estrangeiros precisam validar o diploma de conclusão do Ensino Médio em um Consulado da Espanha.

A modalidade de acesso mais comum é a nota global do Ensino Médio. Os documentos exigidos variam, de acordo com o critério de admissão de cada universidade. No entanto, costumam ser pedidos:

  • Certificação de proficiência no idioma espanhol;
  • Diploma de conclusão do Ensino Médio apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Histórico escolar, apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Passaporte ou outro documento de identificação reconhecido pela faculdade na Espanha;
  • Em cursos muito disputados, além da nota do Ensino Médio, também há uma prova de admissão.

Para as traduções juramentadas indicamos a Yellowling, uma plataforma que oferece serviços de tradução online que conta com tradutores certificados e faz todo o processo online.

Outras modalidades

Além da candidatura por meio da nota do Ensino Médio, há outras maneiras de ser admitido em uma faculdade na Espanha. Fique atento ao período de inscrição, que geralmente vai até julho, já que o ano letivo na Espanha começa em outubro.

Vestibular (Selectividad)

A Selectividad ou PAU (Pruebas de Acceso a la Universidad) é uma prova aplicada para que os candidatos possam competir pelas vagas do curso desejado, assim como é o vestibular no Brasil. Na Espanha, cada universidade define o número de vagas destinadas à Selectividad, cursos oferecidos e nota de corte.

Nesta modalidade, também é necessário que os estudantes estrangeiros validem o diploma de Ensino Médio no país. Com o diploma validado, o estudante pode se inscrever para a prova no site da Universidade Nacional de Ensino a Distancia (UNED), instituição responsável por organizar a Selectividad fora da Espanha.

Não é possível usar o ENEM para estudar na Espanha.

Transferência

Para quem já iniciou a graduação no Brasil, cursou pelo menos um semestre e deseja terminar os estudos na Espanha pode pedir a transferência diretamente com a faculdade escolhida.

Não é necessário que o curso pretendido na Espanha seja o mesmo que o curso iniciado no Brasil, mas é necessário que tenham disciplinas em comum. Para fazer a convalidación, é necessário aproveitar pelo menos 30 créditos europeus, que corresponde um semestre letivo.

faculdade na Espanha

Ingresso como graduado

As faculdades da Espanha são obrigadas a reservar de 1% a 3% das vagas, em todos os cursos, para estudantes graduados que desejam fazer um segundo curso. Quem já concluiu uma graduação no Brasil pode disputar essas vagas, porém é necessário ter efetuado a equivalência do diploma brasileiro para a Espanha.

Se você concluiu a graduação, pode fazer um mestrado na Espanha.

Como fazer a matrícula em uma faculdade na Espanha?

Após a aprovação no processo seletivo, é hora de fazer a matrícula na faculdade.

Boa parte do processo pode ser feito online, enviando os documentos por meio do site da universidade. Normalmente, a efetivação final da matrícula é feita pessoalmente, na secretaria do curso na faculdade na Espanha, onde o aluno recebe mais informações sobre a escolha das disciplinas e a vida acadêmica.

Novamente, os documentos exigidos variam em cada universidade, no entanto, costumam ser pedidos:

  • Certificado de proficiência em espanhol;
  • Diploma ou certificado do ensino médio validado pela Embaixada da Espanha, com apostilamento de Haia e traduzido por um tradutor juramentado;
  • Histórico escolar do ensino médio, com apostilamento de Haia e traduzido por um tradutor juramentado;
  • RG ou, de preferência, o passaporte válido;
  • Visto de estudante.

Se você já é formado e deseja continuar os estudos, confira neste artigo como funciona a pós-graduação na Espanha.

Quanto custa fazer faculdade na Espanha?

O primeiro ponto para calcular quanto custa estudar na Espanha é saber que todas as universidades espanholas são pagas, inclusive as públicas. Os preços variam bastante, sendo mais altos nas faculdades particulares, em cursos mais concorridos e em grandes cidades como Madrid e Barcelona.

Outro ponto de atenção é que há uma diferença de preço para estudantes europeus e não europeus. Veja alguns preços praticados para não europeus nas melhores universidades da Espanha:

Graduação em Medicina

Universidade Custo por ano
Universidade de Navarra 16.320€
Universidade Autônoma de Madrid 8.186€
Universidade de Barcelona 5.400€

Graduação em Administração

Universidade Custo por ano
Universidade Autônoma de Madrid 6.822€
Universidade de Barcelona 5.400€
Universidade Complutense de Madrid 6.822€

Graduação em Direito

Universidade Custo por ano
Universidade Complutense de Madrid 6.822€
Universidade Pompeu Fabra 6.800€
Universidade de Barcelona 5.400€

A boa notícia é que o valor anual pode ser parcelado. Há também a possibilidade de ter os estudos financiados por meio das bolsas de estudos na Espanha.

Para cidadãos com nacionalidade europeia (inclusive brasileiros com dupla cidadania) o custo cai bastante. Segundo informações do Ministerio de Educación, Cultura y Deporte (MECD), o custo médio anual da graduação na Espanha, em universidades públicas, varia de 821€ a 1.302€.

Em algumas universidades não há distinção entre valores para europeus e estrangeiros. É necessário consultar o site da instituição para obter essa informação.

Como escolher a faculdade para estudar na Espanha?

Estudar na Espanha durante a graduação representa um investimento tanto financeiro quanto de tempo. Para ajudar a tomar essa decisão, listamos alguns pontos a considerar:

  • Verifique se a anuidade do curso escolhido se encaixa no valor que você pode pagar. Confira se a faculdade pratica valores diferentes para europeus e não-europeus,
  • O custo de vida na Espanha é outro fator que deve ser levado em consideração. Confira quanto custa morar naquele local, especialmente os valores de aluguel e transporte;
  • Veja as características da cidade que você pretende morar. Há cidades grandes, pequenas, de praia, na montanha (onde neva no inverno) e escolher um lugar que tenha “a sua cara” ajuda bastante na adaptação;
  • Se você já é graduado ou quer fazer transferência, considere as faculdades na Espanha que tenham algum convênio com a universidade brasileira onde você estudou;
  • Analise quais as faculdades mais respeitadas na área que você deseja cursar. Algumas são referência em moda, outras em gastronomia ou em arquitetura. As melhores oferecem estágios que valem mais a pena, mais chances de bolsa de estudos e contato com grandes professores.

Precisa de visto para fazer faculdade na Espanha?

Sim! Para estadias superiores a 90 dias, o visto de estudante para a Espanha é indispensável.

Como tirar visto de estudante?

A solicitação do seu visto deve ser feita no Consulado Geral da Espanha na sua cidade ou região no Brasil. São necessários os seguintes documentos:

  • Carta de aceite (ou carta de admissão) na Universidade que você vai cursar, ou seja, só se consegue o visto depois de já ter conquistado a vaga;
  • Formulário de solicitação de visto;
  • Passaporte vigente;
  • 1 foto 3×4 recente, colorida e com fundo branco;
  • Comprovante de seguro viagem para a Espanha que cubra toda a estadia;
  • Comprovante de residência;
  • Título de eleitor;
  • Documento que confirma recursos suficientes para as despesas de estudo;
  • Diploma ou histórico acadêmico;
  • Certificado de antecedente penal (se a estadia for superior a 6 meses);
  • Atestado médico declarando não ser portador de doenças que possam alterar a saúde pública, com assinatura do médico reconhecida em cartório (se a estadia for superior a 6 meses).

Mais informações sobre documentos necessários podem ser encontradas no site do Ministério de Assuntos Exteriores da Espanha.

Vale a pena fazer faculdade na Espanha?

Vale, e muito! Ainda que pareça desafiador viver longe do Brasil, da família e dos amigos durante um tempo, fazer faculdade na Espanha é uma experiência muito enriquecedora. É uma oportunidade de ter acesso a excelentes instituições de ensino, aprimorar o currículo, desenvolver a comunicação no idioma espanhol, fazer novos amigos e contatos profissionais.

A experiência de viver em um país com boa qualidade de vida, ter contato com a cultura espanhola e a facilidade de viajar a outros países europeus também contam a favor.

Dentre as vantagens e desvantagens de fazer uma faculdade na Espanha, na minha opinião, a balança pesa para o lado das vantagens. O país é lindo e rico pela sua natureza, cultura, arte e gastronomia.

Ajuda para morar na Espanha

Ficou com vontade de morar na Espanha? Nós ajudamos! Conheça o nosso Ebook Como Morar na Espanha e veja o passo a passo completo para organizar a sua mudança. Ele foi escrito por outros brasileiros que moram na Espanha e sabem exatamente o que você deve (e o que não deve!) fazer para que a sua mudança seja bem sucedida, saiba tudo!

Quer ficar por dentro de todas as nossas dicas? Inscreva-se nossa newsletter e receba nossos últimos e-mails de graça!