Como trabalhar na Espanha: saiba como conseguir a sua vaga

Se você está em busca de uma oportunidade de emprego no exterior e quer saber como trabalhar na Espanha, esse artigo vai ser muito útil. Vamos dar dicas para você preparar o seu currículo, ter acesso aos principais sites de busca e saber quais as profissões com mais vagas oferecidas no mercado de trabalho espanhol.

Apesar da crise econômica, provocada pelo coronavírus, a boa notícia é que alguns setores estão buscando reforços e contratando. O Ministério do Trabalho anunciou que o número de pessoas inscritas na Segurança Social subiu 31.638 em novembro de 2020, superando os 19 milhões de ocupados pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19 em março último.

Como trabalhar na Espanha? Passo a passo

  • O primeiro passo é procurar emprego ainda no Brasil. Há diversos sites disponíveis onde será possível ter uma ideia das vagas oferecidas como mostraremos mais a frente;
  • Para trabalhar na Espanha é preciso ter uma autorização de trabalho que pode ser obtida por meio de um visto de trabalho;
  • Mudar para um novo país também envolve outras questões como, por exemplo, o planejamento financeiro. O custo de vida na Espanha varia de acordo com a região escolhida e, além de ter uma estimativa dos seus gastos, o lado emocional precisa estar preparado para a adaptação;
  • Ao embarcar para a Espanha saiba que no controle de imigração os policiais de fronteira poderão questionar o motivo da sua viagem, o período em que você pretende permanecer no país e o quanto de dinheiro está levando. Tenha tudo anotado ou impresso para responder calmamente ao que lhe for solicitado.

Como conseguir trabalho na Espanha?

Se você pretende morar na Espanha, uma das principais dúvidas é sobre como conseguir trabalho no país. Vamos explicar abaixo detalhadamente como buscar um emprego no país. Mas é bom se preparar bastante porque com a crise econômica o mercado de trabalho ficou ainda mais competitivo.

Adaptar o currículo

Em primeiro lugar, o mercado espanhol valoriza um bom currículo, por isso, veja quais as principais informações que devem constar no CV para você sair na frente em sua busca por um emprego no país:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

  • É indispensável que o currículo seja escrito em espanhol;
  • A primeira categoria do currículo deve conter os dados pessoais do candidato com informações básicas como nome, endereço, nacionalidade e telefone com o código de discagem internacional;
  • Na Espanha, o currículo deve ter uma foto do candidato. Uma foto adequada e com cerca de 4 centímetros. Ela deve estar no início do CV, ao lado dos dados pessoais, ou logo abaixo;
  • Em seguida, resuma as suas principais funções exercidas e qualificações;
  • Logo depois, descreva a sua experiência profissional. Essa é a seção mais importante dentro de um currículo espanhol. Enumere as suas experiências em ordem cronológica inversa e descreva o que você aprendeu com elas. Inclua os nomes das empresas, datas, funções, responsabilidades e conquistas;
  • Na sequência, inclua a sua formação acadêmica. É importante especificar o grau de instrução, nome da instituição pela qual você se formou, país, cidade e o ano de início e término dos estudos;
  • Depois, descreva também as suas habilidades nos idiomas. Comece pela sua língua materna e, depois, liste as outras línguas que você fala. Não se esqueça de especificar o seu nível de proficiência em cada uma delas;
  • Em outra seção especifique as suas habilidades de informática. Liste os programas e aplicativos com os quais você tem prática para trabalhar, como Word, Excel e PowerPoint, e indique os níveis de habilidade;
  • Além disso, elabore um currículo personalizado para cada empresa ou cargo diferente, seja breve e conciso, ou seja, resuma o seu documento em apenas uma página e, o mais importante, revise o currículo antes de enviar;
  • E, por fim, na Espanha é comum enviar uma carta de apresentação junto com seu currículo e isso pode contar muitos pontos na sua candidatura. Mostre que você está motivado com a oportunidade oferecida, indicando que você tem conhecimento do cargo e da empresa.

O Infojobs, um dos principais sites de busca de emprego da Espanha, produziu um vídeo onde você poderá  encontrar mais dicas para preparar melhor o seu currículo.

Procurar vagas nos principais sites de emprego na Espanha

A internet é uma mão na roda para quem busca uma nova oportunidade de trabalho. Na Espanha não é diferente, os sites de emprego no país ajudam a encontrar a vaga ideal. Existem sites por área de atuação e outros mais generalistas, por isso, vale a pena fazer uma busca por todos eles para encontrar sua vaga.

Outra forma de buscar emprego que, por experiência própria, funciona muito bem na Espanha é por meio do LinkedIn. Atualize o seu perfil na plataforma e faça contatos com pessoas da sua área que vivem no país.

Para quem quer saber como trabalhar na Espanha, o Facebook também pode ser útil. Muitas pessoas procuram oportunidades de emprego nesta rede social, mas tenha cuidado com ofertas muito tentadoras que nem sempre são verdadeiras.

Outra recomendação seria procurar emprego numa empresa espanhola que tem sede no Brasil e, depois, tentar uma transferência.

Como se preparar para uma boa entrevista

Sabemos que participar de uma entrevista de emprego é sempre um momento tenso, afinal de contas esse costuma ser o último obstáculo e o mais desafiador. Além disso, passar por este processo em outro idioma, pode se tornar ainda mais difícil. Por isso, é preciso preparar-se muito bem.

Confira abaixo algumas dicas para você ser bem-sucedido neste momento:

  • Em primeiro lugar, estude o seu próprio currículo e tenha em mente os seus trabalhos mais recentes e as suas principais virtudes;
  • Conheça a empresa com a qual deseja trabalhar e, se possível, o seu recrutador;
  • Seja sincero. Uma mentira pode acabar com as suas chances durante a entrevista;
  • Mantenha a calma, mostre otimismo e confiança em si mesmo;
  • Faça perguntas! Isso demonstra o seu interesse pelo trabalho.

Vale ressaltar ainda que em alguns processos seletivos aqui na Espanha, principalmente em empregos nos setores de vendas ou atendimento telefônico, os candidatos também podem passar por testes que se chamam Role Play. De uma maneira geral, o candidato é colocado em uma situação de conflito ou diante de um problema e é avaliado pela sua capacidade de reação.

E, por fim, uma dica valiosa é dedicar tempo ao estudo de idiomas. Afinal, quanto mais você dominar outras línguas, além do inglês e do espanhol, melhores serão as suas chances de conseguir um bom emprego na Espanha.

Indicação também conta muito

Uma boa rede de contatos costuma ser valiosa para quem busca uma nova oportunidade no mercado de trabalho, principalmente os que estão pensando em mudar de área ou de empresa. Conhecer pessoas pode ser essencial, principalmente para ficar por dentro de vagas antes mesmo que elas sejam divulgadas.

O LinkedIn, já citado anteriormente, é uma excelente ferramenta para ampliar as conexões, entender melhor as exigências do mercado e identificar o que é preciso para se destacar. Mas também há outras alternativas como os grupos de brasileiros no Facebook onde os profissionais podem disponibilizar o currículo, anunciar seu serviço e buscar ofertas de trabalho.

Visto de trabalho na Espanha para brasileiros

Como trabalhar na Espanha legalmente? Se você não tem cidadania espanhola, nem de algum outro país da União Europeia ou da Islândia, Liechtenstein, Noruega ou Suíça, o primeiro passo é obter uma autorização de trabalho e residência na Espanha.

Essa autorização é solicitada pelo empregador e emitida pela Delegação ou Subdelegação do Governo espanhol. Portanto, você só vai conseguir esse documento se já tiver uma proposta de emprego, ou seja, um compromisso de contratação por parte do empregador. Essa autorização é um dos documentos que devem ser apresentados para a solicitação do visto, ou seja, é imprescindível.

Depois de concluída a etapa anterior, o visto de residência e trabalho para a Espanha deve ser solicitado ainda no Brasil. Só é possível realizar este trâmite na Embaixada da Espanha, em Brasília, ou nos Consulados Honorários da Espanha no Brasil.

A solicitação deve ser feita com antecedência mínima de 30 dias da data prevista para a viagem. A taxa custa 60€ e deve ser paga na moeda brasileira de acordo com a cotação do dia.

Como trabalhar na Espanha

Sabemos que o processo não é fácil, mas no fim vai valer a pena. São muitos os motivos para você morar e trabalhar legalmente no país, entre eles, ter acesso à um dos melhores sistemas públicos de saúde do mundo, educação de qualidade, além de poder viajar e visitar os amigos e a família.

É possível estudar e trabalhar na Espanha?

O visto de estudante para a Espanha permite apenas trabalhos considerados de estágio, isto é, relacionados à área de formação do estudante. Nesse caso, só é possível trabalhar meia jornada, ou seja, até 20 horas semanais.

Se você estiver buscando uma maneira de como trabalhar na Espanha como estudante, caso consiga um estágio remunerado, é preciso solicitar uma autorização administrativa junto à Delegação do Governo.

Pode trabalhar com visto de turista?

Como trabalhar na Espanha entrando no país como turista? Essa é uma pergunta muito comum, mas os brasileiros só podem permanecer no país como turistas por um período de até 90 dias sem trabalhar. No caso de conseguir um trabalho, é preciso voltar para o Brasil e pedir um visto de residência e trabalho para regressar à Espanha.

Apenas em algumas situações, é possível estar na Espanha e solicitar uma autorização que permita o exercício profissional sem ter que voltar para o Brasil. Se você é familiar de espanhol ou de europeu (filho, cônjuge ou companheiro, por exemplo), poderá pedir uma autorização de residência que permitirá trabalhar.

Além disso, de acordo com o Real Decreto-lei 11/2018, de 31 de agosto, estudantes estrangeiros que alcançaram como mínimo o nível 6 de acordo com o Marco Europeu de Qualificações, correspondente a graduação, poderão permanecer no país durante o período de doze meses com a finalidade de procurar um emprego adequado ao seu nível de estudos ou para empreender.

Tenho emprego e visto, como trabalhar na Espanha?

Maravilha! Se você já foi contratado e está com tudo na mão, já finalizou as etapas mais complicadas. Agora é preciso apenas chegar à Espanha e regularizar sua situação. Os trabalhadores estrangeiros precisam realizar dois passos:

Inscrever-se no Regime de Segurança Social

Quando se está inscrito no regime de segurança social adequado para sua ocupação, você pode iniciar sua atividade profissional. A partir daí, também precisa começa a pagar as mensalidades para a segurança social e ficar automaticamente segurado.

Solicitar o Número de Identificação de Estrangeiros (N.I.E.)

O cartão de identificação de estrangeiros (NIE) pode ser solicitado pessoalmente na Direção Geral da Polícia ou nos Consulados da Espanha no exterior. Agora, se o trabalhador já se encontra na Espanha, deverá retornar ao país de origem para a tirar o visto e só depois poderá entrar no país, com o correspondente carimbo no passaporte.

Trabalhar na Espanha como autônomo

Quem planeja trabalhar por conta própria na Espanha pode solicitar o visto de residência e trabalho autônomo. Mas, neste caso, são exigidos alguns documentos e pré-requisitos como:

  • Comprovar possuir a qualificação profissional legalmente exigida ou experiência no exercício da atividade profissional;
  • Demonstrar o projeto de negócio ou atividade a ser realizada, com indicação de investimento previsto, rentabilidade esperada e, se for o caso, criação de postos de trabalho;
  • Possuir investimento econômico necessário para a implementação do projeto;
  • Ter meios econômicos suficientes para sustento e alojamento.

Visto de empreendedores

Quem planeja abrir um negócio na Espanha pode solicitar o visto de empreendedor, mas é preciso, entre outros documentos, apresentar um plano de negócios detalhado.

Só é possível realizar este trâmite na Embaixada da Espanha, em Brasília, ou nos Consulados Honorários da Espanha no Brasil. A taxa é de 60€ e o pagamento deve ser feito em dinheiro e em moeda local. O visto pode demorar até 30 dias para ser entregue.

Tem trabalho na Espanha para brasileiros?

A resposta é sim! Vivendo legalmente no país e cumprindo com os requisitos necessários, você tem como trabalhar na Espanha e poderá exercer qualquer função no país. Há algumas áreas com maior demanda por profissionais, como é o caso das Engenharias e Tecnologia da Informação, por exemplo.

Entretanto, a crise provocada pelo coronavírus também aumentou as oportunidades em outros setores. É o caso, por exemplo, de médicos, enfermeiros e demais profissionais da área da saúde ou de trabalhadores do setor de logística.

Desemprego na Espanha

Não é de hoje que a Espanha é conhecida por ser um dos países da Europa com a maior taxa de desemprego. No primeiro trimestre de 2013, por exemplo, 27,16% da população ativa não tinha emprego, segundo dados oficiais do Instituto Nacional de Estatísticas (INE). O percentual histórico superou pela primeira vez a marca de 6 milhões de desempregados, mais que o dobro em relação à média da União Europeia (UE).

O país conseguiu sair da recessão e, nos últimos anos, a economia vinha se recuperando bem, mas o contingente de desempregados voltou a crescer com a crise econômica global provocada pelo coronavírus.

Impacto do coronavírus

O novo coronavírus não enxerga fronteiras, mas a Espanha voltou a ser o país europeu com mais postos de trabalho eliminados em uma crise. Com o estado de emergência decretado pelo governo no dia 14 de março de 2020, veio o confinamento, a paralisação de muitos setores e, consequentemente, as demissões.

Mas no 4º trimestre de 2020, as medidas de flexibilidade amorteceram o impacto da segunda onda da pandemia no mercado de trabalho. Em novembro de 2020 o número de desempregados aumentou em 25.269 pessoas (0,66%) em relação ao mês anterior, segundo dados dos Ministérios do Trabalho e da Previdência Social.

Porém, foram registrados 1.449.810 contratos de trabalho. Esse número equivale a 82,2% dos contratos firmados no mesmo mês de 2019, o que reflete a recuperação dos fluxos de contratação. Destes, 128.189 (8,84%) são por tempo indeterminado.

Empresas que contratam brasileiros na Espanha

Encontrar um emprego em meio à pandemia do coronavírus é uma tarefa difícil, mas não impossível. O turismo, por exemplo, um dos setores que mais empregam brasileiros, foi também um dos mais atingidos pela crise econômica e atualmente há poucas ofertas em restaurantes, hotéis, serviços de transporte e toda a rede que faz parte deste mercado.

Como trabalhar na Espanha

Todavia, alguns setores estão sendo reforçados pela mudança de hábitos da população e, de fato, são várias as empresas que buscam ampliar sua força de trabalho. Um relatório do LinkedIn apontou quais são as empresas que mais estão contratando na Espanha. Veja quais são:

  • Amazon: A gigante do comércio eletrônico tem ofertas são para engenheiros de TI, executivos de contas, gerentes de operações, engenheiros de qualidade, analistas de dados, gerentes de atendimento ao cliente, especialistas de marca e marketing, gerentes de conteúdo, equipe de recursos humanos, treinadores técnicos, tradutores, etc. em diferentes regiões da Espanha.
  • Banco Santander: O banco espanhol está procurando engenheiros de computação, especialistas em segurança cibernética, analistas de mercado, pessoal de vendas e especialistas em dados, entre outros;
  • MediaMarkt: A rede alemã está com vagas abertas na Espanha para gerentes de operações, técnicos de TI, chefes de departamento, técnicos de recursos humanos, especialistas em marketing digital, assistentes administrativos, técnicos de oficina, operadoras de telefonia, atendimento ao cliente, caixas, vendedores, transportadores e trabalhadores de armazém;
  • Acciona: A empresa espanhola procura engenheiros mecânicos, responsáveis por equipamentos elétricos, engenheiros especialistas em projeto de túneis, engenheiros de processo, engenheiros civis, gerente de aplicativos de recursos corporativos e data science, analistas financeiros e outras especialidades;
  • Accenture: A consultoria tem ofertas publicadas são para programadores JAVA, gestores de serviços, técnicos de apoio ou engenheiros aeronáuticos. Os seus cargos são para trabalhar em Madrid, Santander, Málaga, Sevilha, Barcelona, Bilbao, Alicante, Valência ou Gijón;
  • Endesa: A empresa de eletricidade busca estagiários e profissionais com perfil de engenheiro para trabalhar no setor das energias renováveis e analista de soluções tecnológicas, entre outros.

Outra dica é ver a lista de postos de difícil cobertura no site do Ministério do Trabalho e Economia Social da Espanha. O catálogo do 4º trimestre de 2020 já foi publicado e as profissões listadas estão divididas por província espanhola.

Além disso, no Serviço Público Estadual de Emprego, SEPE, você também pode obter informação sobre as diferentes ofertas de emprego e os perfis mais solicitados no setor de seu interesse. O SEPE possui 759 escritórios em todo o país e oferece aconselhamento totalmente gratuito.

Quanto tempo demora para entrar no mercado de trabalho na Espanha?

Os jovens espanhóis vem encontrando muita dificuldade para encontrar trabalho depois da universidade. A dificuldade de entrar no mercado de trabalho na Espanha está fazendo com que muitos desses jovens adiem o início da carreira, indo morar por um período breve fora do país, fazendo trabalhos como garçom, vendedor, atividades que não exigem nenhuma formação.

É preciso já estar na Espanha para conseguir uma vaga?

Sem dúvida, é mais fácil conseguir uma vaga de emprego na Espanha se você já mora no país, mas nada impede que você venha como turista com o objetivo de procurar emprego, entretanto, se conseguir uma vaga, muito provavelmente terá que voltar ao Brasil e pedir um visto para regressar à Espanha.

Salários para trabalhar na Espanha

Para saber se vale a pena buscar emprego na Espanha, é preciso ter uma ideia do mercado de trabalho e dos salários pagos no país. Ganhar bem é difícil, mas o custo de vida não é tão caro se comparado com o restante da Europa.

Salário mínimo na Espanha

Em 2020, o salário mínimo na Espanha foi reajustado para 950€ em 14 prestações, o que significou um aumento de 5,5% em comparação com o ano anterior. Para se ter uma ideia, em Luxemburgo o mínimo é de 2.071€, na Holanda, 1.615€ e no Reino Unido, 1.453€.

Mas dependendo da área de atuação, da sua formação e de onde você mora, você poderá ganhar mais ou menos. Entre cargos de chefia, por exemplo, os vencimentos podem ultrapassar os 50 mil euros anuais, o que equivale a 4.166€ por mês.

Salário médio na Espanha

O salário médio no país fica em torno de 1.989,50€ mensais, também muito longe do que se paga no França (2.714€), Reino Unido (3.163€) ou Itália (2.446€).

Se informe também sobre o custo de vida na Espanha.

Vale a pena trabalhar na Espanha?

Assim como outros países, a decisão se vale a pena estudar na Espanha é muito pessoal e vai depender dos seus objetivos profissionais e pessoais. A seguir apresentamos algumas desvantagens e vantagens de trabalhar no país, confira:

Desvantagens de trabalhar na Espanha

A taxa de desemprego voltou a crescer no país e a disputa por uma vaga no mercado de trabalho está ainda mais acirrada. Só que além da competitividade, a burocracia para contratar um brasileiro para trabalhar na Espanha é grande e isso faz com que muitas empresas prefiram recrutar cidadãos espanhóis ou da União Europeia antes de procurar algum profissional fora desta esfera.

Portanto, quem pensa em trabalhar na Espanha, deve começar a procurar emprego o mais cedo possível. Aprender outros idiomas e fazer cursos de especialização na sua área podem tornar o caminho mais fácil.

Vantagens de trabalhar na Espanha

Essa é uma questão bastante pessoal. Os salários na Espanha não são tão bons quanto no restante da Europa, no entanto, têm muitos europeus e brasileiros, por exemplo, que vieram para cá atraídos por outras vantagens que o país oferece, entre elas, boa gastronomia, inverno pouco rigoroso, belas cidades e a qualidade dos serviços públicos de saúde e transporte.

Trabalhar na Espanha, na minha opinião, tem muito mais vantagens do que desvantagens, essa pode ser uma excelente decisão e uma experiência enriquecedora, mas que demanda um bom planejamento e depende da disposição de cada um.

Se você tem planos de vir trabalhar no país saiba quais são as melhores cidades para viver na Espanha.

Ajuda para morar na Espanha

Tem vontade de morar legalmente na Espanha e não sabe como começar o seu planejamento? É normal ter dúvidas em um processo de mudança de país! Pensando nisso, nossa equipe escreveu o Ebook Como Morar na Espanha com todos os passos que você precisa seguir para realizar esse sonho sem surpresas ou imprevistos! Vale a pena!

Lembramos que o seguro viagem é obrigatório

Não se esqueça que para entrar na Espanha é obrigatório contratar um seguro viagem. O país faz parte do Tratado de Schengen, por isso, o viajante precisa desembarcar com uma assistência em mãos com cobertura mínima de 30 mil euros. Além disso, a proteção deixará você aparado até se estabelecer na Espanha. Faça a cotação no comparador de seguros do Euro Dicas, em parceria com o Seguros Promo e encontre o plano ideal para a sua necessidade.

Adriana Levis Alambert trabalha como jornalista há mais de 20 anos. Se formou na UniverCidade, no Rio de Janeiro, com pós-graduação em Mídias Digitais e Interativas pelo Senac-Rio e pós graduação em Mídia, Tecnologia da Informação e Novas Práticas Educacionais pela PUC-Rio. Trabalhou como repórter, apresentadora e editora no Canal Futura, Sportv e na Web TV da Petrobras. Atualmente faz um Master em Direção de Cinema Documental, na Escola de Cine de Barcelona, na Espanha. Também trabalha com turismo, adora viajar, conhecer novas culturas e compartilhar suas experiências.

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.

Artigos relacionados

Como morar na Espanha em 2021: guia para planejar a mudança

Se morar na Espanha é seu sonho, temos uma boa notícia: existem diversas maneiras de morar na Espanha, e com certeza uma é perfeita para você. Saiba como.

Melhores cidades da Espanha para morar: confira o top 10

Conheça as cidades da Espanha com melhor qualidade de vida, para você morar. Uma dessas cidades da Espanha é perfeita para você viver. Veja a lista!

Custo de vida na Espanha 2021: quanto você precisa para morar no país

Conheça o custo de vida na Espanha e quanto precisa para viver bem: quanto custa alugar um apartamento, as principais contas do mês, mercado, lazer e mais.

Cidadania Espanhola: saiba quem tem direito e como solicitar

Existem 3 situações em que brasileiros podem ter direito à cidadania espanhola. Conheça o processo para solicitar e quais os documentos necessários.

Profissionais em falta na Espanha: descubra os principais

Apesar dos vários anos de crise económica na Espanha e o elevado desemprego, existem profissionais em falta na Espanha. Conheça a lista de profissões.

Visto para Espanha: quais são, custos e como conseguir

Conheça quais os tipos de visto para Espanha. Saiba como e onde requerê-los, quanto custa e quais os documentos necessários para dar entrada no processo.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube

1