Faculdade na Espanha: como ingressar, custos e principais universidades

A Espanha está entre os países europeus que concentram um maior número de universidades, somando cerca de 50 públicas e 33 instituições privadas. O nível é alto não apenas do ponto de vista numérico, uma vez que algumas delas sempre figuram nos principais rankings internacionais. Fazer uma faculdade na Espanha, não por acaso, está nos planos de muitas pessoas que buscam não apenas uma formação excelente como uma experiência em um país incrível.

Sem contar que a gastronomia é das mais saborosas, o povo é extremamente acolhedor e interessante, a qualidade dos museus, patrimônios históricos e de toda a cultura é inquestionável.

Enfim, vamos então falar mais especificamente de como é o processo para se candidatar a uma faculdade na Espanha, os custos anuais dos cursos, se precisa de visto e se vale a pena tentar. Confira!

Como é fazer Faculdade na Espanha?

Cursar uma Faculdade na Espanha é sinônimo de estudar em algumas das melhores universidades da Europa e vivenciar um verdadeiro intercâmbio cultural. Afinal, diversas estudantes de todo o mundo buscam este mesmo destino para realizar a sua formação acadêmica, então a diversidade está garantida.

Como se trata de um país caloroso, belíssimo e riquíssimo culturalmente, muitos brasileiros escolhem fazer uma Faculdade na Espanha.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Aliás, depois deste artigo você pode se informar sobre intercâmbio na Espanha e checar se é uma opção para os seus objetivos acadêmicos.

Principais faculdades na Espanha

Antes de mais nada, vale conhecer as melhores universidades da Espanha. As cinco principais foram listadas abaixo, por serem as melhores posicionadas no ranking QS World University 2020.

As faculdades mais importantes da capital espanhola são a Universidade Complutense, a Autônoma, a Carlos III e a Politécnica de Madrid. Em Barcelona, as mais conhecidas são a Autônoma, a Pompeu Fabra e a Politécnica de Catalunya.

Também se destacam a Politécnica e a Universidade de Valência, do País Basco, de Sevilha ou Salamanca. Toda região da Espanha tem suas renomadas faculdades, que podem ser públicas ou privadas e opção de escolha nunca vai faltar!

Saber também quais os melhores cursos na Espanha.

Como se candidatar a uma Faculdade na Espanha?

Escolher a sua Faculdade na Espanha é o primeiro passo, mas é fundamental estar atento ao processo. Nos últimos anos, ele teve uma importante mudança. Desde 2017, os estudantes estrangeiros precisam obter a homologação de seu diploma de ensino médio em uma Embaixada da Espanha, além de reunir outros documentos que comprovem a qualificação para ingressar no sistema espanhol.

Cada universidade possui seus critérios e é autônoma para desenvolver seus procedimentos. O passo a passo completo pode ser encontrado no site oficial da Universidade Nacional de Ensino a Distancia (UNED Assis), que é um ponto de partida para ingressar em uma Faculdade na Espanha.

Dependendo da Faculdade na Espanha e da área de estudos que deseja cursar, vários outros documentos podem ser solicitados na candidatura, como:

  • Comprovação de requisitos para entrar em cursos mais concorridos, que exigem uma pontuação, incluindo certificados de cursos anteriores e histórico escolar;
  • Provas de competências específicas, que podem ser mais de quatro, colaborando com a pontuação;
  • Certificado de proficiência no idioma espanhol, emitido por uma instituição reconhecida pela Faculdade na Espanha.

Todos os documentos, de preferência, precisam ser traduzidos por um tradutor juramentado para o espanhol.

Outras modalidades

Além de se candidatar diretamente, há outros dois processos que podem facilitar a candidatura à Faculdade na Espanha. Normalmente, as datas-limite para se inscrever são por volta de junho, para o ano letivo que inicia em outubro.

Transferência: é a melhor forma de se candidatar a universidade, pois aproveita as disciplinas de pelo menos um semestre de estudos – o que equivale aproximadamente a 30 créditos europeus. Além do mais, algumas universidades do Brasil conseguem intermediar o processo e emitir uma carta de recomendação, trazendo mais agilidade quando ocorre entre instituições;

Ingresso como graduado: opção para quem já cursou uma graduação e tem o diploma. Neste caso, pode disputar de 1% a 3% das vagas de faculdades na Espanha que geralmente são destinadas aos graduados, com um processo seletivo próprio.

Fazer faculdade na Espanha

Veja outras informações sobre como se candidatar à universidade na Espanha neste artigo.

Como fazer a matrícula em uma Faculdade na Espanha?

Boa parte do processo pode ser agilizada online, com os primeiros documentos anexados no site da universidade. Normalmente se efetiva pessoalmente a matrícula na secretaria do curso na Faculdade na Espanha, onde o aluno recebe mais informações sobre a escolha das disciplinas e a vida acadêmica.

Os principais documentos necessários para a matrícula costumam ser:

  • Certificado de proficiência em espanhol;
  • Diploma ou certificado do ensino médio validado pela Embaixada da Espanha, com apostilamento de Haia e traduzido por um tradutor juramentado;
  • Histórico escolar do ensino médio, com apostilamento de Haia e traduzido por um tradutor juramentado;
  • RG ou, de preferência, o passaporte válido;
  • Visto de estudante.

Interessado em continuar os estudos? Confira neste artigo como funciona a pós-graduação na Espanha.

Quanto custa fazer Faculdade na Espanha?

Todas as universidades espanholas são pagas, inclusive as públicas. Os preços variam bastante, sendo mais altos nas faculdades particulares, em cursos mais concorridos e até dependem da região do país onde se localiza.

Para se ter uma ideia, cursar um ano de Medicina pode custar de 797€ (na Andaluzia) a 2.372€ (na Catalunha). Na página de carreiras universitárias da Yaq.es, pesquisamos os valores de alguns cursos para você ter uma referência. Para estudantes estrangeiros, algumas destas anuidades podem ser bem mais elevadas – chegando ao dobro.

Como os cursos podem durar 4 ou 5 anos, é preciso ter em conta a quantia total ao calcular seu orçamento.

Graduação em Design

Universidad Complutense de Madrid1.283€ por ano
Universitat de Barcelona2.146€ por ano
Universidad de Navarra12.900€ por ano

Graduação em Medicina

Universidad Complutense de Madrid1.568€ por ano
Universitat de València1.270€ por ano
Universidad de Sevilla757€ por ano

Graduação em Jornalismo

Universidad Complutense de Madrid1.283€ por ano
Universitad de Sevilla984€ por ano
Universidade de Santiago de Compostela600€ por ano

*Pesquisa realizada em 30 de maio de 2020.

A boa notícia é que o pagamento da matrícula pode ser parcelado. Há também a possibilidade de ser financiado pelo governo espanhol através das bolsas de estudos na Espanha. Neste artigo, também detalhamos quando custa estudar na Espanha, com outros valores para você se planejar.

Como escolher a Faculdade na Espanha para estudar?

Como você viu, cursar uma Faculdade na Espanha é um investimento e tanto na sua formação, considerando tempo e orçamento. Entre tantas boas opções, como escolher? Para te ajudar, listamos alguns critérios importantes.

  • Analise quais as faculdades mais respeitadas na área que você deseja cursar. Algumas são referência em moda, outra em gastronomia ou em arquitetura. As melhores oferecem estágios que valem mais a pena, mais chances de bolsa de estudos e contato com grandes professores;
  • Verifique se a anuidade do curso escolhido se encaixa no valor que você pode pagar;
  • O custo de vida na Espanha é um fator essencial. Ele varia entre regiões e, dentro de uma província, entre capital e interior. Quanto mais próxima for a vida em um grande centro, maior o valor para se manter, considerando especialmente a moradia;
  • Vale considerar a identificação com a cidade onde você pretende morar, que também contribui para uma boa experiência ao longo da Faculdade na Espanha. Embora seja um país pequeno, comparado ao Brasil, cada região, como norte e sul, é singular;
  • Se você já é graduado ou quer fazer transferência, considere as faculdades na Espanha que tenham algum convênio com a universidade brasileira onde você estudou.

Onde posso viver durante o período de estudos?

Apartamentos compartilhados, alugados ou moradia na própria faculdade estão entre as opções de alojamento. Compartilhar ou até mesmo alugar uma casa pode sair mais em conta, porém você terá gastos com as contas, luz, água, internet, comida, etc.

Já as residências de estudantes podem ser um pouco mais caras que um aluguel, mas está tudo incluído! Muitas vezes, esses alojamentos contam com área de lazer, WiFi, alimentação, lavagem de roupa, etc.

Precisa de visto para fazer Faculdade na Espanha?

Sim! Como você muito provavelmente irá passar mais de 90 dias cursando sua Faculdade na Espanha, o visto de estudante para a Espanha será indispensável. Até 90 dias, qualquer brasileiro tem permissão de ficar sem visto no país como turista.

Uma boa vantagem é que o visto de estudante permite trabalhar até 20 horas semanais. Dessa forma, você também poderá ganhar uma renda extra e mais experiência profissional enquanto avança nos estudos.

Como tirar o visto?

Ele é emitido pelos Consulados da Espanha no Brasil. O ideal é iniciar o processo do visto para Espanha pelo menos três meses antes da sua ida para Espanha, para realizar todos os passos com tranquilidade.

Basta procurar um dos consulados, explicar o pedido de visto e pagar uma taxa de R$262 (em dinheiro) na solicitação. É necessário já apresentar a carta de aceitação da Faculdade na Espanha, assim como outros documentos:

  • Formulário de solicitação;
  • Passaporte vigente;
  • 2 fotos 3×4 recentes, colorida e com fundo branco;
  • Comprovante de seguro saúde que cubra a estadia no país;
  • Comprovante de residência;
  • Documento que confirma recursos suficientes para as despesas de estudo;
  • Diploma ou histórico acadêmico;
  • Certificado de antecedente penal (se a estadia for superior a 6 meses);
  • Atestado médico declarando não ser portador de doenças que possam alterar a saúde pública (se a estadia for superior a 6 meses);
  • Carta de aceite (ou carta de admissão) na Universidade que você vai cursar, ou seja, só se consegue o visto depois de já ter conquistado a vaga.

Se preferir, consulte as indicações do Ministério de Assuntos Exteriores da Espanha aqui com os documentos necessários.

Vale a pena fazer Faculdade na Espanha?

Vale, e muito! Ainda que pareça desafiador viver longe do Brasil, da família e dos amigos durante um tempo, este certamente será um dos períodos mais incríveis da sua vida. É uma oportunidade maravilhosa de ter acesso a algumas das melhores instituições da Europa, aprimorar o currículo, fazer novos amigos e contatos profissionais, desenvolver a comunicação no idioma espanhol.

Sem contar a experiência de viver em um país com boa qualidade de vida, aprender a cultura local e até fazer pequenas viagens para explorar outras cidades e países ao redor, sempre que tiver alguns dias livre. Como tudo é bem próximo na Europa, um final de semana basta para você fazer uma viagem. Isso tudo em um país onde o custo de vida não é dos mais altos, como seria o caso da França ou da Inglaterra, por exemplo.

É, meu caro leitor, acho que se fizer uma listinha com prós e contras de fazer uma Faculdade na Espanha, a balança vai pesar para o lado das vantagens. Além de estar em um país lindo, com paisagens de tirar o fôlego, uma língua familiar e rico pela sua natureza, cultura, arte e gastronomia. Te convenci? Estão venha!

Não se esqueça do seguro

Não esqueça de, ao providenciar toda a documentação, dar uma atenção extra para o seguro viagem para Espanha. Não apenas porque ele é obrigatório para obter o visto e pode ser solicitado na chegada ao país, mas porque ele vai garantir o seu atendimento em casos de emergência com a saúde. Além de ajudar a resolver imprevistos com bagagens e voos.

Aproveite e confira as melhores cidades da Espanha para morar, o que deve ajudar na sua decisão, e boa sorte!

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.

Miriam Horta, sou paulistana, publicitária e vivo em Barcelona. Gosto de escrever e compartilhar minhas experiências. Minha paixão é viajar, descobrir novos destinos culturas diferentes.

Artigos relacionados

Morar na Espanha: visto, custo de vida e melhores cidades

Se morar na Espanha é seu sonho, temos uma boa notícia: existem diversas maneiras de morar na Espanha, e com certeza uma é perfeita para você. Saiba como.

Melhores cidades da Espanha para morar: confira o top 5

Conheça as cidades da Espanha com melhor qualidade de vida, para você morar. Uma dessas cidades da Espanha é perfeita para você viver. Veja a lista!

Profissionais em falta na Espanha: lista de profissões e salários médios

Apesar dos vários anos de crise económica na Espanha e o elevado desemprego, existem profissionais em falta na Espanha. Conheça a lista de profissões.

Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Conheça quais os tipos de visto para Espanha. Saiba como e onde requerê-los, quanto custa e quais os documentos necessários para dar entrada no processo.

Cidadania Espanhola: como conseguir o passaporte europeu

Existem 3 situações em que brasileiros podem ter direito à cidadania espanhola. Conheça o processo para solicitar e quais os documentos necessários.

Custo de vida na Espanha: saiba quanto custa viver no país

Conheça o custo de vida na Espanha e quanto precisa para viver bem: quanto custa alugar um apartamento, as principais contas do mês, mercado, lazer e mais.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube