Custo de vida na Espanha, veja os principais gastos detalhadamente.

Custo de vida na Espanha

Espanha  / 

Viver o sonho de morar no Velho Continente sempre esteve no imaginário de muitos brasileiros. Agora, com mais esse momento de crise política e econômica do Brasil, isso tem sido pauta de discussão familiar com uma certa frequência e a Espanha é o segundo país que mais atrai brasileiros na Europa, só ficando atrás de Portugal.

Mas qual é o custo de vida na Espanha? Não é muito mais caro que no Brasil?” Não se preocupe, eu explico tudo para você.

O preço de morar na Espanha

Não é uma decisão fácil. Muita gente acha que morar fora é viver “férias prolongadas“, ou seja, diversão garantida todo o tempo faça frio ou faça sol, viagens constantes, produtos importados sem limites, etc. Isso não condiz com a realidade.

Se você tem uma boa renda no Brasil e pode comprar um imóvel na Espanha ou se já está indo com um emprego garantido, então tudo bem pois você dará um salto enorme em qualidade de vida. Mas se esse não for o caso, eu sugiro que se planeje financeiramente e conheça o custo de vida na Espanha.

Já compartilhamos algumas dicas de como morar na Espanha.

Conta Bancária Internacional sem custos

Com o cartão Borderless da Transferwise, você obtém seus próprios números de conta pessoal e códigos bancários do Reino Unido, Estados Unidos, Austrália e Europa. Grátis e sem mensalidades!


Peça seu cartão, literalmente, em 5 minutos. Não precisa de comprovar que está trabalhando nem que tem recebimentos mensais:

ABRIR CONTA GRÁTIS »

Se não tiver rendimentos próprios, se planeje

Muita coisa compensa essa mudança: transporte público de qualidade, saúde pública que funciona bem, ensino público e privado compatíveis, um povo alegre e festeiro apesar dos problemas que eles também vivem. Mas se pretende começar do “zero“, vai precisar de muita coragem e disposição além de um prévio planejamento.

A saída da recessão ainda é lenta

O país teve um momento recente de grande recessão com mais de 20% da população sem emprego. Apesar desse quadro econômico já estar melhor, o crescimento pode ser considerado tímido para a necessidade real da população espanhola.

Com isso, menos emprego para os cidadãos espanhóis e menos ainda para os estrangeiros.

O custo de vida tornou-se difícil de suportar

Crise na Espanha
O custo de vida na Espanha acabou se tornando alto até mesmo para os espanhóis que, inclusive, vem recebendo os turistas mais amistosamente pois entenderam a necessidade desse nicho do mercado para fomentar a economia do país.

O custo de vida na Espanha não é o mais caro da Europa mas perde, por exemplo, para Portugal.

Salário mínimo na Espanha

O salário mínimo na Espanha atual é de 735,90 euros mas uma grande maioria recebe em torno de 1000 Euros. Somente com um salário fica apertado sustentar uma família de quatro pessoas mas um casal viveria bem porém sem luxo. Veja como funcionam os salários na Espanha.

Custo de vida nas grandes cidades sobe bastante

Se levarmos em consideração o custo de vida em grandes cidades como Madrid e Barcelona, os 1000 Euros seriam pouco. Seria preciso buscar um lugar para morar bem longe do centro e provavelmente, só daria para alugar um quarto e sala.

Se você gostaria de conhecer as regiões da Espanha, sugiro que veja como é o mapa da Espanha.

Por outro lado, em cidades menores o custo baixa

Mas se você optar por uma cidade menor com uns 250 mil habitantes onde você encontra de tudo(shopping, cinemas, teatros, bares e restaurantes, bons colégios, etc), seu custo de vida na Espanha será bem menor.

Mas em cidades menores, tem menos emprego

Seria perfeito então morar em cidades menores porém com uma infraestrutura de cidade grande, né? Não necessariamente. Em cidades menores a oferta de empregos também é pouca. A dificuldade de se conseguir um trabalho será maior.

Resumindo: Conhecer e escolher atempadamente a cidade onde você quer morar é muito importante.

La Coruña

Aqui nesse texto vou compartilhar um pouco da minha experiência de brasileira morando na Espanha. Vou colocar meu ponto de vista sobre alguns aspéctos e fazer alguns comparativos que considero importantes.

Vivo entre o Rio de Janeiro e La Coruña. La Coruña é uma cidade litorânea ao norte da Espanha com aproximadamente 260 mil habitantes.

Custo de vida na Espanha

O custo de vida na Espanha não pode ser só baseado nas informações de uma cidade desse porte que, mesmo tendo tudo que considero necessário para se viver bem, não é uma metrópole.

Custo de vida em Madrid

Portanto, vou fazer um comparativo com Madrid. Apesar do custo de vida na Espanha não ser tão discrepante de uma cidade para outra como acontece no Brasil que é um país imenso, morar em uma cidade menor pode te ajudar a poupar dinheiro.

Veja quais são os melhores bairros de Madrid para Morar.

Moradia

Moradia na Espanha
Se a intenção é viver em Madrid, saiba que a cidade é linda e efervescente mas também há muitas atividades ao ar livre, sem custo, para sair com as crianças no fim de semana.

No centro de Madrid e La Coruña

Um apartamento bem no centro de Madrid, na Puerta del Sol, com dois quartos custa em média 1000 Euros incluindo o condomínio enquanto em uma cidade como La Coruña, em um bom bairro mas não exatamente no centro, aluga-se por 400 Euros e se for no centro, 600 Euros. É preciso lembrar que ainda tem outras contas como luz, gás, IPTU, etc.

Para facilitar, você pode ver um “mapa” com os preços de casas por bairro em Madrid.

Conheça os melhores sites para alugar casa na Espanha:

Veja como alugar apartamento na Espanha, documentos necessários, melhores sites e dicas importantes.

Quanto eu gasto por mês

Um apartamento de 85 m² com 3 quartos, como o meu, pode ser alugado por 450 Euros, condominio de 50 Euros, luz e gás em torno de 80 Euros (essas duas últimas contas são pagas a cada dois meses).

O bairro que vivo tem de tudo, é tranquilo e com acesso fácil a transporte público. Ainda a esses custos devo lembrar que tem plano de telefonia e internet. Na empresa Movistar o pacote de serviços incluindo telefone fixo, wifi residencial e celular com internet custa em torno de 60 Euros.

Custo com alimentação

A variedade de alimentos é grande e é possível comer bem sem gastar muito. É claro que se você quiser fazer coisas extravagantes o tempo todo e comer fora com regularidade, vai gastar mais. Mas nada se compara ao que se gasta em um restaurante no Rio de Janeiro, por exemplo.

O Euro está muito alto comparado ao Real (4 pra 1, confira a cotação do euro) e ainda assim voce come bem pagando pouco. Não estou falando de restaurantes estrelados mas de uma comida justa e boa apesar de mais simples afinal, a culinária espanhola é uma delícia.

Custo do mercado

Em Madrid um casal gasta por mês com supermercado de 300 a 400 Euros mas isso não inclui material de limpeza e o consumo de carne vermelha e peixe tem que ser moderado pois são ítens caros por lá.

Os gastos em La Coruña são muito mais baixos

Já em La Coruña, o gasto com mercado mensalmente, para o mesmo casal, fica em torno de 140 Euros incluindo tudo. É uma grande diferença em economia e qualidade de vida já que dá para comer de tudo.

Um churros com um chocolate quente pequeno (vamos colocar pelo menos dois churros porque um é muito pouco) custa na Bonilla 1.60 euros e com isso minha filha já garante o lanche da tarde com as amigas.

Melhores mercados na Espanha

Melhores mercados na Espanha
Em Madrid procure fazer as compras no Mercadona, Lidl ou Dia. Também tem a rede mundialmente conhecida, inclusive por nós brasileiros, Carrefour mas somente nos arredores da cidade. Em Madrid você encontra o Carrefour Express que é caríssimo, chega a ser quase o dobro do outro Carrefour.

Em La Coruña temos as redes Gadis, Erosky, HiperCor (da rede do El Corte Inglés) e também o Mercadona que tem os melhores preços.

Os principais mercados na Espanha são:

Vale a pena aproveitar o “Prato do dia”

Na Espanha como também em alguns países da Europa, o “prato do dia” é muito comum em restaurantes e inclui, normalmente, uma entrada(que costuma ser uma salada) + prato principal + sobremesa ou café e tem um custo ótimo entre 10 e 12 Euros.

Custo com transportes

Em uma grande cidade o transporte público é muito utilizado, até mais do que carro particular. Muita gente que tem carro precisa alugar vagas em garagens fora de seus prédios porque a maioria das contruções na Espanha não tem garagens. Isso já é mais um custo a incluir na lista.

Ônibus

A passagem de ônibus municipal em Madrid é 1,50 Euros comparado a 1,30 Euros de La Coruña. Se você for cidadão espanhol pode ter o cartão e pagar 0,80 ao invés de 1,30 Euros. Em ambas as cidades as linhas de ônibus te levam a todas as partes.

Comprar e andar de carro

Se você pensa em comprar um carro, o custo de um Golf Volkswagen fica em torno de 21 mil Euros. Com o carro em La Coruña você vai gastar 1,25 Euros no litro da gasolina ou 1,16 no litro do diesel.

Os transportes na Espanha são bons

O bom de se viver na Europa é que você também pode contar com uma malha ferroviária extensa e as autopistas permitem viagens de ônibus bem tranquilas.

Vou dar dois exemplos de custos com trem e ônibus de passeio:

Para ir de La Coruña a Santiago de Compostela de trem, a passagem de ida e volta custa 12 Euros e se você quiser ir mais longe, de ônibus até a cidade do Porto em Portugal, paga 60 Euros(de trem esse trajeto sairia bem mais caro). Veja mais dicas sobre os transportes públicos na Espanha.

Resumo das principais contas na Espanha

Custo de vida na Espanha, em Madrid, para um casal.
Apartamento (em boa área, próxima ao centro) 1000€
Comida 350€
Contas (luz, água, gás, aquecimento, internet e etc) 160€
Transporte Público 56€
Total 1565€

Custo da saúde na Espanha

O custo de vida na Espanha pode te surpreender na hora de pagar por um plano de saúde. Os planos mais procurados são o Sanitas ou Adelas.

Para uma pessoa com idade média de 45 anos, o custo é de aproximadamente 80 Euros e de uma pessoa acima de 65 anos, 200 Euros. Isso é um luxo para um cidadão que ganha um salário normal de mil Euros. Uma consulta médica em um consultório particular custa 60 Euros em La Coruña. Imagino que em Madrid esse valor seja quase o dobro.

A saúde pública na Espanha funciona bem

Porém nem tudo está perdido. A saúde pública na Espanha funciona muito bem apesar de já ter funcionado bem melhor há uns anos atrás.

Os postos de saúde são bem equipados e com bons médicos. Após a consulta, seu receituário é enviado para as farmácias e lá, você pode retirar o medicamento que o médico prescreveu sem custos.

Custo da educação

A Espanha concentra um número generoso de boas universidades tanto privadas quanto públicas. O mesmo ocorre com o ensino de base. Até o Bachillerato, que é o nosso Ensino Médio, não se paga mensalidade escolar, apenas uma ajuda de custo em torno de 30 Euros.

Ja no Bachillerato, a mensalidade de uma escola particular custa em média 350 Euros. Essa mensalidade é paga nos dois últimos anos antes de ingressar na universidade.

Todos têm direito a estudar na Espanha

Você só fica sem estudar na Espanha se quiser. Todo mundo tem direito de terminar o colégio e fazer uma faculdade. Sua pontuação para a carreira escolhida é o que vai determinar para qual universidade você pode ir. Mesmo em uma pública, a matrícula tem um valor alto que pode variar.

O custo de estudar na Universidade

Prepare cerca de 2 mil Euros pelo menos. Tudo vai depender da localidade, número de créditos, etc. Em Madrid ficou mais difícil para os estrangeiros que não fazem parte da União Europeia, estudar. Uma nova lei onerou em 3 ou até 4 vezes os valores a serem pagos.

Veja qual é o Ranking das melhores Universidades da Espanha.

Custo do lazer na Espanha

Vida noturna na Espanha
Em todas as cidades da Europa as atividades ao ar livre são uma ótima opção de passeio. São muitos parques onde as crianças podem correr e brincar ou os jovens e adultos se reunirem para um pic-nic no verão. Mas uma ida ao shopping, um cinema, uma pizza também fazem parte e tem seus custos.

Tomar um café expresso

Se você pensa em bater um papo com as amigas em um café, saiba que em Madrid você vai pagar 2,50 Euros no café expresso e 1,10 Euros se for em cidades menores. Saiba também que existem três valores para uma mesma comida ou bebida dependendo do lugar. Se você pede na “barra” é mais barato do que na mesa e se for na “terraza“, ainda mais caro.

Ir ao cinema é caro

Considero caro uma ida ao cinema. Onde vivo, o ingresso do cinema varia de 7 a 9 Euros sendo mais barato para estudantes. No shopping é sempre mais caro e esses valores não incluem a pipoca. Em Madrid, o combo pipoca + refrigerante e ingresso custa 20 Euros.

Se você quer saber tudo sobre a Espanha, confira as dicas já compartilhadas.

Vida noturna

Mas Madrid te oferece uma vida noturna incrível e de vez em quando vale a pena o investimento. A entrada na discoteca custa em média 20 Euros. Mas se você está dançando vai sentir sede e então vai pagar por uma “copa” 12 Euros, uma cerveja 3 Euros ou uma taça de vinho 4 Euros. Saiu da discoteca com fome? Uma pizza média na Dominos’s, por exemplo, custa em média 10 Euros.

O custo de vida na Espanha compensa?

A meu ver, mesmo com um país ainda em recuperação econômica, o custo de vida na Espanha não é tão ruim. Claro que poderia ser melhor. Se colocarmos na balança custo e qualidade de vida comparados ao Brasil, a Espanha é uma boa escolha.

Mas se você não fala o idioma, não tem qualificação profissional. não está atualizado com o mercado de trabalho, não aconselho viver lá.

E você, o que achou do custo de vida na Espanha?

Nascida no Brasil mas também com nacionalidade espanhola. Mora parte do ano no Rio de Janeiro e a outra parte em La Coruña, Espanha. Formada em Publicidade e Propaganda mas com atividade atual de administradora de empresa. Adora viagens, café, história e arte. Já empreendeu na área de turismo. Deseja passar suas experiências na Espanha para brasileiros que querem conhecer um pouco mais sobre o modo de vida e cultura desse país.