Abrir conta na Espanha: documentos necessários e os melhores bancos

Com a documentação certa, abrir conta na Espanha é fácil. De fato, uma das primeiras tarefas quando se chega a um novo país é abrir uma conta bancária, de maneira a manter de forma organizada e segura o seu dinheiro. E a Espanha não foge desta regra. Veja as principais instituições locais e como se pode facilitar o processo de abertura da conta bancária ao chegar em solo espanhol.

Documentação necessária para abrir conta na Espanha

Antes de mais nada, deve-se separar os “residentes” e os “não residentes”.

Enquadram-se como residentes as pessoas que pretendem residir temporária ou permanentemente no país. Para tal, é necessário ter o passaporte, domicílio fiscal (comprovante de residência) e o Número de Identidade do Estrangeiro (NIE), cujo processo de emissão pode demorar um pouquinho. Por isso, um conselho: assim que chegar à Espanha, já dê entrada neste documento. Com ele, o caminho será mais tranquilo para abrir sua conta.

Já para os “não residentes”, ou seja, pessoas que pretendem ter uma conta, mas não residir no país, abrir conta na Espanha pode ser mais complicado. Você vai precisar do seu passaporte válido e de alguns outros documentos, tais como uma declaração de situação profissional ou vínculo de trabalho, a depender do banco.

Saiba o que é preciso para morar na Espanha.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Um pouco da experiência de abrir conta na Espanha

Marina Trovão, uma jornalista carioca que se mudou recentemente para Madri, contou para o Euro Dicas um pouco sobre o processo de abertura de conta. De acordo com ela, que tem passaporte europeu, não foi difícil abrir conta na Espanha. Conseguiu fazê-lo mesmo sem possuir o NIE ainda.

O CaixaBank apenas pediu o passaporte e um atestado de quanto tempo ela pretende ficar no país. Em seu caso, que faz um trainee em uma emissora local, não foi complicado.

Outra jovem que não teve dificuldades para abrir conta na Espanha foi Gabriella Mello, estudante de arquitetura, em intercâmbio na capital espanhola. De acordo com ela, conseguiu sem nenhum problema. Primeiro, agendou com um mês de antecedência para tirar o NIE. Em cerca de quinze dias, o documento ficou pronto. Feito isso, apresentou-o com um comprovante de moradia no Santander e abriu sua conta.

Ter passaporte europeu ajuda?

Ajuda, porém, não resolve o problema sozinho. Pode ser mais simples e o banco não exigir o NIE, mas o domicílio fiscal ainda é necessário.

Explico melhor. No Bankia, por exemplo, com passaporte europeu e NIE eles abririam uma conta para mim e estavam fazendo o procedimento, até chegar no momento da pergunta “onde fica o seu domicílio fiscal”, isto é, onde declaro renda. É necessário mesmo com o passaporte europeu.

Os principais bancos para abrir conta na Espanha

Com os documentos em mãos, agora é hora de decidir qual banco escolher para abrir sua conta na Espanha. Vamos antes conhecer um pouco sobre algumas das principais instituições, porque isso com certeza vai te ajudar no processo de tomada de decisão.

1. Banco de Sabadell

O Banco de Sabadell foi fundado em dezembro de 1881 e hoje tem o quarto maior volume de ativos entre os bancos espanhóis. Segundo o informe anual de 2018 da instituição, 7,9% das contas na Espanha pertencem ao banco.

A mais contratada é a “Cuenta Expansión”. Nela, não há comissões para transferências nacionais e para saques. Outro fator interessante é que eles classificam dentro de seu site o fator de risco para cada conta. Esta tem um índice bem baixo, apenas um de seis.

2. Santander

Já o Santander é conhecido mundialmente. Fundado em 1857 em Cantábria, na Espanha, hoje é uma potência. Na época, a Rainha Isabel II assinou o Real Decreto que autorizou a constituição do banco na região. É considerado a terceira maior marca espanhola, pelo ranking BrandZ.

O Santander tem várias opções de conta e usa a mesma classificação do Banco de Sabadell quanto ao risco delas. Uma vai interessar ao público mais jovem. A “Cuenta Smart”, que, segundo o site da instituição, já conta com mais de 600 mil utilizadores, é a escolha perfeita porque não há comissão para mantê-la, nem para ter cartão.

Uma outra opção para é a 1l2l3. Isso porque ela te dá bonificação de recibos e possibilita a manutenção de um cartão por 3 euros por mês. Dentro do próprio site do Santander ainda há uma calculadora para o cliente poder confirmar se os dados são de fato benéficos.

3. BBVA

O BBVA foi fundado em 1988 após a fusão do Banco de Bilbao com o de Vizcaya. Ele disponibiliza em seu site um guia completo para poder abrir a conta. É preciso apresentar o NIE, além do passaporte do seu país. Pode ser que seja necessária a apresentação do TIE também. Além disso, o banco pede dados mínimos de atividade, como a condição profissional do cliente, por exemplo.

Quanto às contas, há uma em destaque na primeira página do site: a “Cuenta Online BBVA Sin Comisiones”. Como o nome já indica, não são necessárias comissões para sua abertura. Contudo, só novos clientes podem contratá-la, através da aplicação ou do site.

4. Bankia

O Bankia, ao contrário dos anteriores, é mais jovem. Criado em 2010, foi a junção de outras sete instituições. Hoje, tem o domicílio fiscal na cidade de Valencia e a sede em Madri.

Segundo o informe anual de 2018, o Bankia já tem mais de 3,2 milhões de clientes digitais e teve um aumento de 120 mil no ano passado. Para 2020, eles já têm uma estratégia traçada, com um objetivo corajoso: ser o melhor banco espanhol.

Sobre as contas, as em destaque no site da Instituição são 100% digitais. Com a “Cuenta_ON Nómina” não é necessário pagar comissões e manutenção dos cartões de débito ou crédito. Ela também está classificada como risco um de seis. Aqui, a gestão das suas informações será feito completamente através do site ou da aplicação do banco.

5. CaixaBank

O La Caixa, como também era conhecido, já é bem mais antigo que o Bankia. O início da sua história data de 1904, quando Francesc Moraga fundou a “Caja de Pensiones para la Vejez”. Em português seria algo como Caixa de Pensões para os idosos. Desde então, o banco foi se moldando para o que é hoje.

Segundo o informe anual de 2018, o CaixaBank já alcançou mais de 15 milhões de clientes e foi o primeiro banco do Ibex 35, principal índice de referência da bolsa espanhola, a eliminar completamente a pegada de carbono.

Quanto às contas, a instituição tem diferentes categorias. Entre elas, de família, negócios e também pessoais. Pode-se destacar a “Cuenta Corriente”, com cartão grátis no primeiro ano, transferências gratuitas entre contas do mesmo banco e portal na internet com informações extras.

6. ING

O ING Bank se autodenomina de banco online sem comissões. Fundado na Holanda em 1991, a instituição traz algumas novidades. Entre elas, uma que promete agradar a quem gosta de fazer viagens. Isso porque o consumidor pode pedir moedas estrangeiras com antecedência e receber em casa de dois a quatro dias úteis depois.

A “Cuenta Nómina” é a que está em destaque no site do banco. Com ela, todos os cartões são de graça e não há comissões.

7. Banco N26

O Banco digital alemão N26 já está na Espanha. Esse banco europeu tem feito sucesso na Europa por ser 100% digital, tudo controlado pelo aplicativo ou site, seguro como qualquer banco tradicional e com opções de contas gratuitas e pagas, adequadas a cada cliente.

A conta N26 gratuita é o destaque para quem precisa economizar. A Conta N26 You, com mensalidade de 9,90 euros por mês, tem saques gratuitos em toda a Europa, sem taxas para pagamentos, seguro viagem Allianz incluído e desconto e vantagens de parceiros do Banco. Entre no site do N26 e veja qual é a conta ideal para o seu perfil.

Bancos mais exigentes

Bancos como o Santander e La Caixa, por exemplo, fazem exigências como um valor mínimo de depósito para abrir a conta. O que não é tão ruim, sendo melhor que nos obrigar a fazer um seguro ou um plano de saúde privado, outra exigência bem comum em outros bancos.

Em resumo, é preciso estar atento pois os bancos aproveitam a nossa falta de conhecimento e a falta de documentos para nos fazer exigências exageradas.

Escolhendo o seu banco para abrir conta na Espanha

Além de conhecer a história e perfil, é importante também pesquisar quais têm melhor avaliação entre os clientes antes de abrir conta na Espanha. Para isso, o portal Help My Cash traz dados diversos sobre os bancos espanhóis.

ranking dos bancos espanhóis

Como podemos ver na imagem acima, os bancos estão listados por número de ativos, sendo os primeiros Santander, BBVA e CaixaBank. Mas destes, apenas o primeiro tem uma conta bem avaliada. A “Cuenta Smart” aparece com quatro estrelas, de cinco.

Outro portal local, o Expansión, mostra ainda um rank dos consumidores de 2018 por reputação, como é mostrado na imagem abaixo. Desta forma ING (7,13), BBVA (6,71) e Santander (6,32) saem na frente dos demais.

Logo depois vêm CaixaBank (6,18) e Banco de Sabadell (5,84), instituições espanholas de renome e tradicionais, que apenas ocupam as posições de número cinco e sete, respectivamente.

bancos espanhóis reputação

A importância de abrir conta na Espanha

Como em qualquer país, é seguro e mais de fácil de gerir o seu dinheiro se estiver em uma conta de banco. Ela vai servir para uma simples inscrição em academia até o pagamento de contas de luz e água.

As contas na Espanha são cobradas na sua conta bancária e não é como no Brasil que é opcional, isto é, você pode receber a conta de luz e ir pagá-la no banco. Aqui não funciona assim. Luz, água, internet, compras parceladas e até mesmo a academia, obrigatoriamente serão debitadas na sua conta-corrente.

Por isso, a nossa dica é correr com a documentação necessária. Desta forma, agende com antecedência para que tenha o NIE o mais rápido possível, e isso facilitará a sua vida na hora de abrir sua conta. Tendo os documentos necessários em mãos, não terá dificuldades.

Quanto tempo demora?

Abrir uma conta na Espanha quando você tem a documentação necessária é rápido, não passará de 30 minutos. Tempo para que se preencha as fichas com os seus dados e você assine o contrato.

Quando você sai do banco a conta já está ativada e pode usá-la, se for no caixa eletrônico, como, por exemplo, fazendo um depósito. Depois de uma semana, já tem o cartão e tudo pronto para usar.

Saiba também como enviar dinheiro para a Espanha pagando as menores taxas.

Com formação em Jornalismo e Marketing Digital, André mudou-se para Portugal para aprimorar os estudos. Nascido no Rio de Janeiro e de família portuguesa, tornou-se mais um apaixonado por este país. Vive constantemente a complexidade de adaptação e o aprendizado de se viver em outra cultura. É amante de esportes, jogos e música.

Artigos relacionados

Banco N26 é confiável? Descubra e veja como funciona

Brasileiros podem abrir conta no Banco N26? Vale a pena ter conta nesse banco? Mostramos vantagens, desvantagens, custos e muito mais.

Procuração para movimentação bancária: o que é e como fazer

Entenda o que é a procuração para movimentação bancária, onde e para qual finalidade utilizar, documentos necessários, cuidados a tomar e como revogar.

Como funciona o ActivoBank: o banco digital de Portugal

Descubra como funciona o ActivoBank, como abrir uma conta bancária, quais os documentos necessários, onde existem agências e como utilizar.

Abrir conta bancária em Portugal: os principais bancos e condições

Saiba como abrir uma conta bancária em Portugal, quais são os bancos do país e aqueles sem custos, além dos documentos necessários.

Bancos brasileiros em Portugal: tudo o que precisa saber

Existem bancos brasileiros em Portugal? Quais são os melhores bancos para brasileiros em Portugal, com as melhores taxas e menos burocracia? Descubra aqui.

Como abrir conta em Portugal estando no Brasil? Saiba aqui

Saiba como abrir conta em Portugal estando no Brasil, quais os documentos necessários, as opções de bancos e como fazer a abertura da conta.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube