Economia da Espanha: tudo sobre a retomada gradual pós-crise

Espanha  / 

A Espanha não vive mais a crise econômica que assolou o mundo em 2008. Esta é a boa notícia. No entanto, a economia da Espanha segue se recuperando gradativamente, a passos lentos, o que afasta qualquer euforia de grandes oportunidades a curto prazo no país. Entenda.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Economia da Espanha: entendendo o pós-crise

Em 2008, a crise financeira mundial quebrou 16 anos consecutivos de crescimento econômico na Espanha, levando o país a uma contração que durou até o final de 2013.

O governo precisou dar grande suporte ao setor bancário, devido ao colapso do boom imobiliário no país – assim como nos Estados Unidos, a Espanha também sofreu sua crise de subprime.

Desemprego chegou a 26%

No período, a Espanha viveu uma redução brusca nos empréstimos bancários para a população, austeridade fiscal e altíssimas taxas de desemprego, com baixo consumo e baixo investimento doméstico.

O desemprego foi de 8%, em 2007, para mais de 26% em 2013. Por conta do desemprego, também estouraram os gastos do governo com benefícios sociais, o que aumentou a dívida pública. Um exemplo: a dívida pública aumentou de 60,1% do PIB em 2010 para quase 96,7% em 2017.

Retomada gradual da economia da Espanha

De 2013 a 2018, as coisas começaram a melhorar: o país completou quatro anos seguidos de crescimento econômico positivo, com a economia se restabelecendo e novos empregos na Espanha surgindo.

O déficit orçamentário da Espanha, que atingiu 11,4% do PIB em 2010, foi reduzido gradualmente para cerca de 3,3% do PIB em 2017.

Exportações melhoram a economia da Espanha

O crescimento das exportações foi um dos grandes propulsores das melhorias na economia. Uma reforma trabalhista melhorou a competitividade das exportações da Espanha e gerou interesse do investidor estrangeiro.

A projeção do Banco da Espanha é que as exportações reais de bens e serviços crescerão por volta de 3% em 2019, acima do número de 2018 (2,3%). A contribuição da agricultura para o PIB espanhol é de cerca de 2,6% e emprega 4% da força de trabalho (de acordo com dados do Banco Mundial). São quase um milhão de empresas agropecuárias, cobrindo 30 milhões de hectares.

O país produz laranja, morango, trigo, beterraba açucareira, cevada, tomates, azeitonas, frutas cítricas, uvas e cortiça. A pecuária também é importante, especialmente suínos e bovinos. A Espanha é o maior produtor mundial de azeite de oliva e o terceiro no mundo em produção de vinhos.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Turismo é fundamental para a economia da Espanha

O turismo também é uma importante fonte de receita para a Espanha. O país é o segundo maior destino turístico do mundo, perdendo apenas para a França.

Em 2018, a Espanha recebeu 82,6 milhões de turistas internacionais, com crescimento de 0,9% em relação a 2017 (quando o turismo do país cresceu impressionantes 8,6%).

Os gastos dos turistas subiram 3,1% no ano, somando 90 bilhões de euros. O setor foi responsável pela criação de 100 mil novos postos de trabalho, o que elevou o número de trabalhadores para 2,3 milhões, o equivalente a 12,2% do total do país.

Confira tudo o que você precisa saber sobre morar na Espanha.

Indústria na Espanha

O setor industrial equivale a 21,6% do PIB e emprega 19,3% da força de trabalho na Espanha. O setor manufatureiro é o mais importante e é dominado pelas indústrias têxtil, de processamento industrial de alimentos, de ferro e aço, de máquinas e engenharia.

Os novos setores, de energias renováveis, tecnologias da informação e telecomunicações oferecem um grande potencial de crescimento.

A economia industrial espanhola vem apostando cada vez mais em robótica, onde já é considerada uma potência mundial. A robótica industrial utilizada na Espanha tem sua principal aplicação na área automobilística, e a previsão é que gere entre seis e doze mil empregos anuais nesse setor.

O campo da automação no país, apesar da perda de projetos por conta da crise, é uma das apostas na manutenção e geração de novos empregos. Além disso, a Espanha tem feito um grande esforço para atrair novos investimentos para essa área.

economia da Espanha Barcelona

Conheça também costumes e tradições espanholas.

Como está hoje a economia da Espanha

A economia vem se reestruturando aos poucos. De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de 2018 ficou um décimo abaixo da estimativa do governo, mas coincide com as projeções do Banco da Espanha e do Fundo Monetário Internacional (FMI): alta de 2,5%.

Desde 2014, o país vinha registrando crescimento sempre acima de 3%. Entretanto, em 2018, foi a primeira vez que o crescimento do PIB ficou abaixo dos 3%.

Para 2019, a expectativa do Banco da Espanha ainda é desacelerada: 2,2%. Para 2020, é de 1,9%; e para 2021, 1,8%. A causa dessa baixa relativa é a alta dívida pública que prossegue, o desemprego estrutural e um crescimento lento da produtividade.

Como está o emprego na Espanha

Apesar da leve queda na perspectiva de crescimento, o governo espanhol melhorou a previsão de desemprego para 2019, reduzindo a taxa média de 14% para 13,8%. Para 2020, o governo prevê que o índice de desemprego caia para 12,3%, e para os anos seguintes aponta que a melhora do quadro se intensificará: 11% em 2021 e 9,9% em 2022.

Confira algumas dicas sobre como conseguir visto para trabalhar na Espanha.

Qual é o PIB da Espanha?

Para conferir o ritmo de crescimento do país podemos analisar a tabela que mostra a evolução anual do PIB espanhol.

Ano PIB Crescimento PIB (%)
2021 1,8% (estimativa)
2020 1,9% (estimativa)
2019 2,2% (estimativa)
2018 1.202.193 milhão de euros 2,5%
2017 1.161.878 milhão de euros 3%
2016 1.113.851 milhão de euros 3,2%
2015 1.075.639 milhão de euros 3,2%
2014 1.037.025 milhão de euros 1,4%
2013 1.025.634 milhão de euros -1,7%
2012 1.039.758 milhão de euros -2,9%
2011 1.070.413 milhão de euros -1,0%
2010 1.080.913 milhão de euros 0,0%
2009 1.079.034 milhão de euros -3,6%
2008 1.116.207 milhão de euros 1,1%

Fonte: Instituto Nacional de Estatística

Saiba também se vale a pena morar na Espanha neste artigo com os prós e contras do país.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper
Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha),
especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico
pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e
Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que
descobriu.

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.