Como comprar imóvel na Espanha: onde encontrar a casa ideal e valores

Espanha  / 

Morar fora do país é o sonho de muitos brasileiros, não é mesmo? E um dos destinos mais procurados, além de Portugal, é a Espanha. Preparar a mudança exige planejamento e muito atenção aos detalhes, como por exemplo, se você sabe como comprar imóvel na Espanha.

Para tirar todas as suas dúvidas, acompanhe o nosso artigo abaixo.

Como comprar imóvel na Espanha

Primeiro é preciso confirmar que brasileiros podem, sim, comprar imóvel na Espanha. Não existem impedimentos para comprar casas, lotes, apartamentos ou propriedades rurais, no entanto, algumas regras precisam ser seguidas. É indispensável que o interessado tenha plena noção de todos os passos que deverá cumprir antes e depois de assinar o contrato do novo imóvel.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Não quer comprar um imóvel agora? Então saiba como alugar apartamento na Espanha.

Processo

Primeiramente, ao encontrar a propriedade ideal, é preciso providenciar a Nota Informativa Simples.

A segunda etapa é a formalização do pré-acordo entre o proprietário e o comprador. É um documento simples, no qual o vendedor oficializa o intuito de repassar a casa para o interessado. E o interessado, por sua vez, assegura a sua intenção de comprar pelo preço e condições estipuladas.

Quando o comprador assina o pré-acordo, é preciso entregar a porcentagem do valor combinado, aproximadamente 10% da quantia total. Se o comprador desiste do acerto, ele não tem como recuperar esse montante. Caso o proprietário desista da venda, ele necessita devolver.

Descubra as vantagens e desvantagens de morar na Espanha.

Detalhes

O repasse da certificação do imóvel necessita ser realizada por um tabelião. Esse profissional tem a missão de fazer a leitura da documentação e questionar se todos os envolvidos estão de acordo com os termos. Posteriormente, a escritura de compra é concedida ao comprador.

Vale salientar que as despesas com o Registro de Escritura, a Taxa de Registro do Terreno e o serviço de tabelionato oscilam entre 1% a 2,5%. Enquanto o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) é de 10% para os imóveis novos.

Descubra aqui qual é o custo de vida na Espanha.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Melhores sites para comprar casa na Espanha

Hoje em dia, a internet tem auxiliado a maioria das pessoas a resolverem as principais pendências do cotidiano. Além disso, a compra e venda de produtos também se viabilizou através da rede mundial de computadores.

E para comprar um imóvel na Espanha não é diferente. Afinal, você não precisa visitar a propriedade para conhecer todas as suas particularidades.

Por isso, conheça algumas plataformas online que oferecem essa praticidade:

comprar apartamento em barcelona

Foto Casa

O site FotoCasa é uma das plataformas voltadas à compra, venda e locação de casas e apartamentos no território espanhol. De acordo com informações do site oficial, o Foto Casa foi fundado em 1999 com a missão de criar a solução para quem almeja achar a casa em todos os momentos de sua vida.

Os desenvolvedores da plataforma acreditam que existe sempre algo melhor e a missão da empresa é ajudar os clientes a encontrar o imóvel perfeito para residir. Com o site oficial e redes sociais, o Foto Casa também conta com um aplicativo gratuito para facilitar a negociação.

No entanto, o Foto Casa não é uma imobiliária e tampouco um portal imobiliário. O objetivo é permitir o contato entre compradores e vendedores pela internet sem intermediação. Essa comunicação é feita diretamente na página do anúncio interessado.

Saiba quais são as cidades mais baratas da Espanha para viver.

Idealista

Fundado em outubro de 2000, plataforma Idealista está presente nas principais redes sociais e possui um blog com muitas dicas para quem deseja vender, comprar ou alugar um imóvel na Espanha.

O menu da plataforma é bastante simples e intuitivo com diversas abas, como “compra ou aluguel” de casas, escritórios, instalações, garantes, salas de armazenamento, prédios e muito mais. Contando até com divisão de opções por cidades e região da Espanha.

Basicamente, o site serve como uma ponte entre o dono do imóvel e o possível interessado. Ambas as partes podem criar contas tanto para colocar quanto para responder aos anúncios. Quem está buscando um imóvel pode escolher os seus favoritos visando receber alertar com mudanças de preços ou inclusão de novos detalhes, como fotos, vídeos visitas virtuais em 360.

Conheça outros sites para alugar apartarmento na Espanha.

Preços médios das principais cidades

O setor imobiliário espanhol passou por uma montanha russa na última década. Isso porque se registrou uma grande diminuição nos valores dos imóveis no começo de 2010.

Para se ter ideia, em 2013, um imóvel com 260 m² em uma das principais avenidas de Barcelona, a Gran de Grácia, que girava em torno de 950 mil € caiu para 750 mil €.

De acordo com o Conselho Geral do Notariado, entidade que administra os cartórios do país, a compra de imóveis por estrangeiros não residentes chegou a crescer 50% nesta fase. Com a redução dos preços, muitos estrangeiros encontraram alternativas para comprar casas tanto para morar quanto para locar na Espanha.

Não deixe de ler nosso artigo sobre o custo de vida em Barcelona.

Preços em alta

No entanto, os anos de 2017 e 2018 foram de recuperação. O segmento deu sinais de valorização após quase oito anos de encolhimento.

Com os preços em alta, é preciso avaliar uma série de elementos na hora de comprar um imóvel. Isso inclui avaliar tamanho, extras como garagem, jardim e piscina, além de serviços próximos, localização e a conservação.

Além disso, há duas alternativas à disposição: uma obra nova ou de segunda mão, que tende a ser muito mais econômica. Mesmo com a variação de preços de uma região para outra, dá para achar casas e apartamentos de segunda mão por 40 ou 50 mil €.

Descubra aqui quais são as sete melhores cidades da Espanha para morar.

Preços nas principais cidades

As áreas costeiras da Espanha são bem populares, tanto para os locais quanto estrangeiros. Em Maiorca ou Costa Del Sol, é possível encontrar bons apartamentos com vista para o mar por cerca de 60 mil euros. Ainda na faixa costeira, as cidades de Alicate e Buñol, há menos de 50 quilômetros de distância de Valência, também são indicadas para investimento em imóveis. Propriedades de médio porte podem ser adquiridas por 130 mil euros.

No sul da Espanha, em Andaluzia, os preços tendem a variar consideravelmente. Só que dá para se achar locais com valores abaixo de 115 mil euros. Em Tenerife, imóveis de alta qualidade podem ser comprados por 230 mil euros em média.

Em Barcelona, os valores de acordo com a localização e o tamanho do imóvel. Um imóvel com 100 m² e três quartos gira em torno de 380 mil euros. Enquanto um com metade do tamanho e três dormitórios fica por 150 mil €.

Caso queira adquirir uma moradia em Madrid, um apartamento com 40 m² quadrados e dois quartos sai por 185 mil€, enquanto um imóvel com 102 m² custa em torno de 360 mil euros.

Quer morar na Espanha? Então saiba qual é o custo de vida em Madrid.

Documentos e impostos para comprar imóveis na Espanha

Os brasileiros que almejam adquirir imóveis na Espanha precisam ter uma série de documentos em mãos e ainda arcar com alguns impostos.

Essas taxas são cobradas durante e após a compra:

  • Imposto sobre Transmissão de Patrimônio;
  • Ato jurídico documentado;
  • Imposto sobre Bens e Imóvel (IBI).

Acompanhe a lista de documentos para morar na Espanha.

Documentos exigidos

As exigências que devem ser cumpridas para se tornar dono de um imóvel espanhol são:

  • Contar com o documento de identificação de estrangeiro residente ou não;
  • Possuir uma conta bancária;
  • Já contar com todo o montante para compra do imóvel ou a quantia para pagamento prévio ao tomar um eventual financiamento;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de trabalho;
  • Comprovante de pagamento dos impostos.

Benefício ao comprar o imóvel

A legislação espanhola, especificamente a Lei 14/2013, autoriza que estrangeiros que comprarem um imóvel no país com preço acima de 500 mil€ possam solicitar o Visto de Residência (Golden Visa).

O Visto de Residência dá direito ao investidor brasileiro o direito de residir no país sem a obrigatoriedade de trabalhar. A única exigência é que possa comprovar que a sua fonte de renda mensal permita sua permanência e de seus dependentes na Espanha.

Além disso, ao viver na Espanha por dois anos, é possível conseguir a cidadania espanhola e desfrutar da possibilidade de viajar sem visto. Ainda, o quem compra um imóvel no país pode aproveitar outros benefícios oferecidos pelo programa de residência através de investimento.

Para obter as informações oficiais sobre comprar imóvel na Espanha você pode visitar o site da Embaixada da Espanha no Brasil ou o site do Ministério Espanhol.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.