Como trabalhar na Espanha, um guia para brasileiros.

Como trabalhar na Espanha

Espanha  / 

Há uma década o número de brasileiros que desembarcavam todos os dias no aeroporto de Madri e Barcelona para trabalhar na Espanha era exorbitante. A maioria em busca de crescimento financeiro e oportunidades mesmo sem possuir documentação para viver no país.

Era fácil encontrar trabalho, ganhar bem, enviar dinheiro para a família no Brasil, viajar pela Europa e até mesmo conseguir permanecer legalmente na Espanha. Então a grande crise econômica de 2008 chegou e a Espanha passou de um país prospero a um verdadeiro caos.

E é exatamente o que muitos brasileiros não sabem ou simplesmente ignoram, mas a realidade é que encontrar atualmente um emprego estável no país virou um grande desafio.

Mercado de trabalho na Espanha

É verdade que a Espanha tem apresentado uma melhora significativa na sua economia, porém tenha em conta que a taxa de desemprego é praticamente uma montanha-russa: Ora sobe, ora desce. E o clima tem um papel importante nesse aspecto.

Nos meses de verão e na época natalina o número oportunidades para trabalhar na Espanha aumenta, mas o tipo de contrato e a qualidade das vagas oferecidas em muitos casos podem ser frustrantes.

Para trabalhar na Espanha você precisar ter uma autorização de residência do governo espanhol que te permita exercer profissionalmente através de um contrato oferecido por uma empresa ou por conta própria.

Conheça os tipos de visto para Espanha.

Dicas para trabalhar na Espanha

Além disso, é importante preparar um plano que ter permita competir com os trabalhadores espanhóis, como por exemplo:

  • Elaborar um bom CV com as normas utilizadas pela União Europeia (Europass)
  • Se você possui ensino médio, profissional ou superior verifique a possibilidade de homologar essa documentação no país.
  • Permaneça legalmente na Espanha, para poder participar de programas de incentivo ao trabalho, cursos gratuitos e todos os benefícios oferecidos pelo governo espanhol para imigrantes, etc.
  • Saiba que ter um idioma aqui não é um diferencial, é essencial. Para competir por uma vaga você deverá além de falar o espanhol saber como mínimo o inglês.
  • Ter um bom networking será algo importante. Uma indicação sempre será bem vinda, certo?
  • Cadastre seu CV nos grandes portais de emprego, como:

O primeiro emprego na Espanha

Geralmente o primeiro emprego no exterior não é na sua área de formação, então muitos estrangeiros aceitam o que lhe oferecem. E os contratos de trabalho variam muito no seu tempo de duração (1 mês, 1 ano, ou ate mesmo algumas horas).

O salário mínimo para 2017 gira em torno de 700€ e dependendo da área de atuação e da sua formação você poderá ganhar mais de 1500€ ao mês. Entenda como funcionam os salários na Espanha.

Os empregos com mais saídas e maiores salários estão ligados à Engenharia Informática, Mecânica e Industrial, além dos setores de Tecnologia. Outro dado importante é que a população espanhola esta envelhecendo, o que desperta novas medidas para atender esse campo.

A decisão de imigrar é totalmente pessoal e requer um mínimo de planejamento. Então, se você tem a Espanha como objetivo, não se esqueça de consultar sobre o custo de vida na Espanha e o campo de atuação laboral da cidade que você pretender ir. Além disso, leve uma boa reserva de dinheiro e muita determinação na bagagem.

COMPARTILHE

Taiana é brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilha no seu blog Partiu Espanha roteiros, dicas e as impressões de viver no exterior.